O incrível e o inacreditável

Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty O incrível e o inacreditável

Mensagem por ZédeLepelin em Qui Fev 13, 2014 4:43 pm

POR LUIS FERNANDO VERISSIMO, em “O Globo” de hoje

“Incrível” e “inacreditável” querem dizer a mesma coisa — e não querem. “Incrível” é elogio. Você acha incrível o que é difícil de acreditar de tão bom.

Já inacreditável é o que você se recusa a acreditar de tão nefasto, nefário e nefando — a linha média do Execrável Futebol Clube.

Incrível é qualquer demonstração de um talento superior, seja o daquela moça por quem ninguém dá nada e abre a boca e canta como um anjo, o do mirrado reserva que entra em campo e sai driblando tudo, inclusive a bandeirinha do córner, o do mágico que tira moedas do nariz e transforma lenços em pombas brancas, o do escritor que torneia frases como se as esculpisse.

Inacreditável seria o Jair Bolsonaro na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara em substituição ao Feliciano, uma ilustração viva da frase “ir de mal a pior”.

Incrível é a graça da neta que sai dançando ao som da Bachiana nº 5 do Villa-Lobos como se não tivesse só cinco anos, é o ator que nos toca e a atriz que nos faz rir ou chorar só com um jeito da boca, é o quadro que encanta e o pôr de sol que enleva.

Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição.

Incrível, realmente incrível, é o brasileiro que leva uma vida decente mesmo que tudo à sua volta o chame para o desespero e a desforra.

Inacreditável é que a reação mais forte à vinda de médicos estrangeiros para suprir a falta de atendimento no interior do Brasil, e a exploração da questão dos cubanos insatisfeitos para sabotar o programa, venha justamente de associações médicas.

Incrível é um solo do Yamandu.

Inacreditável é este verão.

Fonte: http://blogdojuca.uol.com.br/2014/02/o-incrivel-e-o-inacreditavel/
ZédeLepelin
ZédeLepelin
Membro

Mensagens : 609
Localização : Longe de Zé Ruélas e Vira-Latas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por José Carlos em Sex Fev 14, 2014 10:36 am

jmaxyyz escreveu:Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição.

Isso é algo que realmente não vou conseguir entender jamais. É como vi hoje cedo, uma passeata tempo depois da morte de um jovem, vítima de latrocínio, os familiares pedindo um fim a essa prática, pedindo paz.. enquanto houverem seres humanos na terra, isso vai acontecer.
José Carlos
José Carlos
Membro

Mensagens : 2696
Localização : Congonhas - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Zubrycky em Sex Fev 14, 2014 1:50 pm

jmaxyyz escreveu:

(...)

Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição.

(...)
Fonte: http://blogdojuca.uol.com.br/2014/02/o-incrivel-e-o-inacreditavel/

Ao contrário do autor do texto, não só não vejo tal coisa como inacreditável como também não consigo entender como o óbvio não possa ver enxergado aqui: O surgimento do vigilantismo, a defesa dele feita por parte da população e a busca da justiça pelas próprias mãos são as coisas mais normais do mundo, em qualquer ponto da Terra, quando o Estado não cumpre devidamente o seu dever de garantir segurança para a população e punir os infratores.

Há uma antiga frase cunhada por Aristóteles que, ao meu ver, resume de forma brilhante esta situação:  “A natureza abomina o vácuo.”

Em outras palavras, em qualquer lugar do planeta aonde existir uma sociedade humana, quando o Estado não está presente, algo toma o lugar dele.

Notem que não estou defendendo o vigilantismo. Aqui, apenas analiso a situação.


Última edição por Zubrycky em Sex Fev 14, 2014 2:19 pm, editado 1 vez(es)
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 12071
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Fernandão C em Sex Fev 14, 2014 2:11 pm

O problema é que Veríssimo não é nenhum Aristóteles.
Fernandão C
Fernandão C
Membro

Mensagens : 111
Localização : São Paulo/Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Pedroswaldo em Seg Fev 17, 2014 8:28 am

Zubrycky escreveu:
jmaxyyz escreveu:

(...)

Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição.

(...)
Fonte: http://blogdojuca.uol.com.br/2014/02/o-incrivel-e-o-inacreditavel/

Ao contrário do autor do texto, não só não vejo tal coisa como inacreditável como também não consigo entender como o óbvio não possa ver enxergado aqui: O surgimento do vigilantismo, a defesa dele feita por parte da população e a busca da justiça pelas próprias mãos são as coisas mais normais do mundo, em qualquer ponto da Terra, quando o Estado não cumpre devidamente o seu dever de garantir segurança para a população e punir os infratores.

Há uma antiga frase cunhada por Aristóteles que, ao meu ver, resume de forma brilhante esta situação:  “A natureza abomina o vácuo.”

Em outras palavras, em qualquer lugar do planeta aonde existir uma sociedade humana, quando o Estado não está presente, algo toma o lugar dele.

Notem que não estou defendendo o vigilantismo. Aqui, apenas analiso a situação.

Desculpa aí Zubrycky, mas a interpretação da frase aristotélica foi meio forçada... Natureza não é sinônimo sine qua non de sociedade humana, muito menos de Estado.

Veja bem, a observação refere-se apenas a isso, sobre o assunto em pauta, não sei o que dizer
Pedroswaldo
Pedroswaldo
Membro

Mensagens : 1128
Localização : GPS

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Zubrycky em Seg Fev 17, 2014 11:26 am

Pedroswaldo escreveu:
Zubrycky escreveu:
jmaxyyz escreveu:

(...)

Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição.

(...)
Fonte: http://blogdojuca.uol.com.br/2014/02/o-incrivel-e-o-inacreditavel/

Ao contrário do autor do texto, não só não vejo tal coisa como inacreditável como também não consigo entender como o óbvio não possa ver enxergado aqui: O surgimento do vigilantismo, a defesa dele feita por parte da população e a busca da justiça pelas próprias mãos são as coisas mais normais do mundo, em qualquer ponto da Terra, quando o Estado não cumpre devidamente o seu dever de garantir segurança para a população e punir os infratores.

Há uma antiga frase cunhada por Aristóteles que, ao meu ver, resume de forma brilhante esta situação:  “A natureza abomina o vácuo.”

Em outras palavras, em qualquer lugar do planeta aonde existir uma sociedade humana, quando o Estado não está presente, algo toma o lugar dele.

Notem que não estou defendendo o vigilantismo. Aqui, apenas analiso a situação.

Desculpa aí Zubrycky, mas a interpretação da frase aristotélica foi meio forçada... Natureza não é sinônimo sine qua non de sociedade humana, muito menos de Estado.

Veja bem, a observação refere-se apenas a isso, sobre o assunto em pauta, não sei o que dizer

Bom, entendo o seu ponto de vista e o respeito. Talvez eu não tenha sido claro o bastante, de forma que eu tomarei a liberdade de ser mais explícito para desfazer qualquer mal entendido.

Na minha postagem anterior, embora eu tenha feito, sim, relações entre natureza e sociedade humana e/ou Estado em nenhum momento eu afirmei que tais relações são válidas para absolutamente todos os casos. Entendo que tal extrapolação possa ser feita a partir do que afirmei, mas não escrevi nada nesse sentido.

Sobre a frase de Aristóteles: Ela foi usada por mim como um dos elementos presentes dentro da minha linha de argumentação e ela é, sim, muito pertinente neste caso, pois assim como a natureza abomina o vácuo, fazendo com que espaços vazios sejam automaticamente preenchidos com alguma coisa, algo sempre tomará o lugar do Estado quando ele não se fizer presente para cumprir os seus deveres para com a população.

Agora, não tenho a menor intenção de ser o dono da verdade. Se porventura o raciocínio por mim tecido no parágrafo anterior estiver equivocado, não há, de minha parte, nenhum problema em admitir isso. Tudo o que peço é que você por gentileza me mostre aonde está o equívoco.
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 12071
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Pedroswaldo em Seg Fev 17, 2014 11:37 am

Não discordo. Em verdade, concordo.

Só que a frase original tem uma conotação muito mais "naturalística" que sócio-politico-econômica.

Mas vc tem razão. Eu também devo ter forçado um pouco a retidão da compreensão.
Pedroswaldo
Pedroswaldo
Membro

Mensagens : 1128
Localização : GPS

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Zubrycky em Seg Fev 17, 2014 12:03 pm

Pedroswaldo escreveu:Não discordo. Em verdade, concordo.

Só que a frase original tem uma conotação muito mais "naturalística" que sócio-politico-econômica.

Mas vc tem razão. Eu também devo ter forçado um pouco a retidão da compreensão.

Sem problemas, meu caro. Debatendo idéias, todos nós aprendemos. Abraço!
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 12071
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

O incrível e o inacreditável Empty Re: O incrível e o inacreditável

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum