Malandragem das lojas de música

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Malandragem das lojas de música

Mensagem por Stefano T. em Dom Jun 10, 2012 11:43 pm

A cada dia que passa eu espero que essa raça maldita, que são donos de lojas de instrumentos musicais no Brasil, morra de fome mendigando pelas ruas.
Sexta-feira estava passeando pelo centro de Curitiba, resolvi dar uma passada pelas lojas de instrumentos, pra dar uma olhada nos estoques.
Não pretendia comprar nada, pois acabei de comprar um MusicMan ano passado e estou bem satisfeito com ele.
Eis que noto que vários instrumentos high-end nas lojas, como Fenders Americanos e MusicMans, subiram absurdamente de preço.
Detalhe, eu já conhecia os instrumentos que estava observando, e eles estão lá desde outubro do ano passado, mesmos instrumentos, mesmos seriais.
Para terem uma idéia, um Fender Jazz Bass American Standard 2011, que custava 5.300,00 reais, de repente, de um mês pro outro, subiu para 6.100,00 reais.

Se o instrumento foi comprado com o dólar a 1,55, ele deveria ser revendido sobre esse gasto. Mas não, a ganância dos lojistas é impressionante, os preços dos instrumentos variam conforme o dólar comercial.

Sinceramente, desse jeito é impossível comprar algo aqui. Não dá nem vontade. As igrejas e as grandes bandas de baile que sustentem essas lojas, atualmente estou preferindo trazer instrumento lá de fora desmontado na bagagem se for necessário do que comprar desses pilantras.

Stefano T.
Membro

Mensagens : 479
Localização : Curitiba - PR

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=ls&uid=3591919909565

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio Jardim em Seg Jun 11, 2012 12:14 am

eles usam a lei de oferta de mercado, ou seja, dolar alto, instrumentos mais caros.

se o dolar abaixa pra 1:1, eles obrigatoriamente tem que abaixar os preços, mesmo que tenham comprado o instrumento com o dólar 1:2

o instrumento é caro no brasil, infelizmente, não só por conta do imposto, que no final das contas a gente pagaria numa boa, mas muito por conta do atravessador, que é o importador autorizado, esse malandro embolsa uma grana preta sem fazer nada.

se fosse só multiplicar o valor dos eua por 1,6 eu teria uns 40 baixos. Mas infelizmente tem muito mais falcatrua envolvida.

eu desisti das lojas de curitiba, só compro na loja do músico onde me atendem bem. Quando vou nas do centro sou tratado como lixo.


Claudio Jardim
Membro

Mensagens : 902
Localização : Curitiba

http://www.claudiojardim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por edumoraes em Seg Jun 11, 2012 1:08 am

O maior poder do consumidor é o boicote, que apodreçam nas lojas esses instrumentos...

edumoraes
Membro

Mensagens : 3830
Localização : Província de Campinas-SP

http://emtechinformatica.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio em Seg Jun 11, 2012 7:47 am

Só pra constar, o Fodera Nyc está comemorando aniversário de 4 anos na vitrine da Acústica Perfeita, e ainda custando os mesmos 14.5K.

Claudio
Administrador

Mensagens : 14819
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://www.claudiocuoco.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Ixra em Seg Jun 11, 2012 8:06 am

Depois que comprei meu GK e encordoamentos pelo Ebay - na verdade, depois que "descobri" o Ebay, não faço a mínima questão de comprar por aqui, a não ser que o preço não seja tão diferente do das gringas.
Não dá: é muito superfaturamento - só o seu instrumento, quando é levado para troca, que não tem seu valor reajustado...

Ixra
Membro

Mensagens : 440
Localização : São Paulo

http://www.euphuria.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por allexcosta em Seg Jun 11, 2012 8:24 am

Não acho que seja malandragem alguma...

Vivemos em um livre mercado. A loja pede o que quer, compra quem quiser. Se o preço não está competitivo o instrumento faz aniversário na vitrine.

Oferta e procura na sua forma mais básica...

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Cayo Castro em Seg Jun 11, 2012 8:53 am

Claudio Jardim escreveu:eles usam a lei de oferta de mercado, ou seja, dolar alto, instrumentos mais caros.

se o dolar abaixa pra 1:1, eles obrigatoriamente tem que abaixar os preços, mesmo que tenham comprado o instrumento com o dólar 1:2

eu desisti das lojas de curitiba, só compro na loja do músico onde me atendem bem. Quando vou nas do centro sou tratado como lixo.


Acho que não. Os baixos das lojas daqui independente do dólar. Só sobem de preço. Pra vocês terem uma idéia, um strinberg clb-10 custa R$1100. Um jogo de corda NIG R$70,00. Um afinador desses normais R$ 100 - 120.
Entrar na loja, perguntar o preço e dizer que que vai comprar na internet não tem preço.

allexcosta escreveu:Não acho que seja malandragem alguma...

Vivemos em um livre mercado. A loja pede o que quer, compra quem quiser. Se o preço não está competitivo o instrumento faz aniversário na vitrine.

Oferta e procura na sua forma mais básica...

Verdade. Mas ás vezes chega a ser meio sem noção demais. Mas quer saber? Não podemos nem reclamar muito. Porque também não queremos perder nos nossos instrumentos usados. Isso pode ser bem visto nos classificados aqui do fórum. Gente vende produto usado mais caro que um novo.

Cayo Castro
Membro

Mensagens : 4411
Localização : Rio Branco - AC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por flauius em Seg Jun 11, 2012 9:47 am

O mais engraçado é pensar que um baixo desse custa R$ 2.000 lá e que com R$ 2.500 dá para resolver o problema da passagem.
Ainda sobram R$1.600 para hospedar e comer... E mesmo que for para gastar um pouco mais (porque não são só estes os custos), sempre parece melhor ir, buscar o baixo em um lugar onde, pelo menos há mais opções e ainda ter fotinhas do estrangeiro para enfeitar o facebook...


flauius
Membro

Mensagens : 765
Localização : Belo Horizonte

http://8abaixo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio Jardim em Seg Jun 11, 2012 9:58 am

flauius escreveu:O mais engraçado é pensar que um baixo desse custa R$ 2.000 lá e que com R$ 2.500 dá para resolver o problema da passagem.
Ainda sobram R$1.600 para hospedar e comer... E mesmo que for para gastar um pouco mais (porque não são só estes os custos), sempre parece melhor ir, buscar o baixo em um lugar onde, pelo menos há mais opções e ainda ter fotinhas do estrangeiro para enfeitar o facebook...


o que sobra é o imposto que quem compra daqui tem que pagar.

e ainda colocam por cima o lucro do importador, o lucro da loja, e os impostos adicionais.

comprando de lá e sonegando o imposto fica muito mais barato mesmo.

Claudio Jardim
Membro

Mensagens : 902
Localização : Curitiba

http://www.claudiojardim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por flauius em Seg Jun 11, 2012 10:13 am

Claudio Jardim escreveu:
flauius escreveu:O mais engraçado é pensar que um baixo desse custa R$ 2.000 lá e que com R$ 2.500 dá para resolver o problema da passagem.
Ainda sobram R$1.600 para hospedar e comer... E mesmo que for para gastar um pouco mais (porque não são só estes os custos), sempre parece melhor ir, buscar o baixo em um lugar onde, pelo menos há mais opções e ainda ter fotinhas do estrangeiro para enfeitar o facebook...


o que sobra é o imposto que quem compra daqui tem que pagar.

e ainda colocam por cima o lucro do importador, o lucro da loja, e os impostos adicionais.

comprando de lá e sonegando o imposto fica muito mais barato mesmo.

Não precisa sonegar, ser ilegal. Estamos falando de um instrumento não de lotes.

É isso que é estranho, governo quer encher de imposto os bens, mas com isso, só facilita para que o pessoal gaste o dinheiro lá fora. O que não adianta nada.
Com exceção dos impostos, vem o olho grande do importador e lojista para ganhar o máximo possível com a situação.

flauius
Membro

Mensagens : 765
Localização : Belo Horizonte

http://8abaixo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por allexcosta em Seg Jun 11, 2012 10:44 am

A política tributária do Brasil é uma vergonha e só faz com que a população procure sonegar, contrabandear e comprar fora daqui. Quando a tributação, que deve existir para prover os serviços públicos, é abusiva, o efeito é simplesmente contrário ao desejado...

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Thales_Sr em Seg Jun 11, 2012 11:06 am

Não precisa sonegar, ser ilegal. Estamos falando de um instrumento não de lotes.
O conceito explicado pelo Jardim está correto. Se está na lei que deve-se pagar imposto acima de um valor X de compras no exterior e você não paga, você sonegou. Não estou entrando no mérito da lei ser justa ou válida ou qualquer termo do tipo.

Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7271
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por subgrave em Seg Jun 11, 2012 11:22 am

Cayo Castro escreveu:
Entrar na loja, perguntar o preço e dizer que que vai comprar na internet não tem preço.

lol também faço isso

Cayo Castro escreveu:
Isso pode ser bem visto nos classificados aqui do fórum. Gente vende produto usado mais caro que um novo.

E no ml mais ainda, o que mais se encontra é gente vendendo instrumento usado mais caro que o equivalente novo...

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por flauius em Seg Jun 11, 2012 11:44 am

Thales_Sr escreveu:
Não precisa sonegar, ser ilegal. Estamos falando de um instrumento não de lotes.
O conceito explicado pelo Jardim está correto. Se está na lei que deve-se pagar imposto acima de um valor X de compras no exterior e você não paga, você sonegou. Não estou entrando no mérito da lei ser justa ou válida ou qualquer termo do tipo.

U$500 dólares para bagagem de qualquer tipo e 50% do valor do que ultrapassar - ainda assim um bom negócio: R$2.500 no instrumento, R$2.500 de passagem e ainda sobram 1.100.
Mas profissionais são isentos, se não levou instrumento próprio...

Tem margem para fazer as coisas nos conformes e ficar empatado com a compra aqui... Poxa, para gastar o mesmo tanto, eu prefiro visitar a Guitar Center...
Também não acho que tenha que se fazer a coisa errada, queria apenas mostrar que, se se pensar um pouquinho, não é vantajoso comprar instrumento novo no Brasil.

flauius
Membro

Mensagens : 765
Localização : Belo Horizonte

http://8abaixo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por jgs em Seg Jun 11, 2012 1:21 pm

o allex falou tudo que eu ia dizer, ou quase isso; infelizmente nem todo instrumento nessas condições faz aniversário na vitrine pois tem gente de altíssimo poder aquisitivo que compra mesmo assim. não é sempre que acontece, mas acontece.

resta a nós procurarmos alternativas, como várias citadas ao longo do tópico.

jgs
Membro

Mensagens : 2552
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio Jardim em Seg Jun 11, 2012 2:44 pm

ddesde quando profissional pode trazer instrumento sem pagar imposto??
que eu saiba, profissional pode levar e trazer o mesmo instrumento, isso é outra coisa.
comprar lá e passar como se fosse de uso pessoal, também é sonegar.

pra fazer um teste é simples, basta avisar o fiscal da alfândega assim:
olá amigo, sou profissional e comprei este fodera por U$8000 ontem em NY, gostaria da isenção do imposto conforme andei sabendo.




Claudio Jardim
Membro

Mensagens : 902
Localização : Curitiba

http://www.claudiojardim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por allexcosta em Seg Jun 11, 2012 2:49 pm

Claudio Jardim escreveu:ddesde quando profissional pode trazer instrumento sem pagar imposto??

http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/conceitobagagem.htm

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio Jardim em Seg Jun 11, 2012 2:51 pm

mas eu posso comprar qualquer um mesmo e trazer?
mesmo que eu não leve nenhum?

digo isso pois um amigo foi barrado com uma camera de U$40.000, caiu no imposto e multa de 100%, mesmo sendo fotógrafo profissional e tudo. E eles falam que cada um pode portar uma camera.

No caso dele pediram visto de trabalho e comprovação que foi a trabalho, dançou.

Claudio Jardim
Membro

Mensagens : 902
Localização : Curitiba

http://www.claudiojardim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Claudio Jardim em Seg Jun 11, 2012 2:54 pm

Bem, se vcs estão falando eu acredito, afinal eu nunca trouxe.

Mas já que pode, uma ótima notícia, poderei trazer um em agosto!


Claudio Jardim
Membro

Mensagens : 902
Localização : Curitiba

http://www.claudiojardim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por edumoraes em Seg Jun 11, 2012 3:16 pm

allexcosta escreveu:A política tributária do Brasil é uma vergonha e só faz com que a população procure sonegar, contrabandear e comprar fora daqui. Quando a tributação, que deve existir para prover os serviços públicos, é abusiva, o efeito é simplesmente contrário ao desejado...

Pois é, deveria, e isso é mais uma vergonha para nós, porque não vai para os serviços públicos e sim para os bolsos de nosso queridos políticos corruptos que tanto amamos e elegemos de novo à cada eleição. No

edumoraes
Membro

Mensagens : 3830
Localização : Província de Campinas-SP

http://emtechinformatica.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por pedro_mcp em Seg Jun 11, 2012 3:34 pm

Eu tinha esse mesmo conceito: malandragem. Mas depois parei pra pensar e vi que o valor do dólar é a última coisa que importa pra um dono de loja de instrumentos.

Já pararam pra pensar que uma loja de instrumentos grande tem um monte de funcionários que recebem mais a cada vez que aumenta o salário mínimo; contas altíssimas, principalmente de energia elétrica, pra pagar; aluguel da loja; e o pior, uma carga tributária pesadíssima?
Antes que alguém diga que eu sou dono de loja de instrumentos (muito, mas muito longe disso mesmo), digo que não estou defendendo dono de loja de música, e sim qualquer comerciante brasileiro. Ou vocês não acham um absurdo pagar R$30.000 num carro 1.0 (já li que nem se vende carro 1.0 em outros países), ou R$2,85 em 1l de gasolina? É só conferir, qualquer produto é incrivelmente mais caro aqui no Brasil do que em qualquer outro lugar, e não acho que isso seja uma malandragem geral, mas sim uma administração porca que só traz prejuízos pra todo mundo. Até porque conheço pessoas que faliram vendendo produtos caríssimos (e bombando de vender).

Conclusão: não tá fácil pra ninguém!

pedro_mcp
Membro

Mensagens : 12
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Zubrycky em Seg Jun 11, 2012 7:48 pm

allexcosta escreveu:
Claudio Jardim escreveu:ddesde quando profissional pode trazer instrumento sem pagar imposto??

http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/conceitobagagem.htm

Pela legislação atualmente em vigor, trazer um instrumento do exterior para uso próprio não é, de forma alguma, algo ilegal ou algum tipo de contrabando... E muito menos sonegação.

"(...)

Outra mudança diz respeito aos produtos adquiridos de uso de trabalho. A partir desta sexta, um músico que viajar ao exterior poderá trazer na bagagem um instrumento musical sem que o produto entre na cota de bagagem. O mesmo vale para um fotógrafo que adquirir equipamento novo. A ressalva da Receita Federal é que a pessoa terá de comprovar que o produto será utilizado para trabalho(*).

(...)"

http://colunistas.ig.com.br/guilhermebarros/2010/09/30/novas-regras-para-trazer-bagagem-do-exterior-comecam-a-valer-amanha/

(*) Nota minha: Com a carteira da OMB pode-se mostrar que o instrumento será utilizado para trabalho, uma vez que este documento prova, para os fiscais da Receita, que o portador desta carteira é um músico profissional. Além disso, não se poderá trazer dois ou mais instrumentos iguais.


Última edição por Zubrycky em Seg Jun 11, 2012 8:49 pm, editado 1 vez(es)

Zubrycky
Membro

Mensagens : 8569
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por andremega em Seg Jun 11, 2012 8:48 pm

^Zubrycku, você confundiu as coisas.

A questão do instrumento de trabalho no caso do musico não é ter OMB e sim COMPROVAR QUE AQUELE INSTRUMENTO FOI COMPRADO EM RAZÃO DE TRABALHO NO EXTERIOR.


Art 2o da Portaria MF 440/2010 diz:

(...)
VI - bens de caráter manifestamente pessoal: aqueles que o viajante possa necessitar para uso próprio, considerando as circunstâncias da viagem e a sua condição física, bem como os bens portáteis destinados a atividades profissionais a serem executadas durante a viagem, excluídos máquinas, aparelhos e outros objetos que requeiram alguma instalação para seu uso e máquinas filmadoras e computadores pessoais.



Uma guitarra não se enquadra em equipamento de uso pessoal, como maquina fotográfica ou um telefone, é ferramenta de trabalho. Caso contrário não é diferente de um videogame.

Portanto, meu caro, realmente passar sem declarar não é sonegação (omitir-se de pagar outros impostos que não de importação) nem contrabando, mas sim descaminho (ambos do mesmo artigo, mas o contrabando é introdução de mercadoria proibida), que é não recolher os devidos impostos ao introduzir mercadoria estrangeira no país.

PORTANTO só há 3 formas de não pagar imposto no aeroporto:

1- trazendo menos de 500 dolares
2- dando migué na fiscalização.
3- sendo liberado pelo RF.


andremega
Membro

Mensagens : 2876
Localização : Paraíba - Patos/João Pessoa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por oldkmel em Seg Jun 11, 2012 11:03 pm

Lendo os post , vi comentário sobre a Guitar Center. No início do ano fui na sede de adquirir captadores melhores pro meu Washburn e não tinha nem pra remédio. Apesar de você consultar o site e ter disponível.
Se forem comprar entrem em contato pra ter certeza se o que vocês querem aquela loja possui.
Abraços

oldkmel
Membro

Mensagens : 19
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por flauius em Ter Jun 12, 2012 2:13 am

Claudio Jardim escreveu:mas eu posso comprar qualquer um mesmo e trazer?
mesmo que eu não leve nenhum?

digo isso pois um amigo foi barrado com uma camera de U$40.000, caiu no imposto e multa de 100%, mesmo sendo fotógrafo profissional e tudo. E eles falam que cada um pode portar uma camera.

No caso dele pediram visto de trabalho e comprovação que foi a trabalho, dançou.

Máquina não está conteplado nesse caso...

Sendo profissional, você só pode trazer um instrumento se não levar nenhum ou se o seu der defeito. Se levar um instrumento contigo e voltar com ele, o instrumento comprado é bagagem.

andremega escreveu:

1- trazendo menos de 500 dolares
2- dando migué na fiscalização.
3- sendo liberado pelo RF.



http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/PerguntasRespostas/Default.htm

Caso 1
1.8. Aparelhos de ar condicionado, luminárias, torneiras, rolos de arame farpado, eletrodomésticos, estátuas e objetos de decoração, instrumentos musicais, e materiais de uso profissional podem ser enquadrados no conceito de bagagem?

- Sim, desde que não revelem destinação comercial (ex. bens para revenda, caixas registradoras) ou industrial (ex. bens destinados a processo produtivo). Deve-se alertar contudo, que há necessidade de autorização de outros órgãos da administração para a importação de alguns desses bens.

Para fruírem dos limites de valor para isenção, os bens referidos na pergunta não podem ultrapassar os limites quantitativos estabelecidos no art. 7º da Portaria MF nº 440/2010, regulamentado pelo artigo 33 da Instrução Normativa RFB nº 1.059/2010.

As portarias estão aqui: http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/bagagem/LegislacaoBagagem.htm

Caso 2
1.10. Um músico profissional brasileiro que estiver retornando do exterior após apresentação regular por ele executada pode trazer, entre os seus bens de caráter manifestamente pessoal, o equipamento musical usado adquirido no exterior?

Sim, se portátil e compatível com as circunstâncias da viagem. Caso o músico tenha levado seu equipamento para a apresentação no exterior, mas lá tenha adquirido outros, estes não serão considerados compatíveis com as circunstâncias da viagem, a menos que se comprove defeito do equipamento originalmente levado.

Possível Caso 3
É a tendencia que o Zubrycku comentou. No geral, parecem já não estar pegando demais no pé de instrumento que manifestadamente, parece não vir para comércio.

flauius
Membro

Mensagens : 765
Localização : Belo Horizonte

http://8abaixo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por flauius em Ter Jun 12, 2012 2:22 am

pedro_mcp escreveu:Eu tinha esse mesmo conceito: malandragem. Mas depois parei pra pensar e vi que o valor do dólar é a última coisa que importa pra um dono de loja de instrumentos.

Já pararam pra pensar que uma loja de instrumentos grande tem um monte de funcionários que recebem mais a cada vez que aumenta o salário mínimo; contas altíssimas, principalmente de energia elétrica, pra pagar; aluguel da loja; e o pior, uma carga tributária pesadíssima?
Antes que alguém diga que eu sou dono de loja de instrumentos (muito, mas muito longe disso mesmo), digo que não estou defendendo dono de loja de música, e sim qualquer comerciante brasileiro. Ou vocês não acham um absurdo pagar R$30.000 num carro 1.0 (já li que nem se vende carro 1.0 em outros países), ou R$2,85 em 1l de gasolina? É só conferir, qualquer produto é incrivelmente mais caro aqui no Brasil do que em qualquer outro lugar, e não acho que isso seja uma malandragem geral, mas sim uma administração porca que só traz prejuízos pra todo mundo. Até porque conheço pessoas que faliram vendendo produtos caríssimos (e bombando de vender).

Conclusão: não tá fácil pra ninguém!

Ahh, mas o caso que o Stefano T. é um pouco diferente disso. A única variável que se modificou no período foi o dólar. Como o baixo já estava em estoque, não tem porque ele ter aumentado de preço, exceto se o comerciante comprou a prazo e pagou em dólar, o que não aprece ser o caso.
Como disse da gasolina, é muito comum isso acontecer. Próximos a aumentos, donos de postos enchem o tanque e acrescem o valor do aumento ao tanque comprado a preço antigo tão logo seja anunciado o aumento... Isso é esperteza, malandragem, mas é mercado também...
Falando em mercado, tudo isso que disse, está previsto e estes aumentos de salários, por exemplo, embora aumente o custo par ao comerciante, as outras pessoas também tiveram aumento de salário. Ou seja, mais dinheiro circulando. Ou seja, mais vendas... Uma coisa compensa outra. Se não for assim, estava todo mundo lascado...

De resto, é o que o Alex falou... política tributária ruim e mal aplicada. Tudo aqui é feito na base do remendo, é burocrático porque os cidadãos burlam porque há burocracia, então os cidadãos continuam a burlar... aí vira um ciclo que não se rompe em lugar algum...

flauius
Membro

Mensagens : 765
Localização : Belo Horizonte

http://8abaixo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Malandragem das lojas de música

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:21 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum