11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 04, 2013 9:49 pm

Saudações a todos!

A décima primeira edição desta coluna será diferente das demais.

Quero deixar aqui, entre outras coisas e para a apreciação de vocês, um pequeno (E simplíssimo) exercício que inventei para tornar o ato de tocar com palheta em algo mais fácil para mim.

Comecei a tocar o contrabaixo com os dedos, mas quis aprender a tocar também com palheta porque descobri que o Geezer Butler (Minha maior influência) toca, dependendo da música, ou com dedos ou com palheta.

Sendo assim, inspirado pelo meu ídolo maior, comecei a usar palhetas.

Ainda me lembro das minhas primeiras tentativas de tocar com palheta. Elas eram, além de fracassadas, inevitavelmente acompanhadas por fadiga na mão, dedos dormentes e queda de palhetas no chão.

Durante alguns anos, eu simplesmente não conseguia tocar desta forma.

Para mim isso era algo árduo, cansativo. Meu braço doía e a palheta escorregava dos meus dedos.

Isso começou a mudar quando li, em uma matéria de uma edição americana da revista Bass Player, uma frase de Anthony Jackson sobre tocar com palheta. Para ele, o estudo de palheta é uma outra técnica de tocar baixo, uma técnica que deve ser respeitada e que deve ser encarada, pelo músico que quiser aprendê-la, com a mesma seriedade e disciplina usada por um baixista que já sabe tocar contrabaixo acústico com pizzicato e quer aprender a tocá-lo também com arco.

Sendo assim, decidi encarar este estudo com seriedade e disciplina para aprender a tocar com palheta.

O primeiro passo foi escolher uma palheta adequada para mim. Parece óbvio dizer isso, mas essa é, ao meu ver, uma escolha crucial.

Quando comecei a tocar com palheta, eu nunca me preocupei em ver os diversos modelos e escolher a melhor palheta para mim... Olhando para trás, percebo que essas minhas atitudes não poderiam ter outro resultado além de palhetas caídas no chão.

A palheta, descobri, deve ser confortável e de uma espessura adequada.

A escolha do melhor modelo é, claro, uma questão pessoal. Uma palheta boa para um baixista pode não ser a melhor para o outro.

O ideal, penso, é que cada baixista teste vários modelos e escolha assim qual é o melhor para ele(a).

Descobri, ao longo dos anos, que tocar com palheta se torna mais difícil para mim se a palheta usada for muito grossa ou muito fina.

No meu caso, depois de testar alguns modelos, descobri que a melhor palheta para mim é a Tortex Dunlop 2,0 mm.



(A espessura da palheta é algo crucial, penso. Não me dou bem com palhetas muito finas ou flexíveis. Elas não duram nada comigo. Geralmente elas acabam sendo destruídas... notme )

Dito isso, gostaria de falar agora sobre o exercício sobre o qual aludi no início desta coluna.

O exercício que inventei para tornar o ato de tocar com palheta em algo mais fácil para mim é algo muito, muito simples e que pode ser feito sem a necessidade de ter um contrabaixo por perto.

Ele consiste nisso, apenas: Andar sempre com uma palheta avulsa no bolso para, de vez em quando, segurá-la entre os dedos.

A idéia deste exercício é tornar o ato de segurar a palheta em algo corriqueiro e livre de tensão, de forma a fazer com que o músico se acostume a segurar a palheta e, assim, perceber que não é preciso usar força/tensão excessiva para segurá-la entre os dedos (Na verdade, é preciso muita pouca força e tensão para fazer com que a palheta se mantenha na mão do executante).

A repetição deste exercício faz com que o ato de segurar a palheta se torne, cada vez mais, em algo natural e que é feito sem força e sem tensão.

Falando por mim mesmo, a prática deste exercício fez com que eu me acostumasse a segurar a palheta sem tensionar a mão, evitando fadiga e queda da palheta.

É claro que houve uma caminhada até chegar a esse ponto. Tocar com palheta exige disciplina.

Esse exercício me ajudou (E me ajuda) muito.

Espero que isso possa ser útil para vocês.

Até o próximo Contraponto!

Post Scriptum: Ainda sobre o assunto "tocar com palheta", há vários tipos de palhetada.

Eis alguns tipos (Lembrando que cada tipo deve, ao meu ver, ser treinado separadamente, em andamentos lentos e por pouco tempo... À medida em que palhetar se torne em algo mais fácil, aí sim o período de tempo do exercício e o andamento - nessa ordem - podem ser aumentados).

- Palhetada alternada (Para cima e para baixo).

- Palhetada apenas para baixo (O Ramones é um exemplo clássico de banda que usa muito esse tipo de palhetada).

- Palhetada feita com movimentos do punho.

- Palhetada feita com o movimento do cotovelo com o punho e ombros parados.

- Palhetada feita com o braço todo, usando movimentos do ombro e cotovelo (Mantendo o punho imóvel).

- Palhetada feita apenas com movimentos dos dedos (Circular picking, técnica mais usada na guitarra).

Post Scriptum 2: Como curiosidade, eis um review que escrevi para as Wedgie Rubber Picks (Palhetas que, por serem feitas de borracha, imitam o timbre dos dedos ). What a Face

http://www.contrabaixobr.com/t20918-wedgie-rubber-picks

Post Scriptum 3: Uma outra dica que dou é saber tocar linhas de baixo com os dedos e com as palhetas, para poder ter mais opções de escolha. O próprio Geezer Butler faz isso, escolhendo o que lhe é mais confortável em um determinado momento. What a Face

Além disso, saber tocar todas as linhas de um determinado repertório com palheta me ajudou a fazer um show em um dia particularmente frio e no qual eu não conseguia mexer os dedos direito... Very Happy


Última edição por Zubrycky em Ter Abr 09, 2013 6:57 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Victor matheus wooten em Seg Mar 04, 2013 10:07 pm

Bah Zubrycky muito interessante, curti bastante essas dicas, estava precisando mesmo, arrumei uma banda agora pouco, e estamos tocando uns indies loucos que ficam bem interessantes com palheta, e passei vergonha esse final de semana na gig porque não aguentei nem uma hora com a palheta hahahahah facepalm
avatar
Victor matheus wooten
Membro

Mensagens : 254
Localização : Itaqui - Provincia de São Pedro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 04, 2013 10:11 pm

Victor matheus wooten escreveu:Bah Zubrycky muito interessante, curti bastante essas dicas, estava precisando mesmo, arrumei uma banda agora pouco, e estamos tocando uns indies loucos que ficam bem interessantes com palheta, e passei vergonha esse final de semana na gig porque não aguentei nem uma hora com a palheta hahahahah facepalm

Sei bem como é... Já passei por isso também. notme hide facepalm

De qualquer forma, fico feliz em saber que pude ser útil. What a Face
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Victor matheus wooten em Seg Mar 04, 2013 10:17 pm

^ Super útil cara, eu já ia procurar na internet, mas como sempre do uma passadinha no fórum hehe
já até to dando uma olhada no Mercado livre para ver essas dunlop, eu estou usando umas aqui mas acho que não são muito legais, vou experimentar essas dunlop mesmo ^^
avatar
Victor matheus wooten
Membro

Mensagens : 254
Localização : Itaqui - Provincia de São Pedro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 04, 2013 10:26 pm

Victor matheus wooten escreveu:^ Super útil cara, eu já ia procurar na internet, mas como sempre do uma passadinha no fórum hehe
já até to dando uma olhada no Mercado livre para ver essas dunlop, eu estou usando umas aqui mas acho que não são muito legais, vou experimentar essas dunlop mesmo ^^

Valeu!

Se puder, vá numa loja de instrumentos musicais e peça para o vendedor lhe mostrar as palhetas disponíveis e segure-as na mão por alguns momentos para escolher a palheta que lhe seja mais confortável.

Como as cordas do contrabaixo são mais grossas, a princípio não recomendo palhetas muito finas.

Boa Sorte!
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Victor matheus wooten em Seg Mar 04, 2013 10:33 pm

^ Valeu!
Mas aqui na minha cidade as lojas de instrumentos são uma negação, nada de palhetas mais grossas que 0.50mm, e se tu pedir pra eles encomendarem se vai a $5 cada uma, então só quando for viajar, ou se arriscar na internet mesmo, mas mesmo assim essa dica de segurar ela é boa, valeu Zubrycky!
avatar
Victor matheus wooten
Membro

Mensagens : 254
Localização : Itaqui - Provincia de São Pedro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 04, 2013 10:40 pm

Victor matheus wooten escreveu:^ Valeu!
Mas aqui na minha cidade as lojas de instrumentos são uma negação, nada de palhetas mais grossas que 0.50mm, e se tu pedir pra eles encomendarem se vai a $5 cada uma, então só quando for viajar, ou se arriscar na internet mesmo, mas mesmo assim essa dica de segurar ela é boa, valeu Zubrycky!

Disponha!

Bom, neste caso, sugiro que você compre no Mercado Livre, verificando a reputação do vendedor e pesquisando na internet e no Orkut o nome do vendedor para ver se não há queixas.

Boa Sorte!
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por subgrave em Seg Mar 04, 2013 11:09 pm

Na prática deve ficar assim:

<iframe width="560" height="315" src="http://www.youtube.com/embed/WR1gs_qnboI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="http://www.youtube.com/embed/iP78zyjVMqk" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

subgrave
Banido

Mensagens : 3034
Localização : República Rio-Grandense

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por NickBass em Qui Mar 21, 2013 9:07 pm

Ótimo tópico, Zubrycky!
O Scott Devine tem umas video-aulas sobre o assunto:



PS: E esse Danelectro lindão da tua foto? Very Happy
avatar
NickBass
Membro

Mensagens : 15
Localização : Indaiatuba - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por J.Adalberto em Qui Mar 21, 2013 9:27 pm

Zubrycky meu amigo, vc sempre contribuindo sempre com assuntos realmente relevantes Parabéns pelo trabalho!

eu tbem penso que palheta nao é pra mim, eu adoro ouvir instrumentista tocando baixo de palheta, porém eu realmente desisti de tocar com palheta, pois como vc sabe eu gosto do instrumento com uma açao de cordas muito baixa! acho que assim tenho muito mais conforto e exige menos da mão esquerda.

uma regulagem assim acho que inviabiliza qualquer tentativa kkk então antes de me propor novamente a tentar tocar com palheta, tenho que quebrar o paradigma que tenho qdo ao set do baixo!

avatar
J.Adalberto
Membro

Mensagens : 3453
Localização : São Paulo

http://www.joaoadalberto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 25, 2013 5:56 pm

NickBass escreveu:Ótimo tópico, Zubrycky!
O Scott Devine tem umas video-aulas sobre o assunto:



PS: E esse Danelectro lindão da tua foto? Very Happy

Fico feliz em saber que você gostou, meu caro... E obrigado pelo ótimo vídeo!

Quanto ao Danelectro, ele é um DC Bass. What a Face

J.Adalberto escreveu:Zubrycky meu amigo, vc sempre contribuindo sempre com assuntos realmente relevantes Parabéns pelo trabalho!

eu tbem penso que palheta nao é pra mim, eu adoro ouvir instrumentista tocando baixo de palheta, porém eu realmente desisti de tocar com palheta, pois como vc sabe eu gosto do instrumento com uma açao de cordas muito baixa! acho que assim tenho muito mais conforto e exige menos da mão esquerda.

uma regulagem assim acho que inviabiliza qualquer tentativa kkk então antes de me propor novamente a tentar tocar com palheta, tenho que quebrar o paradigma que tenho qdo ao set do baixo!


Obrigado, meu amigo!

Quanto à questão de tocar baixos com ação baixa com palheta, bom, no próximo encontro (Se tudo der certo), traga algum baixo seu para que eu possa analisar melhor a situação.

Sem ver o seu baixo, o que posso te dizer é que, a princípio, a ação baixa do baixo não atrapalha o uso de palheta. Talvez a questão possa ser resolvida tocando as cordas com a palheta e usando pouca força para isso, de forma que as cordas não vibrem de modo excessivo (Prejudicando assim o timbre resultante).
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por edumerino em Seg Mar 25, 2013 9:51 pm

Ótimo tópico. Bom, eu aprendi a tocar palheta basicamente pelo mesmo motivo do Zubrycky: Notando que um ídolo a usava e correndo atrás para fazê-lo. No caso, Markus Grosskopf do Helloween. Em diversas músicas com levada mais rápida ele usa palheta. Aí fui me interessando. O resultado é que hoje alterno entre dedos ou palheta dependendo da sonoridade/pegada da música.
Existem músicas que simplesmente PEDEM palhetas. Não consigo imaginar, por exemplo, uma Highway Star tocada sem ela...

Zubs, pode citar quais músicas nosso querido Geezer usa palhetas?

AH, aos interessados, deem uma olhada nas Dunlop Gator Grip (1,5 ou 2,0mm).

avatar
edumerino
Membro

Mensagens : 3126
Localização : São Paulo/SP

http://www.myspace.com/arkkammetal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 25, 2013 10:57 pm

edumerino escreveu:Ótimo tópico. Bom, eu aprendi a tocar palheta basicamente pelo mesmo motivo do Zubrycky: Notando que um ídolo a usava e correndo atrás para fazê-lo. No caso, Markus Grosskopf do Helloween. Em diversas músicas com levada mais rápida ele usa palheta. Aí fui me interessando. O resultado é que hoje alterno entre dedos ou palheta dependendo da sonoridade/pegada da música.
Existem músicas que simplesmente PEDEM palhetas. Não consigo imaginar, por exemplo, uma Highway Star tocada sem ela...

Zubs, pode citar quais músicas nosso querido Geezer usa palhetas?

AH, aos interessados, deem uma olhada nas Dunlop Gator Grip (1,5 ou 2,0mm).


Fico feliz que você tenha gostado do tópico, meu caro!

Bom, respondendo à sua pergunta, tradicionalmente Geezer costuma usar palheta em Children of the Grave e nas partes finais de Iron Man e Heaven and Hell.

Mas há outras músicas que ele eventualmente toca com palheta como, por exemplo, TV Crimes, Neon Knights, Mob Rules, Never Say Die, Die Young, Dirty Woman e Rock'n'Roll Doctor.

Além disso, na época em que o Geezer Butler tocava com o Ozzy ele tocou com palheta todas as músicas que foram tocadas originalmente pelo Bob Daisley pois o Bob só usava palheta com o Ozzy.

Numa entrevista que ele deu para a Bass Player em julho de 2004, ele disse que a escolha entre tocar ao vivo com os dedos e com palheta era feita de acordo com o que lhe fosse mais confortável no momento.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por stratosonic em Sex Maio 17, 2013 10:23 am

Palheta fina e leve, para ALGUNS, dá muito mais velocidade que palhetas grossas e pesadas, vide Chris Squire.
avatar
stratosonic
Membro

Mensagens : 13
Localização : céu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Sab Mar 29, 2014 5:52 pm

eis uma matéria recente do no treble q corrobora as ótimas orientações do zubry: http://www.notreble.com/buzz/2014/03/28/the-great-bass-picksperiment/

avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Henri-Q em Sab Mar 29, 2014 10:36 pm

Interessante estar lendo essa postagem... agora pouco estava tocando Infinita Highway (Engenheiros do Hawaii) no rádio e logo pensei, esse timbre agudo e estalado (da gravação original) é praticamente impossível de conseguir no pizzicato.

Particularmente só uso palheta nessas condições, onde o uso é quase que obrigatório. Gosto das palheta de 1,00 mm que vem de brinde nas cordas NIG para guitarra por conta do material. São as mesmas que uso pra tocar guitarra.
avatar
Henri-Q
Membro

Mensagens : 346
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 31, 2014 5:53 pm

fheliojr escreveu:eis uma matéria recente do no treble q corrobora as ótimas orientações do zubry: http://www.notreble.com/buzz/2014/03/28/the-great-bass-picksperiment/


Obrigado pelo link, meu Caro! Muito bom! What a Face

Henri-Q escreveu:Interessante estar lendo essa postagem... agora pouco estava tocando Infinita Highway (Engenheiros do Hawaii) no rádio e logo pensei, esse timbre agudo e estalado (da gravação original) é praticamente impossível de conseguir no pizzicato.

Particularmente só uso palheta nessas condições, onde o uso é quase que obrigatório. Gosto das palheta de 1,00 mm que vem de brinde nas cordas NIG para guitarra por conta do material. São as mesmas que uso pra tocar guitarra.

Essas palhetas da NIG são muito boas... Gosto muito delas.

Eu mesmo as uso, só que apenas na guitarra. Para o meu gosto pessoal, quando toco contrabaixo com palheta, prefiro palhetas mais grossas, e quando toco guitarra, prefiro palhetas mais finas.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Mar 31, 2014 5:59 pm

stratosonic escreveu:Palheta fina e leve, para ALGUNS, dá muito mais velocidade que palhetas grossas e pesadas, vide Chris Squire.

Verdade.

Entretanto, essa questão da velocidade é algo relativo. Independentemente do tipo de palheta usada, a velocidade é algo perfeitamente alcançável pela prática.

No meu caso, prefiro palhetas grossas no contrabaixo pois, para mim, a corda "responde" mais rápido ao meu toque e o timbre, aos meus ouvidos, fica melhor.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fernando pullbass em Sex Nov 07, 2014 12:25 pm

Depois que li suas observações a respeito do uso da palheta e, comecei a encarar como tecnica a ser estudada, você não imagina a diferença e mudança na execução. Antes tocava e, quando a palheta não escorregava, o mão doía por semanas. O exercício de andar sempre com uma palheta, mencionado por você, fez muita diferença também. Muitissimo interessante .

E antes de falarem que estou desenterrando coisas, somente agora estou lendo os contrapontos.!
avatar
fernando pullbass
Membro

Mensagens : 107
Localização : Maua/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por bodhan em Sex Nov 07, 2014 1:20 pm

Realmente muito boa informação por aqui.
Me fez lembrar do eterno "palheteiro" Steve Swallow!

avatar
bodhan
Membro

Mensagens : 1324
Localização : sp-sp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Sex Nov 07, 2014 6:17 pm

fernando pullbass escreveu:Depois que li suas observações a respeito do uso da palheta e, comecei a encarar como tecnica a ser estudada,  você não imagina a diferença e mudança na execução. Antes tocava e, quando a palheta não escorregava, o mão doía por semanas.  O exercício de andar sempre com uma palheta, mencionado por você, fez muita diferença também.  Muitissimo interessante .

E antes de falarem que estou desenterrando coisas, somente agora estou lendo os contrapontos.!

Fico muito, muito feliz por ter sido útil para o seu desenvolvimento musical. Sinto-me honradíssimo.

Sucesso nas palhetadas!

bodhan escreveu:Realmente muito boa informação por aqui.
Me fez lembrar do eterno "palheteiro" Steve Swallow!


Obrigado pelos vídeos! Steve Swallow é um monstro! What a Face
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Seg Mar 23, 2015 5:27 pm

diegão, tudo na paz?

me desculpe pelo off-topic, mas me lembrei deste contraponto, quando vi um baixista tocando com um slide/dedal*. vc, tb, ja o fez? achei o resultado sonoro desta experiência muito bom.

*era este aqui, de fibra de carbono: http://pickheaven.com/collections/all
avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Ter Mar 24, 2015 9:51 pm

fheliojr escreveu:diegão, tudo na paz?

me desculpe pelo off-topic, mas me lembrei deste contraponto, quando vi um baixista tocando com um slide/dedal*. vc, tb, ja o fez? achei o resultado sonoro desta experiência muito bom.

*era este aqui, de fibra de carbono: http://pickheaven.com/collections/all

Sem problemas, meu querido!

Eu adoro som do baixo com slide. Conheci essa sonoridade com o Morphine, banda do grande e saudoso Mark Sandman.



Quanto a mim, confesso que essa é uma fronteira que ainda me resta para desbravar...

Em tempo, meu caro: Que tal esse vídeo?

avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Sab Mar 28, 2015 2:53 pm

excelente, zubry!!

claps
avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por marciobs em Sab Mar 28, 2015 8:26 pm

Fui testando várias espessuras de palheta, dos 0.9mm aos 2.0mm, e achei ideal pra mim 1.0mm com material emborrachado! Também achei legal aprender essa técnica pra ter mais versatilidade!
avatar
marciobs
Membro

Mensagens : 603
Localização : Cambuí-MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Sex Jul 31, 2015 7:35 pm

marciobs escreveu:Fui testando várias espessuras de palheta, dos 0.9mm aos 2.0mm, e achei ideal pra mim 1.0mm com material emborrachado! Também achei legal aprender essa técnica pra ter mais versatilidade!

Não tenho a pretensão de me apresentar ao vivo fazendo isso, mas uma de minhas paixões é a mágica e há um antigo ditado desse ramo que diz que "sempre se deve aprender mais de uma maneira de fazer o mesmo truque"... Afinal de contas, imprevistos acontecem. Wink
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Sex Jul 31, 2015 7:42 pm

Zubrycky escreveu:
Isso começou a mudar quando li, em uma matéria de uma edição americana da revista Bass Player, uma frase de Anthony Jackson sobre tocar com palheta. Para ele, o estudo de palheta é uma outra técnica de tocar baixo, uma técnica que deve ser respeitada e que deve ser encarada, pelo músico que quiser aprendê-la, com a mesma seriedade e disciplina usada por um baixista que já sabe tocar contrabaixo acústico com pizzicato e quer aprender a tocá-lo também com arco.


Curiosamente, hoje mesmo reencontrei a revista da qual falei acima. Ela é a edição de setembro de 2005 da Bass Player americana.

Entre outras coisas, nela está a transcrição do clássico "For the love of money" do O' jays.

A linha de baixo dessa canção foi criada pelo grande Anthony Jackson, que a tocou com palheta.

Sobre tocar com palheta, Anthony diz, nessa edição da revista, "the pick is not something you grab on the spur of the moment and learn over a weekend, or use like stepping on an effect pedal. Ideally, it requires the same commitment as a doubler deciding to learn upright with a bow".


avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Qui Jul 28, 2016 12:23 am

Grande Zubry, tranquilo?

Tenho tentado, sem sucesso e já há 2 meses, desenvolver meu pickstyle, porém minha técnica de abafamento de cordas está muito precária. Basicamente, procuro aplicar ao contrabaixo o demonstrado neste vídeo, a partir dos 9:11 minutos:



Você teria alguma dica para dar-me sobre isso?
Valeu!!
avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Sex Jul 29, 2016 8:19 pm

fheliojr escreveu:Grande Zubry, tranquilo?

Tenho tentado, sem sucesso e já há 2 meses, desenvolver meu pickstyle, porém minha técnica de abafamento de cordas está muito precária. Basicamente, procuro aplicar ao contrabaixo o demonstrado neste vídeo, a partir dos 9:11 minutos:



Você teria alguma dica para dar-me sobre isso?
Valeu!!

Obrigado pelo vídeo! Bom, no contrabaixo, quando abafo as cordas, apoio a parte lateral da mão direita (Lado do dedo mínimo) nas quatro cordas de uma vez. Mas não costumo abafar as cordas quando toco com palheta, para ser honesto. Controlo a duração das notas com a mão esquerda.

No contrabaixo, abafo as cordas quando quero imitar um contrabaixo acústico (A ideia é "matar" o sustain das notas). Geralmente, quando faço isso, apoio a mão direita conforme o descrito acima (Lembrando que faço isso apoiando a mão direita o mais próximo da ponte*) e toco com o polegar.

Na guitarra, uma dica legal que aprendi é abafar as cordas acima das que toco com o dedo médio da mão esquerda (Por exemplo, se toco um power chord na corda A com os dedos indicador, anelar e mínimo, apoio do dedo médio na corda E).

*Colocar a mão assim "mat"a o sustain da nota, mas não impede a nota de soar.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Dom Jul 31, 2016 4:38 pm

obrigado, Diegão!
Amigos Colegas
avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Dom Jul 31, 2016 7:26 pm

fheliojr escreveu:obrigado, Diegão!
Amigos Colegas

Disponha, meu querido!

Espero que isso ajude.







avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Dom Jul 31, 2016 7:50 pm

muito obrigado, zubry!!
avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Zubrycky em Seg Ago 01, 2016 7:01 pm

fheliojr escreveu:muito obrigado, zubry!!

Disponha, meu querido! Amigos
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9581
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por fheliojr em Qui Fev 23, 2017 9:00 pm

Bacana:


avatar
fheliojr
Membro

Mensagens : 8866
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11 º Contraponto: Reflexões sobre o ato de tocar com palheta.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum