Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Ir em baixo

Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Claudio em Qua Jul 01, 2015 8:48 am

Ao abrir a revista Sound On Sound desse mês, me deparei com um editorial muito interessante, que fala sobre um assunto que está cada vez mais tomando as rodas de discussão da galera que trabalha com edição de áudio. é um tema para ler e refletir.

===================

Com o passar dos últimos anos, os profissionais de áudio tem alertado para uma crise de qualidade musical em todo o mundo causada pelo uso indiscriminado de plug-ins de processamento. O uso destas ferramentas se tornou tão prevalente, que muitas das mixes de hoje se tornaram resistentes à elas; elas estão tão quebradas, que nenhum dos plug-ins atuais são capazes de curá-las. Porque isto está acontecendo? Será melhor se observarmos alguns exemplos.

No começo da indústria de gravação, havia pouco processamento de sinal de qualquer tipo disponível, então as performances eram capturadas basicamente como eram, e se alguém errava, era preciso fazer tudo de novo até sair certo. Cantores desenvolveram boas técnicas de microfone para manter seu nível vocal razoavelmente consistente, e claro que eles cantavam afinados. Bateristas tinham que tocar no tempo, instrumentos precisavam estar afinados e era preciso que todos os músicos fossem capazes de tocar a peça toda do começo ao fim sem erros. Ai alguém inventou o compressor, o que fez que alguns cantores passassem a ser um pouco menos cuidadosos com suas técnicas de microfone. Agora que haviam compressores para igualar os níveis para eles, porque se preocupar tanto?

Avançando algumas décadas, algum especialistas em sismologia teve a ideia de usar seu conhecimento em vibração e análise de forma de onda para aplicar correção de afinação em tempo real. Isso nos deu a caixinha Antares Auto-Tune original, e depois, as versões em plug-in, junto com uma hoste de concorrentes. E de repente uma grande proporção de vocalistas e engenheiros de som adotaram a atitude “a gente concerta na mix” quando se tratava de perfeição de vocal ao invés de insistir em ter tudo certo desde o começo. Em seguida a Melodyne veio e nos deu mais capacidade de correção de afinação, junto com a habilidade de ajustar o tempo de nota. Enquanto isso, as DAWS ofereciam quantificação de áudio bem como MIDI, então se tornou possível vencer uma mix rebelde, mesmo que o tempo original da performance fosse um pouco confuso em partes.

Tristemente, a confiança nestas ferramentas é tão grande, que algumas pessoas acreditam que plug-ins podem consertar praticamente qualquer coisa. Isso significa que uma performance que nunca teria passado nos bons e velhos tempos, hoje é considerada OK para trabalhar. O perigo é que esta deterioração na qualidade do áudio captado vai aumentar mais rápido do que os desenvolvedores de plug-ins conseguem criar ferramentas para consertar as coisas, e é ai que corremos o risco de sermos vencidos pela AIRM, Áudio Inferior Resistente a Mix. A única solução é tentar retornar o padrão. O que significa prestar mais atenção à acústica da sala, posicionamento de microfone e as performances, para que seja preciso cada vez menos Plug-in. Só ai os plug-ins vão reter sua potência à longo prazo.

Fonte: Revista Sound On Sound - Jul/2015
Autor: Paul White - Editor Chefe
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 15150
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por allexcosta em Qua Jul 01, 2015 9:04 am

Interessante... Ouçamos e reflitamos:

36 anos atrás:



35 anos atrás:



21 anos atrás:



Última edição por allexcosta em Qua Jul 01, 2015 9:52 am, editado 1 vez(es) (Razão : Conjugação incorreta do verbo refletir)
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44145
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Qua Jul 01, 2015 9:22 am

Isso é incrível! Eu estava conversando sobre algo parecido com isso ontem com alguns colegas de trabalho que também são músicos e já tiveram experiências de estúdio, gravações e afins. Tudo bem que não usamos termos muito técnicos, mas a conversa girou em torno das experiências que eles acumularam ao longo de anos no cenário musical, incluindo técnicas de gravação, processos de gravação, mixagem essas coisas e eu com o pouco conhecimento e com a pouca experiência que eu tenho mostrava algumas coisas que são feitas hoje. Um hoje possui 60 anos, o outro 40 e alguma coisa e eu 25 anos. O que eu acho interessante é que as nossas idades são separadas por períodos de 20 anos e ao longo desse tempo muita coisa mudou. Muito legal me deparar com este tópico logo no dia seguinte à conversa.
avatar
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6588
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por J.Adalberto em Qua Jul 01, 2015 2:30 pm

Com tecnologia disponível hoje, quase qualquer um pode fazer uma gravação com boa qualidade!
Falo por mim mesmo rsrs
avatar
J.Adalberto
Membro

Mensagens : 3453
Localização : São Paulo

http://www.joaoadalberto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qua Jul 01, 2015 3:01 pm

Não posso me intrometer numa discussão cujo assunto não domino, mas curiosamente tenho notado isso mesmo nas gravações atuais.
Discos como os citados pelo Allex (incluindo o do Steely Dan) me soam mais bem gravados dos que os de hoje...
avatar
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 12712
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por afonsodecampos em Qua Jul 01, 2015 3:36 pm

Se alguns destes artifícios de processamentos não existissem certamente não veríamos com tamanha frequência discos de "artistas" como Xuxa, Eliana, etc., isso pra ser bonzinho com os demais.

Acho que o que está incomodando é a padronização, a preguiça e a falta de talento de muitos que se dizem produtores, técnicos ou sei lá o que, em trabalhar uma música de forma única. Essas ferramentas de processamento digital podem fazer o dia-a-dia do esperto muito cômodo.
avatar
afonsodecampos
Membro

Mensagens : 4731
Localização : Belém do Pará

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por joabi em Qua Jul 01, 2015 4:03 pm


É um assunto complicado. Não sei se culpar as ferramentas é o certo... A música se tornou cada vez mais descartável, e a necessidade de lançar um novo hit a cada instante (desde de que seja muito parecido com o anterior) são o grande problema.

Antigamente era difícil ver um trabalho que tenha levado menos de 10 ou 12 meses pra ficar pronto. Billy Jean, do Michael Jackson, foi mixada 90 e tantas vezes pra escolher a versão definitiva (que foi a segunda). Quem faz isso atualmente? Quem tem verba pra isso? As gravadoras estão falidas...

Por outro lado, a popularização da tecnologia possibilitou que qualquer pessoa lance seu trabalho. Entraram pro mercado os músicos iniciantes, técnicos iniciantes, produtores iniciantes, etc. É ótimo que mais coisas sejam produzidas, mas também existe o lado negativo, que é a qualidade média cair. Pior que o público em geral nem percebe.

Ótima discussão. up

avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5922
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por J.Adalberto em Qua Jul 01, 2015 4:08 pm

Eu particularmente fujo dos plugins, primeiro prq são caros e sou anti pirataria

Segundo Q de verdade não acho primordial o uso

Os plugins básicos disponível nas Daw's compressores, equalizadores etc já dão conta de muita coisa

Vejo uma galera obsecada em baixar (roubar) plugins desesperadamente Q sequer sabem como utilizar

A mística da Waves está para o processamento digital assim como a fender está para os instrumentos
avatar
J.Adalberto
Membro

Mensagens : 3453
Localização : São Paulo

http://www.joaoadalberto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Claudio em Qui Jul 02, 2015 9:14 am

joabi escreveu:
A música se tornou cada vez mais descartável, e a necessidade de lançar um novo hit a cada instante (desde de que seja muito parecido com o anterior) são o grande problema.

Há muito tempo que isso é algo que também penso bastante.

Vamos voltar até a década de 80 e ver o seguinte:

- Em 1982 o Barão Vermelho lançou o seu primeiro álbum, que leva o nome da própria banda.
- Em 1983 foi a vez do Camisa de Vênus lançar o seu primeiro álbum, que também leva o nome da própria banda.
- Em 1984 Os Paralamas do Sucesso lançaram o álbum "O Passo do Lui".
- Em 1985 o RPM lançou o álbum "Revoluções Por Minuto".
- Em 1985 o Ultraje à Rigor lançou o álbum "Nós Vamos Invadir sua Praia".

Vejam... *todas* essas bandas citadas, conseguiram emplacar *TODAS* as músicas dos seus álbuns nas rádios. Nos shows dessas bandas você escutava a plateia cantando todas as músicas. Só o Camisa e o Barão é que tiverem uma ou duas músicas que permaneceram desconhecidas.

Voltando pra para 2015 nos dias de hoje a banda entra em estúdio, grava um CD entre 12 e 15 música, e saí com uma maldição chamada "Música de Trabalho". e aí permanece durante meses massificando só aquela música na cabeça do ouvinte, até enjoar, até dar ânsia de vômito. O restante das músicas do CD são totalmente desconhecidas, não toca em lugar algum e nem você ouve ninguém cantando.

Um exemplo disso é essa tal de banda Malta. Tem uma só música que toca toda hora cujo refrão é algo como "Diz pra mim o que já sei... bláblábláblá". Eu sequer sei o nome dessa música!
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 15150
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Stormbringer em Qui Jul 02, 2015 10:35 am

Eu só tive uma experiência em estudio, de setembro a outubro de 2014. Eu cheguei com as musicas que ia gravar na ponta dos dedos, pra evitar ficar cortando e emendando. Quando eu errava, o rapaz até falava "da pra usar o que ja foi, vc toca a partir daqui e a gente junta", mas eu falava: ok, guarda essa, mas eu quero tocar denovo do começo.

Até porque, eu queria que o resultado soasse como se tivesse sido gravado nos anos 70 ou começo dos anos 80 Very Happy.

Se eu ja fui purista assim com o baixo, imagina o que eu acho de correção de pitch!
avatar
Stormbringer
Membro

Mensagens : 2884
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Claudio em Sex Jul 03, 2015 8:17 am

Stormbringer escreveu:
Se eu ja fui purista assim com o baixo, imagina o que eu acho de correção de pitch!

Como gravação e mixagem não é a minha atividade principal, eu ainda me permito fazer algumas coisas que um profissional da área não poderia.

Fiz um trabalho pra uma banda de MPB aqui do Rio. No dia de gravar as vozes definitivas a cantora veio com uma conversa de que não estava muito bem naquele dia, perguntou se eu poderia utilizar algum recurso pra deixar a voz dela com a afinação correta. Minha resposta foi: "Se você não está bem hoje, então vamos deixar pra gravar as vozes no dia em que você estiver bem. Eu não faço correção de afinação de voz, mas se você quiser posso te indicar um outro estúdio que faça".
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 15150
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Ricardo em Sex Jul 03, 2015 8:32 am

^Aposto que ela ficou boa na hora. Smile
avatar
Ricardo
Membro

Mensagens : 1939
Localização : Curitiba - Pr

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Claudio em Sex Jul 03, 2015 8:34 am

^ Que nada, levou uma semana pra gravar 8 faixas.
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 15150
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por afonsodecampos em Sex Jul 03, 2015 9:55 am

Ouvindo os discos ao vivo da Legião Urbana (banda que gosto muito) fico imaginando a engenharia que o Mairton Bahia teve que usar pra gravar o Bonfá. Nos discos de estúdio tudo é perfeição, nos discos ao vivo é impressiona a falta de segurança. Como um profissional, que ganha rios de dinheiro e vive exclusivamente da música não consegue avançar tecnicamente?

Antes de morrer, o Renato Rocha chegou a falar que boa parte do total de horas cedidas pela EMI eram gastas exclusivamente com a gravação da bateria, o pouco que sobrava ficava para todo o resto.

avatar
afonsodecampos
Membro

Mensagens : 4731
Localização : Belém do Pará

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Jul 03, 2015 10:55 am

E tem mais...Não é todo mundo que sabe com o "JORGE" estalando no ouvido!
auauauua

avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 7139
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Stormbringer em Sex Jul 03, 2015 11:04 am

imagina ser baixista duma banda cujo baterista é ruim de tempo?

pra mim o Renato Rocha foi heróico, hahaha
avatar
Stormbringer
Membro

Mensagens : 2884
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Jul 03, 2015 11:11 am

Se o batera não sair, eu caio fora!
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 7139
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Edu em Seg Jul 06, 2015 11:24 am

joabi escreveu:
É um assunto complicado. Não sei se culpar as ferramentas é o certo... A música se tornou cada vez mais descartável, e a necessidade de lançar um novo hit a cada instante (desde de que seja muito parecido com o anterior) são o grande problema.

Antigamente era difícil ver um trabalho que tenha levado menos de 10 ou 12 meses pra ficar pronto. Billy Jean, do Michael Jackson, foi mixada 90 e tantas vezes pra escolher a versão definitiva (que foi a segunda). Quem faz isso atualmente? Quem tem verba pra isso? As gravadoras estão falidas...

Por outro lado, a popularização da tecnologia possibilitou que qualquer pessoa lance seu trabalho. Entraram pro mercado os músicos iniciantes, técnicos iniciantes, produtores iniciantes, etc. É ótimo que mais coisas sejam produzidas, mas também existe o lado negativo, que é a qualidade média cair. Pior que o público em geral nem percebe.

Ótima discussão. up


É bem por aí. Não é tanto culpa das ferramentas, o problema é o uso que se faz delas. Existe por um lado um rebaixamento cultural no ocidente, principalmente uma crise moral e ética (isso inclui amadores, profissionais, toda população). Existe ao mesmo tempo a popularização da gravação. Não existe mais o filtro das gravadoras (que bom!), existe apenas a divulgação paga (e bem cara) na TV, DVD, internet, etc. A divulgação é por pressão publicitária.
Existe outro fator que é o ESTILO.
Antes do processamento digital alguns estilos mais tradicionais conseguiram resistir por um certo tempo, por exemplo MPB, música gaúcha, nordestina, jazz, blues, etc. Por quê? Esse pessoal das antigas tinha MUITO mais compromisso (em geral, é claro que havia exceções) com a arte. Existia muito mais empenho, cuidado, enfim, como falei, ÉTICA. Hoje qualquer m$%& é arte. A cultura está banalizada e o povo sofre de comodismo.
No mainstrean a exigência é que o sujeito seja vendável e rapidamente absorvido pela massa. O tempo voa e os músicos "aprendem" a tocar e cantar cada vez mais rápido (pobre de quem dá aula, se tornaram apenas tecnocratas). Pra gravar é a mesma coisa, querem gravar e querem que a mágica seja feita instantaneamente com processamentos.
Já no contexto underground, independente o cara não é profissional e não tem tempo pra se aprimorar, porque trabalha, estuda, e acha que pode fazer um trabalho artístico "matado", que o técnico vai fazer sua magia e está tudo ok.
Pra piorar a situação há uma espécie de "necessidade de pertença grupal" de vários produtores, que por automatismo busca se incluir no que todos fazem. O Heavy Metal soa quase todo igual, totalmente comprimido e robotizada (estou falando de processamento, não de arranjos), o rock é a mesma coisa, totalmente limpo e planificado, o tal sertanejo universitário se tornou um festival de auto-tune, até a MPB pende pra plastificação enfadonha.
Existe muito medo em soar diferente, em arriscar, inovar ou mesmo de soar ORGÂNICO. É engraçado ler entrevistas de artistas buscando sempre a originalidade, mas fazendo sempre tudo que todo mundo faz, sempre seguindo cartilhas à risca. Poxa!
avatar
Edu
Membro

Mensagens : 703
Localização : .

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estão os plug-ins perdendo sua potência?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum