Tagima Woodstock Séries TW65

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Maik Schwarzburg em Qua Fev 01, 2017 8:02 am

Mauricio Luiz Bertola, sei que tem gente que não acha que existe baixo pra tal gênero musical, não sei se você é um desses. Mas se puder dar a sua opinião, qual dos dois baixos se adequa mais para tocar rock alternativo, pop dos anos 80, até passando pelo punk, hardcore, grunge e metal mais pesado? Qual deles tem, se pode-se dizer assim, uma variação de timbres que pegue mais ritmos? Considerando outros ritmos que eu não falei também. Esses são os principais que eu pretendo tocar
Maik Schwarzburg
Maik Schwarzburg
Membro

Mensagens : 6
Localização : SSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qua Fev 01, 2017 8:37 am

^ Meu rapaz, isso simplesmente não existe.
Toque o que quiser, com o baixo que quiser. O resto é mito...
Timbre é vc que faz, com sua técnica e seus ouvidos, assim como com a timbragem do seu amp.
Compra logo o Tagima TW65 que tá muito bom... Compre e faça o "dever de casa": Leve a um bom luthier para trocar as cordas por outras de qualidade comprovada, regular tudo muito bem, e vá estudar/tocar.
Nothing more than this...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13941
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Qua Fev 01, 2017 9:51 am

Se tiver a chance, teste os dois e fique com o que mais te agradar.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por allexcosta em Qua Fev 01, 2017 9:59 am

Eu acho que um deles só serve pra tocar músicas do festival de Woodstock.

Se for pra tocar outras coisas, é melhor pegar o outro.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 45588
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Juninho Sampaio em Qua Fev 01, 2017 12:26 pm

Maik Schwarzburg escreveu:Galera estou voltando pro lado dos graves, e pra recomeçar estou em dúvida entre o TAGIMA TW65 e o TAGIMA TBM-4. Já ouvi e li muita coisa sobre ambos os baixos mas não consigo decidi e não tenho como testar nenhum dos dois, que estão na faixa de preço do que eu posso gastar. Alguém pode me ajudar com a escolha entre o melhor dos dois?

Ainda te digo mais....tem um TBM4 vendendo em Dias Davila ou camaçari. Por R450,00. O cara chegou a me fazer R$350 mas tinha que ir buscar.
Fiquei com preguiça de andar 50km ida e volta. Vai la e pega pra vc...ta bom o preço
Juninho Sampaio
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 7956
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Seg Fev 13, 2017 10:02 am

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Tw65bk2


Pois bem galera. Estou com um desses aqui em casa. Eu peguei em um rolo que fiz com o baixolão da Condor que eu tinha aqui em casa. Peguei o baixo e uma volta em grana. E foi comprado novo há três meses. Depois de testá-lo o final de semana inteiro resolvi postar minha experiência com ele. É importante frisar aqui que possuo um Squier Vintage Modified Precision Bass, já tive um Tagima TJB5 e tinha em mãos um Tagima Jazz Bass da era Seizi. Logo pude formular conceitos bem concretos sobre esse baixo. Quero deixar bem claro que é a minha opinião sobre o baixo.

Começando pela construção. Sobre o corpo eu nem tenho muito o que falar. Bem honesto pelo valor. Pra dizer a verdade é bem normal. Apesar de ser pintado, consegui detectar as emendas, mas isso não é lá grandes coisas. Pode ser impressão minha, mas ele me pareceu um pouco menor do que o meu Squier. Digo menor em relação à tamanho, dimensões do corpo. Em relação ao peso o baixo é muito leve. Não tenho o que reclamar do corpo. Achei até bonita essa combinação de preto com escudo tortoise. A construção do corpo e o acabamento são compatíveis ao preço do baixo. O braço pra mim já é um ponto muito negativo. Eu achava o TJB fraco e mal acabado. Por incrível que pareça esse conseguiu ser pior. O maple da escala parece estrado de cama, pallet, essas coisas. O Woodstock que eu tenho lá em casa tem umas partes marrons que nem o acabamento do verniz (gloss, sei lá) conseguiu amenizar. Os trastes são mal colocados e sobram nas extremidades do braço. É o tal chamado fretwork. Quem o comprar, recomendo uma retífica de trastes. Um outro ponto a frisar é que assim que eu peguei o baixo, percebi o quão desregulado ele estava. Assim que pude, dei o baixo a um amigo que imediatamente fez o setup geral dele. Até aí tudo bem. Acontece que fui pra casa, deixei o baixo em um canto e curti o dia. Isso era no sábado. Domingo pela manhã peguei o baixo e ele estava desregulado novamente. Dessa vez eu mesmo o regulei e pelo menos durante o dia não tive problemas. Não peguei o baixo hoje pela manhã. Farei isso de noite. Espero não encontrá-lo desregulado. Apesar de tudo isso, gostei bastante da medida do braço. Bem confortável.

Sobre o hardware. Compatíveis com o valor do baixo. No entanto, tenho de dizer que tive afiná-lo mais de uma vez durante o uso. A tarraxa não segurou a afinação. Detalhe que eu o toquei normalmente. Não fiz slap, nem o castiguei e nem o expus à mudanças de temperatura. Interessante que tanto o TJB 5 que eu tive, quanto o Squier que eu ainda tenho, sustentam a afinação por uma semana completa. Por exatos sete dias. Esse de um dia por outro semitonou totalmente e após algumas horas paradas também semitonou. Para completar também desafinou após um período de uso, como dito acima. O baixo ainda é novo, mas acredito que daqui um tempo o hardware começará a oxidar, assim como foi com o TJB5. Em relação aos knobs tenho de dizer que gostei deles. Legais.

Sobre a elétrica. Pelo amor de Deus. O baixo tem muito ruído. E o ruído é intermitente e permanece ali independente de como você usa o baixo. Seja com os dois captadores abertos, seja com um somente, seja com o tone fechado, seja com todos os volumes zerados. O ruído está ali. Recomendo uma revisão geral a todos que vierem um dia a comprar esse baixo. Um outro detalhe é que eu não conferi os valores dos potenciômetros e dos capacitores, mas em comparação ao Squier e ao TJB, consegui perceber que as frequências trabalhadas são bem diferentes. Até falarei sobre isso quando comentar os captadores. Não consigo explicar direito, mas esse baixo é muito médio e muito agudo. Não há ruídos ou qualquer chiado ao se usar os knobs.

Captadores. Como foi dito aqui, os captadores são cerâmicos. Estou acostumado com o som do Squier e de outros Precisions e PJ'S que já toquei e na minha opinião o som desse baixo passa longe. Muito longe. Em uma primeira experiência eu confesso que detestei pois esperava dele um timbre Precision e não achei. Ele tem um timbre próprio. Como eu disse, ele possui muito médio. Até sobra. O bom é que por isso ele até ficou bonito na mix após uma regulagem no som. Chegou um momento que eu até esqueci que estava tocando um PJ e pensei que o que tinha em mãos era um Stingray com um single na posição do braço. Uma blindagem é extremamente necessária. Por conta dele atrapalhei o ensaio, visto que o bichinho saiu captando tudo. Levei um tempo para me acostumar. Meu veredito final é que o baixo possui um desequilíbrio no que diz respeito ao som. Basta aprender dominá-lo. Um compressor cai muito bem. Digo também que uma blindagem é necessária.


Resumo.

Meus pontos positivos:

É bonito
Tem o braço confortável
É leve
Depois de ajustes, o som fica legal na mix devido aos médio e agudos bem evidentes.


Pontos negativos:

Trastes mal colocados e com sobras
Ruído excessivo mesmo com o tone fechado e até mesmo com o volume zerado
Precisou de duas regulagens em menos de vinte e quatro horas
Não segurou a afinação
Som desequilibrado





pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por JAZZigo em Ter Fev 14, 2017 12:47 am

^
Não rola um audiozinho aí, Pedro?! Wink
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 12478
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Ter Fev 14, 2017 8:21 am

JAZZigo escreveu:^
Não rola um audiozinho aí, Pedro?! Wink


Pois é. Passou da hora de me aventurar nas gravações. Verei o que consigo fazer aqui com a ajuda de um amigo que entende dessas coisas.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por santos_t em Ter Fev 14, 2017 10:50 pm

Pessoal, oi. Sou novo no fórum e pra não criar outro tópico vou postar aqui mesmo, até porque minha situação é parecida com a de Maik Schwarzburg. Eu já tinha feito a minha cabeça e iria comprar o tw 65, mas depois de ter visto duas postagens, que foi essa review de pedrohenrique.astronauta e outra em relação ao som do baixo ter pouco ganho, eu estou quase comprando o tbm-4, até porque tenho o intuito de tocar metal estilo death, thrash, e acho que o tw 65 não vai "ter fôlego". O tbm-4 apesar de terem algumas reclamações, parece ter um custo-benefício em relação a estrutura melhor. Eu vi alguns vídeos do baixo e realmente comparando com o tbm-4 (independente dele ser ativo) e achei o som dele mais "oco". Eu sei como já responderam que não existe isso de baixo pra tal som, mas entre o tw 65, e o tbm-4, qual dos dois podem dar uma timbragem mais voltada pro estilo que eu quero tocar?

santos_t
Membro

Mensagens : 15
Localização : Novo Mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por HenriqueBessa em Qua Fev 15, 2017 8:41 am

Já que vc falou de Death/Thrash... te deu 1 exemplo: Steve DiGiorgio (Death/Testament)

Na maioria da vezes ele usa baixos com captadores humbucking, mas tb já usou com captadores single coil. E acho que só o Rickenbacker dele não é fretless. O baixista anterior do Testament (Greg Chistian) usava JB, PB, mas tb baixos Jackson. Então, o que quero dizer é que não há baixo certo mesmo. Vc é que é maior responsável pelo timbre que vc vai tirar do baixo.

Siga o que a grande maioria recomenda: teste os 2 (procure outros tb) veja qual que te deixa mais confortável e lhe dá a melhor resposta sonora (no estilo que vc quer).


Última edição por HenriqueBessa em Qua Fev 15, 2017 8:47 am, editado 1 vez(es)
HenriqueBessa
HenriqueBessa
Membro

Mensagens : 1465
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://henriquebessa.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Qua Fev 15, 2017 8:44 am

santos_t escreveu:Pessoal, oi. Sou novo no fórum e pra não criar outro tópico vou postar aqui mesmo, até porque minha situação é parecida com a de Maik Schwarzburg. Eu já tinha feito a minha cabeça e iria comprar o tw 65, mas depois de ter visto duas postagens, que foi essa review de pedrohenrique.astronauta e outra em relação ao som do baixo ter pouco ganho, eu estou quase comprando o tbm-4, até porque tenho o intuito de tocar metal estilo death, thrash, e acho que o tw 65 não vai "ter fôlego". O tbm-4 apesar de terem algumas reclamações, parece ter um custo-benefício em relação a estrutura melhor. Eu vi alguns vídeos do baixo e realmente comparando com o tbm-4 (independente dele ser ativo) e achei o som dele mais "oco". Eu sei como já responderam que não existe isso de baixo pra tal som, mas entre o tw 65, e o tbm-4, qual dos dois podem dar uma timbragem mais voltada pro estilo que eu quero tocar?


Acredito que o melhor para você seja testar o baixo. Ali no meu review eu não citei o baixo ganho dele pois a minha opinião é bem contrária. Esse baixo é um tiro. Assemelho o TW65 a um potrinho cheio de energia que corre sem parar e sem controle. Ele possui um som bem diferente de qualquer PJ que eu já toquei. Ele possui muito médio. É um tiro, mas é um tiro desordenado. Nada que uma timbragem não resolva. Na minha opinião, ele pode te atender sim.


Obs.: Coloquei o Tagima para vender pela manhã. Em menos de 12 eu já o havia vendido. Quem o comprou se apaixonou. Por isso que todos dizem aqui no Fórum que não há nada melhor do que testar. Nada supera a sua própria experiência com o instrumento.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por santos_t em Qua Fev 15, 2017 1:02 pm

HenriqueBessa, eu infelizmente não tenho como testar, e já estava pensado em pegar o tw 66 da Tagima, que é só precision. Você conhece/sabe alguma coisa dele?

pedrohenrique.astronauta, a mesma pergunta.

Obrigada por terem respodido aê!

Smile

santos_t
Membro

Mensagens : 15
Localização : Novo Mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Qua Fev 15, 2017 2:16 pm

santos_t escreveu:HenriqueBessa, eu infelizmente não tenho como testar, e já estava pensado em pegar o tw 66 da Tagima, que é só precision. Você conhece/sabe alguma coisa dele?

pedrohenrique.astronauta, a mesma pergunta.

Obrigada por terem respodido aê!

Smile


Da série Woodstock só estive com o TW65 em mãos.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por HenriqueBessa em Qua Fev 15, 2017 2:18 pm

E eu não toquei em nenhum dos 2 ^^

Mas no post sobre ele tem bastante informação e um pessoal que já comprou ou experimentou.
HenriqueBessa
HenriqueBessa
Membro

Mensagens : 1465
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://henriquebessa.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por johny leandro em Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

pedrohenrique.astronauta escreveu:Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Tw65bk2


Pois bem galera. Estou com um desses aqui em casa. Eu peguei em um rolo que fiz com o baixolão da Condor que eu tinha aqui em casa. Peguei o baixo e uma volta em grana. E foi comprado novo há três meses. Depois de testá-lo o final de semana inteiro resolvi postar minha experiência com ele. É importante frisar aqui que possuo um Squier Vintage Modified Precision Bass, já tive um Tagima TJB5 e tinha em mãos um Tagima Jazz Bass da era Seizi. Logo pude formular conceitos bem concretos sobre esse baixo. Quero deixar bem claro que é a minha opinião sobre o baixo.

Começando pela construção. Sobre o corpo eu nem tenho muito o que falar. Bem honesto pelo valor. Pra dizer a verdade é bem normal. Apesar de ser pintado, consegui detectar as emendas, mas isso não é lá grandes coisas. Pode ser impressão minha, mas ele me pareceu um pouco menor do que o meu Squier. Digo menor em relação à tamanho, dimensões do corpo. Em relação ao peso o baixo é muito leve. Não tenho o que reclamar do corpo. Achei até bonita essa combinação de preto com escudo tortoise. A construção do corpo e o acabamento são compatíveis ao preço do baixo. O braço pra mim já é um ponto muito negativo. Eu achava o TJB fraco e mal acabado. Por incrível que pareça esse conseguiu ser pior. O maple da escala parece estrado de cama, pallet, essas coisas. O Woodstock que eu tenho lá em casa tem umas partes marrons que nem o acabamento do verniz (gloss, sei lá) conseguiu amenizar. Os trastes são mal colocados e sobram nas extremidades do braço. É o tal chamado fretwork. Quem o comprar, recomendo uma retífica de trastes. Um outro ponto a frisar é que assim que eu peguei o baixo, percebi o quão desregulado ele estava. Assim que pude, dei o baixo a um amigo que imediatamente fez o setup geral dele. Até aí tudo bem. Acontece que fui pra casa, deixei o baixo em um canto e curti o dia. Isso era no sábado. Domingo pela manhã peguei o baixo e ele estava desregulado novamente. Dessa vez eu mesmo o regulei e pelo menos durante o dia não tive problemas. Não peguei o baixo hoje pela manhã. Farei isso de noite. Espero não encontrá-lo desregulado. Apesar de tudo isso, gostei bastante da medida do braço. Bem confortável.

Sobre o hardware. Compatíveis com o valor do baixo. No entanto, tenho de dizer que tive afiná-lo mais de uma vez durante o uso. A tarraxa não segurou a afinação. Detalhe que eu o toquei normalmente. Não fiz slap, nem o castiguei e nem o expus à mudanças de temperatura. Interessante que tanto o TJB 5 que eu tive, quanto o Squier que eu ainda tenho, sustentam a afinação por uma semana completa. Por exatos sete dias. Esse de um dia por outro semitonou totalmente e após algumas horas paradas também semitonou. Para completar também desafinou após um período de uso, como dito acima. O baixo ainda é novo, mas acredito que daqui um tempo o hardware começará a oxidar, assim como foi com o TJB5. Em relação aos knobs tenho de dizer que gostei deles. Legais.

Sobre a elétrica. Pelo amor de Deus. O baixo tem muito ruído. E o ruído é intermitente e permanece ali independente de como você usa o baixo. Seja com os dois captadores abertos, seja com um somente, seja com o tone fechado, seja com todos os volumes zerados. O ruído está ali. Recomendo uma revisão geral a todos que vierem um dia a comprar esse baixo. Um outro detalhe é que eu não conferi os valores dos potenciômetros e dos capacitores, mas em comparação ao Squier e ao TJB, consegui perceber que as frequências trabalhadas são bem diferentes. Até falarei sobre isso quando comentar os captadores. Não consigo explicar direito, mas esse baixo é muito médio e muito agudo. Não há ruídos ou qualquer chiado ao se usar os knobs.

Captadores. Como foi dito aqui, os captadores são cerâmicos. Estou acostumado com o som do Squier e de outros Precisions  e PJ'S que já toquei e na minha opinião o som desse baixo passa longe. Muito longe. Em uma primeira experiência eu confesso que detestei pois esperava dele um timbre Precision e não achei. Ele tem um timbre próprio. Como eu disse, ele possui muito médio. Até sobra. O bom é que por isso ele até ficou bonito na mix após uma regulagem no som. Chegou um momento que eu até esqueci que estava tocando um PJ e pensei que o que tinha em mãos era um Stingray com um single na posição do braço. Uma blindagem é extremamente necessária. Por conta dele atrapalhei o ensaio, visto que o bichinho saiu captando tudo. Levei um tempo para me acostumar. Meu veredito final é que o baixo possui um desequilíbrio no que diz respeito ao som. Basta aprender dominá-lo. Um compressor cai muito bem. Digo também que uma blindagem é necessária.


Resumo.

Meus pontos positivos:

É bonito
Tem o braço confortável
É leve
Depois de ajustes, o som fica legal na mix devido aos médio e agudos bem evidentes.


Pontos negativos:

Trastes mal colocados e com sobras
Ruído excessivo mesmo com o tone fechado e até mesmo com o volume zerado
Precisou de duas regulagens em menos de vinte e quatro horas
Não segurou a afinação
Som desequilibrado





     

Ufa pensei que so eu tinha essas mesmas impressões desse bass,ou o meu tw65 tinha sido um sorteado de fabrica!Porque vejo muita gente falando muito bem desse baixo mas pela experiência que tive ...

johny leandro
Membro

Mensagens : 75
Localização : fortaleza, ceara

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Qui Fev 16, 2017 8:31 am

^Sabe o que eu achei interessante Johny? Esse baixo foi o que ficou menos tempo aqui em casa. Comigo não rolou. Não rolou química e apesar dele ser bonito, o fato de já ter um Squier acabou ofuscando o Tagima. O anunciei no Facebook terça pela manhã e em menos de 12 horas o vendi. Ele ainda é muito popular.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 6977
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por johny leandro em Qui Fev 16, 2017 8:22 pm

O meu troquei em um condor 6c

johny leandro
Membro

Mensagens : 75
Localização : fortaleza, ceara

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Prmmartins em Qua Dez 12, 2018 9:37 pm

Boa noite, rapaziada! Novo aqui, e novo no mundo dos graves. Acabei de adquirir, hoje, meu TW65. Pelo custo-benefício, minha primeira ideia era o TW66, que estava a R$799,00, na Cheiro de Música. Porém, passando em frente à Pleidisco na Rua da Carioca, vi esse 65 por R$775,00, divididos em 07x sem juros! Nem titubiei! Em janeiro começo minhas aulas de baixo, e pretendo levá-lo ao luthier, para as regulagens de praxe, inclusive para subir o encordoamento para 0.45.Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 20181210

Prmmartins
Membro

Mensagens : 1
Localização : Niterói

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Uchoa em Qua Dez 12, 2018 10:41 pm

Parabéns pela a aquisição !
Realmente precisa de uma regulagem geral e troca de cordas no Luthier e vai ficar show de bola !
Uchoa
Uchoa
Membro

Mensagens : 3061
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

https://www.reverbnation.com/rhakia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tagima Woodstock Séries TW65 - Página 3 Empty Re: Tagima Woodstock Séries TW65

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum