Até onde um amador pode chegar?

Ir em baixo

Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por AndréBurger em Seg Abr 02, 2018 10:20 pm

Olá Senhores!

Gostaria saber de vivências, opiniões, etc sobre até onde um amador pode chegar.

Considerando amador aquele cara que tem uma profissão e chega a se dedicar pelo menos 2h do seu dia para tocar/estudar música - ok, há períodos com mais e outros com nenhum tempo.

Não quero enviesar minha pergunta para minha situação, mas só para dar um background do motivo desta pergunta: nos três últimos anos consegui juntar uma grana que me daria uns 10 meses de (sobre)vida rs. Desde que entrei aqui no fórum vocês me ajudaram bastante, amigos, professores e tal. Nisso montei uma banda de pop/rock/funk. Atualmente estou segurando a barra bem mas estou 100% ciente que preciso melhorar no lance de interiorizar o tempo da música, não correr, etc.. Essas coisas que fazem a diferença entre homens e meninos.

Nesses 10 meses de sobrevida que eu estimei eu incluo aulas teóricas e do instrumento.. e faria uns bicos, mas o principal seria o instrumento, digo.. seria mergulhar mesmo neste projeto, entrar em mais bandas, usar o tempo da melhor maneira possível!!

O fato é que no meio do meu 'sonho' fui a uma entrevista de trabalho e fui informado que tenho condições de conseguir a vaga.

Bem, são aqueles dilemas que uma vida finita te faz ter. Por outro lado só se vive uma vez.

Portanto, gostaria de saber de vocês até onde um cara não 100% dedicado à música pode chegar. Creio que não seja fácil elencar esse 'chegar' da minha pergunta, mas vocês entendem, né?

Valeu gente!

AndréBurger
Membro

Mensagens : 492
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por joabi em Seg Abr 02, 2018 11:16 pm

Pergunta interessante! Acho que com 2h de estudo por dia dá para chegar muito longe, em pouco tempo. Uns 4 ou 5 anos estudando do jeito certo e neste ritmo, você vai muito longe. O problema é que nem sempre as pessoas estudam o que precisa de fato.

Não que haja problema nisso, pois, para alguns, o instrumentos é um hobby ou diversão, e tudo certo, mas para quem tem vontade de evoluir no instrumento e se preparar para atuar na música com maior segurança, o importante é não tomar atalhos, achar um professor muito bom (bom mesmo, em didática e cobrança, não necessariamente que seja famoso ou que toque com famosos) e que a prática diária seja voltada para as deficiências, e não para as coisas que você já domina, como muitos iniciantes acabam fazendo.

Sobre a vaga de emprego, é uma decisão sua, mas, neste momento do país, eu aceitaria. Depois veria o que dava se a carreira musical deslanchar.
avatar
joabi
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 5919
Localização : Campinas - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por AndréBurger em Ter Abr 03, 2018 12:21 am

Obrigado Joabi!
Realmente, seria muita loucura recusar. (apesar de ter cogitado hahaha)

Então, sou de São Paulo e estou buscando por algo bem pragmático na parte de ensino, que siga um método. Nessas aí encontrei somente o IB&T que me pareceu bem estruturado e começa desde o início.

Caso saibam de outros lugares e queiram indicar, eu agradeço.

AndréBurger
Membro

Mensagens : 492
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Christian em Ter Abr 03, 2018 6:33 am

hoje em dia tem excelentes videos, muta informação, cuidado pra filtrar o que realmente precisa
avatar
Christian
Membro

Mensagens : 2922
Localização : Brasilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Ter Abr 03, 2018 8:20 am

Acho que uma questão importante a se levantar também é "quanto tempo você aguenta essa dupla jornada".

Eu - por exemplo - estou no meu limite.

Trabalho o dia todo com lógica e resolução de problemas (desenvolvedor de software).
Ao chegar em casa eu teria de pegar o instrumento e mandar brasa (sem contar todas as outras atividades domésticas/familiares), mas é uma atividade muito cerebral também.

E ambas exigem muita concentração. Por um tempo o cara aguenta, mas conforme o passam os meses eu me vejo perdendo a concentração muito fácil ao final do dia.
avatar
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1428
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Fernando Zadá em Ter Abr 03, 2018 8:26 am

AndréBurger escreveu:Obrigado Joabi!
Realmente, seria muita loucura recusar. (apesar de ter cogitado hahaha)

Então, sou de São Paulo e estou buscando por algo bem pragmático na parte de ensino, que siga um método. Nessas aí encontrei somente o IB&T que me pareceu bem estruturado e começa desde o início.

Caso saibam de outros lugares e queiram indicar, eu agradeço.

Não recuse não!! Rsss
Cara não sei atualmente como anda o IBT sei que tem ótimos professores mas eu acho muito caro para o que oferece. Tanto ele como Souza Lima são escolas que tem muito nome mas acho que com um bom professor particular consegue resultado melhor e mais direto. E atente que uma coisa é tocar 2h, outra praticar e ainda outra estudar.... Cada uma te traz resultados bem específicos.

E quanto ao lance tem amadores que conseguem resultados bem mais profissionais do que nós que nos dedicamos 100% a música simplesmente pelo fato de justamente por terem uma estrutura financeira melhor podem se dedicar só ao que gostam na música, investem em bons equipamentos e conseguem ir direto ao ponto que querem e não precisam fazer concessões e pegar aquela gig não ideal só para ajudar nas despesas.
Pode checar aqui no fórum mesmo no geral os melhores equipamentos e afins não estão nas mãos dos profissionais e sim dos hobbistas.
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10676

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Juninho Sampaio em Ter Abr 03, 2018 8:43 am

^Perfeito!
avatar
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 7139
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por afonsodecampos em Ter Abr 03, 2018 8:54 am

Opções de estudo realmente tem de sobra por aí mas infelizmente é preciso saber filtrar pra não se perder. Você está certo em procurar algo que siga um método concreto, por aqui pelo Fórum o Zadá, o Alex e outros já deram algumas dicas interessantes sobre o que estudar em cada momento, pena isso tá espalhado em tópicos soltos.

Sobre o emprego, eu pegaria na hora, o que mais se vê por aí é nego que trabalha, estuda e toca na noite. Só dá pra largar um ganha pão por outro melhor.

Boa sorte!!!!
avatar
afonsodecampos
Membro

Mensagens : 4726
Localização : Belém do Pará

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por AndréBurger em Ter Abr 03, 2018 9:17 am

@rafael
Rafael, te entendo cara.

Nos 3 anos anteriores fiz essa dupla jornada e no fim de semana nao era nada produtivo com a familia. Ou estava descansando ou mexendo em um dos temas.
Mexo com programaçao e mineiraçao de big data, nunca se sabe o que ocorrera no dia seguinte de forma a exigir muito da cabeça. O cansaço mental é bem alto. Apos acabar meu ultimo contrato e estudar musica pensando 100% nela que eu percebi como voce realmente evolui quando tem apenas essa tarefa. Incrivel. Totalmente correlacionado ao que o Zadá disse.
E ainda consegui aliar uma pratica fisica ao meu dia a dia.

Para mim envolve mais algo relacionado a troca de profissao, mas o que ouço por aí, das incertezas da profissao de musico faz o senso de sobrevivencia humano falar mais alto. Mas a vontade fica.

Pessoal, estou falando do ibt nao pelos professores ou estrutura - nem sei se vou usufruir muito - mas pelo material apostilado e em diferentes niveis. Com o tempo curto prefiro soluçoes mais pragmaticas. Mas nada impede de eu começar e ver que nao rola e procurar outras coisas, logico.


AndréBurger
Membro

Mensagens : 492
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por allexcosta em Ter Abr 03, 2018 9:25 am

Essa pergunta não pode ser respondida de maneira satisfatória.

É um mercado caótico regido por leis caóticas onde o aleatório é mais comum que o lógico.

E a verdade precisa ser dita: talento importa e muito. Tem menino de 13 anos que pega no baixo uma vez por semana há um ano e toca tudo do Jaco com os acentos e as intenções corretas. Tem marmanjo de 50 que toca há 35 e mal consegue as linhas do U2. E tem baixista que mal consegue tocar duas notas certas e toca no U2.

Enfim, o baixista amador que estuda 2 horas por dia por um ano, deve tocar de maneira precisa linhas clássicas do instrumento, assim como deve tocar gigs sem ensaio com erros mínimos e ter ouvido para acompanhar músicas simples, mesmo sem conhecer.

Na conjuntura atual eu não recusaria o tal do emprego. Tocar é legal, mas viajar, perder noite, ser explorado, tratado como vagabundo, precisar brigar na justiça por cachê e receber depois de 5 anos enche o saco rápido.

Não é que eu me arrependa de ter sido profissional de música por algumas décadas, mas se eu pudesse voltar no tempo e tivesse a cabeça de hoje, faria um desses concursos públicos que a mãe da gente fala pra fazer e montaria uma banda minha pra tocar o que eu gosto.

Assim, viajar é legal, conhecer cidades, países... Mas depois de um tempo tudo é meio igual e nem faz diferença mais.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44117
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por AndréBurger em Ter Abr 03, 2018 9:45 am

É
Fica parecendo a história da grama do vizinho...

Allex, pq diz sobre concursos? Em um emprego de 40h semanais acha que teria conseguido chegar ao mesmo lugar em que esta hoje com o baixo?

Engraçado o que voce disse no final sobre nao fazer diferença mais. Me lembrou um cara muito bom aqui de SP que virou produtor musical e gostava de tocar blues ao dozer que no inicio voce entra pra fazer aquele som com os amigos, depois precisa fazer dinheiro e por fim você perde aquele impulso inicial.

Acho que isso ocorre em todas profissoes, né? Eu me formei em fisica e o que vi de gente da minha area largando o curso apos mestrado ou doutorado nao foi brincadeira. O ser humano parece precisar da novidade para funcionar, o problema é que novidade sempre exige cabeça e energia para assimilar.

Obrigado pelas respostas, pessoal.

AndréBurger
Membro

Mensagens : 492
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Ter Abr 03, 2018 10:36 am

AndréBurger escreveu:(...)O ser humano parece precisar da novidade para funcionar, o problema é que novidade sempre exige cabeça e energia para assimilar.(...)
Eu estava lendo sobre isso esses tempos.

No tempo dos nosso avós, você chevava aos 40 e já estava na "reta final" da vida profissional. Então você aguentava mais uns anos, se aposentava e nos (poucos) anos que te sobravam tu fazia o que queria.

Hoje - aos 40 - tu ainda tem toda uma vida profissional pela frente. Então é até esperado que as pessoas comecem cada vez mais a ter duas "carreiras" na vida. Até pouco tempo atrás eu pretendia fazer isso do contrabaixo. Chegar a uma certa idade, com certa estabilidade, e virar músico "profissional".

Hoje eu já não sei mais se quero isso, justamente por conta dos percauços que o allex mencionou.
avatar
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1428
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por allexcosta em Ter Abr 03, 2018 11:29 am

AndréBurger escreveu:Allex, pq diz sobre concursos? Em um emprego de 40h semanais acha que teria conseguido chegar ao mesmo lugar em que esta hoje com o baixo?

Cara...

Eu e meu primo estudamos duro pra um concurso da PRF que rolou. Ele fez e passou, eu terminei não fazendo porque fui morar fora do Brasil antes de sair o edital, mas acho que passaria porque estava mais preparado que ele, correndo todo dia, fazendo barra, etc...

Hoje ele está muito, mas muito mais tranquilo que eu. Mas aquela coisa, eu conheço um monte de lugar louco, falo 3 línguas, vi altos shows... E ele durante muitos anos teve que lidar com bandido, tirar gente ferida ou morta de ferragem, etc... Sei lá, tudo é um "trade off".

Quando a gente é jovem a palavra estabilidade meio que não faz muito sentido. Com o passar do tempo é tudo que você quer. Enfim, só idéias...
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44117
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por edumerino em Ter Abr 03, 2018 12:45 pm

Engraçado esse tópico no dia que meu filho de 3 anos me viu colocando os baixos no carro (ensaio de noite) e perguntou, com aquela voz e palavreado infantil "Seu trabalho é no show, papai?" (ele anda bem envolvido com bandas tipo KISS e TWISTED SISTER e tem visto super shows pirotécnicos desse tipo de banda, o Allex ia amar ver! Laughing )

Tive que dizer que não, que meu trabalho é fazendo um lance aleatório em uma empresa normal kkk

avatar
edumerino
Membro

Mensagens : 3305
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Bastiao em Ter Abr 03, 2018 1:00 pm

allexcosta escreveu:
E a verdade precisa ser dita: talento importa e muito. Tem menino de 13 anos que pega no baixo uma vez por semana há um ano e toca tudo do Jaco com os acentos e as intenções corretas. Tem marmanjo de 50 que toca há 35 e mal consegue as linhas do U2. E tem baixista que mal consegue tocar duas notas certas e toca no U2.

Laughing Laughing Laughing Laughing

Pergunta interessante, mas não tenho experiência nem condições de responder, pois, nas palavras do Allex, sou o baixista do U2, apesar de anos tocando... Crying or Very sad
avatar
Bastiao
Membro

Mensagens : 162
Localização : Florianópolis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Fernando Zadá em Ter Abr 03, 2018 2:41 pm

AndréBurger escreveu:
Pessoal, estou falando do ibt nao pelos professores ou estrutura - nem sei se vou usufruir muito - mas pelo material apostilado e em diferentes niveis. Com o tempo curto prefiro soluçoes mais pragmaticas. Mas nada impede de eu começar e ver que nao rola e procurar outras coisas, logico.


Esqueça isso o que vale são os professores se quiser material pra estudar te indico métodos bem melhores e bem organizados que se pegar alguém pra te orientar aprende mais e mais rápido gastando metade do que gastaria lá.
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10676

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por allexcosta em Ter Abr 03, 2018 2:50 pm

Bastiao escreveu:Pergunta interessante, mas não tenho experiência nem condições de responder, pois, nas palavras do Allex, sou o baixista do U2, apesar de anos tocando...

Bem, você não é o baixista do U2...

É que quando o caboclo pergunta algo do tipo "onde dá pra chegar?", é óbvio que ele está falando sobre as coisas mais intrincadas do instrumento, sobre tocar qualquer gig, gravar bem, etc...

Perguntas como essa não podem ser traduzidas como "será que eu vou entrar numa banda com meus colegas de bairro, tocar duas notas e cair nas graças de uma gravadora?".

Porque, venhamos e convenhamos, isso aí é uma oportunidade em um milhão e não tem muito a ver com talento ou destreza no instrumento.

O "approach" correto de quem quer trabalhar com música e viver como baixista é o do Nathan East. Toca de tudo com certa autoridade, grava bem, tem bom som, toca no "pocket", faz a banda groovar, casa bem com diversos bateras. Mesmo se pode falar da Tal, do Sizão ou de tantos outros. E o cara do U2 jamais faria qualquer gig dessas. Na verdade com 5 minutos no estúdio nego já mandaria ele embora.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44117
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Bastiao em Ter Abr 03, 2018 4:23 pm

Eu sei, Allex.
Mas eu continuo 'sendo' o baixista do U2, toco 2 notas, a primeira antes do tempo e a segunda atrasado (querendo compensar o primeiro erro).
avatar
Bastiao
Membro

Mensagens : 162
Localização : Florianópolis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Claudio Mengarda em Ter Abr 03, 2018 4:28 pm

^O tio em suas andanças gringas deve ter encontrado esse cara na rua e pegado rinso, só pode haha.

Sobre o tópico. Realmente eu acho que é há um limite em tocar e ter uma outra atividade remunerada externa. Veja a minha situação, temos empresa familiar em que preciso me desdobrar em várias situações. Faço curso superior a noite. Ensaiamos pouco porque temos pouco tempo liberado para esta situação. Tocamos em vários finais de semana (março foi em todos) chega fim do mês você ta de saco cheio, nem ensaiar quer mais, é complicado principalmente para correr atrás de datas que paguem legal (se for tocar de graça não precisa nem se esforçar).

Acredito que é melhor levar como um Hobbye pago do que uma segunda profissão.
avatar
Claudio Mengarda
Membro

Mensagens : 934
Localização : Santa Catarina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por allexcosta em Ter Abr 03, 2018 4:47 pm

^ É que eu não sei os nomes de outras bandas de tum tum tum. U2 é fácil de lembrar. Tem REM também né? Dá pra começar a tocar baixo hoje e no Sábado tocar numa banda disso.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44117
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Guto_Castilho em Ter Abr 03, 2018 4:57 pm

allexcosta escreveu:^ É que eu não sei os nomes de outras bandas de tum tum tum. U2 é fácil de lembrar. Tem REM também né? Dá pra começar a tocar baixo hoje e no Sábado tocar numa banda disso.

Pixies é ainda mais tum tum tum. Mas eu gosto!!!!
avatar
Guto_Castilho
Membro

Mensagens : 77
Localização : Bauru

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por allexcosta em Ter Abr 03, 2018 5:16 pm

^ A questão não é gostar. É o que significa "chegar" em música. Isso não é "chegar", é você estar em uma bandinha de dois acordes da escola e conseguir popularidade por um motivo ou outro.

Mesmo que o cara do U2 tenha muito mais dinheiro que o Nathan East, "chegar" é outra parada.

Gostar por gostar eu gosto de guitarradas.
avatar
allexcosta
Administrador

Mensagens : 44117
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Fernando Zadá em Ter Abr 03, 2018 5:35 pm

Também me amarro em guitarradas inclusive do próprio Chimbinha acho bacana!

Mas entendo perfeitamente a bronca do Allex mas tem músicas que são tão quadradas que só o baixo marcado e simples cumpre bem a função. Na maioria das vezes o problema é o arranjo todo.
avatar
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 10676

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Vinicius F em Ter Abr 03, 2018 10:24 pm

allexcosta escreveu:Cara...

Eu e meu primo estudamos duro pra um concurso da PRF que rolou. Ele fez e passou, eu terminei não fazendo porque fui morar fora do Brasil antes de sair o edital, mas acho que passaria porque estava mais preparado que ele, correndo todo dia, fazendo barra, etc...

Hoje ele está muito, mas muito mais tranquilo que eu. Mas aquela coisa, eu conheço um monte de lugar louco, falo 3 línguas, vi altos shows... E ele durante muitos anos teve que lidar com bandido, tirar gente ferida ou morta de ferragem, etc... Sei lá, tudo é um "trade off".

Quando a gente é jovem a palavra estabilidade meio que não faz muito sentido. Com o passar do tempo é tudo que você quer. Enfim, só idéias...

+1

Acabo conhecendo um monte de pessoal do funcionalismo público por conta da minha namorada. Hoje eles estão no conforto, planejando viagens e eu na m*, sem grana, tendo que me virar como autônomo. Não existe mais emprego "estável" pra minha categoria, normalmente agora é prestação de serviço e você que se vire. Sempre gostei bastante da loucura, de trabalhos que me permitissem viajar, aprender a profissão em várias línguas, conhecer novas culturas.

Trabalhei durante uns anos num ritmo frenético, viajando aos quatro cantos do país, morando temporariamente em lugares "exóticos" no exterior e coisas do tipo. Aprendi muita coisa, tanto por parte da profissão como da parte da cultura desses lugares. Logo em seguida, entrei numa fase mais tranquila no trabalho. Não muito tempo depois, entrei em depressão e comecei a ter síndrome do pânico. Acho que essa pisada no freio, de 100 a 0 em menos de 1 segundo fez muito mal à minha cabeça.

Hoje reconheço a questão de viver uma vida mais estável e aceitaria numa boa. Mas não me arrependo das minhas escolhas. Como você falou, tudo é um "trade-off". A cultura, conhecimento e bagagem de vida que adquirimos nessas experiências não tem curso de "hora livre" ou agência de turismo que tragam. O problema é que estou com certa dificuldade de equalizar isso nesse exato momento. Não sei se busco novamente o ritmo maluco e ainda queimo uma lenha ou se miro essa estabilidade desde já, pensando daqui uns anos...
avatar
Vinicius F
Membro

Mensagens : 963
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Maurício_Expressão em Qua Abr 04, 2018 1:33 pm

Até onde um amador pode chegar?

Bem. Em termos financeiros, um amador pode ir bem mais longe que a maioria dos baixistas profissionais. Inclusive, acho que os baixos mais caros e exclusivos estão na mãos dos amadores. Principalmente se esse amador estudar, ter pós-graduação e ser um trabalhador sério e competente na área não musical.

Mas uns poucos baixistas profissionais podem ter muiiiito mais sucesso financeiro que a grande maioria dos baixistas amadores e profissionais. São os baixistas de bandas consagradas, por exemplo. Isso era bem mais fácil nos anos 80. Hoje é bem mais difícil. O baixista do JQuest é um bom exemplo de músico de sucesso. Do U2 também. Mesmo alguns achando que artisticamente um é melhor do que o outro.

Em termos artísticos depende muito de cada pessoa. Tem gente que com 1 hora de estudo por dia no contrabaixo será um dos maiores instrumentistas do mundo (chamo isso de músico virtuoso). Já caras como eu, por exemplo, com 8 horas diárias de estudo, se conseguir dar 2 notas seguidas a primeira será adiantada e a última atrasada...

Até ficava imaginando: como faço para pegar o talento do Jaco e passar para mim, de forma que eu continue sendo a mesma pessoa que sou...

Mas o que interessa na vida não é nada disso... O ideal é ser feliz. De uma forma ou outra. Hoje acredito que se existisse a fórmula de realmente pegar para mim o talento musical do Jaco por exemplo, eu seria eu mesmo, sabendo tocar baixo bem melhor do que toco hoje. Mas não mudaria muita coisa em minha vida, sabe?



avatar
Maurício_Expressão
Moderador

Mensagens : 6603
Localização : São José dos Campos - SP (Brazil)

http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/expressao

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Claudio Mengarda em Sex Abr 06, 2018 12:50 pm

Maurício_Expressão escreveu:
Mas uns poucos baixistas profissionais podem ter muiiiito mais sucesso financeiro que a grande maioria dos baixistas amadores e profissionais. São os baixistas de bandas consagradas, por exemplo. Isso era bem mais fácil nos anos 80. Hoje é bem mais difícil. O baixista do JQuest é um bom exemplo de músico de sucesso. Do U2 também. Mesmo alguns achando que artisticamente um é melhor do que o outro.

As linhas do Album de 1996 do Jota Quest são animais, curto demais o som do baixista da banda, mas não sei se foi o mesmo que fez as músicas mela cuéca dos anos consequentes.


Maurício_Expressão escreveu:Em termos artísticos depende muito de cada pessoa. Tem gente que com 1 hora de estudo por dia no contrabaixo será um dos maiores instrumentistas do mundo (chamo isso de músico virtuoso). Já caras como eu, por exemplo, com 8 horas diárias de estudo, se conseguir dar 2 notas seguidas a primeira será adiantada e a última atrasada...

Eeita, então não sou só eu cheers
avatar
Claudio Mengarda
Membro

Mensagens : 934
Localização : Santa Catarina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Zubrycky em Qui Abr 12, 2018 10:28 am

Essa pergunta, ao meu ver, tem dois ângulos diferentes.

Em termos técnicos, o amador pode ir muito longe, desde que ele tenha aptidão ou determinação para estudar se a aptidão seja inicialmente escassa.

Em termos financeiros, nunca se sabe. É uma loteria que não depende do talento do músico (embora estar preparado sempre amplifica as chances de sucesso, obviamente) e, além disso, se falamos de uma banda, o destino dela é algo coletivo (em outras palavras, não depende só do baixista).
avatar
Zubrycky
Membro

Mensagens : 10528
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até onde um amador pode chegar?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum