importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por danilocesar em Sex Jul 27, 2012 2:07 pm

Senhores, acompanho o Forum a aproximadamente dois anos, mas só agora decidi escrever alguma coisa.
Estou escrevendo isso como relato de caso, caso alguém decida fazer a mesma coisa... Sempre vi relatos de que tem que pagar o imposto, mas ainda não tinha lido nada sobre como pagar o imposto.

Há quatro anos que toco com um Warwick Corvette 5 cordas, lindo. Mas há algum tempo tenho namorado os P-bass da Fender, e decidi comprar um.

Aproveitei que estava indo para Europa mês passado e começei a pesquisar. O melhor preço encontrei na http://www.thomann.de, mas não comprei lá.
Primeiro porque eu queria ver o contra-baixo, tocar e ver se o som me agradava. Segundo que o prazo de entrega não é 100% garantido, então comprei numa loja física na Finlândia mesmo, por 100 euros a mais.
Usei o baixo para estudo nos dias que fiquei lá para não enferrujar, e depois começou a novela para trazer ele pra casa.

Os Fenders AM Standard P-Bass vêem com um flight-case bastante decente, com fechadura da TSA.


Apesar de um dos fechos ser trancado com chave, li relatos no talkbass de que os fechos sem chaves podem abrir/quebram durante o vôo, por issso eu enrolei eles em fita adesiva.


Agora a parte da $$
Primeiro: Vôos que partem do Brasil geralmente possuem duas franquias de bagagem, então uma mala + contra-baixo não precisa pagar nada.
Segundo: Mesmo a Europa sendo mais cara ainda vale a pena. 1330 euros + 1050 reais de imposto = +-4300 reais. O mais barato que achei aqui foi 5800 e não era 3-Tone Sunburst.

Na hora de pagar o imposto: Siga pela linha Bens a Declarar.
Lá dentro toda a sua bagagem irá passar pelo raio-x, mas aparentemente isso não importa muito. Eles vão pegar sua DBA (se estiver preenchida), e te mandar para um computador p/ fornecer algumas informações (CPF / valor do bem a ser nacionalizado). Esse computador imprime a DARF para você pegar, já com desconto da cota de 500 dolares.

Dentro do salão de desembarque, em frente a esteira 17, há uma agência 24h do banco safra. Você pode usar seu cartão de débito para pagar a DARF (eles cobram uma %, mas é ridícula. Uma conta de mil reais deu 4 reais de taxa). Não saia do salão de desembarque ou sua vida se tornará um inferno Wink

Depois de pagar a DARF, volte ao Bens a Declarar, entregue o comprovante ao fiscal e pegue a comprovante com a descrição dos bens, que você vai usar caso queira viajar com o contra-baixo de novo.

Outros comentários:

  • Pagar imposto dói, mas nem tanto assim. 50% acima da cota de 500 dolares, no meu caso, deu 33% do valor total. Sonegar dói mais no bolso.
  • Não saia da área de desembarque p/ pagar a DARF. Você não vai conseguir voltar lá de novo sem a presença do coordenador fiscal, e ele nem sempre está por lá. Eu saí e não pude voltar. Fiquei esperando e quando a porta abriu pra alguém sair eu pulei pra dentro. Não me admira como algumas bagagens desaparecem em SP =/
  • Fui muito bem atendido quando passei pelo "Bens a declarar". A fiscal acreditou no valor que eu disse, não conferiu o valor na nota e não quis olhar mais nada.
  • Percebi que pessoas do "Nada a declarar" não recebem a mesma simpatia caso comecem a enrolar a histório pro fiscal. Ali o fiscal é Deus..
  • Tire fotos do produto antes de colocar na mala e guarde notas fiscais. Ajuda caso você precise acionar a companhia aérea no caso de extravio de bagagem.


Enfim, segue a última foto do my precious antes da viagem!

danilocesar
Membro

Mensagens : 10
Localização : Curitiba

http://www.danilocesar.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 27, 2012 2:12 pm

danilocesar escreveu:Na hora de pagar o imposto: Siga pela linha Bens a Declarar.

(...)

Depois de pagar a DARF, volte ao Bens a Declarar, entregue o comprovante ao fiscal e pegue a comprovante com a descrição dos bens, que você vai usar caso queira viajar com o contra-baixo de novo.

Não, obrigado...

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por danilocesar em Sex Jul 27, 2012 2:14 pm

allexcosta escreveu:
danilocesar escreveu:Na hora de pagar o imposto: Siga pela linha Bens a Declarar.

(...)

Depois de pagar a DARF, volte ao Bens a Declarar, entregue o comprovante ao fiscal e pegue a comprovante com a descrição dos bens, que você vai usar caso queira viajar com o contra-baixo de novo.

Não, obrigado...

Não pagar o imposto é uma opção, mas um contra-baixo num flight-case chama muito atenção pra passar reto pelo fiscal. É uma roleta russa da qual não quis particiar =)

danilocesar
Membro

Mensagens : 10
Localização : Curitiba

http://www.danilocesar.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por Thales_Sr em Sex Jul 27, 2012 3:06 pm

Legal, gostei do relato... O meio "malandroso" de fazer já está bem explicado por aí, é bom ver o jeito correto.

Thales_Sr
Moderador

Mensagens : 7271
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por Rick Charles em Sex Jul 27, 2012 3:20 pm

Danilo, belo baixo. Poste fotos dele aqui

Rick Charles
Membro

Mensagens : 3754
Localização : Cel. Fabriciano - MG (Fim de mundo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por Paulo Penna em Sex Jul 27, 2012 3:29 pm

Declarei 3 vezes, na ultima me arrependi tanto que não declaro mais nada... se parar, pago a mkulta e vou embora!
Pra ser tratado como bandido, prefiro passar direto.

Paulo Penna
Membro

Mensagens : 1919
Localização : BH

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por danilocesar em Qui Ago 09, 2012 11:14 am

Paulo Penna escreveu:Declarei 3 vezes, na ultima me arrependi tanto que não declaro mais nada... se parar, pago a mkulta e vou embora!
Pra ser tratado como bandido, prefiro passar direto.

Talvez fuja um pouco do tópico, mas pode explicar o que houve Paulo? Útil saber dos problemas que pessoas bem intencionadas podem ter nesses casos.

danilocesar
Membro

Mensagens : 10
Localização : Curitiba

http://www.danilocesar.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por andremega em Dom Ago 12, 2012 4:10 pm

Paulo Penna escreveu:Declarei 3 vezes, na ultima me arrependi tanto que não declaro mais nada... se parar, pago a mkulta e vou embora!
Pra ser tratado como bandido, prefiro passar direto.

Não se seria melhor ter formalizado uma reclamação? Além de enquadrar o cara a não fazer mais isso com você e outros dali pra frente, acho que ainda pode sair mais barato!!

andremega
Membro

Mensagens : 2876
Localização : Paraíba - Patos/João Pessoa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por Paulo Penna em Dom Ago 12, 2012 6:54 pm

Na época eu estava viajando muito... formalizar o que fosse não ia me adiantar em nada e certamente o fiscxal me veria em outra viagem....
Paguei a multa e um abraço. Desde então só declarei em outro aeroporto.

Paulo Penna
Membro

Mensagens : 1919
Localização : BH

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: importação via bagagem acompanhada: relato de caso

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:22 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum