À caça de um novo baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Dom 22 Jan 2012, 11:05

Boa, galera!

Estou a caça de um baixo novo... meu line up está bem agradável, mas ainda não está do jeito que eu quero...

Para evitar as perguntas, meu setup hoje é:
- Golden 4c passivo 1999: relíquia, presente de pai, não uso para mais nada.
- Squier Affinity P-Bass: comprado recentemente, dá pro gasto com sobra, é o que estou tocando hoje em ensaios.
- Ibanez GSR 395: Ajustado e modificado por um dos melhores luthiers do Brasil, mas o baixo não fica do jeito que eu quero...

Pra completar, GT-10B e BX200.

Para o meu baixo novo não queria nada estratosférico, queria algo em torno de R$2.500,00 a R$3.000,00... sei que para alguns é bastante grana, mas eu preciso ter um baixo bom uma vez na vida... Estava querendo vender o meu Ibanez e pegar outro 5c ou então um 6c, vai depender do baixo e do preço...

Pois bem, vamos a minhas opções:

Ibanes SR - Vi vários modelos dessa série, espcialmente o SR 505, que está bem condizente com o que eu quero pagar, alguem tem?

Yamaha TRB 1005 - encontrei por pouco mais de R$ 3.000,00. Vale a pena? É tudo isso que falam mesmo?

Warwick Corvette Standard - Mesma situação do Yamaha. Um pouco acima dos R$ 3.000,00. Mas esse eu já toquei e sei que é um baixo legal... o que me dizem?

Ibanez BTB - vi vários, e parece ser a opção mais barata de todos eles... vi que tem muita gente que gosta, mas muita gente que não gosta... comentários?

Gostaria de comentários, de quem já tocou, já teve ou ainda tem alguns dos baixos acima e possivelmente, opções que estou deixando de lado por estar meio neurótico com a situação.

Para ajudar, eu toco rock, desde Paralamas do Sucesso a Sepultura, então preciso de algo bem versátil, e com boas possibilidades de ajuste de timbre.

Obrigado pela ajuda!
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Thales_Sr em Dom 22 Jan 2012, 11:16

Olá, seja bem-vindo ao fórum.
Situação difícil que você está hein... Tanta gente querendo ter esse tipo de dúvida.

Bom, na página inicial do fórum ( http://www.contrabaixobr.com/forum ) existe uma busca do google, tenta dar uma pesquisada lá que tem bastante informação aqui no fórum, isso já vai te dar algum norte e você já consegue de cara saber alguns detalhes a mais sobre esses instrumentos que você tá interessado, sem ter que esperar respostas do povo.

Abraços
Thales_Sr
Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7385
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por gpraxedes em Dom 22 Jan 2012, 12:04

Cara com essa grana fala com algum luthier do forum e faça um baixo do jeito que quiser. Eu pessoalmente indico o Samuel. Eu tenho um TTRB1005j. Baixo excelente e pesado pacas. Som moderníssimo, nunca vintage. Mesmo tendo um TRB eu encomendei um com o Samuel...
gpraxedes
gpraxedes
Membro

Mensagens : 7465
Localização : Manaus

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Dom 22 Jan 2012, 12:30

gpraxedes escreveu:Cara com essa grana fala com algum luthier do forum e faça um baixo do jeito que quiser. Eu pessoalmente indico o Samuel. Eu tenho um TTRB1005j. Baixo excelente e pesado pacas. Som moderníssimo, nunca vintage. Mesmo tendo um TRB eu encomendei um com o Samuel...

Pois é cara... estou considerando seriamente a opção de fazer um com o Reinaldo Campos, quem conhece o trabalho do cara aprova de longe.

Mas eu sei que a brincadeira vai passar de R$ 4.000,00 com certeza... já dei uma perguntada para ele... o problema é que eu não sou nenhum baixista de 4k, se é que vc me entende...
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Dom 22 Jan 2012, 12:36

O orçamento parece razoável. As opções são MUITAS...

Além da resposta óbvia de testar tudo que puder recomendo umas duas semanas de pesquisas no fórum, leitura de reviews na internet, etc...

Nesse meio tempo, vai definindo o que você quer também. Esse negócio de "um de 5 ou 6 cordas" é muito estranho pra mim. São baixos completamente diferentes.

Todos os baixos que você citou são baixos bons, inclua aí os Cort, G&L, Lakland, Zaganin, Mlaghus, S. Martyn, Fender, Squier e tantos outros que é até difícil lembrar.

Escute os timbres dos baixos também. Um Warwick ou TRB NÃO VAI dar um som vintage. Nunca... Um baixo tipo Pbass também nunca vai dar um som modernaço. É fazer o dever de casa.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por CG em Dom 22 Jan 2012, 12:47

Sua dúvida é bem frequente entre os novos integrantes daqui do fórum, eu sei que não é bem a resposta que você quer ouvir, mas temos uns tópicos que ajudam muito o pessoal a resolver esse dilema, dê uma passadinha nesses tópicos que com certeza você resolverá a sua dúvida:

http://www.contrabaixobr.com/t4585-melhores-indicacoes-de-baixos-por-faixa-de-preco
http://www.contrabaixobr.com/t19102-como-escolher-seu-baixo-topico-de-duvidas
CG
CG
Moderador

Mensagens : 11348
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Dom 22 Jan 2012, 13:43

allexcosta escreveu:O orçamento parece razoável. As opções são MUITAS...

Além da resposta óbvia de testar tudo que puder recomendo umas duas semanas de pesquisas no fórum, leitura de reviews na internet, etc...

Nesse meio tempo, vai definindo o que você quer também. Esse negócio de "um de 5 ou 6 cordas" é muito estranho pra mim. São baixos completamente diferentes.

Todos os baixos que você citou são baixos bons, inclua aí os Cort, G&L, Lakland, Zaganin, Mlaghus, S. Martyn, Fender, Squier e tantos outros que é até difícil lembrar.

Escute os timbres dos baixos também. Um Warwick ou TRB NÃO VAI dar um som vintage. Nunca... Um baixo tipo Pbass também nunca vai dar um som modernaço. É fazer o dever de casa.

Pois é Allex, aqui na verdade quero me preparar para a guerra. Não que eu queira fechar a cabeça, mas antes de ter que viajar para experimentar alguns baixos ( moro em sorocaba, e as lojas daqui... tsc tsc... então vai ter que rolar uma teodoro) queria ter algumas idéias do que olhar e do que olhar com mais cuidado. Estou lendo reviews, escutando samples, fazendo o dever de casa mesmo.

Como isso vai demorar um pouco ainda para acontecer, resolvi me preparar com um pouco mais de tempo, não quero fazer isso na correria.

Quanto a questão do tipo de som, já tenho um p-bass que faz bem a parte do vintage... e tem um som muito bacana e estou querendo me desfazer do Ibanez GSR 395 para pegar um baixo melhor. Não sei se não consigo me adaptar com o baixo ou ele que é ruim mesmo, mas fico muito mais a vontade tocando o squier p-bass do que ele.

Quanto a ser 5 ou 6 cordas, estou de mente aberta, já toquei alguns 6c e gostei do estilo construtivo. Não estou querendo me fechar e falar que vou buscar um 5c ou 6c, quero ter a mente aberta de experimentar um e outro e ver qual eu me encontro mais.

CG escreveu:Sua dúvida é bem frequente entre os novos integrantes daqui do fórum, eu sei que não é bem a resposta que você quer ouvir, mas temos uns tópicos que ajudam muito o pessoal a resolver esse dilema, dê uma passadinha nesses tópicos que com certeza você resolverá a sua dúvida:

http://www.contrabaixobr.com/t4585-melhores-indicacoes-de-baixos-por-faixa-de-preco
http://www.contrabaixobr.com/t19102-como-escolher-seu-baixo-topico-de-duvidas

Dei uma olhada, mas não achei bem o que eu queria... no de faixa de preço fala-se muito de Fender P-bass MIM, que acho que não preciso mais, dada a existência do meu Squier, que receberá seus EMG's em breve...

Agora no tópico de como escolher seu baixo, aí que eu me perdi total, 542 pessoas falando de coisas diferentes...

A questão é: toco há um bom tempo, e por questões financeiras nunca tive um baixo legal, e sequer pude fazer aula. Isso está mudando em 2012... hehehehehe

Queria um baixo com timbre moderno, queria uma orientação sobre 5c ou 6c, nunca tive um 6c, mas toquei em um recentemente, e isso me deixou pensativo... Queria um baixo que tivesse uma construção robusta, sem problemas ele ser pesado, e gostoso de tocar. estou pedindo demais?

Obrigado por enquanto!

Abraço!

fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Thales_Sr em Dom 22 Jan 2012, 13:49

Queria um baixo que tivesse uma construção robusta, sem problemas ele ser pesado, e gostoso de tocar. estou pedindo demais?
De forma alguma. E com o valor que pretende gastar, acho que existem alguns candidatos bons. Você elencou alguns já, mas faltou usar a busca pra se informar sobre os mesmos... Sobre o TRB mesmo tem muita coisa, tanto sobre o 1005/1006 quanto o 5/6, sobre o Warwick Corvette também.
Thales_Sr
Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7385
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Fabio Motta em Dom 22 Jan 2012, 14:04

Precisa necessariamente ser novo ou pode ser usado?
Se não tiver neuras com o fato de ser um usado, poderia pensar com carinho em algum Musicman. Com essa grana dá para pegar um bem interessante. Nos classificados sempre aparece coisa boa, dá uma visitada lá !
Fabio Motta
Fabio Motta
Membro

Mensagens : 2003
Localização : RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por silvanoandrade em Dom 22 Jan 2012, 14:54

eu acho que o seu problema está no BX200.

ja tocou em um bom set de head e caixa ?

silvanoandrade
silvanoandrade
Membro

Mensagens : 1145
Localização : Peruibe SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Thales_Sr em Dom 22 Jan 2012, 16:15

silvanoandrade escreveu:eu acho que o seu problema está no BX200.

ja tocou em um bom set de head e caixa ?

Na boa, a melhor parte do set dele é o ampli...
Thales_Sr
Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7385
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Fabio Motta em Dom 22 Jan 2012, 16:40

/\
Também acho ! É de conhecimento de todos que a BX200 não timbra legal, mas definitivamente é excelente. Eu particulamente encontrei o meu som com ela, mas imagino que pra galera que toca uma onda mais funk e abusa de slaps precisaria de um pedal de equalização.
Fabio Motta
Fabio Motta
Membro

Mensagens : 2003
Localização : RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Thales_Sr em Dom 22 Jan 2012, 16:51

Fabio Motta escreveu:/\
Também acho ! É de conhecimento de todos que a BX200 não timbra legal, mas definitivamente é excelente. Eu particulamente encontrei o meu som com ela, mas imagino que pra galera que toca uma onda mais funk e abusa de slaps precisaria de um pedal de equalização.
O BX200 não tem um eq muito atuante, mas comigo ele timbrava muito bem todo flat. O problema é que tem gente que acha que EQ deve fazer mágica, e transformar o som do baixo em outra coisa, e na verdade não é assim. O EQ do GK não chega no timbre do Hartke e vice-versa...
Sobre esse caso específico, os baixos do amigo são um Squier Affinity (linha mais simples da Squier), e um Ibanez GSR (linha mais simples da Ibanez). Esses baixos são bons pra treinar, mas quando o ouvido fica mais crítico, é bom procurar algo mais refinado mesmo.
Thales_Sr
Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7385
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por YellowBoy em Dom 22 Jan 2012, 17:21

Cara, eu iria de Ibanez ou TRB, aqui nos classificados tem dois Ibanez Top, um o BTB e o outro um SR, ambos prestige, e um TRB 5II também, da uma sacada lá no preço.

Eu tenho um BTB 676, acho ele muito bom, tem um braço super confortável, não considero pesado, e tem um baita som.

Na época tava pensando nele e no TRB, mas como num achei o TRB por aqui na época, nem nenhum usado, foi ele mesmo e não me arrependo.


Última edição por YellowBoy em Dom 22 Jan 2012, 18:23, editado 1 vez(es)
YellowBoy
YellowBoy
Membro

Mensagens : 857
Localização : Recife - PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por MauKnop em Dom 22 Jan 2012, 18:17

Camaradas....aproveitando o tópico.... Estou pra adquirir um outro baixo. Será Jazz Bass e estou na dúvida entre um MIM Standard e um Squier Vintage Modified (sendo que este possui captadores Duncam Design). Sei que é pessoal a escolha mas vale a pena sempre ouvir os amigos!! E aí??? Qual pegar??? Informo que o MIM seria usado e o Squier seria novo.
MauKnop
MauKnop
Membro

Mensagens : 203
Localização : SÃO JOÃO NEPOMUCENO - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por CG em Dom 22 Jan 2012, 18:33

MauKnop escreveu:Camaradas....aproveitando o tópico.... Estou pra adquirir um outro baixo. Será Jazz Bass e estou na dúvida entre um MIM Standard e um Squier Vintage Modified (sendo que este possui captadores Duncam Design). Sei que é pessoal a escolha mas vale a pena sempre ouvir os amigos!! E aí??? Qual pegar??? Informo que o MIM seria usado e o Squier seria novo.

Teste os dois e fique com o que mais curtir, simples assim. Tem gente que vai falar que se você não pegar o fender vai queimar na fogueira, tem gente que acha que o VM é melhor. Essa pergunta vai te confundir ainda mais.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 11348
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por MauKnop em Dom 22 Jan 2012, 18:36

CG escreveu:
MauKnop escreveu:Camaradas....aproveitando o tópico.... Estou pra adquirir um outro baixo. Será Jazz Bass e estou na dúvida entre um MIM Standard e um Squier Vintage Modified (sendo que este possui captadores Duncam Design). Sei que é pessoal a escolha mas vale a pena sempre ouvir os amigos!! E aí??? Qual pegar??? Informo que o MIM seria usado e o Squier seria novo.

Teste os dois e fique com o que mais curtir, simples assim. Tem gente que vai falar que se você não pegar o fender vai queimar na fogueira, tem gente que acha que o VM é melhor. Essa pergunta vai te confundir ainda mais.

É Verdade.... Até que fim estou tendo "problemas" bons!!! hauhuh uah h auh auh auh u ... Very Happy
MauKnop
MauKnop
Membro

Mensagens : 203
Localização : SÃO JOÃO NEPOMUCENO - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Dom 22 Jan 2012, 21:22

Thales_Sr escreveu:
Queria um baixo que tivesse uma construção robusta, sem problemas ele ser pesado, e gostoso de tocar. estou pedindo demais?
De forma alguma. E com o valor que pretende gastar, acho que existem alguns candidatos bons. Você elencou alguns já, mas faltou usar a busca pra se informar sobre os mesmos... Sobre o TRB mesmo tem muita coisa, tanto sobre o 1005/1006 quanto o 5/6, sobre o Warwick Corvette também.

Vou dar uma olhada...

Fabio Motta escreveu:Precisa necessariamente ser novo ou pode ser usado?
Se não tiver neuras com o fato de ser um usado, poderia pensar com carinho em algum Musicman. Com essa grana dá para pegar um bem interessante. Nos classificados sempre aparece coisa boa, dá uma visitada lá !

Tenho um pouco de neura, sim... até por isso preparei o bolso um pouco mais... ambos meus baixos são usados e carregam cicatrizes de mau uso e pouco conhecimento...

silvanoandrade escreveu:eu acho que o seu problema está no BX200.

ja tocou em um bom set de head e caixa ?


É a segunda parte do plano. GK MB 500 + vx 410. Mas isso é mais para o final do ano.

Thales_Sr escreveu:
silvanoandrade escreveu:eu acho que o seu problema está no BX200.

ja tocou em um bom set de head e caixa ?

Na boa, a melhor parte do set dele é o ampli...

Qual o problema com a GT-10B? Com os baixos eu sei que existe um tremendo problema, mas com a pedaleira?
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Thales_Sr em Dom 22 Jan 2012, 21:49

Qual o problema com a GT-10B? Com os baixos eu sei que existe um tremendo problema, mas com a pedaleira?
Nenhum, mas pra mim o bom timbre deve começar com o baixo e ampli. Pedaleira pode vir pra "temperar" o som, pra timbres mais processados, mas não deve nunca vir pra tentar "salvar" um timbre ruim.
Thales_Sr
Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7385
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Zubrycky em Dom 22 Jan 2012, 21:55

Thales_Sr escreveu:
Qual o problema com a GT-10B? Com os baixos eu sei que existe um tremendo problema, mas com a pedaleira?
Nenhum, mas pra mim o bom timbre deve começar com o baixo e ampli. Pedaleira pode vir pra "temperar" o som, pra timbres mais processados, mas não deve nunca vir pra tentar "salvar" um timbre ruim.

Concordo. O ideal é sempre começar com um bom timbre que possa ser posteriormente realçado/modificado com pedais, mas que não precise deles para ser bom.

Isso é que nem aquela história que se conta em alguns estúdios de "consertar depois na mixagem" uma faixa mal gravada. Isso não funciona... Simplesmente não funciona.

Outra coisa que devo dizer, embora isso seja óbvio, é testar os baixos em questão com um amplificador semelhante com aquele que você tem ( ou queira ter futuramente... Isso é importante para que você saiba qual será o timbre do instrumento com o seu amplificador ) e não se esquecer de testá-los de pé, usando uma correia ( A sua, de preferência ), para sentir o peso do instrumento e se ele tem ou não neck dive.

Digo isso porque não há nada mais decepcionante do que comprar um baixo que soa de um jeito na loja e de outro em casa/estúdio e não há nada pior, em termos práticos, do que comprar um baixo que na hora do show pesa uma tonelada no ombro e ainda por cima tem neck dive.

Ditas estas ressalvas, Boa Sorte.
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 11764
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por silvanoandrade em Dom 22 Jan 2012, 22:13

desculpe-me eu li QX200
silvanoandrade
silvanoandrade
Membro

Mensagens : 1145
Localização : Peruibe SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por subgrave em Dom 22 Jan 2012, 22:24


Se vc não se acerta com seu Ibanez GSR 395, provavelmente não vai se acertar com nenhum ibanez.

Se vc se acerta com seu Squier P-Bass, provavelmente um Fender PB seja uma boa opção.

E ja vc quer versatibilidade de timbres seria uma ótima pedida um Fender Jazz Bass, já pensou num Fender Jazz Bass 05 cordas MIM?

Não se esqueça dos yamaha séries BB ou RBX que vc estará um baixão por um preço justo, provavelmente o melhor custo benefício do mercado...

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Zubrycky em Dom 22 Jan 2012, 22:27

subgrave escreveu:

Não se esqueça dos yamaha séries BB ou RBX que vc estará um baixão por um preço justo, provavelmente o melhor custo benefício do mercado...

Como dono de um baixo Yamaha BB 424, concordo com o subgrave.
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 11764
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 00:22

Thales_Sr escreveu:
Qual o problema com a GT-10B? Com os baixos eu sei que existe um tremendo problema, mas com a pedaleira?
Nenhum, mas pra mim o bom timbre deve começar com o baixo e ampli. Pedaleira pode vir pra "temperar" o som, pra timbres mais processados, mas não deve nunca vir pra tentar "salvar" um timbre ruim.

Plenamente de acordo. Não uso a pedaleira para esse fim. Sou muito acostumado a usá-la, mas não faço o timbre nela. Só uso para ressaltar um outro ponto.

Zubrycky escreveu:
Thales_Sr escreveu:
Qual o problema com a GT-10B? Com os baixos eu sei que existe um tremendo problema, mas com a pedaleira?
Nenhum, mas pra mim o bom timbre deve começar com o baixo e ampli. Pedaleira pode vir pra "temperar" o som, pra timbres mais processados, mas não deve nunca vir pra tentar "salvar" um timbre ruim.

Concordo. O ideal é sempre começar com um bom timbre que possa ser posteriormente realçado/modificado com pedais, mas que não precise deles para ser bom.

Isso é que nem aquela história que se conta em alguns estúdios de "consertar depois na mixagem" uma faixa mal gravada. Isso não funciona... Simplesmente não funciona.

Outra coisa que devo dizer, embora isso seja óbvio, é testar os baixos em questão com um amplificador semelhante com aquele que você tem ( ou queira ter futuramente... Isso é importante para que você saiba qual será o timbre do instrumento com o seu amplificador ) e não se esquecer de testá-los de pé, usando uma correia ( A sua, de preferência ), para sentir o peso do instrumento e se ele tem ou não neck dive.

Digo isso porque não há nada mais decepcionante do que comprar um baixo que soa de um jeito na loja e de outro em casa/estúdio e não há nada pior, em termos práticos, do que comprar um baixo que na hora do show pesa uma tonelada no ombro e ainda por cima tem neck dive.

Ditas estas ressalvas, Boa Sorte.

Exatamente essa a questão. Estou a procura de baixos para que eu possa testar, e quiçá, encontrar o próximo baixo do setup. Já tenho o costume de experimentar instrumentos com a correria, questão de ideologia, baixo é para tocar em pé, para que experimentar sentado?

Neck dive acho um tanto difícil de escapar, concorda? Muito ou pouco, quase todos tem.


subgrave escreveu:
Se vc não se acerta com seu Ibanez GSR 395, provavelmente não vai se acertar com nenhum ibanez.

Se vc se acerta com seu Squier P-Bass, provavelmente um Fender PB seja uma boa opção.

E ja vc quer versatibilidade de timbres seria uma ótima pedida um Fender Jazz Bass, já pensou num Fender Jazz Bass 05 cordas MIM?

Não se esqueça dos yamaha séries BB ou RBX que vc estará um baixão por um preço justo, provavelmente o melhor custo benefício do mercado...

Discordo ligeiramente. Não é que eu tenho problema com ibanez, já toquei em SR's que achei simplesmente animal e consegui um som sensacional. O problema é que eu não me acerto com O MEU Ibanez.

Fazendo uma analogia barata: se você não consegue se acertar com uma chuteira de uma determinada marca, quer dizer que aquela marca é horrível? De repente a sua chuteira não está boa... é só uma questão de arrumar uma chuteira legal. Cool

Queria ser um pouco mais esculachado, mas as regras não me permitem... jocolor

Obrigado a todos por enquanto e aguardo mais sugestões. Amanhã procurarei mais material a respeito do Yamaha BB, comentado acima.
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Seg 23 Jan 2012, 00:27

fschmidt escreveu:Neck dive acho um tanto difícil de escapar, concorda? Muito ou pouco, quase todos tem.

A maioria dos baixos não tem neck-dive.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por ifernandes em Seg 23 Jan 2012, 01:11

fschmidt escreveu:Tenho um pouco de neura, sim... até por isso preparei o bolso um pouco mais... ambos meus baixos são usados e carregam cicatrizes de mau uso e pouco conhecimento...

existem baixos a venda que sao muito bem conservados. converse com o vendedor e veja se vc pode ver o instrumento antes de comprar, se possivel..
ifernandes
ifernandes
Membro

Mensagens : 668
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 09:03

allexcosta escreveu:
fschmidt escreveu:Neck dive acho um tanto difícil de escapar, concorda? Muito ou pouco, quase todos tem.

A maioria dos baixos não tem neck-dive.

Depende. Se você me garantir a distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço, digo que não tem. Mas como não existe maneira de garantir isso, um pouco de neck dive, vai existir.

ifernandes escreveu:
fschmidt escreveu:Tenho um pouco de neura, sim... até por isso preparei o bolso um pouco mais... ambos meus baixos são usados e carregam cicatrizes de mau uso e pouco conhecimento...

existem baixos a venda que sao muito bem conservados. converse com o vendedor e veja se vc pode ver o instrumento antes de comprar, se possivel..

Sim, concordo com você. Mas concorde comigo que as vezes uma maquiagem aqui e ali esconde muita coisa.
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Zubrycky em Seg 23 Jan 2012, 10:01

fschmidt escreveu:
Já tenho o costume de experimentar instrumentos com a correria, questão de ideologia, baixo é para tocar em pé, para que experimentar sentado?

Neck dive acho um tanto difícil de escapar, concorda? Muito ou pouco, quase todos tem.
Concordo com você quanto à questão do baixo existir para ser tocado em pé mas a verdade é que sempre que passo pelas lojas aqui em São Paulo quase nunca vejo pessoas testando guitarras e baixos em pé.

Acredito que muita gente teste os equipamentos sentados pelos seguintes fatores: Uma questão de comodidade, distração, por não pensar em verificar como o instrumento se comportará em situações de show ou pela loja não ter uma correia disponível ( Ou a pessoa se esquecer de pedir emprestada uma correia ou a pessoa não ter trazido a correia de casa )

De qualquer forma, defendo a tese de que ir na loja e testar os instrumentos sentado é testar o instrumento de uma maneira imprecisa e que pode levar a arrependimentos futuros, pela questão do peso e do neck dive.

Sei que os meus conselhos são óbvios, mas, como você pediu ajuda e como eu não o conheço e não tenho ciência exata de seu nível de experiência, penso que seria um erro de julgamento de minha parte simplesmente presumir que você saiba dessas coisas. Sendo assim, prefiro ser óbvio ( e dar os conselhos que sempre dou a todo mundo que quer comprar/testar um instrumento, mesmo correndo o risco de dizer o que você já sabe ) do que errar por omissão e acabar prejudicando você com um erro de minha parte... Afinal de contas, sem querer ser o Dono da Verdade, creio firmemente que informação e experiência existem para ser divulgadas.

fschmidt escreveu:
allexcosta escreveu:

A maioria dos baixos não tem neck-dive.

Depende. Se você me garantir a distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço, digo que não tem. Mas como não existe maneira de garantir isso, um pouco de neck dive, vai existir.

Quanto ao neck dive, minha experiência me leva a concordar com o Allex. A maioria dos baixos não têm neck dive ( Mesmo porque um instrumento com neck dive é um instrumento que apresenta falta de ergonomia e também falhas de construção ).

Falando por mim mesmo, ao longo dos anos toquei com muitos modelos de baixo e quase nenhum instrumento que testei/toquei tinha neck dive. Os que apresentavam esse problema eram todos instrumentos com problemas em sua construção.

Se um instrumento for feito da maneira correta e com os materiais adequados ele simplesmente não terá neck dive.

"A garantia da distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço" ( uso aqui as suas palavras ) à qual você se referiu não só existe como também é uma questão extremamente básica de construção que qualquer instrumento que se preze responde da forma correta: Sem apresentar nenhum neck dive.

A razão para isso é simples: Um instrumento existe para ser tocado e, para tanto, ele tem que ser confortável e ergonômico. Se não há conforto e ergonomia ( pelo menos para os padrões de que for tocar o instrumento ) não se pode dizer que o instrumento tenha sido perfeitamente construído com os materiais adequados.

Em meu set up, todos os baixos que tenho, com exceção de um Giannini Stratosonic e de um Giannini Sonic ( Ambos dos anos 80 e ambos com construção equivocada: corpos feitos com madeiras muito leves do que as empregadas nos braços ), não apresentam nenhum tipo de neck dive.

Reitero estas observações porque neck dive, juntamente com o peso do instrumento, é um dos fatores que sempre vejo na hora de testar um baixo porque simplesmente tenho tolerância zero para isso. Se ele tem neck dive, um instrumento não serve para mim, pelo menos não para usar em show.

Só mantenho os Gianninis porque eles, dentro de suas possibilidades, têm um ótimo timbre e, no caso do Stratosonic, também por razões sentimentais ( Esse baixo pertenceu a um grande amigo meu, já falecido ).

Sobre a linha BB: Pesquise sobre os BB 424. Aposto que você também gostará muito deles.

Mais uma vez, Boa Sorte.

Saudações,
D.


Última edição por Zubrycky em Seg 23 Jan 2012, 11:07, editado 11 vez(es)
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 11764
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Seg 23 Jan 2012, 10:04

fschmidt escreveu:Depende. Se você me garantir a distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço, digo que não tem. Mas como não existe maneira de garantir isso, um pouco de neck dive, vai existir.

À caça de um novo baixo Tumblr_lit5wdB6j21qcfba3o1_500
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Aureliano em Seg 23 Jan 2012, 11:07

Saudações, graves irmãos,

fschmidt, dentre as opções que vc citou, o Warwick e o Yamaha, na minha singela opinião, são os melhores.
Já toquei num Warwick uma vez, achei ele fenomenal.
Um grande amigo meu de Itaperuna possui um Yamaha, que não me lembro o modelo ao certo, pode ser conferido neste vídeo do youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=ui2tlRFX3Io&list=UUWo4vwZ0EM4ZopFQt6Q6UDA&index=44&feature=plcp

No vídeo, em questão, ele tinha acabado de pegar o baixo após uma regulagem geral e uma retífica feita na FRETWORKREPAIRGUITARS pelo luthier Fabiano Faria. O texto já explica bastante, é um baixo com escala de 35'', é uma escala bem comprida que possui suas vantagens e desvantagens para tocar.

Esse é o canal de vídeos do dono do baixo, onde podemos encontrar algumas gravações dele brincando em casa:

https://www.youtube.com/user/VovoDoMetal?blend=1&ob=video-mustangbase

Aureliano
Aureliano
Membro

Mensagens : 377
Localização : Itaperuna

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por YellowBoy em Seg 23 Jan 2012, 11:07

^Ri Muito
YellowBoy
YellowBoy
Membro

Mensagens : 857
Localização : Recife - PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 11:14

Zubrycky escreveu:
fschmidt escreveu:
Já tenho o costume de experimentar instrumentos com a correria, questão de ideologia, baixo é para tocar em pé, para que experimentar sentado?

Neck dive acho um tanto difícil de escapar, concorda? Muito ou pouco, quase todos tem.
Concordo com você quanto à questão do baixo existir para ser tocado em pé mas a verdade é que sempre que passo pelas lojas aqui em São Paulo quase nunca vejo pessoas testando guitarras e baixos em pé.

Acredito que muita gente teste os equipamentos sentados pelos seguintes fatores: Uma questão de comodidade, distração, por não pensar em verificar como o instrumento se comportará em situações de show ou pela loja não ter uma correia disponível ( Ou a pessoa se esquecer de pedir emprestada uma correia ou a pessoa não ter trazido a correia de casa )

De qualquer forma, defendo a tese de que ir na loja e testar os instrumentos sentado é testar o instrumento de uma maneira imprecisa e que pode levar a arrependimentos futuros, pela questão do peso e do neck dive.

Sei que os meus conselhos são óbvios, mas, como você pediu ajuda e como eu não o conheço e não tenho ciência exata de seu nível de experiência, penso que seria um erro de julgamento de minha parte simplesmente presumir que você saiba dessas coisas. Sendo assim, prefiro ser óbvio ( e dar os conselhos que sempre dou a todo mundo que quer comprar/testar um instrumento, mesmo correndo o risco de dizer o que você já sabe ) do que errar por omissão e acabar prejudicando você com um erro de minha parte... Afinal de contas, sem querer ser o Dono da Verdade, creio firmemente que informação e experiência existem para ser divulgadas.

fschmidt escreveu:
allexcosta escreveu:

A maioria dos baixos não tem neck-dive.

Depende. Se você me garantir a distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço, digo que não tem. Mas como não existe maneira de garantir isso, um pouco de neck dive, vai existir.

Quanto ao neck dive, minha experiência me leva a concordar com o Allex. A maioria dos baixos não têm neck dive ( Mesmo porque um instrumento com neck dive é um instrumento com falhas de construção e falta de ergonomia ).

Falando por mim mesmo, ao longo dos anos toquei com muitos modelos de baixo e quase nenhum instrumento que testei/toquei tinha neck dive. Os que apresentavam esse problema eram todos instrumentos com problemas em sua construção.

Se um instrumento for feito da maneira correta e com os materiais adequados ele simplesmente não terá neck dive.

"A garantia da distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço" ( uso aqui as suas palavras ) à qual você se referiu não só existe como também é uma questão extremamente básica de construção que qualquer instrumento que se preze responde da forma correta: Sem apresentar nenhum neck dive.

A razão para isso é simples: Um instrumento existe para ser tocado e, para tanto, ele tem que ser confortável e ergonômico. Se não há conforto e ergonomia ( pelo menos para os padrões de que for tocar o instrumento ) não se pode dizer que o instrumento tenha sido perfeitamente construído com os materiais adequados.

Em meu set up, todos os baixos que tenho, com exceção de um Giannini Stratosonic e de um Giannini Sonic ( Ambos dos anos 80 e ambos com construção equivocada: corpos feitos com madeiras muito leves do que as empregadas nos braços ), não apresentam nenhum tipo de neck dive.

Reitero estas observações porque neck dive, juntamente com o peso do instrumento, é um dos fatores que sempre vejo na hora de testar um baixo porque simplesmente tenho tolerância zero para isso. Se ele tem neck dive, um instrumento não serve para mim, pelo menos não para usar em show.

Só mantenho os Gianninis porque eles, dentro de suas possibilidades, têm um ótimo timbre e, no caso do Stratosonic, também por razões sentimentais ( Esse baixo pertenceu a um grande amigo meu, já falecido ).

Sobre a linha BB: Pesquise sobre os BB 424. Aposto que você também gostará muito deles.

Mais uma vez, Boa Sorte.

Saudações,
D.

Agradeço demais as dicas, estão sendo defintivamente úteis e muitas vezes, como você mesmo disse, pode parecer o óbvio, mas acabamos deixar passando batido.

Quanto ao neck dive, vamos considerar a partir desse momento que a maioria dos baixos modernos e bem resolvidos na sua construção não possui neck dive. Apesar disso, irei considerar a possiblidade de encontrar algum baixo com essa característica.

Porém, fica uma dúvida: fazendo alguma modificação no baixo, digamos, correções que demandem qualquer retirada de material que prejudique o balanço de peso no instrumento, o neck dive pode aparecer, certo?

Abraço.

allexcosta escreveu:
fschmidt escreveu:Depende. Se você me garantir a distribuição de peso e posicionamento EXATOS do ponto de ancoragem com relação ao braço, digo que não tem. Mas como não existe maneira de garantir isso, um pouco de neck dive, vai existir.

À caça de um novo baixo Tumblr_lit5wdB6j21qcfba3o1_500

Bom, pelo menos o Zubrycky quer ajudar. Desculpe se não me contento com simples explicações como "Não tem". Sou um pouco mais curioso que isso.
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Seg 23 Jan 2012, 11:18

fschmidt escreveu:Bom, pelo menos o Zubrycky quer ajudar. Desculpe se não me contento com simples explicações como "Não tem". Sou um pouco mais curioso que isso.

Não há porque pedir desculpas...

O caso é que o fato de não podermos mensurar neck-dive de uma maneira científica não garante que o baixo tem neck-dive. O baixo pode ter body-dive também (bastante comum aliás).

Eu tento simplificar... Coloco o baixo na altura que gosto com uma correia de qualidade. Se o braço desce, o baixo tem neck-dive, se não desce, não tem. E a maioria dos baixos de qualidade não tem, pelo menos segundo meu método não científico.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por CG em Seg 23 Jan 2012, 11:24

fschmidt escreveu:

Quanto ao neck dive, vamos considerar a partir desse momento que a maioria dos baixos modernos e bem resolvidos na sua construção não possui neck dive. Apesar disso, irei considerar a possiblidade de encontrar algum baixo com essa característica.

A Fender faz baixos desde 1958 e pelo que sei eles nunca apresentaram neckdive. Em algumas linhas da Gibson/Epiphone é até comum encontrar neckdive, mas em outras marcas dificilmente ouvi falar nesse problema.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 11348
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Aureliano em Seg 23 Jan 2012, 11:31

Com R$ 3.000, vc compra um ótimo instrumento.
Inclusive, vc consegue comprar um "custom bass" dessas marcas de luthieres que se encontra pela web, como a D'Alegria, De Oliveira ou Ledur.

Um N.Zaganin, acredito que vc teria que somar aí um ou dois barões a mais no orçamento, pq são mais caros, porém, de qualidade inquestionável. Mesmo caso é o M.Laghus, me corrijam se estou falando besteira, mas acho que também são um pouco mais caros. Mas, é gastar e ter a certeza da satisfação. Até pq, meu camarada, o barato sai caro.

O De Oliveira é super confiável, o Alan Plínio que é um dos luthieres e vendedores da marca é um cara bacana e muito competente. É uma ótima opção.

A D'Alegria é da capital do meu estado, RJ, a oficina fica lá em Ipanema, o Felipe Andreoli já foi endorser dela. Apesar de já ter até trabalhado um ano e meio numa comunidade ali perto, nunca fui conhecer, dei bobeira. São ótimos contrabaixos, já tive oportunidade de dar uma rápida olhada em um deles com modelo similar ao Musicman.

O Ledur tem ótimos contrabaixos também e um dos melhores preços, vc consegue comprar um de cinco cordas a até menos um pouco de 3 barões, mas, sou até suspeito para falar, não recomendo. Eu tenho um e passei alguns sufocos com ele como relato nesse tópico:

http://www.contrabaixobr.com/t20640-ledur-power-bass-5-cordas

Fui querer economizar algumas dilmas e me dei mal. E olha que era coisa de uns R$ 500,00 a mais para não passar esse sufoco. Conclusão? Gastei até mais um pouco que isso para corrigir os problemas e passei um stress terrível que não desejo a nenhum dos senhores.

Hoje em dia, acho muito mais viável o que citaram logo acima, meu próximo instrumento será assim: Feito por um luthier da sua confiança. E, melhor ainda: Que seja próximo a vc, onde dê para acompanhar a construção, vai testando e, de preferência, ir buscar pessoalmente quando estiver pronto.

Esse aqui é um contrabaixo de seis cordas feito por um luthier que conheço desde 2004, O preço final dele vai ser em torno de R$ 3.300,00 e eu garanto a qualidade. Captação e pré EMG, corpo inteiriço, design bacana e o melhor, elétrica muitíssimo bem feita, inclusive foi ele quem salvou meu contrabaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=QvBktKvqq2g&list=UUWo4vwZ0EM4ZopFQt6Q6UDA&index=9&feature=plcp

https://www.youtube.com/watch?v=e85u8yAYCUQ&list=UUWo4vwZ0EM4ZopFQt6Q6UDA&index=14&feature=plcp
Aureliano
Aureliano
Membro

Mensagens : 377
Localização : Itaperuna

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Seg 23 Jan 2012, 11:34

Aureliano escreveu:Mesmo caso é o M.Laghus, me corrijam se estou falando besteira, mas acho que também são um pouco mais caros. Mas, é gastar e ter a certeza da satisfação. Até pq, meu camarada, o barato sai caro.

Se não me engano, um parafusado 4 cordas na Mlaghus sai por algo em torno de 3.5K.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 12:01

allexcosta escreveu:
fschmidt escreveu:Bom, pelo menos o Zubrycky quer ajudar. Desculpe se não me contento com simples explicações como "Não tem". Sou um pouco mais curioso que isso.

Não há porque pedir desculpas...

O caso é que o fato de não podermos mensurar neck-dive de uma maneira científica não garante que o baixo tem neck-dive. O baixo pode ter body-dive também (bastante comum aliás).

Eu tento simplificar... Coloco o baixo na altura que gosto com uma correia de qualidade. Se o braço desce, o baixo tem neck-dive, se não desce, não tem. E a maioria dos baixos de qualidade não tem, pelo menos segundo meu método não científico.

Então, de acordo com o seu método empírico, eu posso encontrar neck dive ou mesmo body dive em um baixo que você não encontra e vice versa. Tudo varia de acordo com a percepção do instrumentista.

Questão definitiva: existe um método para comprovar neck dive, ou somente a sua percepção?

CG escreveu:
fschmidt escreveu:

Quanto ao neck dive, vamos considerar a partir desse momento que a maioria dos baixos modernos e bem resolvidos na sua construção não possui neck dive. Apesar disso, irei considerar a possiblidade de encontrar algum baixo com essa característica.

A Fender faz baixos desde 1958 e pelo que sei eles nunca apresentaram neckdive. Em algumas linhas da Gibson/Epiphone é até comum encontrar neckdive, mas em outras marcas dificilmente ouvi falar nesse problema.

Concordo. Exatamente como eu disse, construções bem resolvidas.
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por enderbass em Seg 23 Jan 2012, 12:04

caramba se um mlaghus estiver mesmo nesse valor 3.5 vale a pena fazer um neles, paguei 5k para fazer um baixo com braço parafusado na sjguitars e sai de lá achando que tava pagando barato, pqp.....
enderbass
enderbass
Membro

Mensagens : 246
Localização : Goiânia, Go

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Lucas94 em Seg 23 Jan 2012, 13:00

fschmidt escreveu:
gpraxedes escreveu:Cara com essa grana fala com algum luthier do forum e faça um baixo do jeito que quiser. Eu pessoalmente indico o Samuel. Eu tenho um TTRB1005j. Baixo excelente e pesado pacas. Som moderníssimo, nunca vintage. Mesmo tendo um TRB eu encomendei um com o Samuel...

Pois é cara... estou considerando seriamente a opção de fazer um com o Reinaldo Campos, quem conhece o trabalho do cara aprova de longe.

Mas eu sei que a brincadeira vai passar de R$ 4.000,00 com certeza... já dei uma perguntada para ele... o problema é que eu não sou nenhum baixista de 4k, se é que vc me entende...

Já toquei em três baixos do Reinaldo Campos e realmente são muito bons, gostei bastante do timbre e são muito confortáveis. O pré que vem no baixo também permite chegar a vários timbres, mas também acho que vai ser essa faixa de preço. Mas eu não descartaria essa opção.

Lucas94
Membro

Mensagens : 638
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por basista em Seg 23 Jan 2012, 14:05

Cara pensa com carinho em levar a grana na teodoro, testar varios baixos nessa faixa e escolher o que mais lhe agradar
basista
basista
Membro

Mensagens : 141
Localização : Joinville

http://bandahangar05.blogspot.com, wwww.bandaflextilo.blogspot.c

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 21:10

Lucas94 escreveu:
fschmidt escreveu:
gpraxedes escreveu:Cara com essa grana fala com algum luthier do forum e faça um baixo do jeito que quiser. Eu pessoalmente indico o Samuel. Eu tenho um TTRB1005j. Baixo excelente e pesado pacas. Som moderníssimo, nunca vintage. Mesmo tendo um TRB eu encomendei um com o Samuel...

Pois é cara... estou considerando seriamente a opção de fazer um com o Reinaldo Campos, quem conhece o trabalho do cara aprova de longe.

Mas eu sei que a brincadeira vai passar de R$ 4.000,00 com certeza... já dei uma perguntada para ele... o problema é que eu não sou nenhum baixista de 4k, se é que vc me entende...

Já toquei em três baixos do Reinaldo Campos e realmente são muito bons, gostei bastante do timbre e são muito confortáveis. O pré que vem no baixo também permite chegar a vários timbres, mas também acho que vai ser essa faixa de preço. Mas eu não descartaria essa opção.

Então, cara... já toquei em vários baixos do Reinaldo, vivo lá na loja dele, inclusive o meu Ibanez está com um pré dele - sem comentários. Só que eu sei que vira uma grana lá, e não sei se estou disposto a gastar tanto assim, entende?

basista escreveu:Cara pensa com carinho em levar a grana na teodoro, testar varios baixos nessa faixa e escolher o que mais lhe agradar

É o que estou tentando fazer! Só que antes de sair andar pela teodoro - gastar dinheiro com viagem, com o meu carro, alimentação e tudo o mais - gostaria de saber que modelos eu deveria prestar um pouco mais de atenção. Até agora, além dos que eu já citei, a galera propos o Yamaha BB e o Fender Jazz Bass MIM.

Estou praticamente fechando as minhas opções em: Fender JB MIM, Ibanez BTB e SR - vou testar vários -, Warwick Corvette STD Coreano, Yamaha BB e TRB - TRB só pra sentir o gostinho - e vou trocar uma idéia com o Reinaldo. Acredito que estou no caminho certo, já que não surgiram muitas opiniões diferentes disso.

Por enquanto, o Reinaldo está na frente no quesito preferência, porém, deve estar entre os últimos no custo...
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 21:15

Aureliano escreveu:Com R$ 3.000, vc compra um ótimo instrumento.
Inclusive, vc consegue comprar um "custom bass" dessas marcas de luthieres que se encontra pela web, como a D'Alegria, De Oliveira ou Ledur.

Um N.Zaganin, acredito que vc teria que somar aí um ou dois barões a mais no orçamento, pq são mais caros, porém, de qualidade inquestionável. Mesmo caso é o M.Laghus, me corrijam se estou falando besteira, mas acho que também são um pouco mais caros. Mas, é gastar e ter a certeza da satisfação. Até pq, meu camarada, o barato sai caro.

O De Oliveira é super confiável, o Alan Plínio que é um dos luthieres e vendedores da marca é um cara bacana e muito competente. É uma ótima opção.

A D'Alegria é da capital do meu estado, RJ, a oficina fica lá em Ipanema, o Felipe Andreoli já foi endorser dela. Apesar de já ter até trabalhado um ano e meio numa comunidade ali perto, nunca fui conhecer, dei bobeira. São ótimos contrabaixos, já tive oportunidade de dar uma rápida olhada em um deles com modelo similar ao Musicman.

O Ledur tem ótimos contrabaixos também e um dos melhores preços, vc consegue comprar um de cinco cordas a até menos um pouco de 3 barões, mas, sou até suspeito para falar, não recomendo. Eu tenho um e passei alguns sufocos com ele como relato nesse tópico:

http://www.contrabaixobr.com/t20640-ledur-power-bass-5-cordas

Fui querer economizar algumas dilmas e me dei mal. E olha que era coisa de uns R$ 500,00 a mais para não passar esse sufoco. Conclusão? Gastei até mais um pouco que isso para corrigir os problemas e passei um stress terrível que não desejo a nenhum dos senhores.

Hoje em dia, acho muito mais viável o que citaram logo acima, meu próximo instrumento será assim: Feito por um luthier da sua confiança. E, melhor ainda: Que seja próximo a vc, onde dê para acompanhar a construção, vai testando e, de preferência, ir buscar pessoalmente quando estiver pronto.

Esse aqui é um contrabaixo de seis cordas feito por um luthier que conheço desde 2004, O preço final dele vai ser em torno de R$ 3.300,00 e eu garanto a qualidade. Captação e pré EMG, corpo inteiriço, design bacana e o melhor, elétrica muitíssimo bem feita, inclusive foi ele quem salvou meu contrabaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=QvBktKvqq2g&list=UUWo4vwZ0EM4ZopFQt6Q6UDA&index=9&feature=plcp

https://www.youtube.com/watch?v=e85u8yAYCUQ&list=UUWo4vwZ0EM4ZopFQt6Q6UDA&index=14&feature=plcp

Li as suas desventuras mais cedo, e definitivamente posso dizer que optando pelo Luthier que eu conheço, não sofrerei desse mal. O Reinaldo faz baixos de excelente qualidade, inclusive alguns eu acompanhei o desenrolar da construção. Só quem conhece o cara reconhece o trabalho dele. Além de ser um cara super gente fina.

Meu maior receio de encomendar um baixo com um luthier de outra cidade é exatamente não poder acompanhar a construção, e pode levar a casos como o seu. Felizmente, tudo se resolveu. Só tenta gravar o som dele antes e depois para a galera comparar... se puder, é claro.

Obrigado pelos toques.

Abraço!
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por NETOULTRA em Seg 23 Jan 2012, 21:30

fschmidt escreveu:

Pois é cara... estou considerando seriamente a opção de fazer um com o Reinaldo Campos, quem conhece o trabalho do cara aprova de longe.

Mas eu sei que a brincadeira vai passar de R$ 4.000,00 com certeza... já dei uma perguntada para ele... o problema é que eu não sou nenhum baixista de 4k, se é que vc me entende...

fschmidt escreveu:

Li as suas desventuras mais cedo, e definitivamente posso dizer que optando pelo Luthier que eu conheço, não sofrerei desse mal. O Reinaldo faz baixos de excelente qualidade, inclusive alguns eu acompanhei o desenrolar da construção. Só quem conhece o cara reconhece o trabalho dele. Além de ser um cara super gente fina.

Meu maior receio de encomendar um baixo com um luthier de outra cidade é exatamente não poder acompanhar a construção, e pode levar a casos como o seu. Felizmente, tudo se resolveu. Só tenta gravar o som dele antes e depois para a galera comparar... se puder, é claro.

Obrigado pelos toques.

Abraço!

Rapaz não conheço esse luthier ( Reinaldo ), da mesma forma que a grande maioria desse fórum também não. Em uma possível negociação esse teu instrumento teria um PÉSSIMO valor de revenda, você pode ate achar que não mas um dia você vai querer trocar de instrumento. Com essa grana eu iria em um baixo de "marca" com 3k da pra comprar Music Man, Fender, TRB, Cort, que sem dúvida nenhuma fariam a alegria de 99% dos baixistas...

NETOULTRA
Membro

Mensagens : 4413
Localização : Belém - Made in Ceará

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por allexcosta em Seg 23 Jan 2012, 21:31

fschmidt escreveu:Então, de acordo com o seu método empírico, eu posso encontrar neck dive ou mesmo body dive em um baixo que você não encontra e vice versa. Tudo varia de acordo com a percepção do instrumentista.

Questão definitiva: existe um método para comprovar neck dive, ou somente a sua percepção?

O fenômeno simplesmente ocorre e as variações são muito pequenas de pessoa para pessoa.

Não acredito que exista um método científico, mas é costume se segurar o baixo com dois dedos no chifre superior o mais próximo possível do "strap button". O baixo deve ficar em um ângulo confortável que é padrão, entre 10 e 20 graus, mais ou menos assim:

À caça de um novo baixo Tal-Wilkenfeld

A partir daí é fácil observar se o baixo tem neck-dive, body-dive ou é equilibrado.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45434
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 21:38

NETOULTRA escreveu:
fschmidt escreveu:

Pois é cara... estou considerando seriamente a opção de fazer um com o Reinaldo Campos, quem conhece o trabalho do cara aprova de longe.

Mas eu sei que a brincadeira vai passar de R$ 4.000,00 com certeza... já dei uma perguntada para ele... o problema é que eu não sou nenhum baixista de 4k, se é que vc me entende...

fschmidt escreveu:

Li as suas desventuras mais cedo, e definitivamente posso dizer que optando pelo Luthier que eu conheço, não sofrerei desse mal. O Reinaldo faz baixos de excelente qualidade, inclusive alguns eu acompanhei o desenrolar da construção. Só quem conhece o cara reconhece o trabalho dele. Além de ser um cara super gente fina.

Meu maior receio de encomendar um baixo com um luthier de outra cidade é exatamente não poder acompanhar a construção, e pode levar a casos como o seu. Felizmente, tudo se resolveu. Só tenta gravar o som dele antes e depois para a galera comparar... se puder, é claro.

Obrigado pelos toques.

Abraço!

Rapaz não conheço esse luthier ( Reinaldo ), da mesma forma que a grande maioria desse fórum também não. Em uma possível negociação esse teu instrumento teria um PÉSSIMO valor de revenda, você pode ate achar que não mas um dia você vai querer trocar de instrumento. Com essa grana eu iria em um baixo de "marca" com 3k da pra comprar Music Man, Fender, TRB, Cort, que sem dúvida nenhuma fariam a alegria de 99% dos baixistas...

Não entendi. O meu instrumento atual eu pretendo fazer a alegria da família com ele, propiciando lenha para a fogueira, na festa junina.

Agora, baixo de luthier não tem bom valor de revenda? Se for o caso, mais uma coisa para prestar atenção.

P.S.: eu achava que até tinha um valor de revenda legalzinho... Shocked
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por fschmidt em Seg 23 Jan 2012, 21:43

allexcosta escreveu:
fschmidt escreveu:Então, de acordo com o seu método empírico, eu posso encontrar neck dive ou mesmo body dive em um baixo que você não encontra e vice versa. Tudo varia de acordo com a percepção do instrumentista.

Questão definitiva: existe um método para comprovar neck dive, ou somente a sua percepção?

O fenômeno simplesmente ocorre e as variações são muito pequenas de pessoa para pessoa.

Não acredito que exista um método científico, mas é costume se segurar o baixo com dois dedos no chifre superior o mais próximo possível do "strap button". O baixo deve ficar em um ângulo confortável que é padrão, entre 10 e 20 graus, mais ou menos assim:

À caça de um novo baixo Tal-Wilkenfeld

A partir daí é fácil observar se o baixo tem neck-dive, body-dive ou é equilibrado.

Prestarei atenção quando for experimentar... valeu!
fschmidt
fschmidt
Membro

Mensagens : 280
Localização : Sorocaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por NETOULTRA em Seg 23 Jan 2012, 21:44

Baixo de luthier só tem valor de revenda em 2 situações:

1-Se você vender pra alguém que conhece e admira o trabalho do Luthier, isso restringe muito o "públic alvo" em uma venda.

2- Se o luthier estiver na "moda", ex: M Laghus, Zaganim e talz... Na minha opinião o Reinaldo não entra nessa lista...

NETOULTRA
Membro

Mensagens : 4413
Localização : Belém - Made in Ceará

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por silvanoandrade em Seg 23 Jan 2012, 21:50

quem são os tar de neck-dive, body-dive ?

não conheço .
silvanoandrade
silvanoandrade
Membro

Mensagens : 1145
Localização : Peruibe SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por cvmoretti em Seg 23 Jan 2012, 21:53

[Off]
allexcosta escreveu:
À caça de um novo baixo Tal-Wilkenfeld

Acho que alguém está com o farol aceso cyclops

[/off]
cvmoretti
cvmoretti
Membro

Mensagens : 716
Localização : Campinas

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Lucas94 em Seg 23 Jan 2012, 21:55

Ah se você quer um instrumento que seja de fácil revenda, realmente é melhor procurar alguma marca conhecida já pela maioria dos baixistas.

Lucas94
Membro

Mensagens : 638
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

À caça de um novo baixo Empty Re: À caça de um novo baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum