Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por URSOBHZ em Qua Ago 25, 2010 8:23 am

Olá, amigos!

Bem, em muitas aplicações recomenda-se que um amplificador seja capaz de fornecer o dobro da potencia demandada por um dado alto-falante: amp de 200watts para um alto-falante de 100watts. Essa "regra" é também informada nos prospectos dos produtos selenium, inclusive nos produtos profissionais e para instrumentos.

Eu mesmo a utilizo, com muito sucesso, com amp de 400watts em sub de 180w e amp de 120watts para mid de 60watts e 100watts para tweeter de 50. Não enfrento probelams de distorção ou algo do gênero. O som é sempre limpo.

Minha dúvidade, em que pese parecer simples, decorre da busca por um alto-falante para fazer uma pequena caixa, leve e portátil, para o recém-adquirido GK MB200. Noto que os grandes fabricantes (GK, Hartke, etc), bem como os pequenos (pezo, estsystem, etc) ofertam caixas bem mais "potentes" que os amp. A Eminece informa que os woofers da linha Basslite, e mesmo os Legend, possuem uma capacidade de "X" watts, mas nos projetos que disponibiliza encontramos a informação que a potencia máxima aplicada deve ser inferior àquela capacidade informada nos documentos dos woofers.

Ai eu me pergunto: na amplificação de instrumentos, mais notadamente o contrabaixo, a coisa funciona de forma diferente? O alto-falante deve ter capacidade superior à fornecida pelo amplificador?

A caixa que me agrada, em teoria, para o Eminence S2012 informa que a potencia a ser aplicada está limitada a 125watts, sendo que a capacidade dele, em tese, seria de 150watts. Ocorre que o MB200 vai fornecer até 140watts em 8ohms. Nesse caso, existem sérias probabilidades de dano ao woofer? Como ficam esssas informações divergentes?

Abraços

URSOBHZ
Membro

Mensagens: 1626
Localização: Mineiro, perdido no interior de São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Thales_Sr em Qua Ago 25, 2010 9:14 am

A caixa que me agrada, em teoria, para o Eminence S2012 informa que a potencia a ser aplicada está limitada a 125watts, sendo que a capacidade dele, em tese, seria de 150watts. Ocorre que o MB200 vai fornecer até 140watts em 8ohms. Nesse caso, existem sérias probabilidades de dano ao woofer? Como ficam esssas informações divergentes?
Com essa diferença tão pequena aí... Tem risco nenhum.
O risco começa quando você for usar amplificador de 500 W com falante de 200... Se exagerar no volume e tocar socado, vai estourar o falante...

Thales_Sr
Moderador

Mensagens: 7126
Localização: Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Qua Ago 25, 2010 9:39 am

Isso é muito discutido. É amplamente aceita a idéia de que quando se trabalha com mais do que 1.5x da capacidade do falante é preciso algum tipo de limite.
Agora, se trabalhar com menos potência que o falante suporta queimasse falante, a gente nunca poderia ouvir música em casa em volume baixo.
O que ocorre é que às vezes a pessoa está com um amp pouco potente e quer exigir muito dele, fazendo-o clipar, o que gera ondas quadradas que podem ter até 4x mais energia que uma onda senoidal.
Mesmo assim, pra ocorrer dano é necessário que a energia mandada pelo amp seja maior que a capacidade do falante. Um amp de 50W clipado até o talo não vai causar danos a um falante de 1000W, mas provavelmente vai danificar um falante de 100W.
Os fabricantes dão uma folga em sistemas de baixo porque são frequências graves que geram uma excursão grande do falante.
O Hil entende bem essas coisas, talvez você queira perguntar a ele!

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Alex Guimaraes em Qua Ago 25, 2010 10:12 am

Uma boa estudada neste manual pode esclarecer bem o assunto: http://www.studior.com.br/semea.pdf

Alex Guimaraes
Membro

Mensagens: 997
Localização: Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por URSOBHZ em Qua Ago 25, 2010 11:04 am

Sim, a questão do sinal clipado eu sei bem como funciona. Ceifou a onda... adeus alto-falante. Inclusive já fizemos alguns testes e foi assim mesmo!

Ocorre que, no caso de woofers, temos a possibilidade de uma excursão em excesso do cone com mais facilidade, dado o pequeno Xmax dele. Será que essa "limitação" na potência aplicada não guarda referência com o intento de se prevenir um excesso de movimento do cone?


URSOBHZ
Membro

Mensagens: 1626
Localização: Mineiro, perdido no interior de São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Qua Ago 25, 2010 11:09 am

URSOBHZ escreveu:Ocorre que, no caso de woofers, temos a possibilidade de uma excursão em excesso do cone com mais facilidade, dado o pequeno Xmax dele. Será que essa "limitação" na potência aplicada não guarda referência com o intento de se prevenir um excesso de movimento do cone?

allexcosta escreveu:Os fabricantes dão uma folga em sistemas de baixo porque são frequências graves que geram uma excursão grande do falante.

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por URSOBHZ em Qua Ago 25, 2010 11:35 am

Sim sim... mas será que é devido a uma caracteristica dos nossos falantes? Pq um sub, que responde frequencias ainda mais baixas, adora 2x mais potencia que a declarada.

URSOBHZ
Membro

Mensagens: 1626
Localização: Mineiro, perdido no interior de São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Qua Ago 25, 2010 11:40 am

URSOBHZ escreveu:Sim sim... mas será que é devido a uma caracteristica dos nossos falantes? Pq um sub, que responde frequencias ainda mais baixas, adora 2x mais potencia que a declarada.

Não sei se é bem assim... Já vi muito SRX728 queimado pelo uso de 2x a potência sem limiter.

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Thales_Sr em Qua Ago 25, 2010 12:42 pm

O que ocorre é que às vezes a pessoa está com um amp pouco potente e quer exigir muito dele, fazendo-o clipar, o que gera ondas quadradas que podem ter até 4x mais energia que uma onda senoidal.
Outro motivo é que falante não suporta DC... Ele não reproduz isso, então tudo vira calor. Portanto, além da potência do sinal ser maior, ele é totalmente convertido em calor, o que só piora a situação.

Sim sim... mas será que é devido a uma caracteristica dos nossos falantes? Pq um sub, que responde frequencias ainda mais baixas, adora 2x mais potencia que a declarada.
É que sub geralmente recebe "pancadas" de potência, não fica reproduzindo som continuamente. E um sub de 200 aguenta um pico de 300w, por exemplo, desde que seja por pouco tempo (os kicks do bumbo, por exemplo...)

Mas claro que tem que ter cuidado. Se o técnico de som exagerar nos graves do contrabaixo, aí a potência pro sub vai ser maior, e se não tiver proteção, queima o falante mesmo...

PS: Cadê o Hil pra dar sua contribuição ao tópico?

Thales_Sr
Moderador

Mensagens: 7126
Localização: Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Alex Guimaraes em Qua Ago 25, 2010 1:38 pm

URSOBHZ escreveu:Sim, a questão do sinal clipado eu sei bem como funciona. Ceifou a onda... adeus alto-falante. Inclusive já fizemos alguns testes e foi assim mesmo!

Ocorre que, no caso de woofers, temos a possibilidade de uma excursão em excesso do cone com mais facilidade, dado o pequeno Xmax dele. Será que essa "limitação" na potência aplicada não guarda referência com o intento de se prevenir um excesso de movimento do cone?

Creio que você só teria um excesso de escursão por erro de projeto ou aplicação de potência muito superior à suportada pelo falante.

Alex Guimaraes
Membro

Mensagens: 997
Localização: Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por lobo bassman em Sex Abr 22, 2011 2:53 pm

URSOBHZ escreveu:Olá, amigos!

Bem, em muitas aplicações recomenda-se que um amplificador seja capaz de fornecer o dobro da potencia demandada por um dado alto-falante: amp de 200watts para um alto-falante de 100watts. Essa "regra" é também informada nos prospectos dos produtos selenium, inclusive nos produtos profissionais e para instrumentos.
Sim é o que se fala e estou com muita duvida sobre isto. Porém dizem que para instrumentos principalmente o baixo a regra é difrente, mais ninguem explica qual seria a nova regra.

URSOBHZ escreveu:

Ai eu me pergunto: na amplificação de instrumentos, mais notadamente o contrabaixo, a coisa funciona de forma diferente? O alto-falante deve ter capacidade superior à fornecida pelo amplificador?

Abraços

ai é que ta nos combos reparamos por exemplo que sempre a folga é de 50 wats RMS por exemplo se o amp do combo da 200 wats RMS os ou o falante em geral tem R$ 250 wats RMS. Seria este o calculo correto então?
Mais se for porque todos ou pelo menos todos amps combos que toquei até agora começam a clipar ou seja distorcer em volume 7 e 8 e começam a embolar graves e etc.
Ja que é assim se eu tocar com amp dobro da potencia do falante corro risco de danificar o falante em picos se eu não utilizar limiter exemplo uma slapada ou tocando com mais força..
se uso esta relação dos combos não consigo nunca utilizar a potencia total dos amps porque os mesmo trabalham sobrecarregados e começam a distorcer.
Dai como conseguir um amp mais caixa falante compacto que me de uma boa resposta de wats acima dos 200?
Tem um outro parceiro aqui do forum que diz que construiu uma caixa had made 6 falane de 10" totalizando 600 wats. E utiliza seu GK 400.
O GK como todos sabem da 180 wats RMS em 8 ohms e 280 wats RMS 4 ohms, sendo esta empedancia limite segundo manual do proprietário.
Entaum ele ta trabalhando usando uma caixa com potencia que mesmo qu seja 4 ohms esta quase 3 vezes a potencia do amp.
Isto não deveria sobrecarregar ao extremo o amp?
E o parceiro de forum diz que o som ta pancada.
Bom de qualquer forma so quis expor minhas 1001 duvidas sobre o caso, que ja estou a uma semana pesquisando mais cada vez estou mais confuso, diz -se também que a onda produzida pelo auto-falante e diferente da onda produzida pelo amp, sendo assim por isso essa relação de diferença.
Hill so vc para nos ajudar.....

lobo bassman
Membro

Mensagens: 618
Localização: campo grande MS Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por efo em Sex Abr 22, 2011 9:56 pm

parece que adivinharam a minha dúvida! adquiri a pouco tempo um gk mb2 500 (350 watts em 8 ohm e 500 ohm em 4 ohm), e na sequência o GAS bateu atrás de uma caixa, pesquisei e apesar da pouca informação e pouco $$$ para investir em algo muito top, adquiri a caixa da epifani (epifunky 2 x 10 - 250 watts - pico de 600 watts - segundo o manual e o site da epifani).
Como já havia visto alguns comentários no fórum sobre relação potência amp/caixa que a caixa aguentaria, fui sem medo.
A caixa chegou, porém.... quando vou conectar o cabo p10 na caixa está escrito lá: 200 watts! me c.... todo, rsrsrsrsrs! fiquei chateado e vou mandar depois um e-mail direto para a epifani! assim fui pesquisar e encontrei uma explicação no site deles, meio tosca em relação ao material do Alex Guimarães, mas talvez tenha lógica:

"Q: How should I match my amp with my speaker cabinets?
A: Let's consider power first. For optimum results the rule of thumb is that your amplifier's power rating should be HIGHER than that of your speaker cabinet. Look at it this way... If a car that can only reach 100 MPH is driven at 100 MPH, it is being forced to operate at its maximum capacity and will not perform very well, but if a high performance car, that can reach a speed of 200 MPH is driven only at 100 MPH, it handles beautifully because it has plenty of power to spare. ?? In like manner, a 100 watt amp, when using all 100 watts, is being driven to its maximum capabilities and will not perform well. However, a 500 or 1,000 watt amp that is using only 100 watts of its power is going to perform MUCH SMOOTHER because the amp does not have to push itself at MAXIMUM power to reach the 100 watt level. The result is a much CLEANER TONE at higher volume levels.
There are sonic matching considerations as well - best chosen with your dealer or by listening. Feel free to contact us as well for recommendations."


IMHO (tá certo, rsrsrsrsrs) acredito que nenhum dos extremos seja ideal: usar um amp no talo, achando que ele aguenta 3 horas ou mais de porrada por causa da caixa com potência alta ou trabalhando com uma caixa com um pico altíssimo, acreditando que por isso pode esmerilhar no master do amp, que a caixa vai trabalhar tranquilo.

Com tudo isto fica a minha dúvida: não testei ele pra valer, tipo banda, moro em ap, fica díficil! mas caso a relação amp/caixa seja 350/200 watts (pelo que li não, masss) será que não vou ficar na mão?

Moderação: li e li de novo as regras, se houver alguma cag...., favor avisar/editar/remover! rsrsrsrsrs,

valeu,

Edvan


efo
Membro

Mensagens: 7
Localização: São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por lobo bassman em Sex Abr 22, 2011 11:29 pm

efo escreveu:parece que adivinharam a minha dúvida! adquiri a pouco tempo um gk mb2 500 (350 watts em 8 ohm e 500 ohm em 4 ohm), e na sequência o GAS bateu atrás de uma caixa, pesquisei e apesar da pouca informação e pouco $$$ para investir em algo muito top, adquiri a caixa da epifani (epifunky 2 x 10 - 250 watts - pico de 600 watts - segundo o manual e o site da epifani).
Como já havia visto alguns comentários no fórum sobre relação potência amp/caixa que a caixa aguentaria, fui sem medo.
A caixa chegou, porém.... quando vou conectar o cabo p10 na caixa está escrito lá: 200 watts! me c.... todo, rsrsrsrsrs! fiquei chateado e vou mandar depois um e-mail direto para a epifani! assim fui pesquisar e encontrei uma explicação no site deles, meio tosca em relação ao material do Alex Guimarães, mas talvez tenha lógica:

"Q: How should I match my amp with my speaker cabinets?
A: Let's consider power first. For optimum results the rule of thumb is that your amplifier's power rating should be HIGHER than that of your speaker cabinet. Look at it this way... If a car that can only reach 100 MPH is driven at 100 MPH, it is being forced to operate at its maximum capacity and will not perform very well, but if a high performance car, that can reach a speed of 200 MPH is driven only at 100 MPH, it handles beautifully because it has plenty of power to spare. ?? In like manner, a 100 watt amp, when using all 100 watts, is being driven to its maximum capabilities and will not perform well. However, a 500 or 1,000 watt amp that is using only 100 watts of its power is going to perform MUCH SMOOTHER because the amp does not have to push itself at MAXIMUM power to reach the 100 watt level. The result is a much CLEANER TONE at higher volume levels.
There are sonic matching considerations as well - best chosen with your dealer or by listening. Feel free to contact us as well for recommendations."


IMHO (tá certo, rsrsrsrsrs) acredito que nenhum dos extremos seja ideal: usar um amp no talo, achando que ele aguenta 3 horas ou mais de porrada por causa da caixa com potência alta ou trabalhando com uma caixa com um pico altíssimo, acreditando que por isso pode esmerilhar no master do amp, que a caixa vai trabalhar tranquilo.

Com tudo isto fica a minha dúvida: não testei ele pra valer, tipo banda, moro em ap, fica díficil! mas caso a relação amp/caixa seja 350/200 watts (pelo que li não, masss) será que não vou ficar na mão?

Moderação: li e li de novo as regras, se houver alguma cag...., favor avisar/editar/remover! rsrsrsrsrs,

valeu,

Edvan

Efo é f*** mesmo ja pesquisei muito e continuo na duvida, mais acredito que esta pouca diferença não te trarar problema de forma nenhuma usando esta caixa, que deve ser 200 wats em 8 ohms.
Porém cuidado em volumes acima de 3 horas porque provelmente vc naum tem limiter. Mais vai funcionar sim e a qualidade dos falantes da epifani diz por si proprio.
Agora tem um parceiro aqui que é especialista nisto que o Hil, quando ele se pronunciar todas as duvidas serão sanadas...

lobo bassman
Membro

Mensagens: 618
Localização: campo grande MS Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por efo em Sex Abr 22, 2011 11:55 pm

Cara, desculpe é 250 (em teoria) ou 200 watts em 8 ohms sim! de qualquer forma, o meu amp que é o GK mb2 500 (2a geração do amp) vem com uma chave limiter justamente pra este caso! Mas, porém, contudo, entretanto ... sempre é bom ser precavido.

Edvan

efo
Membro

Mensagens: 7
Localização: São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Victor matheus wooten em Seg Dez 03, 2012 6:35 pm

E ai, to com um baita duvida, comprei recentemente por estar em promoção aqui na minha cidade um amplificador Voxstorm top bass 125, por 450 pila, tem 75w e ta falando melhor que meu staner 150, mas eu queria saber se eu não posso comprar ou mandar fazer uma caixa acustica pra ele, de quanto que eu faria essa caixa, qual o tamanho do falante, e quantos ohms eu posso fazer?
o link do site do fabricante http://voxstorm.com.br/hp/produto.php?prod_id=42

Victor matheus wooten
Membro

Mensagens: 254
Localização: Itaqui - Provincia de São Pedro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Zorann em Seg Dez 31, 2012 11:26 pm

A dúvida de vocês é a mesma que eu tinha.

Quanto maior a frequência a ser reproduzida, menor o deslocamento de ar necessário para reproduzi-la. Num sistema de som em 4 vias, para termos um som equilibrado, as altas frequencias (twiter) não necessitam de grandes amplificadores para serem reproduzidas. As frequencias médias (driver) necessitam de um pouco mais de potencia para serem reproduzidas. As médio-baixas frequencias (woofer) necessitam de uma potencia razoável para serem reproduzidas. Mas as baixas frequencias (subwoofer 35 a 80hz) necessitam de muita potencia para serem reproduzidos. Isto se deve principalmente ao fato de que o deslocamento de ar necessário para se reproduzir determinadas frequencias é crescente a medida que diminuimos a frequencia a ser reproduzida. Ou seja, quanto menor a frequencia, maior será o falante e maior a potencia para move-lo.

Num exemplo simples, imaginando um som equilibrado em todas as frequencias, para um twiter de 100w rms, uma potencia de 50w rms é mais do que suficiente para ter um som de excelente qualidade. Você pode usar a mesma regra (metade a 2/3 de potencia no amplificador em relação a potencia nominal do falante) para o driver e para o woofer tendo uma excelente qualidade de som, sem nunca ter que se preocupar com distorções, queima de falantes, mesmo usando toda a potencia do amplificador (dificilmente a potencia irá clipar antes de 90% do volume máximo).

Porém para tocar um sub de 18" e 700w rms (baixas frequencias de 35 a 80hz, que é oque faz o som ter "vibração") usar a mesma regra acima não é suficiente. Mesmo usando a mesma potencia do amplificador no subwoofer (amplificador de 700w e sub de 700w) , o mesmo não vai tocar a contento. O amplificador vai clipar em 60 a 70% de seu volume e o subwoofer pouco irá tocar. Por experiência própria, a potencia tem que ser de 1,5X a 2X a potencia do falante. Obviamente que para não queima-lo (o subwoofer), você deverá usar as frequencias corretas, de acordo com a frequencia de ressonancia de seu subwoofer, usando para isso um crossover.

Quebrei muito minha cabeça para chegar a esta conclusão. Inclusive comprei equipamentos errados (potencia insuficiente) para poder tocar meus subs de 700w. Tudo isto porque as informações são desencontradas. Os próprios fabricantes informam de forma errada a potencia necessária para tocar seus produtos (muitos nem informam estes dados). Na verdade ninguem que assumir o risco de ter um produto seu queimado porque o usuário utilizou uma potencia nominal maior que a informada no falante.

A regra é simples. Para tocar grave, o falante tem que ser grande (mais de 12") e o amplificador utilizado deve ter entre 1,5 e 2X a potencia nominal do falante.


Zorann
Membro

Mensagens: 1
Localização: Minas Gerais

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Seg Dez 31, 2012 11:30 pm

Zorann escreveu:A regra é simples. Para tocar grave, o falante tem que ser grande (mais de 12") e o amplificador utilizado deve ter entre 1,5 e 2X a potencia nominal do falante.

Depende muito da sensibilidade e da excursão máxima do falante também, assim como do design da caixa.

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por jogenio em Qui Out 03, 2013 11:41 am

no meu caso, tenho um cabeçote de 200 W RMS a 4 ohms, tenho q procurar um fone q fale um pouco mais q isso? tipo 15' polegadas, 250W RMS a 4 ohms?

t+

jogenio
Membro

Mensagens: 102
Localização: Teresina PI

http://palcomp3.com/casadeisrael/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Qui Out 03, 2013 1:47 pm

^ Qualquer caixa de qualidade que suporte uns 150W ou mais não terá problemas com esse amp...

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por fbarione em Sex Out 04, 2013 6:38 am

Galera eu dei uma comida de bronha nesse tópico, sempre me foi dito que a caixa deve suportar uma potência (medida em watts) maior que a possibilitada pelo cabeçote.... aqui já ta dizendo o contrário pelo que entendi.....

fbarione
Membro

Mensagens: 55
Localização: Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Christian em Sex Out 04, 2013 7:15 am

um questionamento, estou adquirindo um cabeçote Eden, o Wtx 500 com 500w, ja tenho a caixa Eden de 12" com 300w em 8ohms, ainda vou em busca de outra de 12'', com essa posso usar tranquilamente sem exceder o volume é claro?

Christian
Membro

Mensagens: 2034
Localização: Brasilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Sex Out 04, 2013 7:15 am

fbarione escreveu:sempre me foi dito que a caixa deve suportar uma potência  (medida em watts) maior que a possibilitada pelo cabeçote...
Isso é bobagem. O uso de amps com dobro de potência que as caixas suportam é comum.

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por jogenio em Sex Out 04, 2013 8:38 am

Valeu Alex,

Encontrei esse site com alguns esquemas, dá pra ter uma noção melhor das ligações e dos cálculos a serem feitos...

http://sombox.com.br/caixas-de-som/calcular-impedancia-de-alto-falantes-em-serie-e-paralelo/

Paz a todos!

jogenio
Membro

Mensagens: 102
Localização: Teresina PI

http://palcomp3.com/casadeisrael/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por ederjose.oliveiracesar em Qua Out 09, 2013 1:57 pm

Olá a todos...

Estou exatamente com a mesma duvida, e infelizmente ainda não encontrei nenhuma solução ou informação que me ajudasse a esclarecer o meu problema de uma forma simples e clara.

Tenho no momento um Setup com um cabeçote Meteoro 400Mb (200wrms a 4ohm) e duas caixas uma 1X15 (200wrms e impedancia de 8ohm) e uma 2X10 + tweeter (300wrms e impedancia de 8ohms).

Dessa forma ligo as duas caixas em paralelo resultando na impedância final de 4ohms, afim de utilizar toda a potencia do amplificador. Nunca tive nenhum problema com som, nem chiados, também nunca precisei exceder 50% do volume total do ampli.

Seria correto dizer que as potencias das duas se somam ao estarem conectadas ao amplificador? (Dessa forma eu teria praticamente 500wrms para um ampli de 200wrms ?)

Meu setup estaria tecnicamente incorreto, poderia vir a danificar a algum equipamento (caixas ou amplificador)?

E eis a minha duvidas mais crucial:
As vezes realizo pequenas apresentações em ambientes fechados como igrejas, e eu estou na intenção de fazer uma caixa com apenas um falante de 12" para seu utilizado com esse cabeçote; isso devido a dificuldade que tenho para transporte dos equipamentos, sei que para isso o falante teria que ter uma impedância de 4ohms mais qual a potencia ideal a ser utilizada ? (Se alguém pudesse me indicar um falante a ser utilizado eu ficaria extremamento grato).


Ps. Desculpe pela extensão do texto e pela quantidade de questionamentos, inicie na parte musical com o contra baixo a pouco tempo, e essa parte de tecnologia ainda me deixa bastante confuso.

Abraços a todos.

ederjose.oliveiracesar
Membro

Mensagens: 6
Localização: Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por allexcosta em Qua Out 09, 2013 2:02 pm

^ A maioria das suas perguntas já foram respondidas nesse tópico ou no de impedância.

Caixas não têm potência, elas suportam potência. Não há problema algum no seu set e se o sistema te satisfaz não há razão pra mudar.

Experimente levar só uma das caixas. Talvez resolva seu problema sem precisar comprar outra coisa.

allexcosta
Administrador

Mensagens: 32312
Localização: Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Yaltza em Qua Out 09, 2013 2:07 pm

ederjose,

Não. Quer dizer que suas caixas suportariam uma potência de até 500W, mas o máximo que o amplificador vai enviar, se ligado no volume máximo, é 200W. Suas caixas estão seguras, e não há razão (praticamente) nenhuma para queimarem devido a picos de dissipação de potência do amp.

Em relação à impedância, sua linha de raciocínio está correta. As duas caixas de 8 ohms ligadas em paralelo formam uma impedância do conjunto de 4 ohms, e desta forma vc está extraindo (pontecialmente) o máximo de potência/volume do seu cabeçote.

Para sua nova caixa de 12" @ 4 ohms, a caixa deve ter pelo menos 200W. Se tiver um pouco menos, não tem problema. Se tiver mais, tb não tem problema, mas se tiver MUITO mais vc subutiliza ela e acaba não excitando apropriadamente o falante, potencialmente não produzindo o melhor timbre possível.

Yaltza
Membro

Mensagens: 113
Localização: Rio de Janeiro/RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por ederjose.oliveiracesar em Qua Out 09, 2013 3:00 pm

Realmente muito obrigado pelos esclarecimentos...

Poderiam me indicar algum modelo de falante a ser utilizado ? e se não for pedir muito o modelo de montagem dele com a litragem correto para o mesmo...

Atenciosamente.

Eder Jose

ederjose.oliveiracesar
Membro

Mensagens: 6
Localização: Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relação entre potencia do amplificador e capacidade do alto-falante

Mensagem por Sonikado em Qui Out 10, 2013 8:33 am

Não. Quer dizer que suas caixas suportariam uma potência de até 500W, mas o máximo que o amplificador vai enviar, se ligado no volume máximo, é 200W. Suas caixas estão seguras, e não há razão (praticamente) nenhuma para queimarem devido a picos de dissipação de potência do amp.
Cuidado ao falar sobre "volume máximo". Vale lembrar que a posição dos potênciometros não indica a porcentagem de uso do amplificador. Um amp pode muito bem atingir seu limite com o pot de volume em 15%, assim como pode ficar folgado com o pot todo aberto.
"Então como saber quanto que eu estou usando do amplificador?" Não sabemos. Pra isso o led Clip nos ajuda.

Ps.: Adicione o conceito de distorção nessa teoria e você tem várias bobinas virando carvão, mesmo que supostamente a caixa suporte muito mais W do que o amp.

Sonikado
Membro

Mensagens: 687
Localização: Santo André-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum