Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Ir em baixo

Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Empty Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Mensagem por joabi em Qua Jun 22, 2011 2:38 am

Salve galera,

Atendendo a alguns pedidos, estou postando um review e compartilhando com vocês a alegria que estou tendo com meu novo amp, um Acoustic Image modelo Clarus+.

Antes de mais nada, tenho que dizer que durante minha pesquisa, principlamente no Talkbass, o que mais ouvi sobre esse amp foi a palavre 'Flat'. Apesar de ser possível medir isso tecnicamente, acho uma palavra muito subjetiva e concordo com o que já foi dito aqui no fórum, acho que pelo Alex, que, se você gosta de um timbre, ele vai te parecer flat. Então não pretendo usar esse termo no review e tentar ser um pouco mais objetivo nas minhas impressões sobre o som do amp.


Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Claruspluslg1


Começo com uma descrição das principais características do Clarus+.

Fabricante: Acoustic Image
Modelo: Clarus+
Potência: 800W / 4ohms (450W em 8ohms - 1000W em 2 ohms)
Impedância mínima: 2 ohms
Peso: aproximadamente 1,5 kg
Acessórios inclusos: Gig Bag macia, adaptador speakon/P10, cabo AC
AC: 110V ou 230V (com chave seletora)
Preço pago nos EUA: $999

O amp tem basicamente 4 partes distintas, que são: PREAMP, POWER AMP, DIRECT OUT e PROCESSADOR DE EFEITOS.

PREAMP:

Possui 2 canais idênticos e independentes, contendo entrada P10/XLR (microfone), phantom power e atenuador para o mic, controle de ganho de input, EQ 3-band (veja abaixo minhas impressões sobre o EQ), send/return (loop effects) individual por canal com controle de volume, chave de inversão de fase, filtro de low cut (descrição abaixo).

POWER AMP:

Controle de volume MASTER
Chave MUTE
Topologia: Classe D (PWM)
Switch Frequency: 250kHz
Potência: 800W / 4ohms (450W em 8ohms - 1000W em 2 ohms) medida em 20Hz
Impedância mínima: 2 ohms
Conectores de saída: 2 Speakon Neutrik

DIRECT OUT:

Conector: XLR
Chave PreEQ ou PostEQ
Chave Ground/Lift
Saída de Fones de Ouvido

PROCESSADOR DE EFEITOS:

Chave de seleção com 6 opções de efeitos: 3 reverbs (Hall, Room e Plate), 1 delay, 1 chorus e 1 flanger
Controle de volume do efeito
Chave liga/desliga para cada canal do preamp


MINHAS IMPRESSÕES:

GERAL:

Conheci essa marca há cerca de 1 ano e meio. Para quem nunca ouviu falar, é uma empresa que começou fazendo amps e gabinetes de baixo acústico, que com o tempo, passaram a ser usados para baixo elétrico e vários outros instrumentos, principlamente guitarristas de jazz, pela sonoridade maravilhosa e fiel ao som do instrumento. Os amps se tornaram mais versáteis para acomodar a demanda de diferentes instrumentistas, que queriam 2 canais para ligar o baixo elétrico e o acústico (baixistas conhecidos como doublers), ou baixistas acústicos que usavam captador e microfone, guitarristas que queriam ligar também seu violão, músicos que faziam barzinho e ligavam violão e voz, tecladistas etc.
O Clarus+ é o modelo top de linha dos cabeçotes da marca, com todas as inovações que foram acrescentadas ao longo dos anos. O amp é referência e tido como de alto nível entre músicos que gostam de som fiel.
Basicamente, dá pra ver que todos os recursos disponíveis foram pensados e testados por gente competente e comprometida com a qualidade. O amplificador é muito leve, mas também muito robusto, dando muita segurança no uso. Nos shows que fiz até agora, alguns usando bastante volume, o amplificador não aqueceu nem um pouco (mas sempre tomei o cuidado de deixar espaço para circulação de ar).
Uma característica bem legal é que dá para 'pular' o preamp do Clarus+ e usar um preamp externo (através do FX loop, que é indicado no manual para isso), buscando outra sonoridade (mais agreÇiva???).
A caixa usada é minha Bergantino 2x10 (modelo HT210S).


SOM:

Vou relatar minha impressão de quando o amp chegou, que foi quando tive mais tempo de experimentar as muitas características do Clarus+. Depois, nos shows, testei mais a parte de equalização.
Desde o momento em que liguei o amp fiquei impressionado. Eu estava fechado no estúdio e mesmo assim deu pra perceber que o amp é extremamente silencioso, mesmo com o volume muito forte. Sem mexer no EQ comecei a tocar um pouco, em volume moderado, com meu Marcus Miller pra ver qual era a do amp. Um dos meus sócios (guitarrista) estava comigo e o primeiro comentário dele foi: "Cara, que som limpo!". Essa foi minha impressão também, e acho que isso é pela maneira como ele responde bem aos transientes, isto é, o ataque de cada nota.
Se tem uma palavra que eu usaria para definir a sonoridade desse amp é DINÂMICA. É impressionante como ter potência de sobra e um amp que responde bem aos transientes te permite ouvir tudo o que existe entre tocar uma nota fraca e uma muito forte! Só tocando para saber como é isso. E o som é pancada no peito!!
O EQ, à primeira vista, parece limitado, mas a escolha das freqüências de atuação é tão boa que o resultado é muito satisfatório. Um detalhe importante é que a mudança no som só é percebida quando os controles são aumentados ou diminuídos consideravelmente, isso por conta do tipo de circuito empregados no EQ. Para quem se liga na parte técnica, o controle dos graves é do tipo shelving e atua de 250Hz pra baixo, o médio atua entre 200Hz e 2kHz, e o agudo, shelving também, atua acima de 1kHz, com foco em 10kHz. Todos os controles têm 15dB de boost/cut.
Um dos recursos que achei extremamente funcional é o Low Frequency Cut, um botão giratório que te permite cortar freqüências graves, podendo ser ajustado entre 30Hz até 400Hz, ou deixar desligado. Como ressaltado no manual do produto, inteligentemente colocaram o ajuste de forma que a primeira metade do potenciômetro controla o corte de 30 a 60Hz e a outra metade controla o restante, até os 400Hz. Nos palcos onde o som tende a ser 'embolado', esse controle sobre a reprodução dos graves se mostrou muito efetivo. No meu último show, por exemplo, peguei um palco bem complicado e dexei o ajuste em 60Hz, o que resolveu maravilhosamente meu som, além de preservar o amp (o grave é o mais crítico e que exige mais do amplificador. Cortando o sub, que já estava em excesso no palco, são dois problemas a menos).
Sobre os efeitos, são todos legais e usáveis, mas claramente são desenvolvidos com violonistas e guitarristas em mente. Pro baixo gostei do Room reverb e do Delay (que, na verdade, é um delay bem curto, simulando uma ambiência). O chorus pode ser útil pra quem toca fretless. Como já disse, todos são usáveis, mas não dá pra alterar nenhum parâmetro dos efeitos.


CONSTRUÇÃO:

Achei muito boa. Leve e resistente. Nada alí vai quebrar fácil.
Decididamente esse cabeçote não foi feito para ser usado em racks. O painel frontal é levemente inclinado, o que facilita o manuseio quando se está em pé no palco, mas impede a colocação das 'orelhas' para parafusar em racks. Porém, sinceramente, com a excelente Bag que acompanha o produto e por ser tão leve, não tem sentido colocar o mesmo em rack... só o peso dele seria maior que o peso do amp.


O que eu mudaria no amplificador?

Antes tenho que dizer que gostei MUITO de todos recursos disponíveis. Mas mudaria algumas coisas simples, sim.

1- Senti falta de um led indicador de sinal clipando na entrada. O manual diz que mesmo com o sinal muito forte na entrada, o amp não irá saturar, mas um led ajudaria bastante.
2- No escuro é bem difícil ver os botões. Para complicar, o botão de mute é vermelho, e é menos visível que os botões brancos. Botões com iluminação para as funções mais importantes seriam úteis.
3- Os conectores são, na maioria, na frente do amp e o conector de fone de ouvidos é atrás. Não vi muito sentido nisso, mas não me atrapalhou em nada, até agora.

Para quem o amp é indicado?

Basicamente, para pessoas que estão satisfeitas com o som de seu instrumento. O EQ é eficiente, mas simples. Quem precisa de muitas correções de equalização pode usar um pedal de EQ para mandar o som mais pronto pro amp.
Do mais, indico para qualquer amigo. É um excelente produto, com muitos recursos e potência de sobra. Enfim, um amp pra uma vida toda.


------

Desculpem pelo tamanho do Review, mas com tantas funções, falar menos que isso seria um review superficial demais. Qualquer dúvida, é só perguntar.

abs,

joabi
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 6100
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Empty Re: Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Mensagem por Claudio em Qua Jun 22, 2011 7:00 am

Legal Joabi, parabéns pela aquisição. Acoustic Image é o que há, tudo de bom... já tive a oportunidade de testar um numa gig aqui no Rio... a única coisa que tenho contra a Acoustic Image são os preços praticados.
Claudio
Claudio
Membro

Mensagens : 15176
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Empty Re: Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Mensagem por fheliojr em Qua Jun 22, 2011 11:27 am

joabi, se puder, depois, vc poderia postar alguns audios dele, aki?
fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 9565
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Empty Re: Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Mensagem por Ivanov_br em Qua Jun 22, 2011 12:26 pm

Bom texto, Joabi! Agora nos brinde com audios ou videos!!! Smile
Ivanov_br
Ivanov_br
Moderador

Mensagens : 5865
Localização : Rio Grande do Sul

http://www.myspace.com/bustamanteivan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+ Empty Re: Review: Amplificador Acoustic Image Clarus+

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum