Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 12:59 am

(Texto dedicado exclusivamente aos iniciantes do contrabaixo elétrico)

Saudações a todos!

A décima edição desta coluna será um complemento do Nono Contraponto.

Mais uma vez, escreverei aqui especificamente para quem não entende nada de contrabaixo e quer aprender a tocar este instrumento.

Novamente, o que direi aqui são posições pessoais e não uma verdade absoluta aplicável a todos os casos.

Os leitores mais atentos do Nono Contraponto com certeza notaram que eu falei de muitas coisas naquela coluna, mas não disse uma palavra sobre amplificadores e efeitos.

Além disso, não me aprofundei a respeito de cabos e correia.

Bom, tais omissões foram propositais, pois sinto que estes assuntos merecem uma coluna à parte.

Sendo assim, vamos ao primeiro tema deste Contraponto: Amplificadores de estudo para iniciantes.

Qual amplificador eu recomendo nestes casos?

Nenhum.

Não que os amplificadores de estudo sejam ruins ou que eles não prestem.

Muito pelo contrário.

Respeito as opiniões em contrário, mas pessoalmente dispenso completamente o uso de amplificadores para estudar. Vou na mão mesmo.

Para mim, esta tática de estudos tem sido útil desde que comecei a tocar e, assim sendo, quero falar mais sobre ela.

Creio que é importante conversar aqui a respeito do estudo sem o uso de amplificadores porque tenho visto muitos iniciantes que ficam desestimulados por só terem, na ocasião da compra do primeiro baixo, dinheiro para comprar apenas o instrumento.

Como eles (Os iniciantes) muitas vezes não têm (Compreensivelmente) dinheiro para comprar também um amplificador de estudos, eles ficam desestimulados a prosseguir os estudos pois na cabeça deles não se pode treinar sem amplificador pois "o baixo não tem som" e "fica faltando algo".

Pensar assim não só é errado, como também prejudicial, pois o iniciante acaba criando, na falta de um amplificador, mais um obstáculo na sua jornada de estudos.

E pior do que isso, este é um obstáculo mental cuja existência é completamente desnecessária. O iniciante precisa, no começo, de um bom instrumento, um bom professor, um afinador e um metrônomo.

Só isso. A ausência de um amplificador não impede ninguém de estudar.

Explicando melhor o que quero dizer, essa ligação intrínseca e indissociável entre contrabaixo e amplificador de estudos (No sentido em que só se pode aprender a tocar tendo obrigatoriamente as duas coisas) é uma noção errônea causada pela ignorância própria de quem é iniciante (E note que ignorância aqui não é algo dito como uma ofensa, mas sim como uma constatação pois quem ainda não sabe tocar naturalmente ignora como o instrumento deve ser tocado) e também pela lábia dos vendedores de instrumentos musicais, que tem sua comissão aumentada a cada vez que um iniciante compra também um amplificador de estudos.

Concordo, é claro, que o instrumento precise do amplificador para ser devidamente ouvido em um ensaio/show,mas isso não é uma verdade obrigatória nos estudos.

Pode-se muito bem dispensar completamente o uso de amplificadores para estudar. E ainda ter vantagens com isso.

É sobre essas possibilidades que quero falar com os iniciantes.

As vantagens dessa técnica de estudo são a liberdade de treinar a qualquer hora sem precisar se preocupar com família e/ou vizinhança e também a aquisição, ao longo da prática sem amplificação, do tônus muscular necessário para uma "pegada" mais forte no instrumento (Uma vez que, sem amplificador, os dedos que tangem as cordas precisam tocar com mais força para que a nota possa ser ouvida pelo executante).

A minha experiência me ensinou que é muito mais fácil tocar com uma pegada leve quando já se tem uma pegada forte do que tocar com uma pegada forte quando só se consegue tocar com uma pegada leve. Em outras palavras, subtrair força quando esta já existe é muito mais fácil do que adicioná-la quando os músculos não estão devidamente condicionados para exercê-la de forma constante ao longo do tempo.

Nunca encontrei algo melhor do que treinar para adquirir a força necessária para poder tocar o instrumento com força (Leia-se tocar notas com mais volume sem ter que mexer no volume do amplificador) por bastante tempo.

É claro que cada caso é um caso e entendo que algumas pessoas queiram e também se beneficiem do uso de amplificador nos estudos... Entretanto, enxergo a questão da prática sem amplificação como uma técnica de cultivo do tônus muscular necessário para alcançar a força e os resultados sonoros aos quais aspiro, de forma que para mim o amplificador de estudos sempre foi algo que julguei ser completamente desnecessário.

Na minha opinião, se for para comprar um amplificador, melhor comprar logo algo que sirva para um ensaio ou, melhor ainda, para um show (Mesmo porque mais cedo ou mais tarde chegará o dia em que o iniciante precisará de um amplificador para ensaio/show e amplificadores de estudo não servem para isso)

Além disso, o dinheiro economizado ao se deixar de comprar um amplificador de estudo pode (E deve) ser usado para coisas que julgo serem mais necessárias para um iniciante: Uma correia, um metrônomo, um afinador e, principalmente, aulas com um um bom professor

(Já disse isso antes no Nono Contraponto, mas repito: É muito importante que os primeiros passos no aprendizado do contrabaixo sejam feitos com a supervisão de um professor porque isso fará com que você aprenda o modo correto de tocar o instrumento e evite lesões causadas pelo uso de posturas corporais erradas).

Repito, mais uma vez, que tudo o que disse acima a respeito de amplificadores de estudo é uma posição pessoal minha. Isso é o que eu faço.

Não sou o dono da Verdade e não estou mandando ninguém abandonar o amplificador na hora de estudar em prol do estudo sem amplificação.

Além disso, eu também não estou mandando ninguém deixar de comprar um amplificador para estudar. Se o iniciante tem dinheiro para comprar também um amplificador, ótimo (Desde que ele tenha dinheiro também para pagar por aulas com um bom professor).

O intuito desta parte do Décimo Contraponto é demonstrar as vantagens de treinar sem amplificador e explicar para o iniciante que não tem dinheiro para comprar um baixo e um amplificador (Situação que eu mesmo já vivi) que não poder adquirir um amplificador não é o final do mundo e que não ter um amplificador não é nenhum tipo de obstáculo para quem quer aprender a tocar contrabaixo.

Muito pelo contrário. O estudo sem amplificação elétrica é perfeitamente possível (Como demonstrei acima) e não ter um amplificador de estudos não é motivo (E nem desculpa) para deixar de estudar.

Enfim, dito isso, cada um é livre para pensar como bem entender e agir da maneira que lhe for mais conveniente.

Aos interessados em adquirir um amplificador, seja ele de estudo ou para ensaios/shows, recomendo enfaticamente a leitura desta seção do Fórum.

http://www.contrabaixobr.com/f17-amplificadores-monitoracao

Nela vocês encontrarão muita informação a respeito de amplificadores, informação escrita por pessoas muito mais entendidas neste assunto do que eu.

Dentro desta seção, há muitos tópicos úteis. Recomendo, em especial, este topico que ensina como transformar o PC como amplificador de estudos.

Observação adicional: Sei, é claro, que muitos amplificadores tem entrada para fones de ouvido, de forma que eles podem ser usados a qualquer hora do dia ou da noite sem incomodar a vizinhança. Entretanto, mesmo com essa comodidade, ainda prefiro praticar sem amplificador porque detesto usar fones de ouvido, para ser franco. Nunca gostei deles e prefiro não usá-los para preservar ao máximo a minha audição.

Sendo assim, só uso fones de ouvido na única situação em que realmente sou obrigado a usá-los: Em gravações.

Dito isso, chegou a hora de falar sobre o segundo tema deste Contraponto:Correia.

Na minha opinião, dizer que uma correia é um acessório chega a ser algo injusto devido à imensa importância que ela tem em nossas vidas musicais.

É com ela que somos capazes de tocar o instrumento em pé, pois através dela nosso ombro recebe o peso do instrumento quando nos levantamos com ele.

A escolha da correia é de vital importância, não se esqueçam disso.

Para que o ombro de vocês não seja lesionado toda vez que vocês ficarem de pé com o instrumento por bastante tempo, recomendo, para a saúde de seus ombros, que a correia escolhida seja larga e bem alcolchoada.

É importante que a correia seja larga e alcolchoada para que o peso do instrumento seja distribuído melhor na área do ombro, principalmente se o contrabaixo escolhido for um instrumento pesado.

Como sugestão, leiam este tópico.

http://www.contrabaixobr.com/t4190-correia-item-muito-mas-muito-importante

Dito isso, vamos ao terceiro tema deste Contraponto:Cabos.

Recomendo cabos mais curtos para o uso junto a um amplificador de contrabaixo. 10 pés (Aproximadamente 3 metros) é o comprimento ideal. Cabos maiores do que isso estragam o timbre do instrumento devido ao aumento de impedância.

Que marca recomendo? A única marca que posso recomendar é a Spectraflex, pois estes são os cabos que uso. São cabos caros, mas a qualidade compensa o preço. Eles nunca me deixaram na mão (Um deles me acompanha desde 1995, firme e forte).

Há outras opções, claro, mas não falarei sobre o que não sei.

De qualquer forma, aos interessados em saber mais sobre cabos e também sobre correias, recomendo enfaticamente a leitura desta seção do Fórum.

http://www.contrabaixobr.com/f23-cordas-acessorios

Dito isso, vamos ao quarto e último tema deste Contraponto:Efeitos.

Irei direto ao ponto:Iniciantes não precisam de efeitos.

Sim, eu disse isso mesmo.

Iniciantes não precisam de efeitos.

O iniciante precisa, no começo, de um bom instrumento, um bom professor, um afinador e um metrônomo.

Só isso.

E por "só isso" quero dizer "só isso mesmo."

Não quero ser rude, mas tenho que ser honesto e dizer que, no começo do aprendizado, a coisa mais importante é aprender a tocar. É só isso o que importa nessa etapa do desenvolvimento contrabaixístico.

A hora de se pensar em efeitos para contrabaixo é DEPOIS que se aprender a tocar.

Uma coisa de cada vez.

Pensar em efeitos quando se começa a aprender a tocar o contrabaixo é condicionar o desempenho nos estudos à posse deste ou daquele pedal... Ou seja, isso é mais um obstáculo mental e inútil que o iniciante pode colocar contra si mesmo.

Sendo assim, repito:Iniciantes não precisam de efeitos.

Aprendam a tocar primeiro. Usem o dinheiro que seria usado na compra de pedais de efeitos para pagarem aulas com um bom professor.

Até o próximo Contraponto!

Post Scriptum: Quando comprei meu primeiro baixo (No começo dos anos 90), eu não tinha dinheiro na época para comprar também um amplificador de estudos. Saí, portanto, da loja somente com o baixo.

Iniciante como eu era, fiquei muito decepcionado, mas, como eu realmente queria muito tocar, me conformei com a ausência do amplificador e comecei a tocar assim mesmo, na mão e sem amplificador. Com o tempo, me acostumei com esse tipo de treino, comecei a gostar de treinar dessa forma, percebi as imensas vantagens desse método (Praticidade e aquisição de tônus muscular necessárias para tocar o instrumento com força, mantendo essa força de modo constante) e até hoje treino todo dia sem nenhum tipo de amplificação elétrica.

É como dizem, se a vida te dá limões, transforme-os em uma limonada. What a Face

Post Scriptum 2: Alguns anos depois que comecei a tocar, li em uma edição americana da Bass Player que o Billy Sheehan também prefere praticar sem amplificadores (Não estou sozinho nessa... ) What a Face

Post Scriptum 3: O metrônomo é uma peça importantíssima para que o iniciante adquira o senso rítmico necessário para aprender a tocar dentro do andamento musical.

Eles podem ser de dois tipos: Mecânicos (de pêndulo) ou eletrônicos. Os preços variam bastante (Via de regra, os eletrônicos são bem mais baratos do que os mecânicos), mas encontrar um metrônomo de baixo custo é relativamente fácil.

Sendo assim, fica a dica: Compre um metrônomo. Wink


Última edição por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 4:29 pm, editado 7 vez(es)
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por subgrave em Dom Dez 02, 2012 1:42 am

Entendo ser importante o iniciante ter uma boa referência do som do instrumento, nem que seja um aparelho de som, caixinhas de pc, ou fones de ouvido.

Hoje em dia todo mundo tem computador em casa, e com um fonezinho de ouvido fica um som de contrabaixo bem joia no pc.

E ainda tem prá baixar muitos afinadores e metrônomos, e dá prá tocar junto com mp3, tudo no computador com um simples fone de ouvido.

E o investimento num bom fone de ouvido é bem menor que num amplificador de inciante.

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 1:35 pm

Edição: O Décimo Contraponto foi reescrito em partes. Algumas idéias foram resumidas, outras foram explicadas com mais detalhes.

A intervenção do subgrave foi bastante útil ao me mostrar as partes que precisavam de melhorias. Sou grato a ele por isso.

subgrave escreveu:Entendo ser importante o iniciante ter uma boa referência do som do instrumento, nem que seja um aparelho de som, caixinhas de pc, ou fones de ouvido.

Concordo, mas isso não quer dizer que o som do instrumento sem amplificação não seja, por si só, uma referência (E isso também não quer dizer ele não seja uma boa referência).

O som do instrumento sem amplificação não é, obviamente, a mesma coisa do que o som que se consegue com um amplificador.

Mas, mesmo com estas diferenças óbvias, o som do instrumento sem amplificação é uma referência e, para mim, ela tem sido uma ótima referência até hoje.

Quando aludo às vantagens de se treinar sem amplificador, quero mostrar ao iniciante que por acaso não tenha como comprar, logo de cara, um baixo e um amplificador que o fato dele não ter um amplificador não é o final do mundo e muito menos um motivo para deixar de estudar.

Quis mostrar para pessoas que só tem o contrabaixo que é possível sim treinar sem amplificador e sair ganhando com isso.

É claro que o ideal é sair da loja com baixo, amplificador, bag, correia, cabos de boa qualidade... Mas nem sempre isso é possível. Para mim mesmo isso não foi possível. Quando comprei meu primeiro baixo eu só pude comprar o instrumento e nada mais.

Sendo assim, quis mostrar para algum leitor que esteja nessa situação que a idéia que relaciona o estudo do contrabaixo com a presença de um amplificador é uma idéia que, mesmo onipresente, é questionável, pois ele pode muito bem, com a devida orientação de um bom professor, iniciar os seus estudos tendo apenas o baixo para treinar em casa.

Em outras palavras, a presença de um amplificador de estudos não é uma condição sine qua non para o aprendizado. Não ter tal amplificador não condena ninguém a jamais aprender a tocar contrabaixo.

subgrave escreveu:
Hoje em dia todo mundo tem computador em casa, e com um fonezinho de ouvido fica um som de contrabaixo bem joia no pc.

Concordo, mas nem todo mundo tem computador em casa e nem todo mundo que tem computador em casa pode levá-lo para outro lugar.

Condicionar o estudo à presença de um computador é algo limitante, ao meu ver, pois nem sempre temos um por perto (E as vezes temos ele próximo de nós, mas ficamos sem energia elétrica).

Nestes casos, devemos deixar de estudar/treinar/tocar por causa disso?

Penso que não.

A praticidade do computador como ferramenta de estudo é inquestionável, mas mesmo ele, ao meu ver, não é uma condição sine qua non para o estudo do contrabaixo.

subgrave escreveu:
E ainda tem prá baixar muitos afinadores e metrônomos, e dá prá tocar junto com mp3, tudo no computador com um simples fone de ouvido.

Concordo.

Entretanto, mesmo com todas essas praticidades, continuarei a insistir neste ponto: Iniciantes precisam comprar um afinador e um metrônomo de verdade.

Afinadores e metrônomos reais têm imensas vantagens sobre as suas contrapartes virtuais. Eles não dependem da presença de um computador, eles não dependem de energia elétrica (Um metrônomo mecânico e um diapasão de sopro não dependem nem mesmo de baterias), eles não dependem de acesso à internet, eles não dependem de atualização de softwares, eles estão livres de qualquer problema que possa ameaçar o funcionamento de um computador e eles podem realmente ser levados a qualquer lugar (Até mesmo em locais aonde não é seguro andar com um laptop).

subgrave escreveu:E o investimento num bom fone de ouvido é bem menor que num amplificador de inciante.

Concordo, mas é preciso ter em conta que o uso de fones de ouvido é algo que está muito longe de ser inofensivo, principalmente para nós, músicos, uma vez que este uso pode levar à perda (irreversível) de audição.

Pessoalmente, tendo em vista a preservação de minha própria audição, prefiro me manter o mais longe possível deles.

Importante: Maiores informações sobre a questão do uso de fones de ouvido podem ser encontradas no Quarto Contracanto.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por carimbass em Dom Dez 02, 2012 2:06 pm

Zubrycky escreveu:

Qual amplificador eu recomendo nestes casos?

Nenhum.

Não que os amplificadores de estudo sejam ruins ou que eles não prestem.

Muito pelo contrário.

Respeito as opiniões em contrário, mas pessoalmente dispenso completamente o uso de amplificadores para estudar. Vou na mão mesmo.

Para mim, esta tática de estudos tem sido útil desde que comecei a tocar e, assim sendo, quero falar mais sobre ela.

Creio que é importante conversar aqui a respeito do estudo sem o uso de amplificadores porque tenho visto muitos iniciantes que ficam desestimulados por só terem, na ocasião da compra do primeiro baixo, dinheiro para comprar apenas o instrumento.

Como eles (Os iniciantes) muitas vezes não têm (Compreensivelmente) dinheiro para comprar também um amplificador de estudos, eles ficam desestimulados a prosseguir os estudos pois na cabeça deles não se pode treinar sem amplificador pois "o baixo não tem som" e "fica faltando algo".

Pensar assim não só é errado, como também prejudicial, pois o iniciante acaba criando, na falta de um amplificador, mais um obstáculo na sua jornada de estudos.

E pior do que isso, este é um obstáculo mental cuja existência é completamente desnecessária. O iniciante precisa, no começo, de um bom instrumento, um bom professor, um afinador e um metrônomo.

Só isso.


Nosso instrumento é o baixo ELÉTRICO que pelo próprio nome pressupõe a necessidade de amplificação ( seja ela qual for, fone, Amp, microsystem e etc... ) Começar a estudar sem o auxílio de uma fonte sonora amplificada além de broxante ( como sentir o grave do baixo ? ) é prejudicial pois a pessoa terá que tocar com bastante força para ser ouvir minimamente e isso fará com que o desenvolvimento do "feeling" vá pro espaço.... Sem falar na impossibilidade de acompanhar o seu cd predileto...

carimbass
Membro

Mensagens : 1423
Localização : Ananindeua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Boss2K em Dom Dez 02, 2012 2:14 pm

Zubrycky, uma pergunta cretina:

Suas palavras estão, exclusivamente, voltadas para os baixista de elétrico?

Seria bom deixar isso claro, não?

Nosso fórum, não é exclusivamente, composto de "elétricos". Podem ser a maioria, mas ... os do acústico também existem ... Shocked

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por subgrave em Dom Dez 02, 2012 2:38 pm

ps.: seguidamente toco com o baixo desplugado por preguiça de ligar um monte de tralha Wink

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por carimbass em Dom Dez 02, 2012 2:39 pm

Boss2K escreveu:Zubrycky, uma pergunta cretina:

Suas palavras estão, exclusivamente, voltadas para os baixista de elétrico?

Seria bom deixar isso claro, não?

Nosso fórum, não é exclusivamente, composto de "elétricos". Podem ser a maioria, mas ... os do acústico também existem ... Shocked

A GRANDE maioria do universo contrabaixístico ( inclusive o fórum ) é voltada para o Elétrico, é óbvio que a turma do acústico e do baixolão tem a acústica do próprio instrumento. Porém em casos de iniciantes, quase ninguém começa sua vida musical ou contrabaixística pelo acústico ou baixolão...

carimbass
Membro

Mensagens : 1423
Localização : Ananindeua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por carimbass em Dom Dez 02, 2012 2:40 pm

subgrave escreveu:ps.: seguidamente toco com o baixo desplugado por preguiça de ligar um monte de tralha Wink

Você começou seus estudos assim? Geralmente quando iniciamos um dos maiores prazer é ligar essa tralha toda... Wink

carimbass
Membro

Mensagens : 1423
Localização : Ananindeua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 2:45 pm

Boss2K escreveu:Zubrycky, uma pergunta cretina:

Suas palavras estão, exclusivamente, voltadas para os baixista de elétrico?

Seria bom deixar isso claro, não?

Nosso fórum, não é exclusivamente, composto de "elétricos". Podem ser a maioria, mas ... os do acústico também existem ... Shocked

Sua pergunta está muito, mas muito longe de ser cretina, meu Caro.

As palavras estão mesmo dedicadas, de forma exclusiva, aos iniciantes no contrabaixo elétrico.

Como a minha experiência com o baixo acústico é bem menor do que a que gostaria, eu não me atrevo a aconselhar os iniciantes neste instrumento.

Sua observação é muito válida, de forma que acabei de atualizar o Nono e o Décimo Contrapontos com esta informação preliminar.

Obrigado pela pergunta!
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Boss2K em Dom Dez 02, 2012 2:46 pm

carimbass escreveu:Porém em casos de iniciantes, quase ninguém começa sua vida musical ou contrabaixística pelo acústico ou baixolão...
Que é isso? ... há controvérsias ... nem tanto ao mar, nem tanto à terra, conterrâneo ....

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Boss2K em Dom Dez 02, 2012 2:51 pm

carimbass escreveu:Geralmente quando iniciamos um dos maiores prazer é ligar essa tralha toda... Wink
Porque você não experimenta?

http://www.contrabaixobr.com/t3966-experiencia-usando-a-cabeca-como-caixa-acustica

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Boss2K em Dom Dez 02, 2012 2:52 pm

Zubrycky escreveu:Obrigado pela pergunta!
up

Aproveitando a deixa ... Ainda estou esperando pelas fotos, OK?

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 3:02 pm

carimbass escreveu:
Zubrycky escreveu:

Qual amplificador eu recomendo nestes casos?

Nenhum.

Não que os amplificadores de estudo sejam ruins ou que eles não prestem.

Muito pelo contrário.

Respeito as opiniões em contrário, mas pessoalmente dispenso completamente o uso de amplificadores para estudar. Vou na mão mesmo.

Para mim, esta tática de estudos tem sido útil desde que comecei a tocar e, assim sendo, quero falar mais sobre ela.

Creio que é importante conversar aqui a respeito do estudo sem o uso de amplificadores porque tenho visto muitos iniciantes que ficam desestimulados por só terem, na ocasião da compra do primeiro baixo, dinheiro para comprar apenas o instrumento.

Como eles (Os iniciantes) muitas vezes não têm (Compreensivelmente) dinheiro para comprar também um amplificador de estudos, eles ficam desestimulados a prosseguir os estudos pois na cabeça deles não se pode treinar sem amplificador pois "o baixo não tem som" e "fica faltando algo".

Pensar assim não só é errado, como também prejudicial, pois o iniciante acaba criando, na falta de um amplificador, mais um obstáculo na sua jornada de estudos.

E pior do que isso, este é um obstáculo mental cuja existência é completamente desnecessária. O iniciante precisa, no começo, de um bom instrumento, um bom professor, um afinador e um metrônomo.

Só isso.


Nosso instrumento é o baixo ELÉTRICO que pelo próprio nome pressupõe a necessidade de amplificação ( seja ela qual for, fone, Amp, microsystem e etc... ) Começar a estudar sem o auxílio de uma fonte sonora amplificada além de broxante ( como sentir o grave do baixo ? ) é prejudicial pois a pessoa terá que tocar com bastante força para ser ouvir minimamente e isso fará com que o desenvolvimento do "feeling" vá pro espaço.... Sem falar na impossibilidade de acompanhar o seu cd predileto...

Concordo que o contrabaixo seja elétrico e que, portanto, ele necessite de amplificação.

Entretanto, isso não quer dizer que o estudo sem amplificação seja impossível e quem não disponha de um amplificador (Em especial por condições financeiras) esteja automaticamente impedido de estudar e de progredir musicalmente só porque não existe um amplificador por perto.

A presença de um amplificador não é, de forma alguma, uma condição sine qua non para a realização do estudo do contrabaixo elétrico.

Em outras palavras, estudar sem amplificar é, sim, perfeitamente possível... Afinal de contas, o estudo é uma situação musical muito diferente do que fazer shows, ensaios e gravações.

Eu mesmo pratico sem amplificador e não vejo o menor problema nisso. Tenho feito isso há quase 20 anos e esta prática diária nunca me prejudicou em alguma coisa (Aliás, se eu tivesse sido prejudicado por estudar sem amplificação, eu jamais citaria a existência deste método para os iniciantes que por acaso lerem o que escrevi... Além disso, note que, ao longo destas colunas dedicadas para iniciantes, tenho enfático quanto à necessidade dos iniciantes começarem os seus estudos sempre sob a supervisão de um bom professor).

Não penso que a experiência estudar sem amplificador seja, de forma alguma, brochante. Os timbres com e sem amplificação são obviamente diferentes, mas ambos são perfeitamente utilizáveis, com ou sem a presença de graves.

Quanto a tocar com força para ser ouvido, bom, conforme explicado anteriormente, uma das vantagens de se treinar sem amplificador é justamente a aquisição do tônus muscular para ser capaz de tocar com força durante longos períodos de tempo (Mais uma das coisas que só a prática traz), vantagem essa que descobri com a minha própria experiência.

Além disso, acompanho os meus cds prediletos tocando sem amplicando sem o menor problema. Essa é mais uma das coisas que a prática traz.

Além disso, não vejo como o "feeling" (Termo que uso aqui entre aspas porque cito a palavra que você escreveu) pode ser prejudicado com a prática do treino sem amplificador. Aliás, se "feeling" dependesse do uso de amplificador, todo músico que treina com amplificação o teria automaticamente...

avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por carimbass em Dom Dez 02, 2012 3:19 pm

Pelo que entendi do seu tópico (confesso que não tive disposição pra ler todo) ele é voltado para os Iniciantes e se tratando desse público , EU indicaria que existir alguma forma de ligar o baixo em uma fonte amplificada ( seja ela qual for ) ele o faça. Óbvio que se o cara não tiver como, faça como o Boos2k indicou aí em cima e adeus coluna vertebral....

carimbass
Membro

Mensagens : 1423
Localização : Ananindeua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Zubrycky em Dom Dez 02, 2012 3:39 pm

carimbass escreveu:Pelo que entendi do seu tópico (confesso que não tive disposição pra ler todo) ele é voltado para os Iniciantes e se tratando desse público , EU indicaria que existir alguma forma de ligar o baixo em uma fonte amplificada ( seja ela qual for ) ele o faça. Óbvio que se o cara não tiver como, faça como o Boos2k indicou aí em cima e adeus coluna vertebral....

Resumindo o que disse até o momento, não escrevi uma coluna dizendo para que um iniciante com condições financeiras de comprar um contrabaixo e um amplificador deixe de comprar um amplificador. Além disso, eu também não disse para ninguém deixar de usar amplificador.

Um dos intuitos do Décimo Contraponto é falar para os iniciantes sobre a prática de estudo sem amplificador, assunto sobre o qual pouco se fala e tema que julgo ser pertinente, uma vez que nem todos têm dinheiro o bastante para sair da loja com contrabaixo e amplificador.

Ao demonstrar as vantagens de treinar sem amplificação, tenho como objetivo explicar para o iniciante que não tem dinheiro para comprar um baixo e um amplificador ao mesmo tempo (Situação que eu mesmo já vivi, diga-se de passagem) que não poder adquirir um amplificador não é o final do mundo e que não ter um amplificador não é nenhum tipo de obstáculo para quem quer aprender a tocar contrabaixo.

Muito pelo contrário. O estudo sem amplificação elétrica é perfeitamente possível (Como demonstrei acima) e não ter um amplificador de estudos por perto não é motivo (E nem desculpa) para deixar de estudar.

avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por subgrave em Dom Dez 02, 2012 4:42 pm

carimbass escreveu:
subgrave escreveu:ps.: seguidamente toco com o baixo desplugado por preguiça de ligar um monte de tralha Wink

Você começou seus estudos assim? Geralmente quando iniciamos um dos maiores prazer é ligar essa tralha toda... Wink

Comecei num 3em1 devia ser national, depois fui prá uma caixa multiuso Frahm, depois fui prum meteoro rx100 que era pior que a Frahm e o 3em1..., e a história vai longe... Realmente quando se é iniciante é muito divertido ligar o baixo em qualquer troço que seja!

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Alan Lazari em Seg Jan 14, 2013 12:21 am

Me identifiquei muito com o texto.
Eu toco baixo como hobby há uns 6 anos, e eu comecei no baixolão exatamente pelo fato de não ter condição de comprar um amplificador na época. Dava pra estudar de boa em casa e levava ele para alguns luais que a galera fazia, mas como o som dos violões que eu acompanhava encobriam o baixolão eu era obrigado a tocar com mais força. Acabou que migrei pro eletrico mas mantive a pegada forte e não sinto dificuldades em realizar uma pegada mais leve.
Ganhei um metronomo de pendulo de presente dos meus pais quando comecei a tocar e procurava sempre estudar com ele. Nunca fui um baixista tão agil e habilidoso, mas ninguém podia se queixar da minha rítmica, pelo contrário, por vezes até era elogiado por isso.
Há alguns meses voltei a pegar o baixo depois de um bom tempo parado por motivos pessoais e vejo que estou "enferrujado", mas as noções que adquiri no inicio se mantem até hoje. Sendo assim gostaria de elogiar seu texto Zubrycky, pois creio que ele seja de muita serventia para o guri que esta começando agora a focar mais nos estudos do que no timbre do baixo.
avatar
Alan Lazari
Membro

Mensagens : 74
Localização : Santo André - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Fernando Zadá em Seg Jan 14, 2013 10:05 am

subgrave escreveu:ps.: seguidamente toco com o baixo desplugado por preguiça de ligar um monte de tralha Wink

Tralha?
Cabo de força do ampli mais cabo entre ampli e baixo!!! Rssss
Precisa mais que isso?
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10479

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Lucas94 em Seg Jan 14, 2013 11:50 am

Quando comecei a tocar não tinha amplificador e praticava normalmente, mas sinceramente fiquei muito feliz quando comprei meu amplificador, mesmo sendo de qualidade duvidosa.

Lucas94
Membro

Mensagens : 638
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Décimo Contraponto (Para iniciantes): Sobre amplificadores de estudo, correia, cabos e efeitos.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum