Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por flaprocha em Sex Mar 30, 2012 12:25 am

Olá pessoal.

Iniciei recentemente meus estudos sobre contrabaixo acústico e além de estar iniciando meu aprendizado sobre o instrumento, quero também construir um. Verifiquei na internet que grande parte do pessoal utiliza madeira vinda de fora e pensei que devido a grande diversidade da flora nacional, talvez fosse possível encontrar madeiras de qualidade sonora similares ou próximas às que são importadas. Desta forma, gostaria de obter de vocês indicações de quais seriam as madeiras nacionais que poderiam ser usadas nas diversas partes de um contrabaixo acústico como tampo, traseira, faixas, estrutura interna, barra harmônica, espelho e braço. Não sei se a nomenclatura usada foi a correta e ainda se faltou alguma parte mas fiz o meu melhor :-)

Pesquisei no histórico do fórum e não encontrei material sobre construção de contrabaixo acústico, caso eu tiver passado desapercebido por algum tópico que já discutiu este assunto anteriormente, peço desculpas pelo assunto duplicado e solicito o favor de me informem o link.

Quaisquer palavras a mim direcionadas serão muito bem vindas.

Grato.
Felipe Rocha

flaprocha
Membro

Mensagens : 4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Claudio em Seg Abr 02, 2012 8:09 am

O Kit tradicional utilizado pela maior parte dos Luthiers (pelo menos os que conheço), é composto de Abeto e Maple.

Porém, aqui no Brasil, o Marupá tem sido cada vez mais utilizado na construção do bojo, e o Mogno no Braço. Os resultados com o Marupá têm sido muito surpreendentes, de 1 ano pra cá já toquei numa meia-dúzia de baixos em Marupá (inclusive o meu), e todos apresentam excelente sonoridade!
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 14983
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por galegonobaixo em Qui Abr 19, 2012 12:01 am

Algum tempo atrás, realizei várias pesquisas com luthieres e professores, e conclui, para os meus objetivo na época:

Tampo em pinho, laterais e fundo em amapá, braço em amapá ou marfim, espelhos, estandarte e essas coisas em pau ferro ou orelha de onça - acabamos desistindo pela dificuldade de se encontrar orelha de onça" de verdade"-
avatar
galegonobaixo
Membro

Mensagens : 1430
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por matsegredo em Qui Abr 19, 2012 2:15 pm

galegonobaixo escreveu:Algum tempo atrás, realizei várias pesquisas com luthieres e professores, e conclui, para os meus objetivo na época:

Tampo em pinho, laterais e fundo em amapá, braço em amapá ou marfim, espelhos, estandarte e essas coisas em pau ferro ou orelha de onça - acabamos desistindo pela dificuldade de se encontrar orelha de onça" de verdade"-
como assim, "de verdade"?

Teve um amigo meu, que no sitio do vo dele tinha uma senhora TORA de pau-brasil com 100 anos sequinha no celeiro.. ele fez um baixo LINDO e uma guitarra magnifica com ela

matsegredo
Membro

Mensagens : 238
Localização : Santos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por galegonobaixo em Qui Abr 19, 2012 3:56 pm

Existem várias madeiras com o mesmo nome, pois esses nomes são "populares", a orelha de onça já ví umas 4 diferentes.

O próprio jacarandá, dependendo da região, é uma madeira completamente diferente com o mesmo nome, já em outras regiões este madeira "falsificada" é simplesmente chamada de jacarandá mimoso
avatar
galegonobaixo
Membro

Mensagens : 1430
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Claudio em Qui Abr 19, 2012 3:58 pm

galegonobaixo escreveu:
braço em amapá ou marfim

Com as variações de temperaturas que temos no nosso país, uma madeira mais rígida e resistente como o Mogno seria mais recomendada pro braço. Meu acústico atual ia ter o braço em Maple, mas de acordo com essa consideração que citei, decidi trocar pra Mogno.

avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 14983
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por galegonobaixo em Qui Abr 19, 2012 4:15 pm

Aqui em Brasília a madeira que melhor se comportou foi o amapá.
avatar
galegonobaixo
Membro

Mensagens : 1430
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Ronyldo D`Santos Luthier em Sab Abr 21, 2012 12:43 pm

galegonobaixo escreveu:Existem várias madeiras com o mesmo nome, pois esses nomes são "populares", a orelha de onça já ví umas 4 diferentes.

O próprio jacarandá, dependendo da região, é uma madeira completamente diferente com o mesmo nome, já em outras regiões este madeira "falsificada" é simplesmente chamada de jacarandá mimoso

Olá amigo, vou fazer algumas observações...- O jacarandá, aqui no brasil especialmente, acredito ser o o único lugar no mundo onde se pode encontrar 2 ou mais especié de jacarandá(Dalbergia Nigra, Spruceana e Retusa). A spruceana com mais frequência na região norte e raramente se enconta retusa(mais encontra), a retusa extremo norte(fronteira com Colombia até região da america central, méxico, panama, é bem dificil de achar no solo brasileiro....mas tem). Tenho um amigo luthier que mora em parintins, onde tem jacarandá(ainda não seu qual espécie ao certo, deve ser a spruceana ) onde vou encomendar algumas peças.

Sobre o Marupá, considero ela superior, em relação a outras espécies, para uso em tampo de instrumentos acústicos(violão, viola, baixo acustico etc.) Recomendo o uso para este fim...

Amapá, dependendo da espécie e região, deve-se ter atenção na escolha. Por aqui(amazonas) encontro vários tipos, Amapá doce, amargoso,preto, amarelo, branco, rosa...cada um tem caracteristicas bem interessantes..não continuo escrevendo para não virar um livro este post....

Orelha de onça...se for de origem amazônica (dizem os estudiosos e pesquisadores) se trata da espécie originária, as demais são variações da espécie....

Vale apena usar o mogno no braço(se encontrar na sua região, use...)

Fico à disposição para mais esclarecimentos(via MP).
avatar
Ronyldo D`Santos Luthier
Membro

Mensagens : 306
Localização : Por enquanto TERRA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por allexcosta em Sab Abr 21, 2012 12:49 pm

Ronyldo D`Santos Luthier escreveu:O jacarandá, aqui no brasil especialmente, acredito ser o o único lugar no mundo onde se pode encontrar 2 ou mais especié de jacarandá(Dalbergia Nigra, Spruceana e Retusa)

Tem também a cearensis (Kingwood) não é?

ClaudioBass escreveu:
galegonobaixo escreveu:
braço em amapá ou marfim

Com as variações de temperaturas que temos no nosso país, uma madeira mais rígida e resistente como o Mogno seria mais recomendada pro braço. Meu acústico atual ia ter o braço em Maple, mas de acordo com essa consideração que citei, decidi trocar pra Mogno.

Dureza das madeiras pela escala Janka:

- Mogno - 800
- Maple - 1450
- Marfim - 1987

A dureza do marfim é mais de duas vezes superior ao mogno.

O único mogno mais duro é o mogno vermelho que cresce na Austrália e bate 2697 na escala Janka.

Como curiosidade, cumaru bate em 3540 e ipê em 3342. O "buloke" (pau-ferro Australiano) é a madeira mais dura e atinge 5060 na escala Janka.

avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 41727
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Ronyldo D`Santos Luthier em Sab Abr 21, 2012 1:38 pm

allexcosta escreveu:
Ronyldo D`Santos Luthier escreveu:O jacarandá, aqui no brasil especialmente, acredito ser o o único lugar no mundo onde se pode encontrar 2 ou mais especié de jacarandá(Dalbergia Nigra, Spruceana e Retusa)

Tem também a cearensis (Kingwood) não é?

ClaudioBass escreveu:
galegonobaixo escreveu:
braço em amapá ou marfim

Com as variações de temperaturas que temos no nosso país, uma madeira mais rígida e resistente como o Mogno seria mais recomendada pro braço. Meu acústico atual ia ter o braço em Maple, mas de acordo com essa consideração que citei, decidi trocar pra Mogno.

Dureza das madeiras pela escala Janka:

- Mogno - 800
- Maple - 1450
- Marfim - 1987

A dureza do marfim é mais de duas vezes superior ao mogno.

O único mogno mais duro é o mogno vermelho que cresce na Austrália e bate 2697 na escala Janka.

Como curiosidade, cumaru bate em 3540 e ipê em 3342. O "buloke" (pau-ferro Australiano) é a madeira mais dura e atinge 5060 na escala Janka.


Esqueci da Cearensis....valeu Allex...

É como eu disse se formos detalhar...o topico vira um livro....
avatar
Ronyldo D`Santos Luthier
Membro

Mensagens : 306
Localização : Por enquanto TERRA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por joabi em Sab Abr 21, 2012 2:27 pm


O Ipê tem sido bastante usado para escalas. Internacionalmente é visto como um possível substituto ao ébano, que a cada dia está ficando mais raro, não é?

avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5331
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Ronyldo D`Santos Luthier em Dom Abr 22, 2012 6:20 am

joabi escreveu:
O Ipê tem sido bastante usado para escalas. Internacionalmente é visto como um possível substituto ao ébano, que a cada dia está ficando mais raro, não é?


O melhor substituto para o ébano (minha opinião) é o coração de negro(muirapixuna); escuro, denso e pouco comercializado.
avatar
Ronyldo D`Santos Luthier
Membro

Mensagens : 306
Localização : Por enquanto TERRA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por flaprocha em Qui Abr 26, 2012 1:44 am

Olá a todos e muito obrigado por vossas mensagens.

Por algum motivo eu recebi apenas a notificação da mensagem do ClaudioBass e não estou recebendo notificações de novas mensagens, por isso, estava quieto no meu canto acreditando que o assunto estava morto, ledo engano!!! Com a intensão de dar uma revitalizada no assunto, ao acessar o link, tive uma agradável surpresa ao deparar com esta vasta quantidade de informações.

Com base no que foi inicialmente sugerido pelo Cláudio, estava procurando por um fornecedor de Marupá porém minhas buscas e contatos foram sem sucesso, desta forma, gostaria de conhecer alguns contatos de onde eu poderia encontrar as madeiras sugeridas acima pelos amigos foristas.

Mais uma vez, obrigado a todos pelos comentários aqui postados.

flaprocha
Membro

Mensagens : 4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por emachado em Qui Abr 26, 2012 5:16 pm

Flaprocha

Depende onde você mora. Em São Paulo, próximo à rua do Gasômetro (na av não têm nada, lá só tem revendas de mdf e ferragens para móveis).
Procura a BrMadeiras, próxima ao Senai, numa rua paralela ao Gasômetro.
Sei que tem uma boa opção também no bairro de Pinheiros.
avatar
emachado
Membro

Mensagens : 867
Localização : PERUÍBE-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por flaprocha em Sab Maio 12, 2012 11:50 pm

@EMachado, moro no interior de Minas Gerais, próximo ao Triângulo Mineiro e já contatei algumas lojas por aqui e não obtive sucesso. Quanto às lojas de SP, acredito realmente ser uma boa oportunidade porém como não estou próximo aos pontos que mencionou, não tenho como fazer esta procura. De qualquer forma, sou grato pela indicação, continuarei com minha busca.


flaprocha
Membro

Mensagens : 4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uso de madeiras nacionais em contrabaixo acústico

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum