Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Veríssimo é muito engraçado...

Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Rico em Dom Ago 21, 2011 3:52 pm

Convenhamos, que é engraçado é...

Luis Fernando Veríssimo: DIGA NÃO AS DROGAS
DIGA NÃO AS DROGAS

Tudo começou quando eu tinha uns 14 anos e um amigo chegou com aquele papo de "experimenta, depois, quando você quiser, é só parar..." e eu fui na dele. Primeiro ele me ofereceu coisa leve, disse que era de "raiz", "natural" , da terra", que não fazia mal, e me deu um inofensivo disco do "Chitãozinho e Xororó" e em seguida um do "Leandro e Leonardo". Achei legal, coisa bem brasileira; mas a parada foi ficando mais pesada, o consumo cada vez mais freqüente, comecei a chamar todo mundo de "Amigo" e acabei comprando pela primeira vez.

Lembro que cheguei na loja e pedi: - Me dá um CD do Zezé de Camargo e Luciano. Era o princípio de tudo! Logo resolvi experimentar algo diferente e ele me ofereceu um CD de Axé. Ele dizia que era para relaxar; sabe, coisa leve... "Banda Eva", "Cheiro de Amor", "Netinho", etc. Com o tempo, meu amigo foi oferecendo coisas piores: "É o Tchan", "Companhia do Pagode", "Asa de Águia" e muito mais. Após o uso contínuo eu já não queria mais saber de coisas leves, eu queria algo mais pesado, mais desafiador, que me fizesse mexer a bunda como eu nunca havia mexido antes, então, meu "amigo" me deu o que eu queria, um Cd do "Harmonia do Samba". Minha bunda passou a ser o centro da minha vida, minha razão de existir. Eu pensava por ela, respirava por ela, vivia por ela! Mas, depois de muito tempo de consumo, a droga perde efeito, e você começa a querer cada vez mais, mais, mais . . . Comecei a freqüentar o submundo e correr atrás das paradas. Foi a partir daí que começou a minha decadência. Fui ao show de encontro dos grupos "Karametade" e "Só pra Contrariar", e até comprei a Caras que tinha o "Rodriguinho" na capa.

Quando dei por mim, já estava com o cabelo pintado de loiro, minha mão tinha crescido muito em função do pandeiro, meus polegares já não se mexiam por eu passar o tempo todo fazendo sinais de positivo. Não deu outra: entrei para um grupo de Pagode. Enquanto vários outros viciados cantavam uma "música" que não dizia nada, eu e mais 12 infelizes dançávamos alguns passinhos ensaiados, sorriamos fazíamos sinais combinados. Lembro-me de um dia quando entrei nas lojas Americanas e pedi a coletânea "As Melhores do Molejão". Foi terrível!! Eu já não pensava mais!! Meu senso crítico havia sido dissolvido pelas rimas "miseráveis" e letras pouco arrojadas. Meu cérebro estava travado, não pensava em mais nada. Mas a fase negra ainda estava por vir. Cheguei ao fundo do poço, no limiar da condição humana, quando comecei a escutar "Popozudas", "Bondes", "Tigrões", "Motinhas" e "Tapinhas". Comecei a ter delírios, a dizer coisas sem sentido. Quando saia a noite para as festas pedia tapas na cara e fazia gestos obscenos. Fui cercado por outros drogados, usuários das drogas mais estranhas; uns nobres queriam me mostrar o "caminho das pedras", outros extremistas preferiam o "caminho dos templos". Minha fraqueza era tanta que estive próximo de sucumbir aos radicais e ser dominado pela droga mais poderosa do mercado: a droga limpa.

Hoje estou internado em uma clínica. Meus verdadeiros amigos fizeram única coisa que poderiam ter feito por mim. Meu tratamento está sendo muito duro: doses cavalares de Rock, MPB, Progressivo e Blues. Mas o meu médico falou que é possível que tenham que recorrer ao Jazz e até mesmo a Mozart e Bach. Queria aproveitar a oportunidade e aconselhar as pessoas a não se entregarem a esse tipo de droga. Os traficantes só pensam no dinheiro. Eles não se preocupam com a sua saúde, por isso tapam sua visão para as coisas boas e te oferecem drogas.

Se você não reagir, vai acabar drogado: alienado, inculto, manobrável, consumível, descartável e distante; vai perder as referências e definhar mentalmente.

Em vez de encher cabeça com porcaria, pratique esportes e, na dúvida, se não puder distinguir o que é droga ou não, faça o seguinte:

* Não ligue a TV no domingo à tarde;
* Não escute nada qu e venha de Goiânia ou do interior de São Paulo;
* Não entre em carros com adesivos "Fui.....";
* Se te oferecerem um CD, procure saber se o indivíduo foi ao programa da Hebe ou ao Sábado do Gugu;
* Mulheres gritando histericamente são outro indício;
* Não compre um CD que tenha mais de 6 pessoas na capa;
* Não vá a shows em que os suspeitos façam passos ensaiados;
* Não compre nenhum CD em que a capa tenha nuvens ao fundo;
* Não compre nenhum CD que tenha vendido mais de um milhão de cópias no
Brasil; e
* Não escute nada em que o autor não consiga uma concordância verbal mínima.

Mas principalmente, duvide de tudo e de todos.
A vida é bela!!!! Eu sei que você consegue!!! Diga não às drogas!!

Luis Fernando Veríssimo

Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4465
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Yngway em Dom Ago 21, 2011 3:55 pm

Esse texto não é dele.
Yngway
Yngway
Membro

Mensagens : 3570
Localização : Curitiba-PR

http://www.urlturismo.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Rico em Dom Ago 21, 2011 4:00 pm

Eu desconfiava... Já conhecia esse texto há alguns anos...
Sabe de quem é?
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4465
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Yngway em Dom Ago 21, 2011 4:04 pm

Não faço a mínima idéia. Só lembro de ter visto uma entrevista com ele num jornal. Essa em específico ele citou por ter dado bastante dor de cabeça com gente indignada.
Yngway
Yngway
Membro

Mensagens : 3570
Localização : Curitiba-PR

http://www.urlturismo.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Cayo Castro em Dom Ago 21, 2011 5:24 pm

Pois é... o texto não é dele e também não achei engraçado não... Wink
Cayo Castro
Cayo Castro
Membro

Mensagens : 4411
Localização : Rio Branco - AC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Rico em Dom Ago 21, 2011 7:01 pm

Que tal essa então? Tem a escrita do Veríssimo e também é beeeem legal:

CRÔNICA DE LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO SOBRE O BBB

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.


Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a
realidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível.
Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da
ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos
exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com
dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados..

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.

Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).

Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro
estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores )

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4465
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Edu Fettermann em Seg Ago 22, 2011 9:32 am

Também não é dele. Cool
Edu Fettermann
Edu Fettermann
Membro

Mensagens : 3996
Localização : São Paulo - SP

http://nossaespiritualidade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Tonante em Seg Ago 22, 2011 9:38 am

facepalm
Tonante
Tonante
Membro

Mensagens : 3478
Localização : BH

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Binão em Seg Ago 22, 2011 10:39 am

O Importante é se o texto é legal ou não.
Na Web, hoje em dia, quase todos os textos são do "verissimo".
Binão
Binão
Membro

Mensagens : 3286
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Tonante em Seg Ago 22, 2011 10:57 am

^Veríssimo, Jabor e Bial...
Tonante
Tonante
Membro

Mensagens : 3478
Localização : BH

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Rico em Seg Ago 22, 2011 11:11 am

E o Veríssimo deve estar tomando um monte de pancadas por textos que não escreveu... Bom, na verdade, o que valeu é que embora um tanto preconceituosos, os textos são legais. O primeiro se tivermos espírito esportivo, dá prá passar mal de rir, pois a crítica é muito mais comportamental, do que para os estilos de música propriamente.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4465
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Tonante em Seg Ago 22, 2011 11:17 am

Rico escreveu:E o Veríssimo deve estar tomando um monte de pancadas por textos que não escreveu... Bom, na verdade, o que valeu é que embora um tanto preconceituosos, os textos são legais. O primeiro se tivermos espírito esportivo, dá prá passar mal de rir, pois a crítica é muito mais comportamental, do que para os estilos de música propriamente.


up
Tonante
Tonante
Membro

Mensagens : 3478
Localização : BH

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Yngway em Seg Ago 22, 2011 2:48 pm

Rico escreveu:E o Veríssimo deve estar tomando um monte de pancadas por textos que não escreveu... Bom, na verdade, o que valeu é que embora um tanto preconceituosos, os textos são legais. O primeiro se tivermos espírito esportivo, dá prá passar mal de rir, pois a crítica é muito mais comportamental, do que para os estilos de música propriamente.

Tem uns até que ele afirma que gostaria de ter escrito. up
Yngway
Yngway
Membro

Mensagens : 3570
Localização : Curitiba-PR

http://www.urlturismo.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Cayo Castro em Seg Ago 22, 2011 6:00 pm

Sobre o Veríssimo eu não sei...
Mas já vi uma entrevista do Jabor que ele fica puto quando colocam o nome dele no que ele não escreveu...
Sobre aquele texto de "que as mulheres acham um lugar no nosso ombro"... ele disse que nunca escreveria uma coisa tão brega...!

A internet era pra democratizar a leitura.... mas ao invés disso ela consagra escritores medíocres... Vide Caio F. Abreu e Tati Bernardi. facepalm
Cayo Castro
Cayo Castro
Membro

Mensagens : 4411
Localização : Rio Branco - AC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Yngway em Seg Ago 22, 2011 6:05 pm

Pra quem gosta desse tipo de texto, uma ótima pedida é ler Adolar Gangorra (um pseudônimo).

Vários já devem conhecer o texto dele que rolou nos emails dissertando sobre a música "Eduardo e Mônica" há alguns anos.

http://adolargangorra.blogspot.com/
Yngway
Yngway
Membro

Mensagens : 3570
Localização : Curitiba-PR

http://www.urlturismo.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Veríssimo é muito engraçado... Empty Re: Veríssimo é muito engraçado...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum