5 cordas mas só usa 4

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Qui Jun 30, 2016 1:51 pm

Ainda estou disposto a discutir "a linguagem do contrabaixo de hoje pede 5c" que o Allex falou (e que refutei  no post onde coloquei o video da Norah Jones (e que ninguém leu, ou simplesmente ignoraram)). Se isso for pertinente, só ir aí em cima, quotar esse meu post de que estou falando e conversar numa boa. Agora, se isso for considerado "treta" e resolverem postar meme do Deboísmo + oração de paz interior...aí até eu dispenso a discussão.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Qui Jun 30, 2016 2:23 pm

John Music escreveu:Ainda estou disposto a discutir "a linguagem do contrabaixo de hoje pede 5c" que o Allex falou (e que refutei  no post onde coloquei o video da Norah Jones (e que ninguém leu, ou simplesmente ignoraram)).

Não me furto de uma boa discussão, simplesmente não tive tempo de entrar no fórum hoje. A propósito, o quote lá tá errado...

Vou ler o que você escreveu e tentar responder de acordo.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Qui Jun 30, 2016 2:34 pm

John Music escreveu:Linguagem de hoje? O que é "linguagem de contrabaixo de hoje"? Existe isso? Juro que essa é nova pra mim (sem ser irônico). Ligar o rádio e escutar Mariah Carey é decretar o que é e o que não é "linguagem de contrabaixo de hoje"?

Sim, existe linguagem de hoje. Escutar música mainstream e perceber tendências musicais é suficiente para se decretar uma "linguagem de hoje". Houve uma época em que 90% das músicas que tocavam nos rádios dos EUA eram gravadas na Motown pelo James Jamerson ou pela Carol Kaye com linhas características e timbre de PBass bem abafado e com pouco sustain. Isso era a linguagem daquela época. Por mais que existam coisas legais flutuando em volta da linguagem da época, é inegável que tal linguagem existe.

John Music escreveu:Então isso aqui não tem nada a ver com a linguagem de hoje (segundo seu conceito de "Linguagem de contrabaixo de hoje").

Não, não tem...

Norah Jones é muito legal, mas não é mainstream nem jamais foi


John Music escreveu:Norah Jones, um popzinho que tem uma mix pesadassa, em que o produtor grava em fita. Incomum isso, né? Não deve ser linguagem de hoje.

Gravar em fita é muito comum, assim como gravar em fita, editar em digital e voltar pra fita. Nada disso é atípico.

John Music escreveu:Inclusive o produtor (que é o próprio baixista) tem esse som tosco porque ele usa um Hofner President 60's. Um baixo archtop, 4 cordas, velhão, ultrapassado e obsoleto, como estão dizendo aí. Acho que ele entende bem pouco da linguagem do contrabaixo de hoje, né, Allex? Deve ser. Ainda mais porque ele não "cola com o bumbo" nessa música (fica feio, né? Dá pra reparar o quão esquisita é a levada dessa música...) Afinal, não ser acompanhador de bumbo 24h (e ainda mais tocando baixo 4c) não tem nada a ver com a linguagem de contrabaixo de hoje.

Não vou entrar no mérito das provocações e do sarcasmo. Eu nunca falei nada de tocar com ou sem bumbo.

Música é uma arte, uma linguagem da alma. Música não precisa seguir padrões.
Existem, no entanto, tendências da indústria da música que vão e vem. Já faz algumas décadas que baixo de 5 cordas é o mais utilizado em gravações mainstream de estilos não-rock.

É só isso... Se uma frase boba dessas te ofende, paciência.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Qui Jun 30, 2016 2:43 pm

Vc tá falando de Mainstream. Definitivamente, estamos falando de coisas diferentes. Por isso a dificuldade de entendimento entre nós desde o início. Estando vc falando de mainstream e eu não, a discussão acaba aqui.

Nada me ofendeu. O mais próximo disso (e mesmo assim, não próximo) foi você colocar eu no pacote "rokceiro" do jeito convicto que você "estereotipa" o termo "rock" (só porque eu, entre aspas, defendi o 4c e estou pouco ligando para as tendências industriais, ou o mainstream do contrabaixo 5c...)

No mais, novamente, vc está falando de Mainstream e eu não. Por mim, fechou o tópico.


Última edição por John Music em Qui Jun 30, 2016 2:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Qui Jun 30, 2016 2:48 pm

John Music escreveu:Vc tá falando de Mainstream. Definitivamente, estamos falando de coisas diferentes. Por isso a dificuldade de entendimento entre nós desde o início. Estando vc falando de mainstream e eu não, a discussão acaba aqui.

Utilizei a expressão "standard da indústria" na primeira mensagem que você respondeu.

Standard da indústria = mainstream. Significam exatamente a mesma coisa.

Houve uma dificuldade de interpretação da sua parte. Se a expressão "standard da indústria" foi uma escolha infeliz da minha parte por se valer da mistura de palavras em línguas diferentes, peço desculpas.

John Music escreveu:Nada me ofendeu. O que mais próximo disso (e mesmo assim, não próximo) foi você colocar eu no pacote "rokceiro" do jeito convicto que você "estereotipa" o termo "rock" (só porque eu amo 4c e estou pouco ligando para as tendências industriais, ou o mainstream do contrabaixo 5c...)

De fato, estereotipei. Sou preconceituoso, confesso... Se errei feio, peço desculpas por isso também. É que depois de anos e anos de fórum a gente meio que conhece o povo no arriar das malas e termina confiando excessivamente nos próprios instintos. Acontece.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Coder em Qui Jun 30, 2016 3:16 pm

snax
avatar
Coder
Membro

Mensagens : 3057
Localização : República das Bananas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por J.Adalberto em Qui Jun 30, 2016 3:39 pm

A minha explicação é a seguinte:
É como restaurante self service, não é prq determinado prato está lá à disposição q vc é obrigado a comê-lo !

Se eu particularmente fosse seguir a premissa que tenho que usar todas as cordas, q estão à disposição no baixo, o meu deveria ter uma corda só Rsrs
avatar
J.Adalberto
Membro

Mensagens : 3453
Localização : São Paulo

http://www.joaoadalberto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Max Payne em Qui Jun 30, 2016 6:54 pm

John Music

Curto bastante Norah Jones... Mas é muito fácil por uma música de progressão harmônica e rítmica simples, um pop rock que flerta bem de leve com o Soul, e justificar com isso que o mundo não precisa do 5 cordas.

Mas olha como soa a quinta corda no R&B contemporâneo e até no Soul,por exemplo:


Será que é possível imaginar essa música da Debra sem a B0?


O próprio Wooten usando 5c...

E nesse vídeo,uma prova ocular de que até baixistas que tocam com o de 4c usam os de 5 em gravações (nesse caso o de 6),como o próprio Victor do vídeo acima e desse abaixo:


Ou seja,tem estilos em que a B0 é fundamental,como no R&B contemporâneo. Em outros,caem como uma luva,como no Funk,no Soul. Já em outros,apesar de a corda B não ser muito utilizada,ela sempre serve de "chão",como no caso de estilos brasileiros como o Sertanejo,o Pagode,o Axé,o "Forró vanerão",dentre outros. Isso fora em estilos como New Metal e outros estilos de Heavy Metal e também no Fusion Jazz.

Até no Chord Melody, por mais contraditório que pareça, a quinta corda é útil. Tenho uma versão minha de uma música famosa do Bee Gees que sem o B0 não seria possível desenvolve-la.

John Music escreveu:Peguei seu comentário, troquei o "4" por "5" , o "5" por "6", a palavra "quinta" por "sexta e a palavra "grave" por "agudo" e assim estou mostrando como é estupidamente fácil derrubar seu argumento.
Dá pra derrubar o 6c com exatamente a mesma fraqueza do raciocínio que você mostrou no seu comentário (aliás, dá pra derrubar qualquer coisa que tem uma corda a menos, seguindo seu raciocínio). Legal, né?
Não,pois o contrabaixo é um instrumento originalmente de condução,e seu papel principal é reproduzir a voz grave numa música. Sendo assim, uma corda mais aguda não se encaixaria nesse quesito (apesar de que a primeira corda do baixo de 6 cordas é muito usada no Pagode... Mas também não é obrigatório,sendo que existem muito baixista de Pagode que tocam com 5 cordas sem problemas,e depois, essa é uma característica peculiar do estilo musical em relação ao contrabaixo,e não pode servir de parâmetro para todos).

Daí a pergunta continua: por que ter um de 4c se o de 5 não atrapalha e só soma? Wink

Mas enfim... Gosto é gosto e eu respeito, como respeitwi o post de Zubricky. Só levantei essa questão porque você levantou a bola.Eu não podia ficar calado também,né? Mas responder e tentar refutar com respeito e sem atacar,eu posso,por que não? Smile

Mas é inútil discutir isso. Surprised
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Qui Jun 30, 2016 7:40 pm

John Music escreveu:Peguei seu comentário, troquei o "4" por "5" , o "5" por "6", a palavra "quinta" por "sexta e a palavra "grave" por "agudo" e assim estou mostrando como é estupidamente fácil derrubar seu argumento.

Eu não tinha visto esse comentário ainda, não sei se você adicionou depois, já que a maioria dos seus posts são editados.

Mas não derruba o argumento dele. Cordas mais graves não atrapalham em nada, ao contrário das agudas. Um cara que sempre tocou 4 cordas pega um baixo de 5 agora e sai pra tocar sem errar uma nota ou sequer ficar atrapalhado. Eu, que toco 5 cordas, quando pego um baixo de 6, tenho que ficar pensando o tempo todo, pois todo mundo tem como referência a corda mais aguda. Mesma coisa se eu pego um 5 cordas CGDAE, leva uns dias pra acostumar.

Esse lance de baixo de 4 ou 5 é igual filme 135mm ou digital. 135 é muito legal e tal, mas em 80% dos estúdios de cinema que você entrar no mundo encontrará um setup digital, assim como em 80% dos estúdios de gravação ou 90-95% se não contar rock você encontrará um cara gravando com um baixo de 5 cordas.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Max Payne em Qui Jun 30, 2016 8:20 pm

allexcosta escreveu:
John Music escreveu:Peguei seu comentário, troquei o "4" por "5" , o "5" por "6", a palavra "quinta" por "sexta e a palavra "grave" por "agudo" e assim estou mostrando como é estupidamente fácil derrubar seu argumento.

Eu não tinha visto esse comentário ainda, não sei se você adicionou depois, já que a maioria dos seus posts são editados.

Mas não derruba o argumento dele. Cordas mais graves não atrapalham em nada, ao contrário das agudas. Um cara que sempre tocou 4 cordas pega um baixo de 5 agora e sai pra tocar sem errar uma nota ou sequer ficar atrapalhado. Eu, que toco 5 cordas, quando pego um baixo de 6, tenho que ficar pensando o tempo todo, pois todo mundo tem como referência a corda mais aguda. Mesma coisa se eu pego um 5 cordas CGDAE, leva uns dias pra acostumar.

Esse lance de baixo de 4 ou 5 é igual filme 135mm ou digital. 135 é muito legal e tal, mas em 80% dos estúdios de cinema que você entrar no mundo encontrará um setup digital, assim como em 80% dos estúdios de gravação ou 90-95% se não contar rock você encontrará um cara gravando com um baixo de 5 cordas.

Isso fora que a função "oficial" do contrabaixo,como um instrumento de condução, é reproduzir a voz grave das músicas. E como o baixo de 5 cordas tem uma corda mais grave,fica muito claro que ele é mais completo que o baixo de 4 cordas,e, no aspecto de desempenhar a voz grave da música,o de 6c não pode ser mais eficiente que o de 5 pois a corda extra é mais aguda e não mais grave.

É uma coisa muito simples de entender.

PS: não quero entrar no aspecto de improvisação e trabalhos solos/alternativos. Isso não vem ao caso.

PS2: sim,claro que sei que o baixo não se resume apenas ao seu papel principal,longe disso. Mas a discussão era sobre uso e utilidade....
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Márcio em Qui Jun 30, 2016 8:30 pm

John Music escreveu: Daí a pergunta continua: por que ter um de 4c se o de 5 não atrapalha e só soma? Wink

Essa pergunta é, de fato, bem interessante, me fez pensar aqui. Bem, eu usei, por anos, 4c, por hábito mesmo. Hoje, uso um 5c para um projeto muito específico que estou empreendendo. Não fosse isso, ficaria sempre no 4c; em geral, pelo motivo que citei: hábito, além de não sofrer nenhum tipo de "pressão" externa para migrar para mais cordas. Mesmo assim, sua pergunta me fez pensar no seguinte, Max: eu sinto muito mais conforto na mão esquerda com um 4c do que com um 5c (para alguns, deve ser indiferente essa questão). Confesso que se eu pudesse executar o que preciso nesse projeto que citei apenas com as 4c, ficava nelas, tranquilamente. Mas, em face dessa necessidade, tenho buscado fluência nas 5c com afinação em CGDAE.

Abraços!
avatar
Márcio
Membro

Mensagens : 251
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Qui Jun 30, 2016 8:33 pm

Baixo de 4 cordas é mais tradicional, mais barato e mais fácil de manter. Se o cara não sente falta de mais uma corda, porque tê-la?

Mas realmente, a pegada muda no braço mais fino e o slap nas 4 cordas geralmente é um pouco mais fácil.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Qui Jun 30, 2016 9:30 pm

Max Payne escreveu:John Music

Curto bastante Norah Jones... Mas é muito fácil por uma música de progressão harmônica e rítmica simples, um pop rock que flerta bem de leve com o Soul, e justificar com isso que o mundo não precisa do 5 cordas.

O seu erro está em pensar que estou dizendo o seguinte: "o mundo não precisa do 5 cordas." Vc está discutindo coisas em cima dessa falsa crença (de que em algum momento eu falei isso).
No fundo vc sabe que eu não disse isso, mas...vc quer muito acreditar que eu disse.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Qui Jun 30, 2016 9:44 pm

E outra, Max Payne, seu argumento  lá atrás foi  simples: pra que usar 4 cordas se posso usar 5? Foi apenas este seu argumento (sem mirabolações sobre o "papel oficial" do contrabaixo). Se posso tocar com 5, pra que tocar com 4? É essa a idéia central do que vc disse lá atrás. Pois então, seguindo o mesmo raciocínio, te pergunto novamete: Se posso tocar com uma sexta corda mais aguda que não me atrapalha, mas só me ajuda, por que tocar com 5c?

Aí o Allex diz que uma corda mais aguda atrapalha, enquanto uma mais grave não.
Bom, pra mim é justamente o contrário, a referência é a corda mais grave. A gente toca o instrumento "olhando para baixo", e a primeira corda que a gente vê é a mais grave. No meu caso dou de cara com uma Mizona.
Se eu olhasse pra baixo e a corda mais próxima não fosse uma Mizona, com certeza eu me atrapalharia um pouco. Diferentemente de uma corda mais aguda lá embaixo. Pra mim um baixo 5c na configuração CGDAE seria extremamente tranquilo de tocar. Extremamente.

Se não me engano até o Nico dizia algo parecido em defesa de pular do 4c direto para o 6c.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Max Payne em Sex Jul 01, 2016 12:29 am

John Music escreveu:E outra, Max Payne, seu argumento  lá atrás foi  simples: pra que usar 4 cordas se posso usar 5? Foi apenas este seu argumento (sem mirabolações sobre o "papel oficial" do contrabaixo). Se posso tocar com 5, pra que tocar com 4? É essa a idéia central do que vc disse lá atrás.
John, mas eu meio que inverti a pergunta original do tópico,justamente por acreditar que o 5 cordas é um baixo mais completo. A pergunta não era "5 cordas mas só usa 4.Isso é só ostentação?",ou seja,isso tem a ver sim com função,utilidade. E isso entra sim no âmbito da tarefa do contrabaixo,do papel "oficial" do instrumento,pois se mais grave ele soa,mais tem a ver com a característica central do instrumento: reproduzir a voz grave da musica. Portanto...
John Music escreveu:Pois então, seguindo o mesmo raciocínio, te pergunto novamente: Se posso tocar com uma sexta corda mais aguda que não me atrapalha, mas só me ajuda, por que tocar com 5c?
... Esse seu raciocínio não ta certo,pois uma nota mais aguda não corresponde com o papel central do contrabaixo numa banda,que é executar as notas graves. Isso no sentido geral. Não to colocando nesse bolo exceções aqui. O que to falando é: no samba: o baixo vai tocar as notas graves. No Reggae: idem.No Rock: idem... E assim por diante...

Fora raríssimas exceções (músicos solo,bandas extremamente excêntricas - ?? - ...), não imagino o cara chegar num show,com uma banda, munido de um baixo de 6 cordas,e usar apenas acordes o tempo todo,sendo que tem guitarra,teclado e afins pra fazer esse papel. Ou fazer o papel de único solista da banda e fazer apenas isso,sendo que existem instrumentos que são mais direcionados a esse papel,como a própria guitarra,como o sax,como o próprio teclado...

Não que o baixo não possa,muuuito pelo contrário! Sou completamente a favor de baixistas que improvisam bem e que mostrem o potencial de nosso instrumento. Que solem,que usem acordes... Mas o show inteiro?
John Music escreveu:Aí o Allex diz que uma corda mais aguda atrapalha, enquanto uma mais grave não.
Bom, pra mim é justamente o contrário, a referência é a corda mais grave. A gente toca o instrumento "olhando para baixo", e a primeira corda que a gente vê é a mais grave. No meu caso dou de cara com uma Mizona.
Se eu olhasse pra baixo e a corda mais próxima não fosse uma Mizona, com certeza eu me atrapalharia um pouco. Diferentemente de uma corda mais aguda lá embaixo. Pra mim um baixo 5c na configuração CGDAE seria extremamente tranquilo de tocar. Extremamente.
Bom,eu um ponto te dou razão sim. Mas eu tenho como guia três cordas: a quinta,a quarta a terceira (B,E e A).Mas oitavando as notas da A,eu tenho duas casas a frente a mesma nota na corda G, Ou seja,uma não deixa de ser referência para a outra,de uma maneira. Creio que Allex tenha falado nesse sentido,mas posso estar enganado.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Max Payne em Sex Jul 01, 2016 1:33 am

Márcio escreveu:Essa pergunta é, de fato, bem interessante, me fez pensar aqui. Bem, eu usei, por anos, 4c, por hábito mesmo. Hoje, uso um 5c para um projeto muito específico que estou empreendendo. Não fosse isso, ficaria sempre no 4c; em geral, pelo motivo que citei: hábito, além de não sofrer nenhum tipo de "pressão" externa para migrar para mais cordas. Mesmo assim, sua pergunta me fez pensar no seguinte, Max: eu sinto muito mais conforto na mão esquerda com um 4c do que com um 5c (para alguns, deve ser indiferente essa questão). Confesso que se eu pudesse executar o que preciso nesse projeto que citei apenas com as 4c, ficava nelas, tranquilamente. Mas, em face dessa necessidade, tenho buscado fluência nas 5c com afinação em CGDAE.

Abraços!

Parece muito legal o seu projeto!

Eu fiz essa pergunta apenas como uma "contra provocação" rs...

Apesar de que, sim,eu acho que o de 5 cordas é mais completo sim... Mas tem alguns fatores que fazem com que um baixista escolha começar ou continuar como de 4 cordas,como a pegada,o braço,estilo de tocar,influências, o slap e tal...

Mas eu não indicaria pra um aluno meu um de 4c. Por minha metodologia ser diferente,por eu achar que o mundo anda caminhando para o 5c...

Mas de resto,esse assunto é meio inútil,não leva a lugar nenhum. O negócio mesmo é fazer música,viver a música Wink

Abraço!
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Márcio em Sex Jul 01, 2016 7:13 am

Max Payne escreveu:Mas de resto,esse assunto é meio inútil,não leva a lugar nenhum. O negócio mesmo é fazer música,viver a música Wink

Abraço!

Sim, concordo plenamente! hehe. Confesso que acho muito curioso esse lance de o baixo de 4c estar "fora de moda" ou algo do tipo. Mas vá lá, sempre fui meio "passado" mesmo! rsrsrs.

Abraço!
avatar
Márcio
Membro

Mensagens : 251
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 01, 2016 7:32 am

John Music escreveu:Aí o Allex diz que uma corda mais aguda atrapalha, enquanto uma mais grave não.
Bom, pra mim é justamente o contrário, a referência é a corda mais grave. A gente toca o instrumento "olhando para baixo", e a primeira corda que a gente vê é a mais grave. No meu caso dou de cara com uma Mizona.
Se eu olhasse pra baixo e a corda mais próxima não fosse uma Mizona, com certeza eu me atrapalharia um pouco. Diferentemente de uma corda mais aguda lá embaixo. Pra mim um baixo 5c na configuração CGDAE seria extremamente tranquilo de tocar. Extremamente.

A primeira corda do baixo é G. Ela é a referência. Todo mundo que conheço estuda assim.

Nunca vi um baixista profissional olhando pra baixo. Ele sente o braço de baixo pra cima. Se a primeira corda nesse sentido muda, atrapalha toda a referência. Eu tocaria tranquilament num sub-contrabass GDAEBF#C# mas ficaria todo perdido num alto-bass FCGDAE. Não estou de maneira alguma dizendo que isso deve valer pra você ou pra qualquer um, mas isso é o padrão e o normal.

Márcio escreveu:Confesso que acho muito curioso esse lance de o baixo de 4c estar "fora de moda" ou algo do tipo.

Não está, nunca esteve.

Só deixou de ser o mais comum e padrão da indústria fonográfica faz umas décadas. De 10 músicas "não rock" que tocam nas rádios umas 8 foram gravadas com notas abaixo de E.

Isso é algo muito facilmente percebido por quem vive além do mundo do rock. Por isso quando alguém abre um tópico como esse eu penso logo que é roqueiro que não enxerga o resto do mundo. Porque, queiramos ou não, só roqueiro vive dentro de uma caixa. O músico de forró, de samba, de jazz, de qualquer coisa sabe o que está acontecendo no mundo, ouve tendências, ouve rádio, etc... O roqueiro só ouve rock. E não há nada de intrinsicamente errado nisso. O erro é quando ele acha que conhece o mundo da música, já que não participa dele, mas de um universo fechado.

O cara perguntar se cinco cordas é onstentação é um absurdo sem tamanho. Pelo menos pra mim. Instrumentos são ferramentas pra você expressar sua arte, só isso. É como perguntar se um pincel com cerdas mais longas é ostentação do pintor. É difícil pra algum músico "não-roqueiro" até pensar esse tipo de coisa. É outro mindset.

E não há problema no fato do cara ser roqueiro, mas ele precisa entender que não participa do mundo da música em geral e quando ele conversa com músicos "normais" fica até difícil de conversar. O que fica na gravação é o som que o cara tirou. Se foi num baixo de 4, 5, 1 ou 20 cordas, o que importa? E muitas vezes nem é baixo...
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 8:13 am

allexcosta escreveu:
John Music escreveu:Aí o Allex diz que uma corda mais aguda atrapalha, enquanto uma mais grave não.
Bom, pra mim é justamente o contrário, a referência é a corda mais grave. A gente toca o instrumento "olhando para baixo", e a primeira corda que a gente vê é a mais grave. No meu caso dou de cara com uma Mizona.
Se eu olhasse pra baixo e a corda mais próxima não fosse uma Mizona, com certeza eu me atrapalharia um pouco. Diferentemente de uma corda mais aguda lá embaixo. Pra mim um baixo 5c na configuração CGDAE seria extremamente tranquilo de tocar. Extremamente.

A primeira corda do baixo é G. Ela é a referência. Todo mundo que conheço estuda assim.

Nunca vi um baixista profissional olhando pra baixo. Ele sente o braço de baixo pra cima. Se a primeira corda nesse sentido muda, atrapalha toda a referência. Eu tocaria tranquilament num sub-contrabass GDAEBF#C# mas ficaria todo perdido num alto-bass FCGDAE. Não estou de maneira alguma dizendo que isso deve valer pra você ou pra qualquer um, mas isso é o padrão e o normal.

Não que eu esteja te julgando, mas pelo o que você próprio escreve, você mostra ser um cara muito, mas muito apegado a padrões, padrões...Será que todo mundo estuda "assim" como você está dizendo? Uma coisa que reparo nos grandes nomes do baixo (ou qualquer outro instrumento), uma característica comum e curiosa a todos eles é eles tem uma visão diferente do instrumento, da técnica, da teoria musical. Sempre. Pode reparar em aulas, workshops, os caras sempre mostram uma interpretação diferente das coisas a ponto de você escutar e pensar, "caramba, esse cara f*** no baixo tem uma p#$% visão diferente do que todo mundo fala". Vai ver alguns caras desses tem uma referência visual diferente dessa que você está dizendo, (de que todo mundo que você conhece estuda "assim").

E a gente toca olhando pra baixo, sim. Todos os baixistas do mundo tocam olhando pra baixo. Todos. Nunca vi um sequer que não tocasse olhando pra baixo. Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento" (Que fica onde? Abaixo dos olhos). As notas que tocamos estão abaixo dos olhos, por isso disse que tocamos "olhando pra baixo". Não sei, mas parece que minhas aspas não fazem sentido Você entendeu  o que eu disse sobre tocar olhando pra baixo e você sabe que inclusive você próprio olha pra baixo pra tocar. Por isso que estou dizendo que a referência visual da corda mais grave é muito forte (no meu caso).

Novamente: Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento". Não abaixando a cabeça e colando os olhos nas cordas, mas olhando pra baixo (você entendeu).
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Sex Jul 01, 2016 8:32 am

John Music escreveu:Novamente: Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento". Não abaixando a cabeça e colando os olhos nas cordas, mas olhando pra baixo (você entendeu).
Entenda que você está se expressando em um meio escrito e literal. Quanto mais clara a informação for, melhor.

Eu, quando li que você disse "olhando pra baixo" entendi imediatamente que você não desgrudava o olho da escala. Por que? Porque não tenho muitas informações a teu respeito. Não sei teu nível de experiencia no contrabaixo. Logo imaginei que você fosse um iniciante.

Da mesma forma, o allex te tomou como roqueiro de cara pelas coisas que você fala. Até a aparente "raiva" contida nos teus posts dá a entender isso.

São anos de fórum. Anos das mesmas perguntas.

Você é não nada disso? ok. Sempre há exceções, mas não fique jogando a "culpa" pela má interpretação em nós. E nem fique achando que estão torcendo o que tu fala.

É simplesmente a forma como você se expressa que dá a entender algo que de repente não é.
avatar
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1317
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 01, 2016 9:02 am

John Music escreveu:Não que eu esteja te julgando, mas pelo o que você próprio escreve, você mostra ser um cara muito, mas muito apegado a padrões, padrões...Será que todo mundo estuda "assim" como você está dizendo?

Sim, sou apegado a padrões. Existe o "certo" ou "normal" e o "errado" ou "anormal". E existem motivos pra algumas coisas serem certas e outras erradas.

Exemplo: Polegar flutuante é correto, polegar ancorado é errado. Pergunte a qualquer médico, fisioterapeuta, professor de educação física ou afim. Mas o polegar ancorado é mais comum, sendo que provocará dores e tendinites bem mais cedo que o flutuante. Isso é um fato.

Existem métodos de estudo do instrumento considerados corretos. Todo músico de cordas que estuda segundo tais métodos sentem em que corda ele está tocando de baixo pra cima, por isso a primeira corda de um violão é a E aguda e de um baixo, a G. No caso do contrabaixo, por exemplo, se não existe corda alguma entre seus dedos e a palma da sua mão, você sabe que está na G, se existe uma, sabe que está na D e assim por diante. Tocar usando a corda mais grave como referência é atípico, estranho e não é conteúdo de nenhum método de estudo respeitado do nosso instrumento. Mas se funciona pra você ou pra outro, que seja.

John Music escreveu:Uma coisa que reparo nos grandes nomes do baixo (ou qualquer outro instrumento), uma característica comum e curiosa a todos eles é eles tem uma visão diferente do instrumento, da técnica, da teoria musical. Sempre. Pode reparar em aulas, workshops, os caras sempre mostram uma interpretação diferente das coisas a ponto de você escutar e pensar, "caramba, esse cara f*** no baixo tem uma p#$% visão diferente do que todo mundo fala". Vai ver alguns caras desses tem uma referência visual diferente dessa que você está dizendo, (de que todo mundo que você conhece estuda "assim").

Verdade. Muitos músicos de destaque utilizam de métodos fora do que é considerado padrão. Observe a técnica do Gary Willis, por exemplo, única e maravilhosa. Outros tantos ancoram seus polegares e outros dedos em posições completamente equivocadas sob um ponto de vista de ergonomia, como o Patitucci, por exemplo.

Mas estamos falando de talentos indiscutíveis, de gênios do instrumento. O estudante médio se sai melhor respeitando métodos comprovadamente eficazes, penso eu.

John Music escreveu:E a gente toca olhando pra baixo, sim. Todos os baixistas do mundo tocam olhando pra baixo. Todos. Nunca vi um sequer que não tocasse olhando pra baixo. Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento" (Que fica onde? Abaixo dos olhos). As notas que tocamos estão abaixo dos olhos, por isso disse que tocamos "olhando pra baixo". Não sei, mas parece que minhas aspas não fazem sentido Você entendeu  o que eu disse sobre tocar olhando pra baixo e você sabe que inclusive você próprio olha pra baixo pra tocar. Por isso que estou dizendo que a referência visual da corda mais grave é muito forte (no meu caso).

Novamente: Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento". Não abaixando a cabeça e colando os olhos nas cordas, mas olhando pra baixo (você entendeu).

Não, não se toca olhando pra baixo ou tendo cordas graves como referência. Isso é fora do comum, atípico e eu particularmente nunca nem vi alguém que faz isso. O baixista médio olha pra baixo quando precisa dar um salto horizontal no braço, de modo que não erre o alvo quando o faz. O baixo é tocado se sentindo o braço, ouvindo as notas e é daí que você tira suas referências, motivo até que é comum no estudo do nosso instrumento se estudar no escuro. Isso é o normal, típico e comum. Nos instrumentos upright você nem sequer consegue ver o braço.

Assim, com todo respeito, a sensação que tenho é que estou discutindo isso com um leigo. Como referência e jamais dizendo que alguém é melhor que alguém por qualquer dessas coisas, toco há praticamente 30 anos (apesar de estar parado hoje), já dei aulas de contrabaixo, participei de workshops com Oscar Cartaya, Victor Wooten, Fima Ephron, Nico Assumpção, Arthur Maia, Jimmy Haslip e outros. Conheço pessoalmente de ver tocando do meu lado e de conversar um pouco, músicos como Sal Cuevas, Mike Viñas, Charles Flores, Cachaíto Lopéz, Juan Formell, Esperanza Spalding, Rocco Prestia, Marcus Miller, Lincoln Goines, Rubén Rodriguez e outros. Fiquei no camarim conversando um bom tempo com o Richard Bona depois do show que ele fez em Boston alguns anos atrás. Além disso, assisti a shows de Santana, Earth Wind and Fire, Norah Jones, Alicia Keys, Erykah Badu, Michel Camilo, Tower of Power, Los Van Van, Orquesta Aragón, Marcus Miller, Victor Wooten, Yellow Jackets, Nico, Arthur e tantos outros que não me lembro agora ou que são menos conhecidos. E, por fim, toquei com Banda Mel, Netinho baiano, Netinho paulista, Peninha, Eliana Pittman, Simone Moreno, Viviane Tripodi, Batatinha (um dos primeiros sambistas do Brasil), Edil Pacheco e outros artistas e grupos menos conhecidos.

Nada disso torna minhas posições mais válidas que as suas, mas não acordei um belo dia acreditando no que acredito.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Rico em Sex Jul 01, 2016 9:09 am

Gosto das 5 cordas... Muitos dos meus ídolos do Rock usaram baixos com essa configuração. A gente se adapta em meia hora. O que não gosto é do espaçamento de alguns baixos, ou algumas gravações em que a Bzona fica meio sem definição.

Mainstream!??? Que po&%$%% é essa??? Tava ouvindo Beto Guedes, Elvis e Hermeto no carro...
avatar
Rico
Membro

Mensagens : 2214
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 01, 2016 9:17 am

Rico escreveu:Mainstream!??? Que po&%$%% é essa??? Tava ouvindo Beto Guedes, Elvis e Hermeto no carro...

Mainstream é algo que a gente odeia mas que não pode negar que existe.

Eu tô ouvindo Boney M.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Jul 01, 2016 10:47 am

John Music escreveu:
...Aí o Allex diz que uma corda mais aguda atrapalha, enquanto uma mais grave não.
Bom, pra mim é justamente o contrário, a referência é a corda mais grave.....

Por incrível que pareça, pra mim a referência também é a mais grave!
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6318
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Breno_Barnabe em Sex Jul 01, 2016 10:49 am

allexcosta escreveu: Um cara que sempre tocou 4 cordas pega um baixo de 5 agora e sai pra tocar sem errar uma nota ou sequer ficar atrapalhado.
HAHAHHAAH, no meu caso não. Até hoje mando umas bolas fora.

avatar
Breno_Barnabe
Membro

Mensagens : 3835
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Willian Casagrande em Sex Jul 01, 2016 11:13 am

allexcosta escreveu:
Isso é algo muito facilmente percebido por quem vive além do mundo do rock. Por isso quando alguém abre um tópico como esse eu penso logo que é roqueiro que não enxerga o resto do mundo. Porque, queiramos ou não, só roqueiro vive dentro de uma caixa. O músico de forró, de samba, de jazz, de qualquer coisa sabe o que está acontecendo no mundo, ouve tendências, ouve rádio, etc... O roqueiro só ouve rock. E não há nada de intrinsicamente errado nisso. O erro é quando ele acha que conhece o mundo da música, já que não participa dele, mas de um universo fechado.

Isso é muito verdade. Em grande medida, quem é roqueiro fica restrito a esse mundo, o que acaba empobrecendo a linguagem musical, já que não se escuta nada muito diferente do que se está habituado - por um tempo, eu, pelo menos, fiquei bem restrito ao rock. Pode ser uma impressão minha, mas, baseado até na minha própria experiência, quem toca rock não estuda música de uma forma sistemática. Por "estudo", aqui, digo estudar os métodos, com professor ou não, direitinho etc. Não sei, pode ser uma impressão falsa, dada à minha experiência restrita. Inclusive sou um dos que se encaixa nisso (planejo reverter em breve, voltando a estudar).
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 11:27 am

allexcosta escreveu:
John Music escreveu:Não que eu esteja te julgando, mas pelo o que você próprio escreve, você mostra ser um cara muito, mas muito apegado a padrões, padrões...Será que todo mundo estuda "assim" como você está dizendo?

Sim, sou apegado a padrões. Existe o "certo" ou "normal" e o "errado" ou "anormal". E existem motivos pra algumas coisas serem certas e outras erradas.

Exemplo: Polegar flutuante é correto, polegar ancorado é errado. Pergunte a qualquer médico, fisioterapeuta, professor de educação física ou afim. Mas o polegar ancorado é mais comum, sendo que provocará dores e tendinites bem mais cedo que o flutuante. Isso é um fato.

Existem métodos de estudo do instrumento considerados corretos. Todo músico de cordas que estuda segundo tais métodos sentem em que corda ele está tocando de baixo pra cima, por isso a primeira corda de um violão é a E aguda e de um baixo, a G. No caso do contrabaixo, por exemplo, se não existe corda alguma entre seus dedos e a palma da sua mão, você sabe que está na G, se existe uma, sabe que está na D e assim por diante. Tocar usando a corda mais grave como referência é atípico, estranho e não é conteúdo de nenhum método de estudo respeitado do nosso instrumento. Mas se funciona pra você ou pra outro, que seja.

John Music escreveu:Uma coisa que reparo nos grandes nomes do baixo (ou qualquer outro instrumento), uma característica comum e curiosa a todos eles é eles tem uma visão diferente do instrumento, da técnica, da teoria musical. Sempre. Pode reparar em aulas, workshops, os caras sempre mostram uma interpretação diferente das coisas a ponto de você escutar e pensar, "caramba, esse cara f*** no baixo tem uma p#$% visão diferente do que todo mundo fala". Vai ver alguns caras desses tem uma referência visual diferente dessa que você está dizendo, (de que todo mundo que você conhece estuda "assim").

Verdade. Muitos músicos de destaque utilizam de métodos fora do que é considerado padrão. Observe a técnica do Gary Willis, por exemplo, única e maravilhosa. Outros tantos ancoram seus polegares e outros dedos em posições completamente equivocadas sob um ponto de vista de ergonomia, como o Patitucci, por exemplo.

Mas estamos falando de talentos indiscutíveis, de gênios do instrumento. O estudante médio se sai melhor respeitando métodos comprovadamente eficazes, penso eu.

John Music escreveu:E a gente toca olhando pra baixo, sim. Todos os baixistas do mundo tocam olhando pra baixo. Todos. Nunca vi um sequer que não tocasse olhando pra baixo. Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento" (Que fica onde? Abaixo dos olhos). As notas que tocamos estão abaixo dos olhos, por isso disse que tocamos "olhando pra baixo". Não sei, mas parece que minhas aspas não fazem sentido Você entendeu  o que eu disse sobre tocar olhando pra baixo e você sabe que inclusive você próprio olha pra baixo pra tocar. Por isso que estou dizendo que a referência visual da corda mais grave é muito forte (no meu caso).

Novamente: Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento". Não abaixando a cabeça e colando os olhos nas cordas, mas olhando pra baixo (você entendeu).

Não, não se toca olhando pra baixo ou tendo cordas graves como referência. Isso é fora do comum, atípico e eu particularmente nunca nem vi alguém que faz isso. O baixista médio olha pra baixo quando precisa dar um salto horizontal no braço, de modo que não erre o alvo quando o faz. O baixo é tocado se sentindo o braço, ouvindo as notas e é daí que você tira suas referências, motivo até que é comum no estudo do nosso instrumento se estudar no escuro. Isso é o normal, típico e comum. Nos instrumentos upright você nem sequer consegue ver o braço.

Assim, com todo respeito, a sensação que tenho é que estou discutindo isso com um leigo. Como referência e jamais dizendo que alguém é melhor que alguém por qualquer dessas coisas, toco há praticamente 30 anos (apesar de estar parado hoje), já dei aulas de contrabaixo, participei de workshops com Oscar Cartaya, Victor Wooten, Fima Ephron, Nico Assumpção, Arthur Maia, Jimmy Haslip e outros. Conheço pessoalmente de ver tocando do meu lado e de conversar um pouco, músicos como Sal Cuevas, Mike Viñas, Charles Flores, Cachaíto Lopéz, Juan Formell, Esperanza Spalding, Rocco Prestia, Marcus Miller, Lincoln Goines, Rubén Rodriguez e outros. Fiquei no camarim conversando um bom tempo com o Richard Bona depois do show que ele fez em Boston alguns anos atrás. Além disso, assisti a shows de Santana, Earth Wind and Fire, Norah Jones, Alicia Keys, Erykah Badu, Michel Camilo, Tower of Power, Los Van Van, Orquesta Aragón, Marcus Miller, Victor Wooten, Yellow Jackets, Nico, Arthur e tantos outros que não me lembro agora ou que são menos conhecidos. E, por fim, toquei com Banda Mel, Netinho baiano, Netinho paulista, Peninha, Eliana Pittman, Simone Moreno, Viviane Tripodi, Batatinha (um dos primeiros sambistas do Brasil), Edil Pacheco e outros artistas e grupos menos conhecidos.

Nada disso torna minhas posições mais válidas que as suas, mas não acordei um belo dia acreditando no que acredito.

Seu parâmetro de "leigo", "baixista médio" e "talento incrível" é a referência visual que o instrumentista tem do instrumento (corda aguda ou corda grave). Você acha negativamente relevante que a referência seja a corda grave. O que eu posso dizer? Sinceramente, nada. Das coisas com absoluto sentido que você disse sobre postura e métodos de tocar considerados corretos, concordo muito. Mas esse alarde em ter a corda grave como uma referência visual...essa com folga eu digo que não tem sentido algum e se eu não tivesse mais de 200% de certeza que você é um dos caras mais experientes daqui eu acreditaria muito que você é um leigo. Tenho certeza absoluta que se comentássemos isso para um Stanley Clark da vida ou o Bona ele diria: "tanto faz, até eu tenho a corda mais grave como algum tipo de referência desse tipo."

Até alguns colegas comentaram aí em cima que uma corda mais grave "atrapalha" a visualização mais do que uma corda aguda. Mas...tudo bem. Você considera isso uma tempestade. Pra mim, irrelevante.

Em tempo: já sei que você toca há 30 anos e é praticamente o criador do fórum. Não precisava detalhar sua experiência em assistir a grandes nomes do instrumento.
Eu também não tenho 16 anos e não estudo música desde ontem.
Enfim, não acredito que haja muito mais a discutir.


Última edição por John Music em Sex Jul 01, 2016 12:02 pm, editado 4 vez(es)
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 11:28 am

rafael.buzzi.andrade escreveu:
John Music escreveu:Novamente: Entenda "olhando pra baixo" como "dando uma olhadinha de vez em quando para a escala do instrumento". Não abaixando a cabeça e colando os olhos nas cordas, mas olhando pra baixo (você entendeu).
Entenda que você está se expressando em um meio escrito e literal. Quanto mais clara a informação for, melhor.

Eu, quando li que você disse "olhando pra baixo" entendi imediatamente que você não desgrudava o olho da escala. Por que? Porque não tenho muitas informações a teu respeito. Não sei teu nível de experiencia no contrabaixo. Logo imaginei que você fosse um iniciante.

Da mesma forma, o allex te tomou como roqueiro de cara pelas coisas que você fala. Até a aparente "raiva" contida nos teus posts dá a entender isso.

São anos de fórum. Anos das mesmas perguntas.

Você é não nada disso? ok. Sempre há exceções, mas não fique jogando a "culpa" pela má interpretação em nós. E nem fique achando que estão torcendo o que tu fala.

É simplesmente a forma como você se expressa que dá a entender algo que de repente não é.

Dispensável.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Coder em Sex Jul 01, 2016 11:30 am

É até difícil encontrar baixistas que tocam com artistas pop/black usando baixo com menos de 5 cordas... Isso é do estilo, não tem jeito... tem músicas que "pedem" um "sizão"...

avatar
Coder
Membro

Mensagens : 3057
Localização : República das Bananas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 11:45 am

Raffael Buzzi Andrade, você fala sobre meio escrito e literal, mas não sabe o que algo entre aspas significa? Escrevi "olhando para baixo" entre aspas. Você interpretou de modo literal? Então eu quero muito acreditar que você não se deu conta das aspas, ou então sou forçado a acreditar que você está entrando em contradição ao dar uma lição sobre linguagem escrita literal...

Também sei que são anos e anos de fórum e aqui tem muitos "dinossauros" (as aspas estão aí, tá?). Acompanho o fórum, embora seja membro há muito pouco tempo (por isso o "dispensável" que eu comentei no comentário anterior).

Outra coisa: não existe nenhuma "aparente raiva" no modo como me expresso. O mundo hoje em dia anda tão chato, tão "mimizento" que qualquer opinião que você emite com mais seriedade e sem rodeios você é tido como "raivoso" e algo do tipo. Usando exatamente as palavras que o Allex usou comigo outrora: se isso te ofende, paciência.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 01, 2016 12:59 pm

John Music escreveu:Seu parâmetro de "leigo", "baixista médio" e "talento incrível" é a referência visual que o instrumentista tem do instrumento (corda aguda ou corda grave). Você acha negativamente relevante que a referência seja a corda grave. O que eu posso dizer? Sinceramente, nada. Das coisas com absoluto sentido que você disse sobre postura e métodos de tocar considerados corretos, concordo muito. Mas esse alarde em ter a corda grave como uma referência visual...essa com folga eu digo que não tem sentido algum e se eu não tivesse mais de 200% de certeza que você é um dos caras mais experientes daqui eu acreditaria muito que você é um leigo. Tenho certeza absoluta que se comentássemos isso para um Stanley Clark da vida ou o Bona ele diria: "tanto faz, até eu tenho a corda mais grave como algum tipo de referência desse tipo."

Até alguns colegas comentaram aí em cima que uma corda mais grave "atrapalha" a visualização mais do que uma corda aguda. Mas...tudo bem. Você considera isso uma tempestade. Pra mim, irrelevante.

Em tempo: já sei que você toca há 30 anos e é praticamente o criador do fórum. Não precisava detalhar sua experiência em assistir a grandes nomes do instrumento.
Eu também não tenho 16 anos e não estudo música desde ontem.
Enfim, não acredito que haja muito mais a discutir.

Eu escrevi um pouco da minha história com nosso instrumento somente para explicar que não acordei um dia e decidi que as coisas eram assim.

Estudei violão clássico em faculdade. Existem métodos padrão de estudo e nenhum deles, de qualquer instrumento de corda, passa por olhar para o braço ou ter a corda mais grave como referência. Isso é prejudicial ao seu aprendizado. Aliás, na escola, se você tira o olho da partitura e olha pra o braço o professor bate na estante pra você olhar pra lá e não pra o braço. Olhares rápidos para o braço são comuns quando você pula de uma posição para a outra.

Durante séculos, músicos talentosos normatizaram algumas coisas sobre o aprendizado de um instrumento. Ir de encontro é interessante, mas normalmente te traz mais prejuízos que benefícios. O que eu escrevi é correto e o que você escreveu é errado, mas você e qualquer um podem estudar do jeito que quiser e ter a referência que quiser pra tocar qualquer instrumento.

E sim, existe certo na maneira de se tocar um instrumento.

Enfim, o fórum é público e quando eu escrevo as coisas que escrevi acima, elas servem pra uns mas não pra outros, e é assim mesmo. Alguns músicos se beneficiarão das palavras acima e pra outros serão pérolas aos porcos.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por JAZZigo em Sex Jul 01, 2016 1:23 pm

Coder escreveu:tem músicas que "pedem" um "sizão"...
Pronto, simples assim. Concordo 100%, Coder! Difícil entender a razão de uma celeuma tão grande, sobre um assunto com tão pouca relevância. Eu heim! scratch
avatar
JAZZigo
Membro

Mensagens : 10942
Localização : Asa Norte, BSB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Sex Jul 01, 2016 1:31 pm

John Music escreveu:Escrevi "olhando para baixo" entre aspas. Você interpretou de modo literal?
Sim, e não fui o único. E não tentei dar lição de moral. A intenção era apenas demonstrar que você estava aparentemente irritado, pois as pessoas não estavam lhe entendendo. Entretanto, seus textos carecem de clareza em certos pontos.
E não há problema nenhum no fato de ser mal interpretado. A gente volta e se explica, só que não há tentativa aqui de torcer o que o outro diz. Ninguém está tentando ganhar um debate nem nada. Estamos apenas colocando nossas opiniões.

Entenda: Ninguém está competindo.

E eu usei o termo "aparentemente irritado" ali em cima, por que é essa a impressão que passa. E baseado na "carteirada" que o Allex sentiu necessidade de dar no papo, acho que não sou o único com essa impressão.

Willian Casagrande escreveu:baseado até na minha própria experiência, quem toca rock não estuda música de uma forma sistemática.
Baseado na minha experiência também.

JAZZigo escreveu:
Coder escreveu:tem músicas que "pedem" um "sizão"...
Pronto, simples assim. Concordo 100%, Coder! Difícil entender a razão de uma celeuma tão grande, sobre um assunto com tão pouca relevância. Eu heim! scratch

+1
avatar
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1317
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Raul S. em Sex Jul 01, 2016 2:08 pm

John,

o tom do fórum deve ser o mesmo de uma conversa entre amigos, numa mesa de bar; ngm está aqui pra desmerecer nem passar por cima do outro, e respostas como "Dispensável" são pura falta de educação.

todos são muito bem-vindos ao fórum, mas se não for contribuir para a discussão nem para a convivência, eu aconselho não postar.
avatar
Raul S.
Membro

Mensagens : 1259
Localização : -

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Jimmyc em Sex Jul 01, 2016 2:37 pm

Raul S. escreveu:John,

o tom do fórum deve ser o mesmo de uma conversa entre amigos, numa mesa de bar; ngm está aqui pra desmerecer nem passar por cima do outro, e respostas como "Dispensável" são pura falta de educação.

todos são muito bem-vindos ao fórum, mas se não for contribuir para a discussão nem para a convivência, eu aconselho não postar.


cheers cheers cheers

Jimmyc
Membro

Mensagens : 65
Localização : Vila Velha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Jul 01, 2016 2:43 pm

O intuito do fórum é trocar ideia e em se tratando de música não existe certo ou errado, pois é uma arte!

Favor manter o respeito.

abç
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6318
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por elzebad em Sex Jul 01, 2016 3:01 pm

Por favor pessoal, toda essa questão é meramente subjetiva. Há quem prefira 4 cordas e há quem prefira 5, ou prefira as duas... vai do gosto e da necessidade, penso eu.

Acredito que a individualidade de cada um, incluindo aí a predileção por determinada configuração de contrabaixo, deve ser respeitada, e por isso mesmo não deve ser empurrada goela abaixo.

A chave para a felicidade é: cada um na sua, e pronto.

É como discutir o "sexo dos anjos" - Meu baixo de 4 cordas se tornará obsoleto somente quando eu decidir que ele não atende mais as minhas necessidades (seja por qual motivo for, talvez até mesmo pela tendência atual), mas enquanto esse dia não chega ele vai continuar sendo meu fiel companheiro.

A propósito, apesar de ser gamado no meu JB, também curto para caramba um baixo de 5 cordas, e se for ativo então...vixi.

Sejam felizes meus jovens, pois a vida não espera ninguém.
avatar
elzebad
Membro

Mensagens : 159
Localização : Logo ali

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por JAZZigo em Sex Jul 01, 2016 3:07 pm

^
E digo mais: Hoje é sexta-feira!!! cheers
avatar
JAZZigo
Membro

Mensagens : 10942
Localização : Asa Norte, BSB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Jul 01, 2016 3:36 pm

Hoje é sexta e estou voltando pra minha casinha em salvador-ba.
Bye bye campinas!
bounce
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6318
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 6:13 pm

allexcosta escreveu:
John Music escreveu:Seu parâmetro de "leigo", "baixista médio" e "talento incrível" é a referência visual que o instrumentista tem do instrumento (corda aguda ou corda grave). Você acha negativamente relevante que a referência seja a corda grave. O que eu posso dizer? Sinceramente, nada. Das coisas com absoluto sentido que você disse sobre postura e métodos de tocar considerados corretos, concordo muito. Mas esse alarde em ter a corda grave como uma referência visual...essa com folga eu digo que não tem sentido algum e se eu não tivesse mais de 200% de certeza que você é um dos caras mais experientes daqui eu acreditaria muito que você é um leigo. Tenho certeza absoluta que se comentássemos isso para um Stanley Clark da vida ou o Bona ele diria: "tanto faz, até eu tenho a corda mais grave como algum tipo de referência desse tipo."

Até alguns colegas comentaram aí em cima que uma corda mais grave "atrapalha" a visualização mais do que uma corda aguda. Mas...tudo bem. Você considera isso uma tempestade. Pra mim, irrelevante.

Em tempo: já sei que você toca há 30 anos e é praticamente o criador do fórum. Não precisava detalhar sua experiência em assistir a grandes nomes do instrumento.
Eu também não tenho 16 anos e não estudo música desde ontem.
Enfim, não acredito que haja muito mais a discutir.

Eu escrevi um pouco da minha história com nosso instrumento somente para explicar que não acordei um dia e decidi que as coisas eram assim.

Estudei violão clássico em faculdade. Existem métodos padrão de estudo e nenhum deles, de qualquer instrumento de corda, passa por olhar para o braço ou ter a corda mais grave como referência. Isso é prejudicial ao seu aprendizado. Aliás, na escola, se você tira o olho da partitura e olha pra o braço o professor bate na estante pra você olhar pra lá e não pra o braço. Olhares rápidos para o braço são comuns quando você pula de uma posição para a outra.

Durante séculos, músicos talentosos normatizaram algumas coisas sobre o aprendizado de um instrumento. Ir de encontro é interessante, mas normalmente te traz mais prejuízos que benefícios. O que eu escrevi é correto e o que você escreveu é errado, mas você e qualquer um podem estudar do jeito que quiser e ter a referência que quiser pra tocar qualquer instrumento.

E sim, existe certo na maneira de se tocar um instrumento.

Enfim, o fórum é público e quando eu escrevo as coisas que escrevi acima, elas servem pra uns mas não pra outros, e é assim mesmo. Alguns músicos se beneficiarão das palavras acima e pra outros serão péroleas aos porcos.

Durante a adolescência estudei os primeiros 3 anos e meio de Piano Erudito no Instituto Municipal de Música aqui de Sorocaba e posso garantir a você que sei exatamente o que é tocar lendo (embora muitos (pra nao dizer quase todos) baixistas e guirarristas não saibam ler um do-re-mi-fa na pauta) e sei muito bem o que é uma professora exigente em relação à postura ao tocar. Também sei o quão grave é tocar uma nota que não se encontra na partitura, o quão desrespeitoso isso é para o pessoal do erudito. Numa audição de piano inventei de colocar nona bemol e décima terceira nos últimos dois tempos do último compasso de uma peça do Nilson Lombardi onde mão esquerda e mão direita formavam um acorde dominante do tipo C/D (que já tem uma sonoridade bonita). Resultado...no dia de aula seguinte a professora de piano (Lucia Helena Bismara) de teoria (Taís Valim) e o maestro (Jonicler Real) me juntaram numa sala e a primeira coisa que escutei em alto e bom som do maestro foi: que cagada foi aquela que vc fez? Quem é vc pra improvisar sobre a obra de um compositor?
Eu tinha 17 anos. Portanto, conheço (e muito bem) o rigor que é o ensinamento de música "erudita". Isso ninguém aqui pode me ensinar. Já senti na pele.

E já que vc mais de uma vez mencionou sobre métodos sérios e sobre "certo e errado", então só te peço uma coisa: poste aqui um único - só um - método sério e respeitado de contrabaixo que diga o seguinte "devemos tomar a corda mais aguda como referência visual para situarmos o posicionamento correto da mão da escala." Se vc achar isso e postar aqui eu me calo. Pode ser? Nada mais justo, afinal, vc está dizendo que é errada a referência visual que eu tenho da corda maia grave e que métodos formais reprovam isso.
Basear-se na corda aguda ou corda grave como referência de posicionamento, pra mim é irrelevante, algo pessoal do baixista. Mas já que vc diz que esse costume é tão contra a tradição formal do aprendizado do contrabaixo...então prove, apenas poste um matetal sério e respeitado de contrabaixo onde esteja escrito que estou errado em enxergar na corda mis grave uma referência de localização das notas. Só isso te peço. Estou aguardando.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por John Music em Sex Jul 01, 2016 6:23 pm

Raul S. escreveu:John,

o tom do fórum deve ser o mesmo de uma conversa entre amigos, numa mesa de bar; ngm está aqui pra desmerecer nem passar por cima do outro, e respostas como "Dispensável" são pura falta de educação.

todos são muito bem-vindos ao fórum, mas se não for contribuir para a discussão nem para a convivência, eu aconselho não postar.

Para com isso, Raul, por favor. Desrespeito é outra coisa. Palavreado inadequado é outra mais embaixo ainda. Tô discutindo numa boa, com uma ortografia correta e argumentando, defendendo minhas idéias. Você não sabe o que é desrespeito e falta se educação em fórum. Já vi cada coisa...estou apenas falando sério, sem muitas risadas ou brincadeirinhas, só isso (coisa inclusive perfeitamente conciliável com uma conversa numa mesa de bar).
Aliás, numa mesa de bar o pessoal pode muito bem estar bêbado e ter uma conversa ininteligível, o que é bem diferente do que ae passa aqui.
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Vinicius F em Sex Jul 01, 2016 6:30 pm

Tem música que não dá pra fugir das 5 cordas, mesmo. Mesmo no Rock, principalmente nos estilos mais modernos, tem muita afinação alternativa. O 5 cordas é uma boa alternativa pra tocar de tudo e não ter que ficar toda hora mexendo na afinação, porque haja saco ficar regulando o instrumento toda hora. Além disso, você ganha mais espaço para improvisação.

Isso que o Allex falou que o 5 cordas é uma tendência atual é verdade, e inclusive até dentro do rock/metal nos últimos anos. Hoje se usa bem mais o grave da B e os agudos da G na mesma música, de um modo geral.

Mas o baixo de 4 sempre é legal ter. É igual ter aquele carrão antigo na garagem pra poder dar uma volta sempre que quiser e estiver enjoado do mais moderno. No fim, minha preferência e uso entre os baixos de 4 e 5 cordas é 50/50.
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 788
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Jimmyc em Sex Jul 01, 2016 6:39 pm

Isso tá cômico e chato pra kramba. Pessoal, pára com isso aê, se levem menos a sério... Esse lance de pagar de dono da verdade tá por fora, é chato mesmo (pra não chamar de brega/cafona). Na boa, o tópico até poderia ter ido pra um lado legal, mas aê no meio dele descambou; pra mim essa discussão tá sem pé e sem kbça e não tem nenhum sentido. Agora vai ficar todo mundo aê falando onde estudou, com quem, qtos shows/workshops já foram....putz, tá por fora isso!

facepalm ahn nah

Jimmyc
Membro

Mensagens : 65
Localização : Vila Velha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por joabi em Sex Jul 01, 2016 6:54 pm

John Music escreveu:
E já que vc mais de uma vez mencionou sobre métodos sérios e sobre "certo e errado", então só te peço uma coisa: poste aqui um único - só um - método sério e respeitado de contrabaixo que diga o seguinte "devemos tomar a corda mais aguda como referência visual para situarmos o posicionamento correto da mão da escala." Se vc achar isso e postar aqui eu me calo. Pode ser? Nada mais justo, afinal, vc está dizendo que é errada a referência visual que eu tenho da corda maia grave e que métodos formais reprovam isso.
Basear-se na corda aguda ou corda grave como referência de posicionamento, pra mim é irrelevante, algo pessoal do baixista. Mas já que vc diz que esse costume é tão contra a tradição formal do aprendizado do contrabaixo...então prove, apenas poste um matetal sério e respeitado de contrabaixo onde esteja escrito que estou errado em enxergar na corda mis grave uma referência de localização das notas. Só isso te peço. Estou aguardando.

Tudo o que estudei na vida sempre mencionou a corda aguda como sendo a primeira. Nunca encontrei nada sugerindo a situação oposta.
Isso é válido para qualquer instrumento de cordas, não só o contrabaixo.

Quer referências? Veja os livros de orquetração do Rimsky-Korsakov, Walter Piston, Forsyth ou qualquer outro da mesma seriedade. No contrabaixo elétrico tem os livros do Dan Dean, Tony Oppenheim, e virtualmente qualquer livro que tive chance de olhar.

O que se vê é basicamente isso aqui (repare na tabela do centro da página):




Até um simples e banal diagrama de acordes diz isso:





Voltando a pergunta para você, gostaria da saber qual método sério e tradicional diz que qualquer corda, aguda ou grave, pode ser usada como referência. Estou aguardando.


Em tempo, não faço a menor questão sobre o que cada músico escolhe como seu instrumento de trabalho. Acho essa discussão totalmente inútil e a escolha puramente subjetiva. Tópicos assim já deram o que tinham que dar.
avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5478
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sex Jul 01, 2016 10:33 pm

John Music escreveu:E já que vc mais de uma vez mencionou sobre métodos sérios e sobre "certo e errado", então só te peço uma coisa: poste aqui um único - só um - método sério e respeitado de contrabaixo que diga o seguinte "devemos tomar a corda mais aguda como referência visual para situarmos o posicionamento correto da mão da escala."

Todos os métodos. Literalmente qualquer um que você encontrar.

Na boa, cansei. Desculpe aí qualquer coisa e bem-vindo ao FCBR.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Coder em Sex Jul 01, 2016 10:43 pm

Pra mim tb chega, fui...
avatar
Coder
Membro

Mensagens : 3057
Localização : República das Bananas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Fernando Zadá em Sab Jul 02, 2016 12:17 pm

Preguiça de ler tudo.
Mais tarde vou tentar mas de certa forma entendo o que ele diz nunca usei a mais aguda como referência e sim a mais grave sempre. Seja ela qual for.
Se conta de baixo para cima ok mas mesmo na guitarra minha referência sempre foram as cordas graves é mais fácil visualizar todo o resto enxergando as graves e pensar em oitavas.
Não acho que exista uma forma só correta de se ter como referência as notas no braço.
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10481

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por allexcosta em Sab Jul 02, 2016 12:40 pm

Fernando Zadá escreveu:Se conta de baixo para cima ok mas mesmo na guitarra minha referência sempre foram as cordas graves é mais fácil visualizar todo o resto enxergando as graves e pensar em oitavas.
Não acho que exista uma forma só correta de se ter como referência as notas no braço.

Você tá com um baixo de 4 cordas na mão, fazendo uma gig, aí um brother chega com um 6 cordas e você pede pra testar em uma música, o que você faz? Você sente quantas cordas estão abaixo da que você está tocando pra saber onde está, ou seja, quantas cordas estão entre a que você toca e a palma da sua mão. Você não olha pra saber, até porque numa gig escura cheia de luz negra estroboscópica você não vê nada.

Sinceramente, se valer do sentido da visão pra tocar baixo eu nunca tinha ouvido falar. Tem gente até que vai mais pela audição, o que é ok pois música é a arte dos sons, mas músico que toca na noite dizer que usa a visão pra mim é novidade.

Vivendo e aprendendo.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42278
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Breno_Barnabe em Sab Jul 02, 2016 1:04 pm

^ Uma vez me falaram que quando se está acostumado com um de 4 cordas e se pega um de 5, o melhor é não olhar a escala, que se olhar, dá confusão na cabeça.

Enfim, hoje to num dilema. Peguei há uns 2 meses meu primeiro 5 cordas e usei ele nos ensaios e numas 3 gigs, mas nos ultimos dois ensaios peguei um 4c emprestado pq não tinha como levar meu baixo.

Ainda não sei com qual vou hoje. To repassando repetorio agora no 5c pra ver o que decido.
Boas chances de irem os dois pra gig.
avatar
Breno_Barnabe
Membro

Mensagens : 3835
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Max Payne em Sab Jul 02, 2016 1:09 pm

allexcosta

Allex, por eu ser autodidata,eu não sabia desse tipo de estudo,de estudar no escuro pra memorizar melhor as notas no braço e sobre se guiar pelas cordas agudas. Eu me guio na verdade pelas três cordas mais graves,oitavando-as para saber onde ta cada nota. Foi importante você ter dito isso,pois é sempre bom saber sobre novas formas de estudar (ou a forma correta de repente...),pra se passar pra um aluno,por exemplo ou utilizar isso por conta própria mesmo.

Quando eu tava tocando em bandas (pois eu me afastei dos palcos), eu não tinha me deparado com a situação de não enxergar o braço do baixo de forma literal.
avatar
Max Payne
Membro

Mensagens : 751
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 5 cordas mas só usa 4

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum