Por que o meio-termo é tão ignorado?

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por PauloBass em Sab Nov 07, 2015 12:35 am

CG escreveu:Certa vez eu estava em um encontro do fórum (local onde muitos  pré conceitos são derrubados) com o meu singelo SX, de repente entra um sujeito com calça xadrez e calçando uma crocs que tira um som absurdo do meu baixo. O sujeito pega um Fender e tira um som bem similar.

Até aquele dia eu acreditava que equipamento era muito importante, depois do que ví e ouvi na prática cheguei a conclusão que precisava estudar mais.

Teria sido neste encontro CG?

avatar
PauloBass
Membro

Mensagens : 673
Localização : Taboão da Serra /SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Gabs07 em Dom Nov 08, 2015 10:23 pm

A coisa mais absurda que leio sobre esse tipo de assunto nos Facebooks da vida aí é o seguinte: " O timbre está nos dedos".

O povo confunde "técnica" com "timbre". O cara pode tocar muito, mas muito mesmo, mas se ele tá tocando no baixo de 100 reais com amp de 50 reais, sairá um som muito bem tocado, uma ótima performance, mas terá o timbre do baixo de 100 reais com o amp de 50 reais (não estou falando que é um bom timbre ou um mau timbre. Só estou diferenciando "timbre" de técnica").

O timbre não está nos dedos. Nos dedos está a técnica, o "tocar muito/tocar pouco". O timbre do instrumento não tem nada a ver com isso.
avatar
Gabs07
Membro

Mensagens : 111
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Gabs07 em Dom Nov 08, 2015 10:32 pm

Se timbre estivesse nos dedos eu tiraria um som de Gibson num Marshall valvulado com overdrive, só que fazendo isso com uma flauta doce.

Timbre é um conceito físico, exato. É o jeito, a "cara" da onda sonora. Cada fonte sonora emite uma onda com um jeitão diferente, mesmo que estejam emitindo a mesma nota na mesma altura. É física, não tem nada a ver com interpretação, do tipo: "mas se o cara é bom ele tira som de baixo "x" em baixo "y". Se essa afirmação é verdade, então ele também tira som de Gibson em Marshall valvulado com overdrive, só que fazendo isso com flauta doce.

Sim, nessa parte eu me encaixo em algum "grupo" dos "8 ou 80".
avatar
Gabs07
Membro

Mensagens : 111
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Dom Nov 08, 2015 10:47 pm

Gabs07 escreveu:(...)

Acho que você de certa forma ignora o quesito "tirar o som do baixo".
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Gabs07 em Seg Nov 09, 2015 1:24 am

allexcosta escreveu:
Gabs07 escreveu:(...)

Acho que você de certa forma ignora o quesito "tirar o som do baixo".

"Tirar som do baixo" é técnica, Allex, não "timbre".
Por isso estou (novamente) dizendo digo que confundem estes dois termos...
avatar
Gabs07
Membro

Mensagens : 111
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Seg Nov 09, 2015 8:21 am

Gabs07 escreveu:"Tirar som do baixo" é técnica, Allex, não "timbre".
Por isso estou (novamente) dizendo digo que confundem estes dois termos...

O timbre do instrumento varia imensamente conforme a técnica.

Nenhuma pessoa que escreve "som é dedo" é louca o suficiente pra achar que um Samick soará como um baby bass da Ampeg só com o jeito de tocar, não é isso, nunca foi...

Até o tipo de pele do peão faz uma diferença brutal no timbre de um baixo.

As pessoas ficam infelizes com a maneira que soam e sempre acham que é o instrumento. Muitas vezes não é. É comum o cara que tem um Squier e perde noites de sono com a idéia de comprar um Fender emprestar seu baixo pra alguém que toca legal e ver o baixo se transformar diante de seus olhos em um instrumento com som rico e complexo. O jeito de tocar muda o timbre do baixo.

O sonhador continuaria infeliz quando comprasse o Fender, justamente porque falta algo nele, não no baixo. Aí se foi dinheiro que não precisava ir, noites que não precisavam ser perdidas, etc...

Muitas vezes o cara sequer coloca umas cordas novas ou manda regular o bichinho e já o condena pelo que está escrito no headstock.

avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por HenriqueBessa em Seg Nov 09, 2015 8:46 am

allexcosta escreveu:
O timbre do instrumento varia imensamente conforme a técnica.

Muitas vezes o cara sequer coloca umas cordas novas ou manda regular o bichinho e já o condena pelo que está escrito no headstock.


[2]

Separei somente essas 2 linhas pq, além de serem extremamente claras para definir muito do que já foi dito, são ideias com as quais concordo totalmente. Não tenho o conhecimento ou a "eloquência" dos mais experientes aqui, mas são fatos que pude comprovar pessoalmente diversas vezes.
avatar
HenriqueBessa
Membro

Mensagens : 918
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://henriquebessa.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Willian Casagrande em Seg Nov 09, 2015 9:03 am

Um dos exemplos mais cabais nesse sentido, pra mim, é o Geddy Lee tocando. Soa "Geddy Lee" demais, seja com PB, JB ou um Rick mesmo. Com aquela técnica de "one finger" que ele usa de uma forma bem particular e a pegada que ele dá, consegue tirar um som que, bem, se fosse eu tocando não conseguiria, mesmo com todo o arsenal de equipamentos, amp stereo, pedais e tudo mais que ele usa.
É disso que estamos tratando. Algo que, aliás, é bem mais difícil de conseguir do que trocando o instrumento por um supostamente melhor (mesmo que seja melhor, não é tanto disso que se trata).
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Willian Casagrande em Seg Nov 09, 2015 9:06 am

HenriqueBessa escreveu:
allexcosta escreveu:
O timbre do instrumento varia imensamente conforme a técnica.

Muitas vezes o cara sequer coloca umas cordas novas ou manda regular o bichinho e já o condena pelo que está escrito no headstock.


[2]

Separei somente essas 2 linhas pq, além de serem extremamente claras para definir muito do que já foi dito, são ideias com as quais concordo totalmente. Não tenho o conhecimento ou a "eloquência" dos mais experientes aqui, mas são fatos que pude comprovar pessoalmente diversas vezes.

Exato. Eu demorei um pouco para perceber isso quando comecei a tocar. Queria ter um ótimo equipamento, mas não me dava ao trabalho de cuidar do que eu tinha (que, na verdade, me satisfazia para os meus propósitos). Dar um trato no instrumento com periodicidade é simples e ajuda demais.
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Fernando Zadá em Seg Nov 09, 2015 10:00 am

allexcosta escreveu:

O timbre do instrumento varia imensamente conforme a técnica.


Certeza além da experiência em timbrar ele de forma mais adequada.
Eu nunca consegui tirar do meu Dingwall Combustion 1/10 do som que o Claudio Rocha tirou dele....
mas só para corroborar o que o Allex disse vale rever isso aqui:


avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10480

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Geovane Gomes em Seg Nov 09, 2015 10:36 am

Gabs07 escreveu:A coisa mais absurda que leio sobre esse tipo de assunto nos Facebooks da vida aí é o seguinte: " O timbre está nos dedos".

O povo confunde "técnica" com "timbre". O cara pode tocar muito, mas muito mesmo, mas se ele tá tocando no baixo de 100 reais com amp de 50 reais, sairá um som muito bem tocado, uma ótima performance, mas terá o timbre do baixo de 100 reais com o amp de 50 reais (não estou falando que é um bom timbre ou um mau timbre. Só estou diferenciando "timbre" de técnica").

O timbre não está nos dedos. Nos dedos está a técnica, o "tocar muito/tocar pouco". O timbre do instrumento não tem nada a ver com isso.

Eu concordo com essa ideia!

Ontem eu tive a oportunidade de realizar o sonho de assistir a um show do Marcus Miller e ele comecou tocando com o Sire no inicio. Tocou as duas primeiras músicas quase totalmente com Slap e apartir de entao pegou o seu Fender e certamente continuou o show quase inteiro com esta técnica. O som era muito diferente, realmente outro nível. Pareceu-me que ele comecou tocando com o Sire somente por uma questao comercial.
avatar
Geovane Gomes
Membro

Mensagens : 109
Localização : Santos, SP / Kassel, Alemanha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Fernando Zadá em Seg Nov 09, 2015 12:02 pm

Está nos dedos, mas obviamente (apesar de não parecer pra maioria aqui), não esta só nos dedos.....
Simples assim.
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10480

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Vinicius F em Seg Nov 09, 2015 12:09 pm

Pra mim, grande parte do timbre está nos dedos, sim. Supondo instrumentos com características similares, claro...
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 785
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Kobeh em Seg Nov 09, 2015 12:28 pm

Fernando Zadá escreveu:Está nos dedos, mas obviamente (apesar de não parecer pra maioria aqui),  não esta só nos dedos.....
Simples assim.

Concordo. Esse é o meio termo que esse tópico esta tratando. Já tá mais do que claro que são muitas coisas que influenciam o som que o instrumento vai produzir, mas as pessoas insistem em querer bater o martelo e criar verdades absolutas.
avatar
Kobeh
Membro

Mensagens : 858
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Kobeh em Seg Nov 09, 2015 12:29 pm

Vinicius F escreveu:Supondo instrumentos com características similares, claro...

Então não está APENAS nos dedos...rs
avatar
Kobeh
Membro

Mensagens : 858
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Willian Casagrande em Seg Nov 09, 2015 4:03 pm

Calma lá. Que eu saiba, fórum não é uma disputa de argumentos. Ninguém tem a obrigação de saber de tudo e nem de "não falar besteira". Se há dúvidas, penso que o mínimo que podemos fazer é conversar e tentar saná-las...
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Vinicius F em Seg Nov 09, 2015 5:28 pm

Kobeh escreveu:
Vinicius F escreveu:Supondo instrumentos com características similares, claro...

Então não está APENAS nos dedos...rs

Claro! Concordo absolutamente! Mas vejo que isso depende muito do tipo de instrumento.

Em "diferentes características" posso estar falando de um Fender Custom Shop e um Alembic, ambos com níveis similares de preço e qualidade, mas características diferentes. Aí fica mais difícil "emular" o timbre do outro...

Agora julgando por qualidade, como propõe o tópico:

Um bom baixista consegue tirar timbres muito similares entre um jazz bass "top" e um SX. E se há uma diferença significativa de timbre, esse não acompanha o a diferença de valor praticado entre os instrumentos. Eu tenho um Fender Jazz Bass USA, mas já ouvi muito baixista tirando muito mais som do seu SX por ter bem mais talento do que eu, mesmo...

Vale lembrar que para os instrumentos de construção mais simples e normalmente passivos, como os Fender isso é muito mais factível.

Pra instrumentos ativos, é bem mais complicado. Acho que um pré ruim pode "matar" totalmente o som de um instrumento. O maior problema dos baixos ativos baratos é esse. Muitas vezes a construção é boa, as madeiras idem, a captação idem. Mas o pré é uma porcaria. Normalmente é o que impede os clones de Musicman fazerem frente aos produtos "reais" em termos de som...


Última edição por Vinicius F em Seg Nov 09, 2015 5:40 pm, editado 7 vez(es)
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 785
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 5:54 pm

^Você leu tudo o que ele escreveu?
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Zubrycky em Seg Nov 09, 2015 7:15 pm

Fernando Zadá escreveu:Está nos dedos, mas obviamente (apesar de não parecer pra maioria aqui),  não esta só nos dedos.....
Simples assim.

Não só concordo como também acrescento: E na palheta também. notme hide Smile
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9639
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 7:27 pm

JAZZigo

A única parte em que discordei parcialmente de Allex,além do primeiro post dele, que foi "esses grupos não existem",foi essa aqui:
allexcosta escreveu:Há sim, pessoas com diferentes opiniões sobre as coisas, só isso...

Existem problemas de interpretação também. Não é que nada faça diferença, além da pegada do peão. Coloque no google "lei dos rendimentos decrescentes" e entenda o conceito.

O que muitos observam é o músico negligenciar coisas básicas, como uma boa regulagem, boas cordas, eletrônica quieta, pratica diária e outras tantas coisas que sabidamente tem influência enorme sobre o timbre e sobre a performance geral do instrumento, para ficarem impressionados com mirabolâncias, como madeiras com nome exótico, captadores com fios de ouro, ímãs do lago Toba, etc...

Aqui ele fala que tem músicos que abominam outros músicos que pagam pau pra baixos caros,sem saber o básico do básico da manutenção de um instrumento para deixa-lo todo OK.

E eu concordo totalmente!

Porém,tem uma galera que exagera e quer atropelar a diferença de qualidade entre um Benson e um Squier.Aí já é demais!

A pegada do baixista influencia muito,mas não transforma,mas de jeito nenhum, um baixo em outro.Seja um JB em Precision (ou vice versa) ou um JB de 700 Reais num JB de 2 mil reais.

No mais,ele não falou nada que eu discordasse parcialmente muito menos totalmente.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Edão em Seg Nov 09, 2015 7:48 pm

Voltando ao assunto...
Esse dias, por acaso, toquei no SX LTD2 cor de gema de ovo com hardware dourado que eu tunei logo no começo do Fórum.
Coloquei ponte Badass II dourada, Pickups Fender 60´s, e até um U-Retro dourado e sabe do que não gostei quando toquei nele agora? Da tocabilidade. Trastes e braço ruins. O som? Bom e potente, mas o baixo tem péssima tocabilidade em relação aos demais que tive depois: um Cort GB35A, um fretless custom, um Fender Japan 1993 e um 5 cordas Custom.
Basicamente, um baixo, pra mim, precisa ter boa tocabildiade.
Tive um Giannini GIB400 que me encantou pela ergonomia e ótima tocabilidade do braço.
Esse gianoca tinha corpo em basswood e esse eu pegaria de novo pra tunar e depois se eu não gostasse venderia de novo, hehehehe.

Não achei interessante e nem barato tunar o Cort GB35A. Este tinha corpo em Agathis e ótima tocabilidade.
avatar
Edão
Membro

Mensagens : 1413
Localização : Rio Branco/AC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 8:17 pm

Edão escreveu:Não achei interessante e nem barato tunar o Cort GB35A. Este tinha corpo em Agathis e ótima tocabilidade.
Tem luthier que faz circuito.Já vi um Memphis falar incrivelmente bem só com mudança no pré.Testei e fiquei impressionado mesmo.

E deve sair mais barato que circuito de marca...
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por joabi em Seg Nov 09, 2015 8:28 pm


Max, pra mim ainda não ficou claro o que você considera um baixo meio-termo.

Um baixo barato custa até uns R$800, um caro custa acima de R$5.000, ou algo assim. O que é um baixo meio-termo pra você? Tudo o que está entre esses dois? O que é mediano para você pode ser sonho de consumo para um iniciante ou para um estudante.
avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5478
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Zubrycky em Seg Nov 09, 2015 9:14 pm

Esse tópico me fez lembrar do glorioso Pré System 9 do Colela... Smile
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9639
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 9:28 pm

joabi escreveu:Max, pra mim ainda não ficou claro o que você considera um baixo meio-termo.

Um baixo barato custa até uns R$800, um caro custa acima de R$5.000, ou algo assim. O que é um baixo meio-termo pra você? Tudo o que está entre esses dois? O que é mediano para você pode ser sonho de consumo para um iniciante ou para um estudante.

Sim,os títulos variam de acordo com o poder aquisitivo de cada um.

Mas eu não quero colocar isso em questão porque iria variar muito.

O que eu chamo de baixo mediano,custa entre 1,500 até 2,500 (novo) aproximadamente (com uma margenzinha pra mais ou pra menos),pois se você for analisar,os baixos top de linha das marcas mais populares como Ibanez,Yamaha,Cort,Condor,Tagima (etc..),custam a partir de 3,000 (novo) aproximadamente.

Pois qual a lógica de eu ser um milionário (supondo... sonhar é de graça rs) e chamar um baixo top de linha de baixo de entrada ou mediano só por ser cheio do cascalho?

O baixo vai continuar sendo top de linha,eu ganhando 800 Reais ou 200 Mil por mês.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por joabi em Seg Nov 09, 2015 9:49 pm


Max Payne escreveu:Sim,os títulos variam de acordo com o poder aquisitivo de cada um.

Discordo. Acho que deve ser analisado em função dos valores que o mercado pratica.

Percebe como é difícil fazer essa análise? Pelo menos 80% dos baixistas que passam aqui pelo estúdio têm baixos nessa faixa de preço que você considerou medianos (entre 1.500 e 2.500). Por esse parâmetro os medianos são os mais requisitados, e não os ignorados.
avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5478
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 9:57 pm

joabi escreveu:Discordo. Acho que deve ser analisado em função dos valores que o mercado pratica.

Não penso tão diferente de você:
Max Payne escreveu:Pois qual a lógica de eu ser um milionário (supondo... sonhar é de graça rs) e chamar um baixo top de linha de baixo de entrada ou mediano só por ser cheio do cascalho?

O baixo vai continuar sendo top de linha,eu ganhando 800 Reais ou 200 Mil por mês.

joabi escreveu:Pelo menos 80% dos baixistas que passam aqui pelo estúdio têm baixos nessa faixa de preço que você considerou medianos (entre 1.500 e 2.500). Por esse parâmetro os medianos são os mais requisitados, e não os ignorados.

Mas uma coisa que se vê muito aqui no fórum é membro endeusando a Fender e outros membros que gostam de citar sempre que o som ta todo no dedo,mas têm esses tais baixos medianos ou até mais caros rs...

Isso é que não entendo...
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Seg Nov 09, 2015 10:15 pm

joabi escreveu: Por esse parâmetro os medianos são os mais requisitados, e não os ignorados.
Quando falei meio termo,não me referi a apenas preço.Me referi aos ideais.Incluindo aquela história de que é "proibido" fazer upgrade em contrabaixo,que é perda de dinheiro,que tem que comprar baixo pronto e etc...

O culto aos baixos de marca de grande renome,rejeição de marcas boas que fazem bons baixos com preços menores e qualidades muito parecidas...

O Condor CJB 500 foi um dos ótimos baixos que pararam de ser fabricados por preconceito contra o que esta escrito no headstock,por exemplo.

Do outro lado,ideias totalmente contrárias,de que qualquer baixo é bom,que o dedo é o único responsável pelo som,por mais barato que seja o baixo.E essa ideia não é posta em pratica por quem as expõe.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Vinicius F em Seg Nov 09, 2015 10:31 pm

Max Payne escreveu:
Mas uma coisa que se vê muito aqui no fórum é membro endeusando a Fender e outros membros que gostam de citar sempre que o som ta todo no dedo,mas têm esses tais baixos medianos ou até mais caros rs...

Isso é que não entendo...

Bom, eu sou um baixista muito pior que meu set. Por que eu tenho baixos mais "caros", então?

Sonho de adolescente sem grana, num tempo que os isntrumentos de entrada eram realmente ruins. Por ter paquerado tais instrumentos "de marca" por anos nas vitrines...

Por que comprar uma Mercedes ou uma BMW se um Uno faz a mesma função, (e bem melhor se pensarmos em custos operacionais e outras coisitas a mais) como um meio (instrumento) de transporte? É o mesmo caso!


Última edição por Vinicius F em Seg Nov 09, 2015 10:38 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 785
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Seg Nov 09, 2015 11:20 pm

Bem, sem ofensas ou palavras ríspidas, por favor.

O que escrevi, incluindo que tais grupos não existem, é uma opinião minha. Só não escrevi isso lá porque se sou eu que estou escrevendo, é óbvio que é minha opinião. Duhhh...

Muitas vezes a gente lê um monte de coisa mas só lembra daquilo que ecoa com algum pensamento nosso. Quem sabe isso aconteceu com o Max, que talvez lembre melhor dessas pessoas que defendem uma ou outra posição e ignore todas as outras pessoas com suas diversas visões.

Sei que muitas dessas coisas já foram discutidas aqui ad infinitum, mas isso não justifica que julguemos a intenção original do tópico.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Edão em Seg Nov 09, 2015 11:25 pm

Quem aqui usa o "meio termo" citado?

Joabi respondeu:

joabi escreveu:

Percebe como é difícil fazer essa análise? Pelo menos 80% dos baixistas que passam aqui pelo estúdio têm baixos nessa faixa de preço que você considerou medianos (entre 1.500 e 2.500). Por esse parâmetro os medianos são os mais requisitados, e não os ignorados.
avatar
Edão
Membro

Mensagens : 1413
Localização : Rio Branco/AC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Willian Casagrande em Ter Nov 10, 2015 9:10 am

Edão escreveu:Quem aqui usa o "meio termo" citado?

Joabi respondeu:

joabi escreveu:

Percebe como é difícil fazer essa análise? Pelo menos 80% dos baixistas que passam aqui pelo estúdio têm baixos nessa faixa de preço que você considerou medianos (entre 1.500 e 2.500). Por esse parâmetro os medianos são os mais requisitados, e não os ignorados.

Se entendi errado a questão em jogo, corrijam-me, mas acho a comparação por preço ruim. Muitos que chegam no seu estúdio, joabi, pensam dessa forma (é bem comum, aliás, quem pense em preço), mas nem sempre a qualidade do instrumento (tocabilidade, madeira, acabamento, parte elétrica etc.) está condicionada ao preço. Como muitos companheiros aqui do fórum dizem, os Squier VM ou CV acabam saindo mais barato do que alguns baixos Fender MIM, sendo que são até melhores em muitos sentidos (agora, com esse dólar, sei não). O mesmo ocorre com os JB da SX, baixos muito bem feitos e baratos, ou com os Staner que todo mundo persegue por terem um ótimo custo X benefício. Penso que essa comparação acaba fetichizando o equipamento, aí deixamos de prestar atenção em algo mais relevante para discutir preço, como se houvesse uma relação estreita entre preço/qualidade.
Na época em que decidi comprar um instrumento um pouco melhor, optei por um Fender MIM 2011, Edão. Achei nessa faixa de preço, usado. Achei uma ótima compra, até porque o instrumento estava bem conservado (nem um ano de uso). Antes, também havia pesquisado sobre a questão do controle de qualidade ("calcanhar de Aquiles" dos MIM) e acabei descobrindo que essa safra é bem melhor do que a anterior, dos anos 90 e começo de 2000. Aí comprei.
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Max Payne em Ter Nov 10, 2015 5:06 pm

allexcosta escreveu:Muitas vezes a gente lê um monte de coisa mas só lembra daquilo que ecoa com algum pensamento nosso. Quem sabe isso aconteceu com o Max, que talvez lembre melhor dessas pessoas que defendem uma ou outra posição e ignore todas as outras pessoas com suas diversas visões.

Gostei muito dessa hipótese,Allex.Muito interessante!

Willian Casagrande escreveu:Se entendi errado a questão em jogo, corrijam-me, mas acho a comparação por preço ruim. Muitos que chegam no seu estúdio, joabi, pensam dessa forma (é bem comum, aliás, quem pense em preço), mas nem sempre a qualidade do instrumento (tocabilidade, madeira, acabamento, parte elétrica etc.) está condicionada ao preço. Como muitos companheiros aqui do fórum dizem, os Squier VM ou CV acabam saindo mais barato do que alguns baixos Fender MIM, sendo que são até melhores em muitos sentidos (agora, com esse dólar, sei não).

Concordo!


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Percebi que alguns não entenderam o que quis colocar em questão.

Não critico quem tem baixo caro ou baixo barato ou mediano.

Critico apenas argumentos extremos que defendem preços extremos (opostos).

Como "o som ta todo no dedo" e "junte mais alguns mil Reais e compre baixo "X",pois fazer upgrade é perda de tempo/dinheiro".

Quem tem todas as condiçoes de arcar com baixos caros,tem mais é que comprar mesmo!

Só critico a procura cega de alguns por baixos caros mesmo não tendo condições de arcar com um,e transforma-lo no centro de todas as coisas,e não como um instrumento musical.Algo que ta muito relacionado com o nome no headstock e não com o timbre.Esse é o maior erro.

Mas cada um faz o que bem entender.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por joabi em Ter Nov 10, 2015 5:19 pm

William Casagrande escreveu:Se entendi errado a questão em jogo, corrijam-me, mas acho a comparação por preço ruim. Muitos que chegam no seu estúdio, joabi, pensam dessa forma (é bem comum, aliás, quem pense em preço), mas nem sempre a qualidade do instrumento (tocabilidade, madeira, acabamento, parte elétrica etc.) está condicionada ao preço.

William, a questão é justamente essa... não dá pra definir o que é um baixo mediano! Isso é o que acho, e por consequência é complicado dizer que as pessoas ignoram os instrumentos que estão nessa categoria. Tentei descobrir se o Max se refiria aos instrumentos de valor intermediário, mas ele deixou claro que não é isso também.

Coloque os baixos usados, os que tiveram upgrade, pessoas com vários baixos, etc e a coisa vira uma salada completa. É mais ou menos como discutir o sexo dos anjos... discussão sem fim.

Pra mim a resposta é bem simples, no fim das contas: cada um usa o baixo que quiser e troca quando enjoar ou quando sentir necessidade de outro. Não vejo outra forma.

Iniciantes vão sempre ficar em dúvida e provavelmente vão gastar um bom dinheiro pra descobrir o que funciona ou não para eles, e os músicos experientes vão comprar instrumentos sem precisar da opinião de outros, e portanto sem entrar nas "estatísticas".

avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5478
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Willian Casagrande em Ter Nov 10, 2015 6:12 pm

joabi escreveu:
William Casagrande escreveu:Se entendi errado a questão em jogo, corrijam-me, mas acho a comparação por preço ruim. Muitos que chegam no seu estúdio, joabi, pensam dessa forma (é bem comum, aliás, quem pense em preço), mas nem sempre a qualidade do instrumento (tocabilidade, madeira, acabamento, parte elétrica etc.) está condicionada ao preço.

William, a questão é justamente essa... não dá pra definir o que é um baixo mediano! Isso é o que acho, e por consequência é complicado dizer que as pessoas ignoram os instrumentos que estão nessa categoria. Tentei descobrir se o Max se refiria aos instrumentos de valor intermediário, mas ele deixou claro que não é isso também.

Coloque os baixos usados, os que tiveram upgrade, pessoas com vários baixos, etc e a coisa vira uma salada completa. É mais ou menos como discutir o sexo dos anjos... discussão sem fim.

Pra mim a resposta é bem simples, no fim das contas: cada um usa o baixo que quiser e troca quando enjoar ou quando sentir necessidade de outro. Não vejo outra forma.

Iniciantes vão sempre ficar em dúvida e provavelmente vão gastar um bom dinheiro pra descobrir o que funciona ou não para eles, e os músicos experientes vão comprar instrumentos sem precisar da opinião de outros, e portanto sem entrar nas "estatísticas".


De fato.
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por CG em Ter Nov 10, 2015 6:13 pm

Só para deixar claro, essa lenda que é proibido fazer upgrades em baixos simples não existe. Nunca vi ninguem postando isso aqui.
avatar
CG
Moderador

Mensagens : 11350
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Zubrycky em Ter Nov 10, 2015 7:15 pm

CG escreveu:Só para deixar claro, essa lenda que é proibido fazer upgrades em baixos simples não existe. Nunca vi ninguem postando isso aqui.

Também nunca vi isso por aqui não.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9639
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Vinicius F em Ter Nov 10, 2015 7:15 pm

Max Payne escreveu:
Percebi que alguns não entenderam o que quis colocar em questão.

Não critico quem tem baixo caro ou baixo barato ou mediano.

Critico apenas argumentos extremos que defendem preços extremos (opostos).

Como "o som ta todo no dedo" e "junte mais alguns mil Reais e compre baixo "X",pois fazer upgrade é perda de tempo/dinheiro".

Talvez tenha entendido agora o que você propôs...

Isso praticamente não existe aqui nesse fórum, pode até ter um extremista perdido ou outro, mas chega a ser exceção...

O que mais vejo, é sugestão conforme o contexto/objetivo/perfil de quem pergunta. Exemplo que já vi várias vezes aqui: O cara é novato, toca a poucos meses, tem um SX e já faz alguma pergunta pertinente à upgrade. O cara mais experiente sabe que aquele SX está mais do que adequado pro novato do jeito que está, e sugere ele gastar grana com estudos ao invés de upgrades. Nesse caso é pertinente falar pro cara que ele precisa entender mais o conceito de "som está nos dedos" e se preocupar menos em mexer no baixo agora.

Numa discussão entre caras mais experientes, que já assimilam melhor o timbre dos seus instrumentos, aí já rola sugestões de upgrades específicos pro mesmo SX ou até modelos mais caros.

Ou então, alguém com um instrumento muito ruim, mal construído, pede opiniões por upgrades e o pessoal mais experiente, aí sim, já fala que não vale a pena, com razão...
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 785
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Maurício_Expressão em Ter Nov 10, 2015 7:31 pm

PauloBass escreveu:
CG escreveu:Certa vez eu estava em um encontro do fórum (local onde muitos  pré conceitos são derrubados) com o meu singelo SX, de repente entra um sujeito com calça xadrez e calçando uma crocs que tira um som absurdo do meu baixo. O sujeito pega um Fender e tira um som bem similar.

Até aquele dia eu acreditava que equipamento era muito importante, depois do que ví e ouvi na prática cheguei a conclusão que precisava estudar mais.

Teria sido neste encontro CG?


Não sabia que tinham filmado isso... Esse baixo preto ai de escudo branco com o senhor que usa calça xadrez é o meu 83... Hehehehe.
avatar
Maurício_Expressão
Moderador

Mensagens : 6305
Localização : São José dos Campos - SP (Brazil)

http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/expressao

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por CG em Ter Nov 10, 2015 8:18 pm

Senhores, favor manter o tópico em alto nível.

Sem discussões pessoais por favor.
avatar
CG
Moderador

Mensagens : 11350
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por CG em Ter Nov 10, 2015 9:38 pm

Trancando o tópico pra acalmarem os animos e ninguém tomar gancho...
avatar
CG
Moderador

Mensagens : 11350
Localização : São Roque - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Claudio em Qua Nov 11, 2015 9:08 am

Eu acho uma pena um tópico bom como esse ser fechado, pela simples falta de bom senso.

Vejam... em 99% do tempo eu sou um simples forista como outro qualquer, e no 1% restante sou Administrador, que atua mais no Painel de Controle do que propriamente nos boards.

Sim, cometi alguns erros como forista nesses sete anos de FCBR, mas com certeza aprendi e tirei boas lições de todos eles. Assim, falando apenas como forista, vou deixar aqui umas dicas de como eu costumo me comportar dentro dos tópicos... sem querer parecer ser pretensioso, pode ser que sirva que "inspiração" pra alguns.

- Quando eu entro em um tópico no qual o assunto não me agrada, ou eu não tenho nada de bom para falar sobre o assunto, eu simplesmente não posto absolutamente nada, e nem sequer volto mais ao tópico. Um exemplo disso é o tópico sobre MMA, uma prática que eu abomino e não tenho nada de bom pra falar sobre o assunto. Reparem que não há 1 só post meu naquele tópico, e nem leio o que se passa por lá.

- Quando eu entro num tópico que parece ser interessante, mas desconheço o assunto, eu procuro ler o tópico inteiro e fazer perguntas para tirar as dúvidas que restam. Não tenho o menor receio em fazer perguntas que para outros sejam óbvias. Um exemplo disso foi o tópico que fala sobre Crossover, algo que eu não sabia o que era e muito menos para o que servia. Perguntei sem receios: "O que é e pra o que serve um Crossover?". E hoje eu sei... simples né?

- Você não verá nenhum post meu dizendo que um tópico é ruim, é uma m$%&, o assunto é inútil, é imbecil ou coisas do gênero. Isso é agressão desnecessária, é querer aparecer, chamar atenção e gerar polêmica sem sentido. Sim, eu vejo vários tópicos espalhados no fórum que não fazem sentido, mas esse tempo de experiência como forista já mostrou que tópico ruim morre sozinho.

Dito isso, acho interessante que haja uma rápida reflexão antes de postar. Veja se o que você escreveu é aquilo que você não gostaria que alguém dissesse pra você. Veja se não vai soar como agressivo. Veja se é realmente necessário dizer algo de natureza ríspida e ofensiva.

Criticar é necessário e deve ser feito sempre que a situação pedir, porém no sentido construtivo, sem conteúdo ofensivo.
avatar
Claudio
Membro

Mensagens : 15014
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Qua Nov 11, 2015 10:06 am

ClaudioBass escreveu:Criticar é necessário e deve ser feito sempre que a situação pedir, porém no sentido construtivo, sem conteúdo ofensivo.

Sem dúvida. Também tive meus momentos de bom senso duvidoso ao longo dos anos, mas hoje sigo e recomendo o princípio de que se não me agrada, nem mexo.

Talvez fosse a melhor pedida aqui. Vou conversar na moderação pra ver se a gente limpa o tópico e o deixa seguir seu curso.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Qua Nov 11, 2015 11:09 pm

Tópico limpo e reaberto. Por favor, observem as recomendações da moderação.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Gabs07 em Qui Nov 12, 2015 12:58 pm

Natural a exaltação de ânimos. Acontece. Mas, bom, voltando e me limitando ao assunto do tópico:

Willian Casagrande escreveu:Um dos exemplos mais cabais nesse sentido, pra mim, é o Geddy Lee tocando. Soa "Geddy Lee" demais, seja com PB, JB ou um Rick mesmo.

Essa frase ilustra perfeitamente o que eu quero dizer. É claro que soa Geddy Lee, pois, afinal, é o Geddy Lee tocando. Ele tem uma técnica, uma tocabilidade própria, um estilo reconhecível mesmo tocando em vários equipamentos diferentes. Porém, porém, porém...o som sai bem diferente quando ele toca num PB, num JB e num Rick, correto? Ou errado? Correto, não é? Pois bem, se é correto, pra mim a discussão acabaria aqui de tão simples que a coisa é de ser concluída. É só isso a diferenciação entre timbre e técnica. O timbre não está nos dedos do Geddy Lee!

Técnica = reconheço o Geddy Lee tocando em 3 baixos diferentes.
Timbre = o som sai audivelmente diferente quando ele toca em cada um desses 3 baixos.

Pronto, gente. É só isso. Pra mim acaba aí, e não essa conjectura do tipo "mas se o cara 'x' toca 'assim' e regula o som 'assado' ele consegue o timbre do baixo 'z' fabricado em época 'w'. "

Isso é surreal. Então está querendo dizer que um baixo tem o som de outro baixo (???).
Claro, óbvio que você pode variar o som de um baixo com regulagens e pegada, se você coloca mais agudos o som sai mais agudo, se você coloca mais médios o som sai com mais médios, se você toca mais perto da ponte sai de um jeito, se você toca próximo do braço sai outro. Sim, claro, nem sei se isso precisava ser dito de tão óbvio. Mas, mas...é o timbre que aquele baixo vai te entregar. Você está dentro das possibilidades daquele baixo. Daquele baixo, e não do outro baixo. Sacaram?

E como eu disse no primeiro comentário: não se trata de som bom, ou som ruim, trata-se de som diferente! Esquece essa comparação SX vs Fender e afins pra ver qual é melhor. A discussão não é "timbre de um é melhor do que o timbre do outro", mas a discussão é que o "timbre de cada um é diferente, independente do dedo que está tocando o baixo." Acabei de mostrar isso com o Geddy Lee! Se o timbre tá no dedo do cara, iria sair exatamente o mesmo som em 3 baixos com característica completamente diferentes. Ué...mas então por que sai timbre diferente? Por que será? Certeza que a coisa que tá nos dedos do cara se chama "timbre"? Será que não se chama "técnica" e "timbre" está nos equipamentos que ele usa?

Técnica é uma coisa. Você pode arrepiar no Ciclotron multiuso com o Memphis. Essa é sua técnica. Mas o timbre é aquele, de Ciclotron com Memphis, não importa o diabo de técnica que você faça. É um timbre bom, é um timbre ruim? Não sei! A discussão não é "bom versus ruim"! Mas é um timbre diferente, é um timbre diferente do timbre que você obtém com outro equipamento. É bom, é ruim? Novamente, não sei, porque (novamente) a discussão não é sobre "bom ou ruim", sobre se o Sx chega no som do baixo de 10 mil reais no dedo. Mas, a discussão é que são timbres diferentes, o SX tem timbre "a" e o baixo de 10 mil tem timbre "b", pois são equipamentos diferentes. Só isso.

E ufa...rsrs.
avatar
Gabs07
Membro

Mensagens : 111
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por allexcosta em Qui Nov 12, 2015 1:27 pm

Gabs07 escreveu:(...)

Beleza, brother.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42277
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Coder em Qui Nov 12, 2015 1:44 pm

Gabs07 escreveu:sobre se o Sx chega no som do baixo de 10 mil reais no dedo. Mas, a discussão é que são timbres diferentes, o SX tem timbre "a" e o baixo de 10 mil tem timbre "b", pois são equipamentos diferentes. Só isso.

Da mesma forma que suco de tamarindo tem gosto de tamarindo e suco de limão tem gosto de limão... Só que 1 custa R$15,00/kg e o outro R$5,00...

avatar
Coder
Membro

Mensagens : 3057
Localização : República das Bananas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por HenriqueBessa em Qui Nov 12, 2015 2:10 pm

Gabs07 escreveu:Será que não se chama "técnica" e "timbre" está nos equipamentos que ele usa?

Se o timbre está no equipamento, não importa quem toque então?
avatar
HenriqueBessa
Membro

Mensagens : 918
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://henriquebessa.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Kobeh em Qui Nov 12, 2015 2:32 pm

HenriqueBessa escreveu:
Gabs07 escreveu:Será que não se chama "técnica" e "timbre" está nos equipamentos que ele usa?

Se o timbre está no equipamento, não importa quem toque então?

Concordo com quase tudo com oq ele falou. Mas a técnica tb influência no timbre. Se o cara toca de palheta ou não, se ele toca com muita força ou não, enfim... O Allex citou aí que até o tipo de pele de candango faz diferença. É algo complexo...

A questão é q o Marcus Miller vai soar melhor do q eu tocando num Jenifer desregulado, mas nunca vai tirar um som tão quando ele tira no seu lendário Jazz Bass, assim como eu vou tirar um som legal nesse mesmo JB (muito melhor do que eu vou tirar no Jenifer), mas não vou conseguir reproduzir o mesmo som que o M. Miller.
avatar
Kobeh
Membro

Mensagens : 858
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por HenriqueBessa em Qui Nov 12, 2015 2:57 pm

^Mas é exatamente isso que o pessoal tava falando. Técnica e timbre não são separados e sim complementares. A técnica sempre irá influenciar no timbre não importa qual equipamento. Logo o timbre também, não somente, está nos dedos Wink
avatar
HenriqueBessa
Membro

Mensagens : 918
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://henriquebessa.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o meio-termo é tão ignorado?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum