Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Salbass em Ter Ago 29, 2017 10:24 am

Colegas, bom dia!

Um breve relato de um fato recente e verídico:

Tenho um amigo que tinha um sonho de ter um Music Man Ernie Ball, e ele conseguiu realizar com um Stingray 5 legitimo comprado lá nos EUA, assim que ele tocou no bass, por incrível que pareça, ele não gostou, ai me perguntou: Sal o seu Warwick Corvette Double Buck 5 (Alemão) é melhor que o meu Music Man?

Minha resposta: Nem melhor, nem Pior, são instrumentos diferentes, o único item que é igual, são as quantidades de cordas que eles usam e eu não troco o meu Warwick, por um Music Man, mas, se seu eu tivesse um Music Man, também não trocaria por um Warwick.

A pergunta dele foi objetiva, pois, como ele não gostou do Music Man, colocou a venda e apareceu um cara querendo trocar o seu Warwick Corvette Double Buck 5 (Alemão) no Music Man dele, e como fui consultado referente a troca, lhe disse: Venha na minha casa e teste o Warwick, se você gostar troque, ele veio e testou, foi amor a primeira vista, com isso ele fez o rolo e detalhe o cara deu de volta um Loop Station Boss RC20XL mais R$ 600,00. Eu vi o bass, o Warwick está zerado, completinho com manual, Bag original e aprovado pelo luthier o Loop também está em excelente estado de conservação.

Conclusão: O gosto pessoal venceu e todos ficaram felizes no final!

Nota: O cara que tinha o Warwick, quis trocar porque não gostava do braço do Warwick, eu já acho muito confortável, mas cada um tem seu gosto e isso é pessoal.

Valeu,

Salbass
avatar
Salbass
Membro

Mensagens : 99
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Stormbringer em Ter Ago 29, 2017 10:48 am

O ruim é o povo sonhar com a estética, com o ídolo que toca o mesmo instrumento, com o que os outros falam.

Vencidos esses obstáculos(principalmente "o que os outros famam") e você consegue escolher sozinho de verdade, que você fica satisfeito.

avatar
Stormbringer
Membro

Mensagens : 2391
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Coder em Ter Ago 29, 2017 11:50 am

Interessante! Pelo menos a troca não foi por simples euforia, mas pelo fato de não se adaptar ao instrumento.
avatar
Coder
Membro

Mensagens : 3057
Localização : República das Bananas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 29, 2017 12:48 pm

Salbass escreveu:por incrível que pareça, ele não gostou

Nada de incrível. Coisa mais normal do mundo. Eu mesmo não gosto desses baixos.

Salbass escreveu:ai me perguntou: Sal o seu Warwick Corvette Double Buck 5 (Alemão) é melhor que o meu Music Man?

Pergunta típica de músico inexperiente.

Salbass escreveu:Minha resposta: Nem melhor, nem Pior, são instrumentos diferentes, o único item que é igual, são as quantidades de cordas

Boa resposta.

Salbass escreveu:A pergunta dele foi objetiva

Pergunta objetiva sobre um assunto subjetivo.

Salbass escreveu:ele veio e testou, foi amor a primeira vista

Assim, o cara tinha um sonho de um baixo tal (aparentemente sem nunca ter tocado em um) e nunca tinha tido a curiosidade de testar o seu? Errado né? Quando eu era moleque ligava pros amigos e perguntava "posso ir aí testar seu baixo"? Fazia isso em lutheria também. É assim que você desenvolve seus gostos e descobre o que funciona pra você.

Salbass escreveu:Conclusão: O gosto pessoal venceu e todos ficaram felizes no final!

Nota: O cara que tinha o Warwick, quis trocar porque não gostava do braço do Warwick, eu já acho muito confortável, mas cada um tem seu gosto e isso é pessoal.

Isso é o que a gente vem pregando aqui no FCBR há uma década e nego ainda fica vidrado em marca e logotipo.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42273
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Claudio Mengarda em Ter Ago 29, 2017 1:24 pm

Por isso é extremamente importante testar antes de comprar, e se possível com mais opções de escolha.
avatar
Claudio Mengarda
Membro

Mensagens : 836
Localização : Santa Catarina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 29, 2017 1:33 pm

Claudio Mengarda escreveu:Por isso é extremamente importante testar antes de comprar, e se possível com mais opções de escolha.

Testar mesmo sem interesse de comprar nada. Tocar, ir nas lojas, pedir pra dar canja. É assim que faz.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42273
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Claudio Mengarda em Ter Ago 29, 2017 3:31 pm

^ Aqui o pessoal não é muito gente boa, difícil conseguir tocar sem a intenção de comprar. É só botar o pé na loja e já vem um vendedor com cara de cú barejar. Os caras não querem nem que toque nos instrumentos.
Depois não sabem porque as vendas de loja fixa estão caindo tanto e as lojas de instrumentos estão quebrando a rodo. Qual o motivo de comprar em uma loja fixa se não pode testar? Internet RuLZ
avatar
Claudio Mengarda
Membro

Mensagens : 836
Localização : Santa Catarina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por PH Benchmarker em Ter Ago 29, 2017 5:05 pm

Esse assunto eu gosto notme notme

Creio eu que quando o sujeito não tem muita noção do que busca em termos de som/tocabilidade, (isso me inclui ok?) tende a ir pro lado do sonho de consumo, e foi o que aconteceu com o carinha aí da história contada.

Eu por exemplo vou na contramão, muitos aí falam de Fender, MM e tal, me sinto estranho, já que um sonho de consumo meu são os Ibanez BTB, e arrisco a dizer que essa inclinação é mais estética do que sonora, já que como disse em um outro tópico, se um dia mandasse fazer um baixo de luthier, seria inspirado nos BTB.

Deixando de lado a G.A.S e falando sobre testes de instrumentos, é como o Claudio disse, tem lugares que você vai testar um instrumento e o vendedor te olha torto, eu mesmo quando vou comprar encordoamento novo, ao entrar na loja o cidadão fica como se não tivesse chegado ninguém, ou seja se em compras simples já se portam dessa forma imagina como ficarão no dia que eu resolver comprar um baixo novo e for testar.

Comprar pela internet é um tiro no escuro? Por experiência própria digo que sim, quando comprei o primeiro baixo (Memphis by Tagima TB440), comprei primeiro, e me cadastrei no fórum depois, o que me dá 50% de arrependimento, uma vez que o baixo tava bom pro meu bolso na hora e precisava de um baixo pra aprender, mas se houvesse pesquisa melhor da minha parte, e testes, talvez tivesse comprado de cara o Millenium 6 que hoje uso pra tudo e o Memphis tá parado.

Conclusão de tudo isso é, acho que o gosto pessoal tem que ir na contramão do sonho de consumo já que o "sonho" pode fazer você comprar algo que não curta ou não se adapte. Imagina eu comprar um BTB caríssimo e no final vender simplesmente porque me desencantei com ele? Complicado.
avatar
PH Benchmarker
Membro

Mensagens : 111
Localização : Duque de Caxias

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por arturbmallmann em Ter Ago 29, 2017 6:16 pm

Claudio Mengarda escreveu:^ Aqui o pessoal não é muito gente boa, difícil conseguir tocar sem a intenção de comprar. É só botar o pé na loja e já vem um vendedor com cara de cú barejar. Os caras não querem nem que toque nos instrumentos.
Depois não sabem porque as vendas de loja fixa estão caindo tanto e as lojas de instrumentos estão quebrando a rodo. Qual o motivo de comprar em uma loja fixa se não pode testar? Internet RuLZ
Fato! Tem loja que parece que os vendedores querem que você implore e já mostre o contracheque para poder testar o bólido.
avatar
arturbmallmann
Membro

Mensagens : 1740
Localização : Mondaí-SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 29, 2017 6:22 pm

Fosse tempos atrás o colela já tinha aparecido pra dizer que o vendedor tá certo.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42273
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por PH Benchmarker em Ter Ago 29, 2017 6:30 pm

allexcosta escreveu:Fosse tempos atrás o colela já tinha aparecido pra dizer que o vendedor tá certo.

^Por quê?? hide
avatar
PH Benchmarker
Membro

Mensagens : 111
Localização : Duque de Caxias

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 29, 2017 6:31 pm

^ Porque ele foi um deles por anos.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42273
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por John Music em Ter Ago 29, 2017 6:37 pm

Só não entendi muito o título do tópico. Um sonho de consumo é um gosto pessoal, ué. 

Em relação a esses tipos de vendedores em loja física, vixe, entendo bem disso...Acho a postura e atitude deles nojenta, repugnante. Tem que se f#@$& mesmo e só observar o sucesso das lojas online.


Última edição por John Music em Ter Ago 29, 2017 6:38 pm, editado 1 vez(es)
avatar
John Music
Membro

Mensagens : 200
Localização : Sorocaba-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por PH Benchmarker em Ter Ago 29, 2017 6:37 pm

Medo
avatar
PH Benchmarker
Membro

Mensagens : 111
Localização : Duque de Caxias

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por arturbmallmann em Ter Ago 29, 2017 6:41 pm

Cada um toca os negócios da forma que bem entende, mas eu geralmente não volto nem pra comprar cordas em lojas assim. tongue
avatar
arturbmallmann
Membro

Mensagens : 1740
Localização : Mondaí-SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 29, 2017 6:44 pm

John Music escreveu:Só não entendi muito o título do tópico. Um sonho de consumo é um gosto pessoal, ué.

Nesse caso é um negócio que você nunca testou na vida e sonha em ter por causa da marca. Nada a ver com gosto pessoal.

Exemplo: nego sonha com Ferrari, mas nunca dirigiu uma. E é uma bosta de carro pra ter no dia a dia...
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 42273
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por SRTO em Ter Ago 29, 2017 6:55 pm

allexcosta escreveu: E é uma bosta de carro pra ter no dia a dia...

Fiquei até com dó do Romário agora... Razz
avatar
SRTO
Membro

Mensagens : 415
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Claudio Mengarda em Ter Ago 29, 2017 11:24 pm

arturbmallmann escreveu:Cada um toca os negócios da forma que bem entende, mas eu geralmente não volto nem pra comprar cordas em lojas assim. tongue

Compro cordas na Multisom, que nem loja de instrumento é, mas os caras são gente boa.
avatar
Claudio Mengarda
Membro

Mensagens : 836
Localização : Santa Catarina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Tucone em Qua Ago 30, 2017 12:08 am

John Music escreveu:Só não entendi muito o título do tópico. Um sonho de consumo é um gosto pessoal, ué. 

Nem sempre, alguém pode ter um sonho de consumo conhecendo muito bem, no caso, um instrumento. Só não teve grana/oportunidade/seilaoque pra realizar o sonho.
avatar
Tucone
Membro

Mensagens : 524
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por SILVIAO em Qua Ago 30, 2017 12:19 am

Obrigado.
avatar
SILVIAO
Membro

Mensagens : 3244
Localização : Limeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Maurício_Expressão em Seg Set 04, 2017 5:23 pm

Legal o tópico. Entendo que muitas vezes o sonho é formado por propaganda, status, marketing, e que muitas vezes você não pode testar o produto antes de comprar.
Se eu fosse rico compraria uma Ferrari para testar de verdade. Dar uma volta nem sempre é testar o carro. Talvez a opinião seja apenas formada depois de 1 mês usando o carro, ou o baixo, no caso de instrumento!!! Dai o arrependimento pode acontecer sim.
avatar
Maurício_Expressão
Moderador

Mensagens : 6291
Localização : São José dos Campos - SP (Brazil)

http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/expressao

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Zubrycky em Sex Set 08, 2017 8:51 am

Esse tópico me fez lembrar de um velho ditado inglês que diz "The Chase Is Better Than The Catch"... Wink
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Seg Set 18, 2017 4:31 am

allexcosta escreveu:
John Music escreveu:Só não entendi muito o título do tópico. Um sonho de consumo é um gosto pessoal, ué.

Nesse caso é um negócio que você nunca testou na vida e sonha em ter por causa da marca. Nada a ver com gosto pessoal.

Exemplo: nego sonha com Ferrari, mas nunca dirigiu uma. E é uma bosta de carro pra ter no dia a dia...
Verdade, Alex ! Meu irmão de Búzios tempo atrás me apareceu com um Cupê Mazda ... e adivinhe ? Ele desistiu do negócio, e desistiu da idéia de passar o Citroen C3 dele para frente !
É a mesma história do Marcus Miller: nego olha o fenderzão dele, junta grana, compra no fetiche sem testar, não gosta e depois fica com aquela cara sem graça mas que quem conhece, sabe que a pessoa não gostou !
(O Marcus Miller é apenas um exemplo, não estou criticando o Jazz Bass dele, até porque nunca toquei em um desse modelo!)
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Seg Set 18, 2017 4:35 am

Eu sempre amei o Stingray, mas só tive certeza absoluta que ele realmente é o que eu achava que ele era no dia que peguei um emprestado, fiz show com ele, e que após isso o bichano ficou alguns dias comigo aqui em casa. Simplesmente me apaixonei ! Hahaha
Se eu não estou enganado, esse Stingray já foi até do Guto Bass ... hoje ele pertence a um baixista daqui da cidade, o Maurício, mais conhecido carinhosamente como "pão velho" ! lol!
Mas não sei certamente se esse Stingray era do Guto ... porque esse baixista no dia que comentou isso comigo, citou um Ampeg ... aí eu não sei se estou confundindo o ex proprietário do Ampeg com o ex proprietário do Stingray ! scratch
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por ct.colela em Seg Set 18, 2017 5:08 am

allexcosta escreveu:Fosse tempos atrás o colela já tinha aparecido pra dizer que o vendedor tá certo.

Senti cheiro de colela nesse tópico...
Minha época de vendas era outra, a internet ainda não estava forte ,a gente dependia de mostrar os instrumento para vender ,e a gente sabia quem era caroço e que ia em loja só testar para comprar fora depois
Pela conversa a gente sacava o cliente
Hoje sei que tem vendedor igualzinho ao citado no tópico
avatar
ct.colela
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 3278
Localização : Orlândia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por satanho em Seg Set 18, 2017 8:20 pm

Nunca toquei em um, mas meu sonho é um thunderbir, pode ser ate um epiphone igual o Valdi Dalla Rosa usa (p#$% timbre ao vivo)
avatar
satanho
Membro

Mensagens : 18
Localização : são luiz gonzaga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Die em Seg Set 18, 2017 10:06 pm

Engraçado, eu sempre achei feio os Yamaha e nunca procurei testar, nunca tive vontade de ter um. Sendo que já tive praticamente todos os modelos de baixo, de várias marcas, muitos de qualidade mesmo.

Atualmente meu baixo é um Yamaha bb425 e não troco por nada, quero um outro igual hehehe.Tudo o que procurava achei nele.
avatar
Die
Membro

Mensagens : 518
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Ter Set 19, 2017 2:36 am

Die escreveu:Engraçado, eu sempre achei feio os Yamaha e nunca procurei testar, nunca tive vontade de ter um. Sendo que já tive praticamente todos os modelos de baixo, de várias marcas, muitos de qualidade mesmo.

Atualmente meu baixo é um Yamaha bb425 e não troco por nada, quero um outro igual hehehe.Tudo o que procurava achei nele.
O mais legal dos Yamahas é que pode ser do ano que for, da série que for, do modelo que for, que é bom !
Sério, eu até hoje NUNCA ví um Yamaha ruim ! Quando eu peguei meu RBX 170 eu até me assustei com a qualidade sonora e mecânica dele ... afinava fácil, a tarracha era macia, a corda era colada no braço sem trastejar e o timbre era gordo com um punch maneiro ! Hahaha
Na época eu troquei as cordas, regulei, blindei e coloquei uma chave de "série/paralelo". Eu usava ele 90% do tempo em série. Ficava agressivo pra caramba ! Very Happy
Eu sou louco nos Yamaha's BB ... um dia terei um ! Hahaha
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Zubrycky em Ter Set 19, 2017 8:48 am

marcelinhobass escreveu:
Die escreveu:Engraçado, eu sempre achei feio os Yamaha e nunca procurei testar, nunca tive vontade de ter um. Sendo que já tive praticamente todos os modelos de baixo, de várias marcas, muitos de qualidade mesmo.

Atualmente meu baixo é um Yamaha bb425 e não troco por nada, quero um outro igual hehehe.Tudo o que procurava achei nele.
O mais legal dos Yamahas é que pode ser do ano que for, da série que for, do modelo que for, que é bom !
Sério, eu até hoje NUNCA ví um Yamaha ruim ! Quando eu peguei meu RBX 170 eu até me assustei com a qualidade sonora e mecânica dele ... afinava fácil, a tarracha era macia, a corda era colada no braço sem trastejar e o timbre era gordo com um punch maneiro ! Hahaha
Na época eu troquei as cordas, regulei, blindei e coloquei uma chave de "série/paralelo". Eu usava ele 90% do tempo em série. Ficava agressivo pra caramba ! Very Happy
Eu sou louco nos Yamaha's BB ... um dia terei um ! Hahaha

Eu também nunca vi um Yamaha ruim.
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 9624
Localização : São Paulo

http://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Die em Ter Set 19, 2017 1:38 pm

^A culpa é sua!
avatar
Die
Membro

Mensagens : 518
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Juninho Sampaio em Ter Set 19, 2017 2:01 pm

Já eu nunca consegui me adaptar a um precision.
Acho lindo na mão dos outros.

Edit: Ainda terei um outro...pra tentar novamente
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6314
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Qua Set 20, 2017 6:02 am

Die escreveu:^A culpa é sua!
O Zubrycky é suspeito para falar de qualquer baixo ! point Ri Muito Ri Muito
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Qua Set 20, 2017 6:09 am

Juninho Sampaio escreveu:Já eu nunca consegui me adaptar a um precision.
Acho lindo na mão dos outros.

Edit: Ainda terei um outro...pra tentar novamente
Como assim Junhinho ? Não consegue se adaptar ao som, ou a tocabilidade ?
*No meu caso foi diferente. Detestava o timbre do Precision até eu tocar em um ... antes eu achava o Precision o baixo com o som mais esquisito da face da terra, acredito pelo fato do meu timbre predileto e de "referência" ser o Music Man Stingray. Sabe, os dois possuem um som muito diferentes, apesar de serem "filhos do mesmo pai". Eu falei tanto mal do Precision que passei a gostar dele ! notme Ri Muito
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Salbass em Qua Set 20, 2017 8:01 am

marcelinhobass escreveu:
Die escreveu:Engraçado, eu sempre achei feio os Yamaha e nunca procurei testar, nunca tive vontade de ter um. Sendo que já tive praticamente todos os modelos de baixo, de várias marcas, muitos de qualidade mesmo.

Atualmente meu baixo é um Yamaha bb425 e não troco por nada, quero um outro igual hehehe.Tudo o que procurava achei nele.
O mais legal dos Yamahas é que pode ser do ano que for, da série que for, do modelo que for, que é bom !
Sério, eu até hoje NUNCA ví um Yamaha ruim ! Quando eu peguei meu RBX 170 eu até me assustei com a qualidade sonora e mecânica dele ... afinava fácil, a tarracha era macia, a corda era colada no braço sem trastejar e o timbre era gordo com um punch maneiro ! Hahaha
Na época eu troquei as cordas, regulei, blindei e coloquei uma chave de "série/paralelo". Eu usava ele 90% do tempo em série. Ficava agressivo pra caramba ! Very Happy
Eu sou louco nos Yamaha's BB ... um dia terei um ! Hahaha

Marcelinhobass,

Este é outro caso, apenas divulguei este fato, não para causar, mas apenas para expor aquilo que é falado no forum ha anos, talvez até tenha me expressado errado, no entanto, o fato é que meu amigo conseguiu um MM que era o sonho dele e não gostou do timbre e com isso que eu fiquei hiper confuso também, pois, o sonho dele foi fundado no timbre do MM, mas quando pegou o bichão na mão, não curtiu. Eu até argumentei que o baixo tem um timbre lindo (para quem gosta de MM), mas como ele plugou o bicho num Meteoro Star black de 12, o timbre somui mesmo, eu disse compre um amplificador melhor que você vai ver, mas ele não quis e colocou a venda ou troca, foi ai que apareceu um cara com a proposta do Warwick Corvette Double, ai disse antes de trocar venha na minha casa e toque no meu, pois, talvez você não goste do Warwick também, ele vei testou e fez o rolo com o cara. Ele testou meu Warwick Corvette Double Buck 15, no meu Meteoro Star Black 15.
15.
avatar
Salbass
Membro

Mensagens : 99
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por marcelinhobass em Qua Set 20, 2017 8:31 am

Salbass escreveu:
marcelinhobass escreveu:
Die escreveu:Engraçado, eu sempre achei feio os Yamaha e nunca procurei testar, nunca tive vontade de ter um. Sendo que já tive praticamente todos os modelos de baixo, de várias marcas, muitos de qualidade mesmo.

Atualmente meu baixo é um Yamaha bb425 e não troco por nada, quero um outro igual hehehe.Tudo o que procurava achei nele.
O mais legal dos Yamahas é que pode ser do ano que for, da série que for, do modelo que for, que é bom !
Sério, eu até hoje NUNCA ví um Yamaha ruim ! Quando eu peguei meu RBX 170 eu até me assustei com a qualidade sonora e mecânica dele ... afinava fácil, a tarracha era macia, a corda era colada no braço sem trastejar e o timbre era gordo com um punch maneiro ! Hahaha
Na época eu troquei as cordas, regulei, blindei e coloquei uma chave de "série/paralelo". Eu usava ele 90% do tempo em série. Ficava agressivo pra caramba ! Very Happy
Eu sou louco nos Yamaha's BB ... um dia terei um ! Hahaha

Marcelinhobass,

Este é outro caso, apenas divulguei este fato, não para causar, mas apenas para expor aquilo que é falado no forum ha anos, talvez até tenha me expressado errado, no entanto, o fato é que meu amigo conseguiu um MM que era o sonho dele e não gostou do timbre e com isso que eu fiquei hiper confuso também, pois, o sonho dele foi fundado no timbre do MM, mas quando pegou o bichão na mão, não curtiu. Eu até argumentei que o baixo tem um timbre lindo (para quem gosta de MM), mas como ele plugou o bicho num Meteoro Star black de 12, o timbre somui mesmo, eu disse compre um amplificador melhor que você vai ver, mas ele não quis e colocou a venda ou troca, foi ai que apareceu um cara com a proposta do Warwick Corvette Double, ai disse antes de trocar venha na minha casa e toque no meu, pois, talvez você não goste do Warwick também, ele vei testou e fez o rolo com o cara. Ele testou meu Warwick Corvette Double Buck 15, no meu Meteoro Star Black 15.
15.
No meu caso eu apenas citei o Yamaha apenas porquê outro usuário comentou sobre ele.
Sabe, fiquei até alegre em ter visto o seu relato. É como a gente sempre comenta por aqui: antes de comprar, por mais que sinta fetiche, teste o baixo ! Fico feliz que no caso dele todo mundo saiu ganhando ... Hahahaha
avatar
marcelinhobass
Membro

Mensagens : 158
Localização : Bom Jesus do Norte-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Juninho Sampaio em Qua Set 20, 2017 9:07 am

marcelinhobass escreveu:
Juninho Sampaio escreveu:Já eu nunca consegui me adaptar a um precision.
Acho lindo na mão dos outros.

Edit: Ainda terei um outro...pra tentar novamente
Como assim Junhinho ? Não consegue se adaptar ao som, ou a tocabilidade ?
*No meu caso foi diferente. Detestava o timbre do Precision até eu tocar em um ... antes eu achava o Precision o baixo com o som mais esquisito da face da terra, acredito pelo fato do meu timbre predileto e de "referência" ser o Music Man Stingray. Sabe, os dois possuem um som muito diferentes, apesar de serem "filhos do mesmo pai". Eu falei tanto mal do Precision que passei a gostar dele ! notme Ri Muito

Eu gosto, mas não é um baixo que eu use como principal, pois na noite em bares costumo tocar todos os estilos e o precision -na minha opinião- é um baixo específico/secundário.
Breve comprou outro
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6314
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Willian Casagrande em Qua Set 20, 2017 10:21 am

Bom, eu tenho um sonho de ter um RK 4003, e um dia realizarei esse sonho. Já toquei em alguns (poucos, mas toquei), então sei o que vou encontrar: um baixo desconfortável, com braço taruguento, duro, mas com um som delicioso Twisted Evil
O caso desse cara do título é bem típico de quem não tem muita experiência com instrumentos. Tem que ir tocando em tudo pra saber a vibe do negócio. Eu gostava muito de ouvir TBirds, mas quando toquei num descartei a ideia de ter, tamanho o desconforto. Não me imagino fazendo um show de 2 horas só com esse baixo.
avatar
Willian Casagrande
Membro

Mensagens : 3360
Localização : Londrina/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Renato Aversari em Qua Set 20, 2017 2:04 pm

^
Eu também adoro o som dos Thunderbirds, e me ocorreu de tocar em um em algumas jams que fiz com uma banda como convidado. Muito desconfortável e o acesso as notas mais agudas da escala são péssimos, mas continuo achando lindo de se ouvir.
avatar
Renato Aversari
Membro

Mensagens : 211
Localização : João Pessoa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Galdino em Sex Out 13, 2017 12:38 pm

Tudo o que a galera falou acima tem validade...
Quando eu era adolescente devia ser visto como "o garoto chato que testa os baixos". Morando em cidade pequena eu ia às poucas lojas que haviam e testava os instrumentos. Quando eu ia para cidades maiores também, os caras não precisavam saber se eu iria comprar ou não
Bom em apenas uma eu sei que posso testar qualquer coisa, quando eu digo qualquer coisa pode ser um instrumento de 500 reais até o mais caro da loja. Na real é uma relação de confiança a anos, meu pai sempre comprou cordas, instrumentos lá e conhece os vendedores que são os mesmos a anos, inclusive de tocar na noite e tal. Eu idem, comprei meu primeiro baixo lá, encordoamento, pedal, cubo etc.
Então se eu entro naquela loja escolho os encordoamentos rapidinho e já saio correndo pra ver os baixos que estão em exposição ou guardados, vejo o acabamento e tudo da maioria. Toco desplugado pra sentir o baixo em 90% dos casos, se me "interessar" eu peço pra plugar... geralmente se for um dos caras mais legais que tem lá, ele liga no melhor cubo que tenha e praticamente fala "derruba isso aqui" kkkkkkk
Os últimos que testei nessa loja foram um Dimension MIM e um Ukulele Bass, que eu me lembre.

Aqui é interior, os caras podem se ferrar de acordo se não deixarem um cara meio maltrapilho, ou sujo testar um instrumento ou comprar alguma coisa. A quantidade de caras realmente ricos que vão ao banco por exemplo com botinas sujas é enorme. Quando eu era criança achava até estranho porque o banco vivia com pisadas de terra. Eles saem das fazendas e vão resolver coisas na cidade, chegam cansados, suados e sujos de barro porque estavam na lida e muitas vezes esses caras tem lotes e lotes de alqueires.

Minha outra tática em lojas que eu era desconhecido era não demonstrar se eu ia comprar ou não, se eu quisesse muito testar um baixo eu virava um ator. Claro que sempre eu cativei e soube conversar, levar na malandragem mesmo então eu testava sem muitos problemas.
Agora em loja que embaçava pra testar "eu dizia, então não dá pra eu comprar... infelizmente eu tenho uma política de só comprar um instrumento se eu tocar e gostar" ~e já ia saindo da loja~, geralmente os caras mudavam de postura na hora e me puxavam pelo braço, vem cá pode ligar aqui.
Foi assim que eu consegui testar um cabeçote valvulado e uma caixa antiga que nem estava a venda com um baixo que eu fingi gostar HAHAHAHAHA

De resto eu costumo a pensar mais ou menos assim, baixos de 1.500 USD usados ou mesmo não usados serão bons instrumentos, em termos de não serem totalmente fora da casinha, com erros grotescos digo.
Meu Sterling usa 04 era pra ser um Stingray com piezo bridge escala clara porque eu pensava que esse era o timbre que eu almejava. Por fim fiquei com o Sterling porque "deu jogo", veio sem eu testar e mesmo sem ser aquilo que eu procurava a priori ou o "sonho de consumo" eu toquei e fiquei sem palavras.
E olha que a galera costuma dizer mal do Sterling porque primeiro, ele não é um Stingray kkk, segundo o corpo é menor, terceiro e mais grave aos olhos dos outros a cap é cerâmica.
Eu simplesmente toquei e amei o set-up assim, é um baixo potente, quase indomável, cavernoso. Posso ter um Stingray com piezo e escala clara? posso ter ainda mas esse Sterling não saí daqui não.

Baixos que eu gosto e que entram pro meu set não saem mais, tenho essa política desde que vendi a troco de banana meu primeiro baixo. E esse gostar pode nem ser tocar no baixo, pode ser gostar pela história dele comigo ou qualquer coisa.
E como eu gosto de instrumentos provavelmente cada um que eu compre vá ficando kkkkkkkkk
Tô esperando um American Jazz Bass Standard da safra que já vinha com Custom Shop 60. Não é o set-up que eu queria, eu queria um escala clara e não preto com escudo branco (blergh, a primeira coisa que eu vou fazer é rancar aquele escudo e colocar outro)... a única opção pra eu passá-lo pra frente é se eu realmente não gostar do baixo, o santo não bater, a pegada de mão eu achar ruim, não ter punch algum, não ter brilho etc
Mas acho difícil naquela safra da Fender ter algo tão ruim assim, volto a frisar mas é coisa minha acho difícil um baixo de 1.500 dólares ser extremamente ruim. Pode ter, claro que pode é difícil cravar uma coisa dessas com 100% de exatidão mas com erros crassos de construção que é o que detona o instrumento de verdade é mais difícil.

REGRAS do código "bro" baixístico (editei a publicação porque esqueci)
- Um cara que é seu amigo e também é baixista pode solicitamente testar seus baixos e você os dele. Sem neuras, inclusive você pode ir na casa do cara falar sobre música testar uns baixos... o cara passa um café pra você e tal, é uma forma de conhecer outros instrumentos e possibilidades. Você pode receber o cara também, pluga seus baixos pro cara testar passa um café. É amizade.

- Um "bro" nunca pedirá para outro "bro" que empreste um dos seus baixos, se um dia PRECISAR URGENTEMENTE de um baixo pode tentar emprestar um baixo seu. O seu ~pior~ baixo. Na real ele deveria saber que não se deve pedir nem emprestado um baixo mas, se algo ocorrer de muito ruim ou uma tragédia em cima da hora de uma gig por exemplo ele pode tentar a sorte de emprestar o instrumento mais zoado que você tem.

- Nunca empreste um baixo seu para um cara que é irmão de uma namorada sua. Você vai perder o baixo, esquece. Amores vem e vão e mesmo que seja como no meu caso um b50 todo destruído com vários dings, é prejuízo. Aquele baixo poderia estar no aconchego da minha casa e eu não me perdoo por isso.





Última edição por Galdino em Sex Out 13, 2017 12:51 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Esqueci as regras do código bro baixístico)
avatar
Galdino
Membro

Mensagens : 924
Localização : Cândido Mota - SP

http://www.itauegaldino.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Juninho Sampaio em Sex Out 13, 2017 2:14 pm

Redação??
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 6314
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Uchoa em Sex Out 13, 2017 2:51 pm

^
Shocked affraid
avatar
Uchoa
Membro

Mensagens : 1569
Localização : Niterói - Rio de Janeiro

http://palcomp3.com/renatouchoa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Stormbringer em Sex Out 13, 2017 3:11 pm

Juninho Sampaio escreveu:
Eu gosto, mas não é um baixo que eu use como principal, pois na noite em bares costumo tocar todos os estilos e o precision -na minha opinião- é um baixo específico/secundário.
Breve comprou outro

Eu tambem acho que cada música pede um tipo de baixo diferente.
Rock: Precision
Pop: Precision
Samba: Precision
Jazz: Precision
Funk: Precision
Forró: Precision
Sertanejo: Precision
Reggae: Precision

E assim por diante...

(Roubartilhei a citação desse forum e não lembro o autor)
avatar
Stormbringer
Membro

Mensagens : 2391
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por arturbmallmann em Sex Out 13, 2017 3:52 pm

Boas dicas "bro" Baixísticas, Galdino. hehehe
avatar
arturbmallmann
Membro

Mensagens : 1740
Localização : Mondaí-SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por AndréBurger em Sex Out 13, 2017 4:44 pm

Galdino parece ser um bom prosador.
Tem várias histórias na mão!

AndréBurger
Membro

Mensagens : 401
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Galdino em Sex Out 13, 2017 6:53 pm

Eu adoro escrever uma bíblia, se não for pra escrever textão na internet eu nem entro Laughing
avatar
Galdino
Membro

Mensagens : 924
Localização : Cândido Mota - SP

http://www.itauegaldino.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por LFBruschi em Sab Out 14, 2017 5:51 am

Galdino escreveu:Eu adoro escrever uma bíblia, se não for pra escrever textão na internet eu nem entro Laughing
Aquele Sterling que não foi taxado, que têm video-review?
avatar
LFBruschi
Membro

Mensagens : 1756
Localização : Maceió/AL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por gsfteodoro em Sab Out 14, 2017 8:24 am

Sonhava demais em ter um factor. Caracas, que som animal o do factor. Aquelas músicas que rolavam em Kenny G Live são muito boas de se escutar.
Um dia desses, quando morava no interior, minha esposa precisava ir pra SP. Falei que ia com ela. Deixei-a onde ela queria e fui para a Teodoro Sampaio. Estava, literalmente, turistando. Quando entro na bass center, dou de cara com um factor vermelho, intacto, 18V. A loja estava vazia. Não pensei duas vezes...

Posso testar?

Toquei e achei legal. Até o vendedor me falar que tinha um 9V (o meu). Entrei em pânico. Fiquei maluco. Toquei e era O SOM.
Logo, peguei minha esposa, fui pra casa, conversando com ela e fazendo as contas. No fim de semana, fui buscar.
Pois bem... Realizei meu sonho. Mas... Não tenho banda pra tocar com esse baixo (sim. Esse baixo tem um certo estilo agressivo de música para se tocar). Levei em duas gigs e percebo que será o baixo que terei por realização de sonho. Não me arrependo. Mas o 5502 ainda continua meu companheiro de longas jornadas com sua riqueza no timbre.

E é isso.
avatar
gsfteodoro
Membro

Mensagens : 4600
Localização : Brezil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por SILVIAO em Sab Out 14, 2017 6:44 pm

Galdino ,voce é o perfil alternativo do William Casagrande?
Ou do Lapetina? Gomba?
avatar
SILVIAO
Membro

Mensagens : 3244
Localização : Limeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Galdino em Sab Out 14, 2017 7:12 pm

LFBruschi escreveu:
Galdino escreveu:Eu adoro escrever uma bíblia, se não for pra escrever textão na internet eu nem entro Laughing
Aquele Sterling que não foi taxado, que têm video-review?

Então se for meu não é o Sterling, o único baixo meu que passou tax free foi o Lakland e foi uma p#$% de uma sorte. Eu fiz a promessa que se chegasse sem taxas eu usaria cordas DR Neon rosas até elas acabarem, deve ter um vídeo por aí no Youtube ou algum lugar em que eu estou abrindo a embalagem... foi meu primeiro baixo importado.
O Sterling, mexicano, MusicMaster, SRX300 e até um B50 foram todos taxados em níveis bem caros.
Comprei a maioria na época em que passávamos por um "mini milagre econômico" o dólar estava 1,80 e o poder aquisitivo e de compra do brasileiro estava maior, a classe média inflava e quem não conseguia comprar danone passou a conseguir e quem já conseguia comprar danone passou a conseguir comprar esses baixos. Não vou dizer que na época daria pra comprar e importar um Fodera por exemplo, até daria se o cara fosse rico mesmo... sempre chegou aqui na casa dos 20 mil barões, foi quando no mesmo período a Condor lançou os "Condors by Fodera" que de Condor não tinha nada, eles apenas importaram uma quantidade limitada de Foderas que em vez da borboleta tinha um logo lá da Condor... deve ter sido em 2011 mais ou menos, pois fui no Rock in Rio no mesmo ano e vi um por 20 mil no Barra Shopping. Aliás ô lugarzinho enjoado, você não pode nem ir com roupa de praia que é mal visto, trataram a gente como indigentes porque nós estávamos com roupa de praia e é de frente para a Rocinha se não me engano. Sério, imagina se eu pedisse pra testar o baixo. Jamais deixariam. É o contraste, lá dentro um baixo de 20 mil reais, logo em frente tem gente vivendo de forma precária e hoje em dia a troca de tiros é constante mesmo depois da "pacificação", sumiram com o Amarildo, perderam novamente o território para os traficantes e ninguém entra lá, se for entrar vai levar chumbo de bala.
Eu já me acostumei com o fato de que se for importar, pode se precaver, coloca 60% + no preço porque é disso pra pior e nem adianta mandar o cara jogar fora o case... como eu fiz no caso do Sterling e de alguns outros. Eu mandava ainda rancar o braço do corpo e mandar tudo separado no mesmo pacote, mas separado. Nada adiantou, então esse último Fender que pedi, um American Standard de 2012 da safra que começou a sair com Custom Shop 60 eu fechei os olhos e vou mandar vir montado e com case. Eu não iria pedir pro lojista ficar com o case, ele é daqueles deluxe de tweed lindos. Perdido por perdido, truco como diria minha avó.
O que detona um pouco é o frete, um baixo desmontado e sem case pesa menos e tem uma dimensão menor. Na viagem é mais seguro com case, ele montado não sofre tanto quando chega aqui... claro que uma regulagem simples você sempre vai ter que fazer quando o baixo chega, normal. No meu caso me dei mal porque a USPS via Priority diminuiu as dimensões, eles não aceitam mais o tamanho de um case. Logo vai vir de Fedex.
Já preparei o bolso e tô rezando.

PS: Em tempo, o Lakland pode ter passado batido por algumas variáveis. Uma delas é que é um Skyline, viram que a produção não é totalmente americana. Lakland é mais desconhecida que Fender, ele veio desmontado mas o pacote era grande impossível não terem "visto". Na época a triagem era diferente também era por amostragem, hoje é muito mais "eficaz" na hora de te extorquir, usam máquinas de raio X e tudo.
Uma coisa eu digo, se os caras leem Fender num headstock eles vão te rancar o coro, independente se é Mexicano, Japonês ou Americano. Independente se tá montado, desmontado, com case ou sem case. O MusicMaster foi taxado também e veio com o case original dele, o vendedor achou ele jogado na casa dele e eu já tava com esse pensamento de perdido por perdido truco. O Sterling foi taxado altíssimo também, os caras leem made in San Luis Obispo e você já era. O pior, eu pedi para o vendedor jogar o case fora. Acho que ele ficou com o case pra revender claro. Nessa eu saí perdendo, não vou vender o baixo porque eu o amo mas só o fato de não ter o case original da MusicMan o preço de revenda já cai bastante...
PS2: A dica que eu dou para o pessoal que quer importar, procure por "barganhas" e compre o melhor baixo que seu dinheiro der, meu Mexicano e o MusicMaster tiveram taxações parecidas só que em termos de revenda eles não são iguais, aliás nem em qualidade eles são iguais. Um ganhou o status de "cult", é de estudante teoricamente?! sim, mas de uns tempos pra cá o valor dele só sobe. Ainda mais do ano de 77 que é uma safra ótima da Fender e a melhor de um MusicMaster, foi o ano que ele passou a ter tarraxas de Jazz Bass que além de serem melhores não deram aquele layout horrível pro headstock. O outro é só mais um mexicano dos anos 2000, que encontrei em um pawnshop, é de uma série meio rara com top flammed (meio tosco ao bem da verdade) e estava com um escudo laranja horrível mas não é melhor que os mexicanos atuais, pelo contrário e o preço saiu no final muito próximo de um Mexicano aqui. Só não saí perdendo porque eu o comprei muito barato direto de um pawnshop.
avatar
Galdino
Membro

Mensagens : 924
Localização : Cândido Mota - SP

http://www.itauegaldino.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Galdino em Sab Out 14, 2017 7:20 pm

SILVIAO escreveu:Galdino ,voce é o perfil alternativo do William Casagrande?
Ou do Lapetina? Gomba?

Não, eu sou Itauê Galdino. Participava do fórum que originou esse, ocorreram alguns desentendimentos e muitos migraram pra cá, eu fui um deles. Estive muito tempo afastado do fórum, voltei faz uns dias.
Já toquei na sua cidade Silvião, no Canta Limeira. Double Bass... foi um desastre nossa apresentação HAHAHAHA. Não tínhamos ensaiado com aquela formação, eu nunca havia tocado Double ao vivo e decidimos por essa loucura no dia. Meu pai esqueceu a letra pois era minha tia que iria cantar, eu tentei enrolar até ele voltar a consciência mas foi um desastre... fora que não tenho captação para o acústico, microfonaram e eu não podia me mexer, uma hora tocando eu esqueci disso e mexi uns 3 centímetros o Double, bateu no microfone e fez um "pá". Foi terrível parecia a Alemanha.

Um adendo ao post de cima. Eu toquei num festival com o Lakland com cordas rosas, um dos jurados era o ex baixista do grupo "Polegar"... o cara ficou me olhando, olhando meu baixo. Sei lá e nem quero saber o que ele pensou lol!
Desculpa se desvirtuei um pouco o tópico, foi mal mas acho que são informações engraçadas e que podem ajudar alguém.
avatar
Galdino
Membro

Mensagens : 924
Localização : Cândido Mota - SP

http://www.itauegaldino.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando o gosto pessoal é mais forte que o sonho de consumo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum