Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Andremoura em Seg Fev 11, 2019 6:47 pm

Coder escreveu:" Gente que não trabalha, não produz, só serve pra ocupar espaço e consumir recursos!


Onde foi que ouvi isso mesmo???

Se não me engano foram uns tais que seguiam as doutrinas do Higienismo justificando o assassinato de pessoas consideradas defocientes, pelo programa chamado "T-4", ou "Eutanasia". Tudo com a conivência dos médicos alemães.


Pô parceiro, esse argumento é ruim, muito ruim...e tenho certeza absoluta que vc não se identifica com essa "turma" que citei aí em cima!
Andremoura
Andremoura
Membro

Mensagens : 947
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por AndréBurger em Qua Fev 13, 2019 8:40 pm

Será que o presidente tá no hospital se recuperando de Fakeada?
Ou é um câncer que algum Pastor já tentou curar? E a repórter fala com a maior naturalidade?

Aos 8 minutos do áudio:
https://eldorado.estadao.com.br/podcasts/colunistas-eldorado-estadao/direto-de-brasilia-com-eliane-cantanhede-13-02-19,19fbcb649a1443299eb88cf5ab37c632

AndréBurger
Membro

Mensagens : 585
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Qua Fev 13, 2019 9:45 pm

Eu ouvi. Se for verdade não conseguirão esconder por muito tempo.

É por isso a tentativa desesperada do Mourão em parecer menos repugnante do que é.

Se isso for verdade, como o mundo dá voltas! Justo ele, que desejou a morte da ex presidenta por infarto ou câncer.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Qua Fev 13, 2019 10:13 pm

Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por PéDIPano em Qua Fev 13, 2019 10:45 pm

peter.forc escreveu:Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...

Detalhe que segundo a notícia, a "PEC da Bengala" é de 2015. O pessoal lá em cima vota e muda sem pensar se existe real necessidade, é sempre para o momento, para a manobra que precisam. Por isso o Brasil não é o país do futuro, é sempre o do presente.
PéDIPano
PéDIPano
Membro

Mensagens : 66
Localização : Guarapuava-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qua Fev 13, 2019 10:58 pm

PéDIPano escreveu:
peter.forc escreveu:Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...

Detalhe que segundo a notícia, a "PEC da Bengala" é de 2015. O pessoal lá em cima vota e muda sem pensar se existe real necessidade, é sempre para o momento, para a manobra que precisam. Por isso o Brasil não é o país do futuro, é sempre o do presente.
Eu já tenho CERTEZA que é do passado...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13238
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por PéDIPano em Qua Fev 13, 2019 11:18 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:
PéDIPano escreveu:
peter.forc escreveu:Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...

Detalhe que segundo a notícia, a "PEC da Bengala" é de 2015. O pessoal lá em cima vota e muda sem pensar se existe real necessidade, é sempre para o momento, para a manobra que precisam. Por isso o Brasil não é o país do futuro, é sempre o do presente.
Eu já tenho CERTEZA que é do passado...

Rsrsrsrsrsrs
Pois é Maurício. Quando digo que é do presente, me refiro a miopia imediatista, que impede de ver o passado, entender o presente e construir o futuro.

Quando começamos a estudar a disciplina de história na quinta série (antigo ginásio, agora sabe se lá o nome) era ensinado que a motivação de estudar História era para através do conhecimento do passado, entender o presente. Desta maneira não fica difícil pensar e pautar o futuro.
Mas quem nos dias atuais deveria dar o exemplo olha para o passado para dar um pecha preconceituosa sobre ele, apenas, tentando se distanciar e construir mentiras. Escravidão light sem consequências presentes na sociedade atual, nazismo de esquerda, ditadura light e ETC...
Como diria um colega de trabalho, no Brasil até o passado é incerto...
PéDIPano
PéDIPano
Membro

Mensagens : 66
Localização : Guarapuava-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qua Fev 13, 2019 11:31 pm

PéDIPano escreveu:
Mauricio Luiz Bertola escreveu:
PéDIPano escreveu:
peter.forc escreveu:Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...

Detalhe que segundo a notícia, a "PEC da Bengala" é de 2015. O pessoal lá em cima vota e muda sem pensar se existe real necessidade, é sempre para o momento, para a manobra que precisam. Por isso o Brasil não é o país do futuro, é sempre o do presente.
Eu já tenho CERTEZA que é do passado...

Rsrsrsrsrsrs
Pois é Maurício. Quando digo que é do presente, me refiro a miopia imediatista, que impede de ver o passado, entender o presente e construir o futuro.

Quando começamos a estudar a disciplina de história na quinta série (antigo ginásio, agora sabe se lá o nome) era ensinado que a motivação de estudar História era para através do conhecimento do passado, entender o presente. Desta maneira não fica difícil pensar e pautar o futuro.
Mas quem nos dias atuais deveria dar o exemplo olha para o passado para dar um pecha preconceituosa sobre ele, apenas, tentando se distanciar e construir mentiras. Escravidão light sem consequências presentes na sociedade atual, nazismo de esquerda, ditadura light e ETC...
Como diria um colega de trabalho, no Brasil até o passado é incerto...

Sim, mas isso que vc observa NÃO é culpa do Historiadores, mas sim dos ideólogos direitistas (na verdade neo fascistas) que pretendem alterar a História ao seu bel-prazer, para justificar seus desígnios...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13238
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Qui Fev 14, 2019 1:33 am

PéDIPano escreveu:
peter.forc escreveu:Deputada do PSL propõe diminuir idade de aposentadoria no STF
Bolsonaro indicaria 4 ministros

Estadão - Paulo Beraldo 13/02/2019 15h50

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/02/13/deputada-do-psl-propoe-revogar-pec-da-bengala-por-stf-mais-conservador.htm


É uma nova todo dia...
Mas não me surpreendi. Para ser franco, já esperava algo assim. Espero, no entanto, que ao menos parte de nosso Legislativo tenha decência e bom senso e barrem isso...

Detalhe que segundo a notícia, a "PEC da Bengala" é de 2015. O pessoal lá em cima vota e muda sem pensar se existe real necessidade, é sempre para o momento, para a manobra que precisam. Por isso o Brasil não é o país do futuro, é sempre o do presente.

Sim. A EC 88 foi "oportunista", na ocasião, elevando a idade de aposentadoria compulsória dos ministros do STF, evitando nomeações adicionais da Dilma, então presidente. Assim como a proposta da deputada do PSL, agora, é simples e convenientemente "oportunista", também, mas no sentido contrário, buscando ampliar as nomeações a serem feitas pelo Bolsonaro.
Não faço, aqui, conclusão sobre ser o limite de 70 ou 75 anos o mais apropriado, mas o "momento" de se propor a alteração, buscando uma "conveniência" para o momento político, é simplesmente lamentável...
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Cantão em Qui Fev 14, 2019 12:19 pm

Coder escreveu:"Anistia Internacional" Prefiro ter o dinheiro dos meus impostos sendo usado para as polícias do que pagando bolsa família pra tranqueira!
Me desculpem por adentrar na discussão de vocês , mas gostaria de deixar o Coder sossegado quanto ao uso indevido do seu dinheiro...fica tranquilo brother , nem o seu dinheiro nem o meu , são usados para pagar bolsa presidiário pra bandido , só recebem o auxílio reclusão , os familiares dos presos que trabalhavam e contribuíam com o INSS ou seja , bem poucos... up

https://www.inss.gov.br/beneficios/auxilio-reclusao/
Cantão
Cantão
Moderador

Mensagens : 18416
Localização : Bauru

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por PéDIPano em Qui Fev 14, 2019 12:29 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:
Sim, mas isso que vc observa NÃO é culpa do Historiadores, mas sim dos ideólogos direitistas (na verdade neo fascistas) que pretendem alterar a História ao seu bel-prazer, para justificar seus desígnios...

Com certeza, as pessoas que referia Maurício são as pessoas públicas, que deveriam dar o exemplo para a sociedade. Pessoas que infelizmente entram no poder através do sorrateiro desrespeito a história, tentando distorcer a verdade.
PéDIPano
PéDIPano
Membro

Mensagens : 66
Localização : Guarapuava-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por AndréBurger em Qui Fev 14, 2019 8:26 pm

Rapaz, que loucura que tá esse governo. Pelo jeito todo mundo tem um Palocci, só que dessa vez tá muito cedo, nem 6 meses de governo.

"Não sou moleque, e o presidente sabe. O presidente está com medo de receber algum respingo", disse o ministro em entrevista à revista Crusoé.
https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/02/bebianno-diz-a-revista-que-nao-e-moleque-e-que-bolsonaro-teme-respingo.shtml

AndréBurger
Membro

Mensagens : 585
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Respingos cor-de-abóbora...

Mensagem por JAZZigo em Qui Fev 14, 2019 11:58 pm

ˆ
Apenas transcrevo abaixo o texto da matéria, para quem eventualmente não consiga abri-la no site da Folha... Wink

Bebianno diz a revista que 'não é moleque' e que Bolsonaro teme respingo
Ministro fez críticas ao tratamento que vem recebendo do presidente e de seu filho, que o atacaram publicamente


Folha de S. Paulo, 14.fev.2019 às 19h31
https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/02/bebianno-diz-a-revista-que-nao-e-moleque-e-que-bolsonaro-teme-respingo.shtml

SÃO PAULO - Acuado pelos ataques da família Bolsonaro, o ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral) diz que não teme investigações por conta do esquema de candidaturas laranjas do PSL, reveladas pela Folha.

"Não sou moleque, e o presidente sabe. O presidente está com medo de receber algum respingo", disse o ministro em entrevista à revista Crusoé.

Bebianno, que foi braço-direito de Bolsonaro durante a campanha eleitoral, afirmou nesta quinta-feira (14) que não vai se demitir até falar diretamente com o presidente.

De acordo com a coluna da Mônica Bergamo, da Folha, Bebianno disse que está triste e sem palavras para definir o tamanho da decepção que sente. O ministro foi um dos primeiros a se engajar na campanha eleitoral do agora presidente, quando, segundo seus amigos, nem mesmo o próprio Bolsonaro acreditava nela.

Questionado pela Crusoé se vê um possível complô para derrubá-lo, Bebianno negou. "Acho que há o desejo de atingir o presidente de alguma forma", disse. Mas criticou declaração do mandatário ao Jornal da Record, na qual admitiu a possibilidade de demitir o ministro —fazê-lo "voltar às origens".

"Todos nós voltaremos às nossas origens. As nossas origens estão no cemitério. O presidente não morrerá presidente. Muitas pessoas que se elegeram agora, eu não quero citar nomes, que também estão aí sob foco de investigações. Vamos ver, está certo? Eu sou homem, não sou moleque."

Bebianno voltou a rebater Bolsonaro e seu filho Carlos e afirmou que esteve em contato com o presidente na última terça-feira (12). "Falei com o presidente, sim. Várias vezes ao longo do dia. Por WhatsApp, por texto. Falamos, conversamos. Recebi orientações, falamos sobre assuntos institucionais.

O ministro da Secretaria-Geral se negou a pagar na mesma moeda os ataques de Carlos Bolsonaro, que divulgou um áudio no qual o pai disse que não queria falar com Bebianno. "Ele [Carlos] não é nada no governo. Eu sou ministro. Tenho que respeitar a liturgia do cargo."

"Não sou moleque para ficar batendo boca em rede social. Se há algum problema, eu resolvo frente a frente, olho no olho, dentro de uma sala, como uma pessoa civilizada", reforçou Bebianno, em crítica ao filho do presidente.

Em um discurso quase homogêneo, a bancada do PSL na Câmara passou a cobrar explicações e eventualmente a queda do ministro. Poupa, no entanto, o presidente do partido e colega deputado, Luciano Bivar (PE), pivô da crise no governo Bolsonaro.

Por outro lado, a ala militar do governo e até o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foram chamados para tentar apaziguar a crise. Para os militares, no entanto, a visão generalizada é de que será muito difícil manter Bebianno no cargo.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sex Fev 15, 2019 10:36 pm

Qué qué qué quéééé....

https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/02/15/levantamento-identifica-pelo-menos-51-candidatos-laranjas-na-eleicao-do-ano-passado.ghtml
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Sab Fev 16, 2019 4:08 pm

Rico escreveu:Qué qué qué quéééé....

https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/02/15/levantamento-identifica-pelo-menos-51-candidatos-laranjas-na-eleicao-do-ano-passado.ghtml


Posso ser excessivamente cético em relação a isso, mas creio que as ações da "justiça" serão "convenientes" e direcionadas a personagens especialmente escolhidos a dedo. Aqui no Brasil tem-se visto que "a Lei é para todos", mas geralmente é "mais para uns do que para outros"... Como prova, vcs devem ter visto esta matéria de hoje:

https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2019-02-15/gilmar-mendes-paulo-preto.html

Gilmar anula etapa da Lava Jato em SP e decisão pode levar caso a prescrever

Por iG São Paulo | 15/02/2019 13:29

Decisão a favor de Paulo Preto (suposto operador do PSDB) prolonga ação sobre desvios no Rodoanel; processo pode prescrever caso liminar não seja derrubada pela 2ª Turma até o mês que vem, quando réu completa 70 anos
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sab Fev 16, 2019 4:55 pm

^É... Já era esperado.

Triste Braziu...

Ah! Agora serão 65! Uhu!!!!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sab Fev 16, 2019 4:57 pm

Mas... Se tivermos sorte, menos um na segunda 18/02/19!! Vão pra pqp!!!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sab Fev 16, 2019 5:17 pm

https://www.cartacapital.com.br/opiniao/laranjas-podres-antecipam-o-bolor-do-governo-bolsonaro/?fbclid=IwAR3UW_t0CkKoyishk26kslZsK1QoShu0ZUMfubQBddWn4VO7WbP0BIHwkjg
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por fheliojr em Dom Fev 17, 2019 5:28 pm

Só sei q isto resume muita coisa:


fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 9276
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Dom Fev 17, 2019 5:36 pm

^Ahahahah!!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Cantão em Dom Fev 17, 2019 5:50 pm

UDN , o retorno... Shocked
https://www.google.com/amp/s/politica.estadao.com.br/noticias/geral,cla-bolsonaro-negocia-migrar-para-nova-udn,70002724799.amp
Cantão
Cantão
Moderador

Mensagens : 18416
Localização : Bauru

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Dom Fev 17, 2019 6:27 pm

Bizarro, no mínimo...

É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil”, diz Bebianno de Bolsonaro.

Segundo o colunista Lauro Jardim, ministro não joga toda a culpa de sua demissão na conta de Carlos Bolsonaro, vereador e filho do presidente

Por Da Redação

17 fev 2019, 11h47 - Publicado em 17 fev 2019, 09h46
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, deve ser demitido nesta segunda-feira (18). Na última sexta-feira (16), ao deixar o hotel onde mora, em Brasília, Bebianno afirmou que está com a consciência tranquila e que ainda tem “carinho” pelo presidente Jair Bolsonaro. Mas essa opinião parece ter mudado, de acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Segundo Jardim, o ministro afirmou a um interlocutor que “o problema não é o pimpolho”, em referência a Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. “O Jair [Bolsonaro] é o problema. Ele usa o Carlos como instrumento. É assustador.”


A decepção de Bebianno não parou por aí. De acordo com o colunista, Bebianno teria afirmado ao mesmo interlocutor que “perdeu a confiança” no presidente. “Tenho vergonha de ter acreditado nele. É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil.”

Resposta
Ao jornal Folha de São Paulo, Bebianno negou “veementemente” ter dito tais frases. “Nunca falei nada parecido sobre o presidente”, escreve a coluna de Mônica Bergamo. “Estou triste com a situação, mas não chamei ele de louco nem nada. Agora é o momento de esfriar a cabeça, buscar o equilíbrio e olhar para o futuro, olhar para o país”, teria afirmado o ministro.


A história de Bebianno e os Bolsonaros
Bebianno disse no último sábado que, “quando acabar” sua participação no governo, “se sentir vontade”, vai “dar satisfações”. Bebianno não recebeu visitas ao longo do dia, mas, em conversas com pessoas próximas, deixou claras a frustração e a mágoa com Carlos Bolsonaro.

O filho do presidente chamou Bebianno de “mentiroso” logo após o ministro ter concedido entrevista ao jornal O Globo, na terça-feira, dizendo que não estava isolado no Palácio do Planalto depois da denúncia, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, de que teria patrocinado candidaturas laranjas do PSL em 2018, para desviar recursos do Fundo Eleitoral. À época, Bebianno presidia o PSL.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Dom Fev 17, 2019 8:28 pm

Emblemático isso...
1. um critica severamente o "foro privilegiado", diz que é uma "porcaria" e critica tb que faz uso... Dois anos depois, na primeira oportunidade, já corre para as saias do STF para escapar de investigação do MP...
2. o outro critica o governos anteriores, diz que nomeações eram "ideológicas" e que, se eleito, somente escalará pessoal "técnico". Assim que eleito, joga às favas o discurso e nomeia Damares, Ernestos, Ricardos e semelhantes, única e exclusivamente por ideologia, descartando qualquer critério técnico admissível...
3. estes todos criticam as cotas, pregam universidade paga por todos. Mas assim que a USP barra matrículas de alunos advindos de colégios militares, aciona-se o exército, o governador do Estado, a "Mãe Joana", e põem a boca no trombone... Naturalmente, a USP, que não quer confusão, assume que "manda quem pode e obedece quem tem juízo":

USP volta atrás e confirma matrícula de alunos de colégios militares
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Publicado às 15h01 de 17/02/2019 - Atualizado às 15h01 de 17/02/2019

https://odia.ig.com.br/brasil/2019/02/5620526-usp-volta-atras-e-confirma-matricula-de-alunos-de-colegios-militares.html


Chegamos à conclusão de que "pimenta no C dos outros, realmente é refresco"...
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Dom Fev 17, 2019 8:45 pm

^Mas a gente não caiu nesse discurso, porque na verdade, a gente já sabia...

Mas tem uma turminha que vai ter de explicar as mudanças das leis trabalhistas e previdenciárias pros filhos e netos. Tudo isso lembrando que eles foram os catalisadores da m$%&.

Nós, por outro lado, também nos arrebentamos, mas a gente dorme tranquilo.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Dom Fev 17, 2019 10:29 pm

peter.forc escreveu:Emblemático isso...
1. um critica severamente o "foro privilegiado", diz que é uma "porcaria" e critica tb que faz uso... Dois anos depois, na primeira oportunidade, já corre para as saias do STF para escapar de investigação do MP...
2. o outro critica o governos anteriores, diz que nomeações eram "ideológicas" e que, se eleito, somente escalará pessoal "técnico". Assim que eleito, joga às favas o discurso e nomeia Damares, Ernestos, Ricardos e semelhantes, única e exclusivamente por ideologia, descartando qualquer critério técnico admissível...
3. estes todos criticam as cotas, pregam universidade paga por todos. Mas assim que a USP barra matrículas de alunos advindos de colégios militares, aciona-se o exército, o governador do Estado, a "Mãe Joana", e põem a boca no trombone... Naturalmente, a USP, que não quer confusão, assume que "manda quem pode e obedece quem tem juízo":

USP volta atrás e confirma matrícula de alunos de colégios militares
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Publicado às 15h01 de 17/02/2019 - Atualizado às 15h01 de 17/02/2019

https://odia.ig.com.br/brasil/2019/02/5620526-usp-volta-atras-e-confirma-matricula-de-alunos-de-colegios-militares.html


Chegamos à conclusão de que "pimenta no C dos outros, realmente é refresco"...


E não pensem que a coisa vai parar por aí, não.........

PL RESERVA 20% DE VAGAS EM CONCURSOS PARA RESERVISTAS

De acordo com a proposta do deputado Coronel Chrisóstomo (PSL/RO), após cumprir o serviço militar, os reservistas contarão com reserva de 20% das vagas em concursos públicos federais durante um período de cinco anos

https://jcconcursos.uol.com.br/noticia/concursos/governo-73983
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Ter Fev 19, 2019 1:09 pm

Nada como um dia (e um cargo) após o outro...

Nos EUA, Moro diz que Caixa 2 é pior do que corrupção

Para juiz responsável pela Lava-Jato, dano é contínuo quando ocorre 'trapaça' nas eleições
Henrique Gomes Batista
08/04/2017 - 19:42 - Atualizado em 10/04/2017 - 07:44
https://oglobo.globo.com/brasil/nos-eua-moro-diz-que-caixa-2-pior-do-que-corrupcao-21183122

Caixa 2 não tem mesma gravidade de corrupção, diz Moro sobre pacote de leis ...

Luciana Amaral, do UOL, em Brasília
19/02/2019 12h14 - Atualizada em 19/02/2019 12h54
https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/02/19/moro-cede-parlamentares-corrupcao-caixa-2.htm

Correto, senhores, "a lei é para todos", mas, naturalmente, "é mais para uns do que para outros", pois ninguém é de ferro, mesmo, né ???
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Chumbo grosso do Estadão... Quem diria?!

Mensagem por JAZZigo em Qua Fev 20, 2019 2:52 pm

Editorial O Estado de SP

Muito ajuda quem não atrapalha

Notas & Informações, O Estado de S.Paulo, 19 Fevereiro 2019 | 02h00

Não tem a menor importância, para o País, o desfecho da crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Sem qualquer predicado que o tornasse especialmente relevante para o processo de tomada de decisões do governo, sua permanência ou não no Ministério de Jair Bolsonaro só interessava de fato aos filhos do presidente, publicamente empenhados em escolher os ministros e governar no lugar do pai. Já o presidente Bolsonaro, seja porque é despreparado para exercer o cargo para o qual foi eleito, seja porque não consegue impor limites aos filhos, seja por uma combinação dessas duas características, revela-se incapaz de colocar ordem na casa e concentrar energias naquilo que é realmente necessário para o País.

Assim, não tendo o presidente a necessária condição técnica e administrativa para substituir Bebianno a tempo e a hora, e muito menos coragem para enquadrar seus meninos, comete o pecado capital de deixar o Brasil ser governado por um quadrunvirato.

E fez isso às vésperas do início da tramitação de projetos de extrema relevância para o conjunto dos brasileiros, como a reforma da Previdência e o plano de segurança pública, perdendo-se o governo em futricas e picuinhas palacianas, cujo poder de causar confusão e desgaste é multiplicado pela onipresença da criançada.

Foi pelas redes sociais que a crise envolvendo Bebianno atingiu seu ápice. Pelo Twitter, Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente, chamou Bebianno de “mentiroso”, no que foi endossado pelo pai. Nada nesse episódio lembra remotamente algo parecido com o respeito à institucionalidade que se exige de quem ocupa o Palácio do Planalto. Tal comportamento pode até excitar os militantes bolsonaristas nas redes, mas desgasta profundamente a imagem de um governo cujo presidente prometeu, em seu discurso de posse, “hierarquia, respeito, ordem e progresso”, mas até agora só protagonizou confusões e patuscadas.

Felizmente, nem todos no governo compartilham com Bolsonaro sua profunda falta de reverência pela instituição presidencial, comprovada não apenas pelo modo desleixado como se apresentou numa reunião ministerial, de chinelos e camisa falsificada de time de futebol, mas sobretudo por permitir que seus filhos atuem como se ministros plenipotenciários fossem. Há assessores que estão genuinamente empenhados em fazer o governo funcionar, tentando dar à administração uma feição minimamente sólida. No Congresso também há parlamentares que se comprometeram a fazer avançar as reformas, mesmo com o desgaste político que o tema suscita.

A rigor, pode-se dizer que a pauta mais importante do governo está avançando não por méritos do presidente Bolsonaro, mas a despeito dele. Enquanto o chefe de governo se permite perder precioso tempo com os devaneios de poder dele e dos filhos, inclusive com fantasiosas conexões internacionais para a inclusão do Brasil num movimento “antiglobalista”, alguns ministros buscam tocar o barco, sem ter, contudo, a menor certeza se o “capitão” da embarcação sabe para onde pretende ir.

Antes tudo isso fosse método, e não apenas o amadorismo irresponsável tão característico do baixo clero, de onde saíram o presidente Bolsonaro e seu fanático entorno. Está ficando cada vez mais claro, porém, que Bolsonaro, em razão de seus limites mais que evidentes, não tem mesmo a menor ideia do que é ser presidente e do que dele se espera num momento tão grave como este.

Desnorteado, governando ao sabor da gritaria nas redes sociais, o presidente deixou de construir uma articulação organizada no Congresso. Seu partido é um amontoado de novatos que se elegeram pegando carona em seu nome; os líderes que escolheu para negociar apoio dos parlamentares são igualmente inexperientes - um deles chegou a convocar uma reunião de líderes partidários na Câmara à qual ninguém compareceu; por fim, mas não menos importante, nem mesmo Bolsonaro parece convencido da necessidade de uma profunda reforma na Previdência, dado que passou a vida inteira como parlamentar a boicotar mudanças nas aposentadorias.

Seria ingênuo acreditar que Bolsonaro, de uma hora para outra, passará a se comportar como presidente e assumirá as responsabilidades de governo. Mais realista é torcer para que ele, pelo menos, pare de atrapalhar.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Coder em Qua Fev 27, 2019 3:53 pm

Jovem que teria marcado o corpo com suástica vai prestar serviços à comunidade em Porto Alegre

https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2019/02/jovem-que-teria-marcado-o-corpo-com-suastica-vai-prestar-servicos-a-comunidade-em-porto-alegre-cjsne4rzb001q01lh08i292md.html

Engraçado, só foi passar as eleições que sumiram as pichações nazistas, racistas, homofóbicas nos banheiros das universidades federais! scratch
Coder
Coder
Membro

Mensagens : 3576
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qua Fev 27, 2019 4:17 pm

Coder escreveu:Jovem que teria marcado o corpo com suástica vai prestar serviços à comunidade em Porto Alegre

https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2019/02/jovem-que-teria-marcado-o-corpo-com-suastica-vai-prestar-servicos-a-comunidade-em-porto-alegre-cjsne4rzb001q01lh08i292md.html

Engraçado, só foi passar as eleições que sumiram as pichações nazistas, racistas, homofóbicas nos banheiros das universidades federais! scratch
Posso te garantir que não sumiram...
Apenas não é mais notícia...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13238
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ao tentar apagar bobagens com lorotas, Bolsonaro e auxiliares ofendem os próprios eleitores

Mensagem por JAZZigo em Qua Fev 27, 2019 4:19 pm

Governo tenta exercer o poder com mentira e desinformação
Ao tentar apagar bobagens com lorotas, Bolsonaro e auxiliares ofendem os próprios eleitores


Bruno Boghossian
Folha de S. Paulo, 27.fev.2019 às 2h00

BRASÍLIA - O chanceler Ernesto Araújo achou que poderia apagar uma bobagem com uma lorota. Depois de soltar uma besteira quando afirmou não saber se o regime da Coreia do Norte age com a mesma brutalidade de Nicolás Maduro, o ministro tentou colocar a culpa na imprensa.

Em uma postagem, Araújo reclamou que os jornais só passaram a chamar os líderes norte-coreanos de ditadores depois que o americano Donald Trump passou a negociar com Kim Jong-un. O chanceler talvez tenha achado que escaparia ileso com essa desonestidade flagrante. A verdade é que ele mentiu.

Há três gerações, a imprensa trata o governo norte-coreano como um regime autoritário. Em julho de 1994 os jornais noticiavam que o corpo de Kim Il-sung, “ditador que governou a Coreia do Norte por 46 anos” e avô de Kim Jong-un, seria carregado pelas ruas de Pyongyang. Araújo fingiu que não viu e só tentou limpar sua barra com aquela fantasia.

Alguns integrantes do governo querem exercer o poder com base na mentira. Depois de dizer à revista Veja que os brasileiros se comportam como canibais, o ministro Ricardo Vélez (Educação) primeiro alegou que suas palavras foram publicadas “fora de contexto”. Quando a gravação da entrevista foi divulgada, ele parou de enrolar e admitiu que foi “infeliz na declaração”.

O próprio Jair Bolsonaro, que se beneficiou de uma enxurrada de notícias falsas durante a campanha, também usa a enganação como método.

Nesta terça (26), o presidente fez propaganda de um item do pacote de Sergio Moro que pretende ampliar a coleta de DNA de criminosos. Bolsonaro se queixou de que “parte da mídia e pessoas de má-fé omitem propositalmente” detalhes do texto. Era mais uma trapaça: a ideia foi noticiada e debatida pelos jornais.

Um governo que se ergueu sobre uma plataforma popular apoiada por 57 milhões de votos não precisa recorrer à mentira. Ao apostar na desinformação para atacar a imprensa, o presidente e seus aliados acabam ofendendo seus próprios eleitores.


Bruno Boghossian
Jornalista, foi repórter da Sucursal de Brasília. É mestre em ciência política pela Universidade Columbia (EUA).
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Qua Fev 27, 2019 4:19 pm

Vejo suásticas até nos transportes públicos hoje em dia.

Só que realmente não é mais notícia.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Limitado e sem noção...

Mensagem por JAZZigo em Qua Fev 27, 2019 4:25 pm

Bolsonaro admira um assassino e ladrão
Déspotas nunca são estadistas


Clóvis Rossi
Folha de S. Paulo, 27.fev.2019 às 13h59
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2019/02/bolsonaro-admira-um-assassino-e-ladrao.shtml

Ao chamar o general paraguaio Alfredo Stroessner de “estadista", Jair Bolsonaro desqualifica a si próprio como presidente de um regime democrático.

Stroessner nunca foi um estadista e, sim, um nefando déspota assassino.

Bolsonaro nem precisaria recorrer à ampla bibliografia que conta a história da ditadura do período 1954-1989. Bastaria conhecer, por exemplo, decisão de 2003 da justiça paraguaia que determinou o embargo dos bens de Stroessner (então exilado no Brasil), em uma causa por violação aos direitos humanos.

Foi responsabilizado pela morte sob tortura, em 1974, de Celestina Pérez de Almeida, esposa do educador Martín Almada.

Mas esse fato, por si só, não comoveria Bolsonaro, cujo ídolo chama-se Carlos Alberto Brilhante Ustra, o primeiro militar condenado pela justiça pela prática de tortura. Quem admira um torturador admira todos eles.

Mas Stroessner não era apenas um ditador. Era também tão corrupto que o juiz Arnaldo Fleitas estimou, certa vez, a sua fortuna de Stroessner em US$ 500 milhões (equivalentes hoje a R$ 1,8 bilhão), distribuídos em contas secretas na Suíça ou abertas em nomes de terceiros e da empresa Sur Inmobiliaria, administrada por alguns de seus netos.

Se uma pessoa assim é um estadista, para Bolsonaro, então Sérgio Cabral também o é, assim como Paulo Preto, certo?

Se se desse ao trabalho de ler alguma coisa além dos tuítes de seus filhos, Bolsonaro ficaria sabendo, por exemplo, que a ditadura de Stroessner ficou marcada, entre outros pontos, pela violação sistemática aos direitos humanos (práticas de torturas físicas e psicológicas, assassinatos, exílios forçados, desaparecimentos, violações sexuais, entre outros); por gordo esquema de corrupção e pela censura aos órgãos de imprensa (talvez a admiração de Bolsonaro se explique por aí).

Quem quiser se informar sobre o que foi de fato o regime do “estadista” de Bolsonaro pode consultar o chamado “Archivo del Terror", uma penca de documentos encontrados em 1992 em uma delegacia de polícia de Lambaré, a 30 quilômetros de Assunção. Os documentos estão armazenados no Palácio de Justiça e comprovam não só as práticas bárbaras da ditadura como o trabalho conjunto com outros regimes autoritários do Cone Sul, Brasil inclusive.

É claro que, ao rotular um déspota como estadista, Bolsonaro não vai conseguir reescrever a história. O perigo é que esse tipo de avaliação idiotizada destapa uma caixa de Pandora da qual tendem a emergir boçalidades como, para ficar na mais recente, a proposta de cantar o hino e filmar as crianças fazendo-o.


Clóvis Rossi
Repórter especial, membro do Conselho Editorial da Folha e vencedor do prêmio Maria Moors Cabot.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Procurador do DF envia à PGR suspeitas sobre Jair Bolsonaro por improbidade e peculato

Mensagem por JAZZigo em Qui Fev 28, 2019 10:51 am

Procurador do DF envia à PGR suspeitas sobre Jair Bolsonaro por improbidade e peculato
Representação se baseia na suspeita de que ex-assessora do presidente era 'funcionária fantasma'. Procuradora-geral da República vai analisar se pede abertura de inquérito para apurar.

Por Mariana Oliveira, TV Globo — Brasília
27/02/2019 16h23  Atualizado há 17 horas
https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/02/27/procurador-do-df-envia-a-pgr-suspeitas-de-improbidade-e-peculato-envolvendo-jair-bolsonaro.ghtml

O procurador da República do Distrito Federal Carlos Henrique Martins Lima enviou à Procuradoria Geral da República representações que apontam suspeita do crime de peculato (desvio de dinheiro público) e de improbidade administrativa em relação ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

A representação se baseia na suspeita de que Nathália Queiroz, ex-assessora parlamentar de Bolsonaro entre 2007 e 2016, período em que o presidente era deputado federal, tinha registro de frequência integral no gabinete da Câmara dos Deputados enquanto trabalhava em horário comercial como personal trainer no Rio de Janeiro.

A possibilidade investigada é de que ela seria uma funcionária "fantasma", ou seja, que recebesse salário mas não trabalhasse efetivamente.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Presidência e aguardava retorno até a última atualização desta reportagem.

Nathália é filha de Fabrício Queiroz, ex-motorista e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente. Queiroz é alvo do Ministério Público por movimentação atípica apontadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) nas contas que também envolvem Flávio Bolsonaro.

Segundo o procurador, o caso pode ou não ser apurado junto com uma suspeita de irregularidades em relação a outra funcionária que está sob análise da PGR. Caberá à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decidir se pede ou não abertura de inquérito para investigar Jair Bolsonaro.

Carlos Lima apontou na representação que um presidente não pode responder por fatos anteriores ao mandato, mas caberá à Raquel Dodge analisar a questão, uma vez que precedentes indicam que pode haver investigação, sem que uma ação penal seja aberta enquanto o presidente permanecer no cargo.

O procurador destacou também que a Constituição não fala sobre a possibilidade de responder por improbidade, embora o Supremo já tenha definido que a imunidade vale apenas para crimes comuns.

"Tem-se, portanto, que nada impede que o Presidente da República seja investigado e responsabilizado na esfera cível e, na esfera penal, veja a investigação por tais atos ter regular andamento, entendimento partilhado pela atual Procuradora-Geral da República. A imunidade restringe-se à ação penal e respectiva responsabilização por atos estranhos ao seu exercício, no curso do mandato", afirmou Carlos Lima.

O procurador da República disse ainda que, embora não haja foro para crimes de improbidade, é preciso aguardar uma posição sobre a suspeita na área criminal "para evitar que o desfecho de uma seara - ao menos ao cabo da investigação - possa estar em claro conflito com o encaminhamento a ser dado na esfera cível".

Ele pediu ficar suspenso o prazo da prescrição para que a suspeita de improbidade seja analisada posteriormente à questão criminal.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Governo faz dois meses com festival de asneiras

Mensagem por JAZZigo em Qui Fev 28, 2019 10:57 am

claps

Governo das cavernas faz dois meses com festival de asneiras e ameaças a direitos



Marcos Augusto Gonçalves
Folha de S. Paulo, 28.fev.2019 às 4h17
https://blogdomag.blogfolha.uol.com.br/2019/02/28/governo-das-cavernas-faz-dois-meses-com-festival-de-asneiras-e-ameacas-a-direitos/

O governo de Jair Bolsonaro chega a seu segundo mês de vida como ameaça aos direitos e fonte inesgotável de asneiras. Foram tantas as demonstrações de parvoíce, despreparo e amadorismo; tantos os malfeitos que se revelaram em tão curto espaço de tempo, envolvendo a família do presidente e seu partido; tantas as evidências de que o mandatário não reúne as qualidades desejáveis para o cargo –que é difícil acompanhar e comentar cada uma dessas ocorrências.

Já seria possível publicar um novo e bem servido Febeapá (Festival de Besteira que Assola o País) com o que se viu e ouviu neste breve interregno.

Embora farto (o que seria, em tese,  bom para o debate), o material produzido pelos novos governantes é de baixíssima qualidade. Mais desestimula  do que anima a discussão proveitosa. É como se profissionais da crítica literária ou cinematográfica se vissem na obrigação diária de gastar tinta com produções mambembes, caricatas e sem nenhuma graça ou lampejo de talento.

É um governo abaixo da crítica. Por ora, apenas a cansativa (e fetichizada) reforma da Previdência parece despertar algum ânimo e apoio de  setores da opinião pública mais qualificada.Todavia,  menos, para muitos, por seus méritos intrínsecos e mais pela evidência de sua importância para a agenda de médio e longo prazos do país.

Pode-se obstar que também o pacote apresentado pelo ministro Sergio Moro tem merecido seus aplausos, o que é fato. Há pontos, admita-se, a se levar em conta, mas é gritante a incivilidade proposta pelo ex-juiz com o intuito de proteger o assassinato cometido por policiais. “Ah, o presidente prometeu em campanha”, desculpou-se.

Moro tem engolido tantos sapos que já começa ele mesmo a lembrar um desses batráquios  -a pular daqui para lá, fugir de questionamentos e esconder-se no brejão da lagoa. Suas medidas padecem também de descaso com previsões econômicas. O plano, em sintonia com a visão atrasada do presidente, levaria a um aumento do encarceramento. Quanto isso vai custar e quem vai pagar a conta? Ou a ideia é matar antes e prender?

Moro e Paulo Guedes têm sido contemplados por opinadores com a designação de ministros “não-ideológicos”. Entende-se o propósito de reservar o termo “ideológico” para os personagens mais bizarros da ultradireita circense que ocupa pastas como Educação, Relações Exteriores e Mulher. Mas a eventual competência técnica dos dois paladinos do liberal-moralismo não os livra de suas patentes inclinações ideológicas.

Além dessa clivagem marota, uma outra virou moda  -a separação da pauta econômica das demais, que passaram a ser consideradas de “costumes”. Claro que para o economicismo em voga o que interessa é a primeira. O resto pode esperar. O perigo é que o rótulo ” costumes” encobre questões cruciais, inclusive para a economia, como os padrões da educação, a agenda sócioambiental, os direitos civis, a transparência pública etc.

Espanta, ainda (em território além das fronteiras oficiais do governo, mas dentro de sua esfera ideológica e de influência), a desenvoltura com que uma horda de psicopatas vem dando vazão a seus impulsos mais tenebrosos em seguidas agressões e homicídios cometidos contra pessoas vulneráveis. Mulheres, negros, pobres, integrantes da comunidade LGBT, estão todos transformados em alvos autorizados desse governo das cavernas.

Chegamos ao ponto de ver como garantia de normalidade a presença em massa de generais de pijama no poder,  já avaliados, a essa altura,  como “competentíssimos”.

O futuro a Deus pertence, repetia outro aventureiro que chegou ao Planalto. Não é uma assertiva animadora. Sabe-se que as projeções econômicas não são boas e que mesmo a reforma da Previdência, se aprovada, não terá o condão de patrocinar o sempre anunciado, mas ainda não operado, milagre das expectativas.

Regras previdenciárias mais sensatas servem sim como uma espécie de seguro para quem queira investir num futuro sustentável. Mas por si, não deverão modificar o panorama de maneira notável. A reforma poderá em vez de  bombar a economia e fortalecer Bolsonaro, revelar-se pouco estimulante para reanimar os negócios,  e enfraquecê-lo. Veremos.


NA FOTO AO ALTO –  Presidente Jair Bolsonaro durante discurso em Itaipu, quando se referiu ao ditador Alfredo Stroessner (1912-2006) como um “estadista” – Alan Santos – 26.fev.2019/PR
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Qui Fev 28, 2019 11:14 pm

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/02/28/mp-rj-e-corregedoria-da-policia-civil-realizam-operacao-para-prender-policiais-suspeitos-de-extorsao.ghtml
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13238
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Sex Mar 01, 2019 11:09 am

Pronto ! Tudo, enfim, explicado ! Tratava-se apenas de um inovador e inteligente "programa de redistribuição de renda" ! Tudo para fazer deste um país mais justo ! E a "turma do contra" só criticando, né ? Malditos esquerdopatas, não imaginavam ser um ato de desprendimento e fraternidade !

Queiroz diz que dividiu salários para ampliar gabinete de Flávio Bolsonaro

Segundo ex-assessor, objetivo era aumentar número de assessores na Assembleia do Rio
1º.mar.2019 às 8h17 - Atualizado: 1º.mar.2019 às 8h41
Italo Nogueira


https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/03/queiroz-diz-que-descentralizou-salarios-para-ampliar-gabinete-de-flavio-bolsonaro.shtml
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Sex Mar 01, 2019 11:56 am

peter.forc escreveu:Pronto ! Tudo, enfim, explicado ! Tratava-se apenas de um inovador e inteligente "programa de redistribuição de renda" ! Tudo para fazer deste um país mais justo ! E a "turma do contra" só criticando, né ? Malditos esquerdopatas, não imaginavam ser um ato de desprendimento e fraternidade !

Queiroz diz que dividiu salários para ampliar gabinete de Flávio Bolsonaro

Segundo ex-assessor, objetivo era aumentar número de assessores na Assembleia do Rio
1º.mar.2019 às 8h17 - Atualizado: 1º.mar.2019 às 8h41
Italo Nogueira


https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/03/queiroz-diz-que-descentralizou-salarios-para-ampliar-gabinete-de-flavio-bolsonaro.shtml

Vergonha!
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 13238
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Raul S. em Sex Mar 01, 2019 1:18 pm

esse negócio de dividir renda é coisa de comunista
Raul S.
Raul S.
Membro

Mensagens : 1390
Localização : -

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mulher de Moro já deu início à campanha de 2022

Mensagem por JAZZigo em Sex Mar 01, 2019 1:19 pm

Moro quer ser o chefe de Bolsonaro
O ex-juiz realizou o sonho que o PT, partido estruturado, tentou e não conseguiu


Reinaldo Azevedo
Folha de S. Paulo, 1º.mar.2019 às 2h00
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/reinaldoazevedo/2019/03/moro-quer-ser-o-chefe-de-bolsonaro.shtml

O Partido da Polícia (Papol) arreganha os dentes. É composto por setores do Ministério Público, da PF, do Judiciário e, agora se sabe, da Receita Federal. E já ameaça abocanhar o calcanhar de Jair Bolsonaro. Fiquem atentos! Os eventos deletérios já estão em curso, e a reforma da Previdência, vital para a sobrevivência política do presidente, também é território de luta.

Sergio Moro quer o poder total. Será que o Messias, que não é de todo desprovido do dom da profecia, está disposto a resistir? Basta que tenha nomeado para o Ministério da Justiça alguém indemissível "ad nutum", se me permitem a graça. Afinal, Moro fica até quando quiser; uma só vontade é suficiente para isso: a sua. O ex-juiz está empenhado agora em fazer o nome que vai substituir Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República em setembro. Compõem a sua lista pessoal José Robalinho Cavalcanti, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), e Deltan Dallagnol, dublê de procurador, coordenador da Lava Jato e youtuber.

Com a transferência do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que Bolsonaro nem sabia direito o que era, para a pasta de Moro, o ex-juiz realizou o sonho que o PT, como um partido solidamente estruturado, tentou e não conseguiu: aparelhar todas as instâncias do Estado de repressão ao crime e investigação. E o doutor sabe o que fazer com o Coaf, o DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional), com a própria PF e com parcelas consideráveis do Ministério Público Federal, das quais não se distingue. Mas o que quer Moro?

Reproduzo, a título de resposta, uma mensagem de Rosangela Wolff Moro, mulher do ministro, publicada no dia 8 de fevereiro no Instagram: "Já estou iniciando HOJE campanha para 2022. Vamos anotando no nosso caderninho". Ela encerra a sua antecipação de agenda com "#foraquemnãopensanobrasil". Em lugar do nome do país, vem uma bandeirinha. Escrito de outro modo: "Brasil, pense nele ou deixe-o". Ela aproveitou a oportunidade para dar um pito nos políticos, exortando-os a trabalhar. Quem tem medo de Rosangela Wolff? Se eu fosse Bolsonaro, teria.

Se Moro obtiver também o controle terceirizado da PGR, o fato de o presidente não poder demiti-lo será a menor das sujeições. E o assédio é grande. Robalinho, por exemplo, colou-se a Onyx Lorenzoni, hoje chefe da Casa Civil, quando este, deputado federal (DEM-RS), foi feito relator das ditas "Dez Medidas Contra a Corrupção". Escalado para escoimar as p****-louquices fascistoides que lá estavam, Lorenzoni tornou-se seu entusiasta e porta-voz. Quanto a Dallagnol, contenta-se, por enquanto, em ser cabo eleitoral do presidente da ANPR, que é a entidade de caráter sindical (!) que promove a eleição, que não está prevista na Constituição, da lista tríplice entregue à Presidência da República.

O jogo é pesado. Robalinho já comandou dois motins de procuradores contra Dodge. Um deles conta com a adesão de Dallagnol, da procuradora Thaméa Danelon, da Lava Jato em São Paulo, e do procurador regional da República José Augusto Vagos, também da operação, mas no Rio. Tão logo veio a público a proposta de reforma da Previdência, o presidente da ANPR se juntou a seus congêneres de associações de entidades da elite do funcionalismo para atacar o texto. Uma leitura óbvia da Lei Complementar 75 informa que é preciso ser subprocurador-geral da República para ser titular da PGR. Não é o caso nem de Robalinho nem de Dallagnol. Mas lei é coisa do passado, de quando procurador não era youtuber...

Vazamentos de investigações irregulares promovidas na Receita têm como alvo ministros de tribunais superiores, entre outros. Os delatores da OAS, como viram, fizeram mira, entre outros, em Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara. Sem ele, a reforma da Previdência nem sai da estação. E, a depender das insatisfações do Papol, a família Bolsonaro pode ou não virar suco.

Ainda bem que alguém pensa no futuro: Rosangela já deu início à campanha de 2022. A propósito: se o marido dessa visionária disse alguma coisa em defesa da reforma da Previdência, eu não li.

O Papol arreganha os dentes. Ou, se quiserem, lá vai um clichê da zoologia política que continua a fazer sentido: "Cría cuervos, y te sacarán los ojos".


Reinaldo Azevedo
Jornalista, autor de “O País dos Petralhas”.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Agronegócio à là Bolsonaro...

Mensagem por JAZZigo em Sex Mar 01, 2019 1:26 pm

Três agrotóxicos são liberados a cada dois dias sob o governo Bolsonaro
Ministério da Agricultura registrou 86 novos agrotóxicos desde janeiro, uma média de 1,6 por dia


Nadine Nascimento
Brasil de Fato | São Paulo (SP), 1 de Março de 2019 às 08:55
https://www.brasildefato.com.br/2019/03/01/tres-agrotoxicos-sao-liberados-a-cada-dois-dias-sob-o-governo-bolsonaro/

Em dois meses de governo Bolsonaro, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou a autorização de 86 novos produtos elaborados com agrotóxicos, em média, 1,6 por dia.

Todos os ingredientes dos novos produtos já eram comercializados no Brasil. A novidade é que eles passam a ser autorizados para uso em novas culturas, para fabricação por novas empresas ou para serem associados em combinações com outros químicos. Com isso, o Brasil chega a 2.152 produtos elaborados com agrotóxicos em circulação.

Entre eles está o glifosato, já proibido na França por seu potencial cancerígeno. A Monsanto, fabricante do produto e hoje pertencente à Bayer, foi condenada nos EUA a pagar U$ 39 milhões a DeWayne Johnson, um jardineiro foi diagnosticado com um câncer após usar a substância na escola em que trabalhava. As últimas aprovações foram divulgadas na edição de 21 de fevereiro, do Diário Oficial da União. São 29 produtos, dos quais 13 foram classificados como extremamente tóxicos – maior grau de toxicidade possível.

De 2010 a 2016, os registros foram sempre abaixo de 20 por ano. Nos dois últimos anos o número subiu para 47 (2017) e 60 (2018), recorde batido em apenas 60 dias, com as 86 novas liberações.

“Metaforicamente, estamos abrindo as portas do inferno. Em termos científicos, é uma vulnerabilização maior da saúde humana e ambiental do Brasil, em função desse aumento estratosférico na autorização de novos produtos”, comenta Larissa Mies Bombardi, geógrafa, professora da USP e autora do Atlas Geográfico do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia.

Entre os pesticidas com novos registros aprovados nesta semana está o Mancozebe, usado em culturas como arroz, banana, feijão, milho e tomate. Além do Piriproxifem, indicado para café, melancia, soja e melão. Ambos estão na classe I, ou seja, são considerados extremamente tóxicos e tem seu uso indicado para produtos que fazem parte da dieta de todos os brasileiros.

Segundo a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida em nota publicada em seu site “a liberação dos 86 agrotóxicos é um fato concreto, que retribui de imediato todo o apoio do agronegócio dado [a Jair Bolsonaro] durante as eleições”.

Procurado pela reportagem, o Ministério da Agricultura em nota afirma que os produtos foram “analisados e registrados, inclusive com emissão de cerficado de registro, ainda no ano de 2018”. E reconhece que “nos últimos anos medidas desburocratizantes foram adotadas no âmbito dos três órgãos federais envolvidos (Mapa, Ibama e Anvisa), que possibilitaram o aumento significativo nos números de agrotóxicos e afins registrados”.

Pacote do Veneno
O número recorde de registros acontece antes mesmo da aprovação do PL 6299/2002, conhecido como Pacote do Veneno, que pretende desregular a liberação de agrotóxicos no país. Aprovado em 2018 em comissão especial, liderada pela atual ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o projeto aguarda votação em plenário.

O PL prevê, por exemplo, que as análises para novos produtos e autorização de registros fiquem sob responsabilidade apenas do MAPA, que atualmente divide a função com a Anvisa e o Ibama. Seriam criados também um registro e autorização temporários para produtos que já sejam registrados em outros países. Além disso, a produtos com "risco aceitável" passam a ser permitidos e apenas produtos com "risco inaceitável" podem ser barrados.

“O PL do Veneno é um retrocesso muito grande na nossa Lei de Agrotóxicos de 1989, que mereceria, sim, ser modernizada. Mas a modernização deveria vir no sentido de, por exemplo, proibir agrotóxicos proibidos em outros países, proibir a pulverização aérea, que é proibida na União Europeia desde 2009 e o incentivo fiscal aos agrotóxicos”, considera Bombardi.

Para a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida “os agrotóxicos no Brasil já representam hoje um grave problema de saúde pública, e a inserção no mercado de mais produtos agravará ainda mais os perigos aos quais a população está submetida (…) os únicos beneficiados pelas liberações são as empresas detentoras dos registros, como a Monsanto, Cropchem, Syngenta e Sumitomo, e os políticos eleitos em nome dos interesses do agronegócio. A saúde da população brasileira fica, como sempre, em segundo plano.”


Edição: Pedro Ribeiro Nogueira
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Moro preferiu os que atiram aos que pensam

Mensagem por JAZZigo em Sex Mar 01, 2019 3:20 pm

Sergio Moro preferiu os que atiram aos que pensam
No 'novo Brasil', pensar é um crime


Clóvis Rossi
1º.mar.2019 às 10h36
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2019/03/sergio-moro-preferiu-os-que-atiram-aos-que-pensam.shtml

O desconvite a Ilona Szabó para ocupar um cargo (não remunerado) no Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária é mais uma firme indicação de que, no governo que pretende erguer um “novo Brasil", pensar é pecado, atirar é preciso.

Ilona pensa. Por isso, os hidrófobos do bolsonarismo saíram atirando nas redes sociais e o ministro Sérgio Moro mostrou-se pusilânime e preferiu atender aos atiradores em vez de continuar contando com quem pensa.

Se Ilona pensa bem ou pensa mal, não é relevante nessa questão. Ela não seria executiva, não determinaria políticas, não assinaria decretos. Apenas seria conselheira, mas, para os hidrófobos do bolsonarismo, só valem conselhos imbecis.

Quem é Ilona Szabó? Tem mestrado em estudos de conflito e paz pela Universidade de Uppsala, na Suécia (será que a Suécia é também um epicentro do tal de “globalismo", que deve ser desterrado para o bem do novo Brasil?). É cofundadora e diretora-executiva do Instituto Igarapé, que produz pesquisas sobre segurança, justiça e desenvolvimento, além de colunista da Folha.

Cito apenas um exemplo do que Ilona é capaz de pensar: um movimento chamado Instinto de Vida, que parte de dados aterradores sobre a violência na América Latina.

O subcontinente, com apenas 8% da população mundial, concentra a maior quantidade de homicídios no mundo: 38% dos assassinatos no planeta ocorrem na região. O problema se concentra ainda mais em sete países: Brasil, Colômbia, El Salvador, Honduras, Guatemala, México e Venezuela. Cerca de 34% dos homicídios do mundo ocorrem nesses lugares.

O Instituto Igarapé, de que Ilona é cofundadora, juntou-se às várias organizações da região para criar o Instinto de Vida. A proposta central é reduzir a violência letal à metade em 10 anos.

Pode ser uma utopia, mas é sempre colocando metas talvez utópicas que os países avançam e alcançam eventualmente objetivos não tão espetaculares, mas sempre mais alentadores do que ficar no horrendo status quo.

É essa especialista que Bolsonaro mandou Moro dispensar —e o ministro, tão valente como juiz, enfiou o rabo entre as pernas e acatou. É uma vergonha pois o próprio Moro, em nota oficial, disse que a escolha havia sido “motivada pelos relevantes conhecimentos da nomeada na área de segurança pública e igualmente pela notoriedade e qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Igarapé”.

De quebra, deixou também o Conselho Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, outra instituição que presta serviços de qualidade na área de segurança pública.

O governo fica com seus franco-atiradores e perde a contribuição de quem pensa.


Clóvis Rossi

Repórter especial, membro do Conselho Editorial da Folha e vencedor do prêmio Maria Moors Cabot.
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sex Mar 01, 2019 6:13 pm

https://www.jb.com.br/pais/2019/03/985833--reu--de-pele-e-olhos-claros--nao-possui-estereotipo-de-bandido---escreve-juiza.html
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sex Mar 01, 2019 8:24 pm

Esses imbecis são só idiotas mesmo?

DESUMANO, FILHO DE BOLSONARO AGRIDE LULA NO DIA DA MORTE DO NETO DE SETE ANOS

Filho de um presidente que só foi eleito porque Lula foi preso sem provas pelo ex-juiz Sérgio Moro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) revelou sua face monstruosa e desprovida de humanidade no dia de hoje ao agredir Lula no dia da morte de seu neto

1 de Março de 2019 às 16:56 // Inscreva-se na TV 247


247 - Em meio a mais um drama vivido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desta vez a morte do neto Arthur Lula da Silva, ocorrida nesta segunda-feira (1), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), se mostrou indignado com o pedido da defesa de Lula para que ele compareça ao velório do neto, e disparou: "Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado".



Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, faleceu no Hospital Bartira, do grupo D'Or, em Santo André. Ele deu entrada hoje pela manhã, com febre alta, foi diagnosticado com quadro infeccioso de meningite meningocócica e não resistiu.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à Justiça Federal em Curitiba para deixar a prisão e comparecer ao velório. Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.


Segundo o jornal Zero Hora, a PF já teria recebido um comunicado informal da Justiça Federal, alertando sobre a soltura iminente. "Assim, Lula deve deixar ainda nesta sexta-feira (1º) o prédio da PF rumo a São Paulo. Os agentes já trabalham no planejamento da operação para escoltá-lo", diz o jornal.


Esses imbecis se borram de medo do Lula falar em público, e é só porque eles são burros demais pra contra argumentar com qualquer um que tenha no mínimo o primário

Por isso se borram de medo do bosta do Mourão. A conclusão é simples: Papai é uma besta, nos somos umas bestas... Esse p**** vai tomar o poder!!!!

Enquanto isso... Stroessner... É uma piada!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sex Mar 01, 2019 9:49 pm

Caro Olasno,

Eu não te desejo mal. Não desejo que você passe necessidade, não desejo que você não possa comprar seus remédios, nem que esteja a um passo de ser preso pelos processos que as pessoas que você tanto caluniou, moveram contra você.

Reinvente-se Olasno! Meritocracia, lembra??? Eu queria de coração te ajudar, mas em vez disso, prefiro te ensinar a pegar o peixe!

Sorte aí, guru da ignorância!

A materia é essa:

Com apoio de filho de Bolsonaro, Olavo de Carvalho faz vaquinha para custear despesas médicas e impostos.

Escritor afirma que também recebeu cobranças relativas a processos de "caluniadores"
01/03/2019 - 18h29min Atualizada em 01/03/2019 - 18h47min
FOLHAPRESS

No pedido de Olavo não há referências sobre o valor total da dívida, nem sobre quanto a "vaquinha" pretende arrecadar
Vivi Zanatta / Folhapress

O escritor Olavo de Carvalho lançou uma campanha nas redes sociais nesta sexta-feira (1º) para levantar recursos junto a amigos e apoiadores.

Em post no Facebook, Olavo — que vive nos Estados Unidos — afirmou que recebeu uma cobrança de despesas médicas e de impostos. O valor, segundo ele, se somaria ao que ele chamou de "rede de caluniadores e difamadores" que o processam por suas declarações polêmicas.

Ó... Tem uma conta pros verdadeiros brasileiros depositarem, valeu????
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sex Mar 01, 2019 9:53 pm

https://www.google.com/url?sa=i&source=web&cd=&ved=2ahUKEwj7yvqBn-LgAhW-E7kGHWGjAXUQzPwBegQIARAC&url=https%3A%2F%2Fwww1.folha.uol.com.br%2Fpoder%2F2019%2F03%2Fcom-apoio-de-filho-de-bolsonaro-olavo-de-carvalho-faz-vaquinha-na-internet.shtml&psig=AOvVaw143RUliWNQ7Ii6-OUW5WWd&ust=1551574351882857
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Sex Mar 01, 2019 10:04 pm

Rico escreveu:

(...)

O escritor Olavo de Carvalho lançou uma campanha nas redes sociais nesta sexta-feira (1º) para levantar recursos junto a amigos e apoiadores.

Em post no Facebook, Olavo — que vive nos Estados Unidos — afirmou que recebeu uma cobrança de despesas médicas e de impostos. O valor, segundo ele, se somaria ao que ele chamou de "rede de caluniadores e difamadores" que o processam por suas declarações polêmicas.

Ó... Tem uma conta pros verdadeiros brasileiros depositarem, valeu????


Tem gente aí que fatura mais de milhão por ano só negociando uns "carrinhos" aqui e ali... Além do mais, estes mesmos possuem espírito desapegado e humanitário, distribuindo riquezas !! Acho que podem cooperar com a "vaquinha" !!
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por JAZZigo em Sex Mar 01, 2019 11:04 pm

peter.forc escreveu:
Rico escreveu:

(...)

O escritor Olavo de Carvalho lançou uma campanha nas redes sociais nesta sexta-feira (1º) para levantar recursos junto a amigos e apoiadores.

Em post no Facebook, Olavo — que vive nos Estados Unidos — afirmou que recebeu uma cobrança de despesas médicas e de impostos. O valor, segundo ele, se somaria ao que ele chamou de "rede de caluniadores e difamadores" que o processam por suas declarações polêmicas.

Ó... Tem uma conta pros verdadeiros brasileiros depositarem, valeu????


Tem gente aí que fatura mais de milhão por ano só negociando uns "carrinhos" aqui e ali... Além do mais, estes mesmos possuem espírito desapegado e humanitário, distribuindo riquezas !! Acho que podem cooperar com a "vaquinha" !!
Ih, astrólogo Olavo, tô achando que essa vaquinha vai pro brejo. Melhor tirar seu cavalinho da chuva!!! Shocked

Ri Muito
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 11953
Localização : Asa Norte, Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Sab Mar 02, 2019 8:17 am

Pronto ! Mais um problema resolvido ! Nunca mais o "toma lá, dá cá", não mais a "compra de votos", agora vamos trabalhar com "BÔNUS" !
Nada como um governo ético, DIFERENTE DOS ANTERIORES, livre de ideologismos e práticas maléficas oriundas de terríveis comunistas vermelhos, e com novas ideias e ações inéditas de se fazer política !!

Brasil, rumo ao infinito e além !

Sem votos para aprovar a Previdência, governo promete ‘bônus’ para agradar a novatos

Vera Rosa - Estadão - 01-03-2019
BRASÍLIA - Sem conseguir até agora apoio suficiente para aprovar a reforma da Previdência, o Palácio do Planalto decidiu abrir o cofre. A estratégia do governo foi feita sob medida para agradar a deputados e senadores de primeiro mandato com repasses individuais que podem ficar perto de R$ 5 milhões. O valor ainda não está fechado, mas a Casa Civil negocia a concessão de uma espécie de
bônus para os novatos, já que eles só terão direito às emendas parlamentares a partir de 2020.

https://www.msn.com/pt-br/noticias/politica/sem-votos-para-aprovar-a-previdência-governo-promete-bônus-para-agradar-a-novatos/ar-BBUeyzV?ocid=spartandhp
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por peter.forc em Sab Mar 02, 2019 8:25 am

peter.forc escreveu:Pronto ! Mais um problema resolvido ! Nunca mais o "toma lá, dá cá", não mais a "compra de votos", agora vamos trabalhar com "BÔNUS" !
Nada como um governo ético, DIFERENTE DOS ANTERIORES, livre de ideologismos e práticas maléficas oriundas de terríveis comunistas vermelhos, e com novas ideias e ações inéditas de se fazer política !!

Brasil, rumo ao infinito e além !

Sem votos para aprovar a Previdência, governo promete ‘bônus’ para agradar a novatos

Vera Rosa - Estadão - 01-03-2019
BRASÍLIA - Sem conseguir até agora apoio suficiente para aprovar a reforma da Previdência, o Palácio do Planalto decidiu abrir o cofre. A estratégia do governo foi feita sob medida para agradar a deputados e senadores de primeiro mandato com repasses individuais que podem ficar perto de R$ 5 milhões. O valor ainda não está fechado, mas a Casa Civil negocia a concessão de uma espécie de
bônus para os novatos, já que eles só terão direito às emendas parlamentares a partir de 2020.

https://www.msn.com/pt-br/noticias/politica/sem-votos-para-aprovar-a-previdência-governo-promete-bônus-para-agradar-a-novatos/ar-BBUeyzV?ocid=spartandhp

Hummmm... Aliás, precisamos achar tb um novo termo para "abrir o cofre", pois isso era típico dos esquerdopatas, dos petralhas vermelhos, uma velha prática que não deve mais ser utilizada pelo NOVO GOVERNO... Podemos, talvez, passar agora a chamar esta ação de REDEVERSI ("Redistribuição Democrática de Verbas Sem Ideologia") !! Que tal ? Beeeem melhor...........
peter.forc
peter.forc
Membro

Mensagens : 270
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Rico em Sab Mar 02, 2019 4:07 pm

Depois, quando a gente fala, sempre aparece um idiota pra falar de mimimi... Vejam o distintivo do brutamontes a frente desse perigoso bandido Lula!


Rico
Rico
Membro

Mensagens : 3109
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum