[Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qua Dez 19, 2012 7:31 pm

Alguns amigos daqui, também presentes no facebook, já viram que eu estava correndo atrás de formar uma banda.

Pois bem, consegui. Estou feliz porque todos estão na mesma situação que eu: Trabalham sem música mas tem o sonho de estar em grandes palcos. Melhor de tudo é que todos são grandes músicos. Porém, estavam parados. Eu é que tenho que começar a me virar treinando mais, hehehe.

A banda já tem o seu objetivo traçado que é de bailes, casamentos e festas.
Como em toda a minha vida eu simplesmente era chamado para tocar em X local, o local já havia sua infra e eu sempre levava as minhas coisas, gostaria de saber, além dos instrumentos e retornos, quais são os investimentos iniciais de uma banda.

Exemplo: Temos que nos preocupar de ter um P.A. ... Microfone X é melhor para palco... Temos que ter um técnico de som...

Iremos discutir (os componentes da banda) isso semana que vem e gostaria de ter algumas coisas, em mãos, para tentarmos trilhar o caminho certo.

Eu já abri um tópico semelhante no passado mas era da compra de um P.A. que não aconteceu quando eu participava de uma igreja e tal. Estou entrando em outra realidade, outro Mundo.

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por allexcosta em Qua Dez 19, 2012 8:16 pm

As variáveis são infinitas... Bem complicado dar alguma opinião sem saber mais.

A grosso modo, eu não recomendo comprar PA.

É bom cada um ter um retorno portátil e se o canário quiser comprar o mic dele não faz mal. Mais que isso já complica um pouco.

Você precisa ter o contato das empresas de sonorização da região e vender a banda com ou sem PA.

Tenha um bom input list e mapa de palco para quando o PA for fornecido pelo contratante.

Se há a possibilidade de fazer eventos muito pequenos arrume uma mesinha amplificada e umas caixas pra voz com um retorno. Seria mais ou menos o mesmo equipamento do ensaio, mas não é bom investir muito nisso.

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qua Dez 19, 2012 8:26 pm

Legal, Allex.

Me corrige se eu estiver errado: input list seria o que eu irei usar de canal em mesa? Tipo, dois canais para teclado, três microfones para os canários... ?

O que você precisa saber a mais para me auxiliar a "não fazer burrada"?

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por allexcosta em Qua Dez 19, 2012 8:30 pm

Sim, input list é isso...

Precisaria saber do mercado. Dependendo de como seja sua região, pode valer a pena comprar um monte de coisa, mas se for pra montar uma banda pra tentar, o certo é não comprar nada.

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qua Dez 19, 2012 8:42 pm

Entendi.

Bem, moro no Litoral de SP. Para bandas, mesmo que recentes, existem várias oportunidades aqui.
Em relação a casamentos, imagino eu que preciso ter, pelo menos, o básico, 2 caixas, mesa e mics. Nem todas as igrejas possuem isso para fornecer. Mas isso eu me preocupo assim que eu tiver algum contrato fechado (acho que deva ser assim o pensamento).

Como sempre toquei em igreja, aqui na região, "imagino" eu que eu consiga algo fácil.

Eu estava tendo uma ideia, não sei se é bizarra: Para mostrar a cara da banda (já com repertório definido, banda ensaiada e tudo mais), a própria banda fazer uma vaquinha, alugar um som, e tentar se auto promover, é algo que seria viável (sou realmente muito leigo no assunto)?

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por subgrave em Qua Dez 19, 2012 9:06 pm

gsfteodoro escreveu:
Em relação a casamentos, imagino eu que preciso ter, pelo menos, o básico, 2 caixas, mesa e mics.

02 caixas é meio pouco para qualquer aplicação que não seja ensaio, pense em no mímino 04 caixas onde 02 sejam de graves, baile tem que ter o peso do bumbo e do baixo bem presentes...

E não esqueça das luzes, tem quer alguns canhões de luz, inventaram os de led que são muito bons e tem alta durabilidade... e uma maquininha de fumaça também vai bem...

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qua Dez 19, 2012 10:01 pm

Em relação ao baile, imagino inicialmente contar com uma terceirização de som e iluminação. Mas, e um casamento?

Mesmo assim, mensagem notada, subgrave. Quantos watts de P.A. você sugere?

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por NeyBass em Qui Dez 20, 2012 10:40 am

minha idéia: para bailes e grandes eventos, seria melhor, vc terceirizar o som ou exigir do contratante que contrate o som.

para casamentos se for cerimonial dentro da igreja, não precisa de muita potência não, pois é um som ambiente.

se for tocar durante o jantar e afins, precisa de um pouco mais de som, então EU, me preparia para tocar durante os jantares de casamento e automaticamente ja estaria preparado para cerimônias.

Agora comprar P.A, aí já acho bem complicado, pq ou vc compra coisa com potência de sobra ou o risco de passar vergonha durante um show é grande.

Caso a vontade de vcs é ter um P.A bacana, eu optaria por comprar um P.A, para quantidade "X", de pessoas, eventos maiores, que meu som não suportasse aí faria como escrevi na 1ª linha.


Última edição por NeyBass em Qui Dez 20, 2012 10:44 am, editado 1 vez(es)

NeyBass
Membro

Mensagens : 3036
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por allexcosta em Qui Dez 20, 2012 10:42 am

É difícil opinar sem conhecer a realidade de igrejas.

Um PA de verdade para 500 pessoas custa uns 40.000 e é muito mais que uma mesa e duas caixas.

Eu não concebo a idéia de pagar pra tocar, mesmo pra mostrar a banda, mas cada um é de um jeito.

allexcosta
Administrador

Mensagens : 39337
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por Boss2K em Qui Dez 20, 2012 10:47 am

Qual é a realidade financeira do grupo?

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qui Dez 20, 2012 1:14 pm

Sinceramente, lendo as respostas, acho que meu conceito de PA está errado.

NeyBass escreveu:...para casamentos se for cerimonial dentro da igreja, não precisa de muita potência não, pois é um som ambiente....
Gostaria de ter uma noção de o que que é essa potência. Tem como me dar um exemplo?

allexcosta escreveu:
Um PA de verdade para 500 pessoas custa uns 40.000 e é muito mais que uma mesa e duas caixas.
Estou procurando mais sobre PA.

allexcosta escreveu:
Eu não concebo a idéia de pagar pra tocar, mesmo pra mostrar a banda, mas cada um é de um jeito.
Ok. Notado.

Boss2K escreveu:Qual é a realidade financeira do grupo?
Como falei anteriormente, somos todos empregados e começaremos a usar a música como diversão/ segundo emprego. Ou seja, precisamos de metas para discutirmos. Qual a necessidade? Entende!?

Não sei se estou sendo muito claro na minha dúvida.

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por Boss2K em Qui Dez 20, 2012 3:15 pm

Vamos lá,

Dois ou três amigos se juntam, "fundam" uma banda, e em seguida procuram dois ou três outros para completá-la. Os "desconhecidos" tocam bem, são aprovados e passam a fazer parte do grupo. Visto que o importante é começar a tocar logo. Apresentar-se em algum local e ganhar experiência, geralmente não se discute os objetivos nem se faz planos detalhados; no máximo, quando um músico é convidado pergunta sobre isso. Ouvem-se respostas do tipo "vamos montar um repertório seguindo tal linha e depois a gente vê no que dá", ou "nosso objetivo é, mais pra frente, gravar um disco e ser uma banda diferente", ou ainda "minha prima é amiga da namorada do diretor artístico da gravadora tal e garantiu que...", ou (pior) "nossa proposta é gravar um clip, estourar na MTV e ganhar um Grammy dentro de no máximo dois anos". Só que nada disso é uma proposta ou um objetivo: qualquer pessoa normal gostaria de ganhar bastante dinheiro e ser apreciada por aquilo que faz, mas a música é outra coisa, muito diferente.

Não basta "conversar" sobre objetivos imediatos. É preciso "planejar" um esquema sério de trabalho, com metas a curto, médio e longo prazos. Será meio supérfluo, nas primeiras bandas da carreira de um candidato a músico profissional, gastar muita saliva com altos planejamentos, pois o que vem primeiro é adquirir experiência, sentir na pele o que é trabalhar em grupo. Mas na seqüência, desenvolvendo-se a maturidade no métier, chegará um novo nível de exigências em termos de qualidade da música que se faz, dos equipamentos que se usa, dos locais onde realmente interessa trabalhar, etc.; é esse o momento de se falar mais sério a respeito daquilo que se pretende fazer.

Num mundo e numa época em que mais de 200 vídeoclips são lançados por semana, uma banda precisa estar bem consciente de suas possibilidades e estabelecer um planejamento rigoroso; fazendo isso, tem uma remota chance de "acontecer" no mercado de diversões. Neste nível é provável que já se tenha algumas composições próprias, talvez até já gravadas em demo, de modo que os novos participantes entram para integrar-se ao trabalho e a banda continua a compor o que falte para realizar um projeto mais ambicioso, como batalhar um CD.

Quando não há metas nem planejamento, cedo ou tarde algum componente da banda vai se sentir explorado (se achar que está acumulando maior número e responsabilidade das tarefas do grupo) ou no mínimo prejudicado (se achar que já está fazendo a maior parte das concessões em relação ao seu próprio gosto musical ou interesse profissional). Isso quando as divergências e problemas musicais não chegam a um impasse, coisa comum de acontecer e que costuma representar que o navio está afundando irremediavelmente. Então salve-se quem puder, pois a banda já não tem mais salvação.

Há coisas que só podem ser realizadas em grupo, seja porque tal realização exige trabalhos diferenciados ou porque só será feita com qualidade por especialistas. Em geral, cada componente de um grupo é especialista numa única atividade; eventualmente em duas - como é comum em bandas onde o cantor é também encarregado de algum instrumento. Quando alguém é especialista em muitas coisas, pode-se apostar que não será verdadeiramente bom em nenhuma delas, a menos que se trate de um daqueles palhaços de circo que tocam bumbo, chimbal, sanfona e gaita, tudo ao mesmo tempo; mas uma trupe de circo não é o mesmo que uma banda de música, com algumas excessões.

Há muitas funções para um músico de banda além de tocar ou cantar. Uma delas é ajudar o baterista a carregar aquele mundo de badulaques que eles usam. Outra é fazer boas relações com o técnico de som, pois se ele não for com a tua cara pode muito bem "derrubar" o show. Outra ainda é ir pagar o Imposto Sobre Serviços ou a anuidade da Ordem dos Músicos. E mais uma: conseguir, com muito jeito, que o baterista pare de tocar tão forte sempre que o saxofonista tem um solo. São mil e uma coisinhas e coisinhas para se fazer num grupo. Isto posto, quem faz o que? E por que?

Diz o ditado: manda quem pode, obedece quem tem juízo. Pode até ser um provérbio meio fascista, mas é apenas tão cruel quanto a realidade, ao menos quando se trata de um grupo em que alguém é dono dos equipamentos ou é que faz os contratos de serviço. Nesses casos, muito comuns, a distribuição de funções e a última palavra sobre qualquer pendência será dele - o Chefe. Ele tem poder, pela banal razão de ser também (e antes de tudo) o "dono da bola". Você que não é o chefe, apenas obedece ou dá o fora, simples assim.

Nem sempre, porém, o dono das coisas tem cacife suficiente para mandar. Quando um dos componentes é notavelmente melhor que os outros do grupo - digamos, por exemplo, um cantor excepcional - pode acontecer de, mesmo não sendo ele o Chefe, tornar-se o "mandachuva", baseado em que a banda se sustenta principalmente sobre ele, de forma que sua saída pode acabar com o projeto. Isso vale também para produtores, compositores e arranjadores. Mas esse é o tipo de situação que corrói a integridade do grupo e tende, no limite, a destruí-lo.

Embora digam que se trata dos males o menor, Democracia funciona assim: você bota uma porção de Egos para conversar sobre seus respectivos egoísmos e tentar encontrar um ponto médio aceitável pela maioria; decidida a questão, a minoria engole o sapo e cala a boca. No caso de uma banda, o mais comum nesses "debates democráticos" é que chegue o dia do Juízo Final antes que algum dos Egos aceite o "Inferno dos Outros".

Tocar bem é preciso, mas não basta; é preciso tocar com. Conversar é preciso, mas também não basta; é preciso dialogar, ou seja, tentar esclarecer os seus argumentos e fazer o possível para entender os argumentos do Outro. Como essas coisas não acontecem por si mesmas, alguém precisa ser capaz de conciliar os Egos pessoais e artísticos do conjunto, o todo. Agora podemos definir: líder é aquele membro do grupo que consegue fazer todas as peças funcionarem bem e ao mesmo tempo. Como indica seu significado original - do inglês "to led", conduzir - o líder consegue conduzir os Egos do grupo ao ponto mais consensual possível em relação aos interesses práticos do conjunto.

E como é que o líder consegue tal coisa? Ou, perguntando de outro modo: o que um líder tem que o não-líder não tem?

1. Carisma, que significa dom, graça, favor, benefício, vantagem. É uma espécie de energia pessoal, uma capacidade de ser respeitado e ouvido com atenção em qualquer circunstância, sem que para isso precise constranger ou tolher a necessidade de expressão dos seus parceiros;

2. Caráter, é a marca explícita (porque "está na cara") dos princípios éticos e estéticos em que ele baseia suas ações e suas opiniões; pode mudá-las, porém nunca para agradar alguém ou só para "deixar barato" aquilo em que não acredita;

3. Sensibilidade, para observar e compreender a personalidade de cada músico, aceitando-o como é sem por isso deixar de tentar influenciar mudanças de atitude ou opinião quando isso é necessário (e possível). Um líder precisa ser, antes de tudo, um pouco o psicanalista do grupo;

4. Paciência. Há situações em que mesmo um líder tem todos os motivos pra "chutar o pau da barraca", momentos em que não basta ser líder, é preciso ser mágico, com autocontrole de um zen;

5.Competência: tocar bem, ser pontual nos ensaios e apresentações, ser constante, não ter preguiça, não ser sujeito a depressões ou histeria, enfim - um sujeito que gosta do que faz e está fazendo aquilo de que gosta, com qualidade e entusiasmo. Um líder, geralmente, estuda mais e sabe mais Música que os outros;

6. Jogo de cintura. É aquele jeitinho especial de dizer "não" de uma forma tão natural ou simpática que o outro concorda na hora e acha ótimo.

O líder não tem nem precisa ter qualquer poder, pois ele não manda em nada nem quer obrigar ninguém a fazer isso ou aquilo. O líder não é nem quer ser o chefe. Ele atua sempre como "mediador", nunca como "autorizador". Ele é o foco das reclamações e sugestões dos membros da banda, devendo só fazer a intermediação das divergências, filtrando as "besteiras" daquilo que percebe ser o melhor naquela ocasião. E deve fazer isso mantendo um bom clima de relacionamento com todos, intervindo firmemente quando necessário.

Costuma-se falar em vários tipos de liderança, conforme o modo como ela é exercida. O líder verdadeiro é também dito líder nato; é aquele cuja capacidade de liderança não nasceu, pois já faz parte dele desde o parto. Líder virtual pode ser o "fundador" da banda ou a idealizador musical do projeto ou mo mentor financeiro das coisas ou ainda o produtor; pode ter ou não algumas das seis características citadas acima, mas sua função é mais de chefia do que liderança propriamente dita, pois tem sempre um último argumento que é irrefutável: "afinal, fui eu quem começou isto!", ou "afinal, sou eu quem componho as músicas!", ou "afinal, é a minha grana que está em jogo!". Chamam de circunstancial o líder que nunca manifestou ou exercitou qualidades de liderança, mas pode desenvolvê-las e praticá-las em situações especiais, como um soldado que acaba virando herói quando lidera um pelotão cujo oficial comandante morreu em combate; há inúmeros casos de bandas que só "acontecem" depois que um membro aparentemente inexpressivo é levado a assumir seus escondidos dons de liderança. E há também o falso líder: tem carisma, sensibilidade, paciência, competência e jogo de cintura; falta-lhe só o caráter, de modo que sua condução do grupo é feita de acordo com interesses particulares e crenças pessoais que consegue manter escondidas - Hitler e Stálin são dois exemplos bem conhecidos desse tipo de liderança, sempre desastrosa.

O líder deve ser ponderado sem ser relutante em tomar decisões; cauteloso sem fugir das responsabilidades que se apresentem; convincente sem usar isso para impor a sua opinião; cordial sem fugir de ser agradável quando for preciso contrariar este ou aquele.
Quando não tem um líder, uma banda pode até sobreviver com um chefe; com dois chefes, jamais. Já no caso de líderes, dois é melhor do que um (desde que ambos sejam honestos, é claro). Seja como for, alguém terá que cuidar da distribuição de funções e arbitrar as diferenças entre os componentes do grupo. Cada pessoa é um Ego, cada grupo é um grupo, cada caso é um caso, mas não existirá uma única banda que não tenha passado por situações em que, se não houver liderança, "a vaca vai pro brejo".

Pronto ... Zubryckyei! Shocked

Boss2K
Membro

Mensagens : 7917
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por SHIP ROOM ESTUDIO em Qui Dez 20, 2012 3:23 pm

Boss2K escreveu:

Pronto ... Zubryckyei! Shocked

Com louvor. claps Ri Muito

SHIP ROOM ESTUDIO
FCBR-Parceiro
FCBR-Parceiro

Mensagens : 2187
Localização : .

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por gsfteodoro em Qui Dez 20, 2012 3:30 pm

claps

Show, Boss2K. Valeu pelo texto. Gostei demais de "o que devo pensar" que o teu post trouxe.

gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4396
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por Eliezer (Zé) em Sex Dez 21, 2012 3:03 pm

Putz, Boss2K. Excelente post! claps

Eliezer (Zé)
Membro

Mensagens : 221
Localização : Rio Grande do Norte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por webercar em Sex Dez 21, 2012 3:18 pm

hail Caramba Boss2K não sei de onde vc tirou tanto tempo, inspiração e paciência de escrever este texto, mas está excelente Parabéns!!!

webercar
Membro

Mensagens : 3089
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por webercar em Sex Dez 21, 2012 4:26 pm

Um dado ciêntifico a acrescentar. Não sei quais os fundamentos usaram para esta pesquisa, mas só estou postanto por curiosidade.

"SOLO COINCIDÊNCIA?
Estudo conclui que artistas solo morrem mais cedo.

Acadêmicos da Universidade de Liverpool analisaram a vida de 1489 músicos que alcançaram a fama entre 1956 e 2006. Desses, 137 faleceram até 2012, sendo que a maioria eram artistas solo. A idade média da morte era de 39 anos para os europeus e 45 para os norte-americanos.

Dois fatores são apontados como causas principais. Em modo geral, artistas que se foram jovens passaram por uma infância atribulada. O segundo aspecto, que diferencia os que levam carreira solo com integrantes de bandas, é a solidão nos momentos difíceis, além de toda a carga de responsabilidade caindo sobre os próprios ombros. O trabalho em equipe ajuda os membros de um grupo a suportar a pressão."

Abraços...

webercar
Membro

Mensagens : 3089
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por silvanoandrade em Sab Dez 22, 2012 12:12 pm

eu ia escrever algo .. mas o Boss disse tudo o que eu queria dizer ...

e sobre o som, Guilherme pelo menos por enquanto não te preocupes ... as casas de show de Santos todas tem, o investimento financeiro no momento da formação da banda não importa muito.. o que importa mesmo é o texto do Boss.

silvanoandrade
Membro

Mensagens : 1143
Localização : Peruibe SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Pedido de Ajuda] Dicas para início de uma banda

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:21 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum