Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Apresentação.

Ir em baixo

Apresentação. Empty Apresentação.

Mensagem por Fernando Zadá em Qui Jan 10, 2013 12:03 pm

Olá, amigos.
Como muitos sabem sou aficionado por métodos, possuo uma coleção razoável, tanto física, em livros e revistas, como virtual, em pdfs e vídeos. Alguns deles me auxiliaram muito, porque, como alguns talvez saibam, minha formação vem da guitarra e do violão; migrei para o contrabaixo já bem depois de tocar profissionalmente os outros instrumentos. E não os abandonei, mas, com certeza, o contrabaixo apareceu para mim, assim, como uma brincadeira, uma curiosidade, que foi ficando legal... pô, bem legal, e com algum tempo de estudo veio a intenção de torná-lo meu instrumento principal. Ainda estou nessa caminhada - minha estrada com o violão e a guitarra é longa, então ainda me sinto mais fluente neles, mas estou batalhando para mudar essa situação.
Aproveitando o ensejo e a motivação, gostaria de contar alguns causos sobre essa aventura de migrar para o grave, pois como quase ex-guitarrista e como alguém que faz incursões pelo outro lado da cozinha, acabo observando coisas que como guitarrista apenas não tinha curiosidade de observar - ou realmente nem me importava... Rsss. Enfim, além disso, a coluna Graves e agudos trará análises de métodos que me ajudaram a construir o conhecimento que tenho hoje.
Bom, estudei guitarra quando era moleque, como hobbie, com um primo músico que me passou as primeiras noções e, depois de um tempo, fui ter aulas com o professor dele, que deu também aulas para o meu pai, que, aliás, é desenhista e não músico. Esse professor, com quem tive uma ótima formação que me acompanha até hoje, é o Beto Vasconcellos, que também foi professor do Claúdio Rocha aqui do fórum, e é dono de uma escola em Perdizes, onde iniciei minha vida de professor, há uns 18 anos (é, tô velho...).
Depois disso, estudei violão erudito na Escola Municipal de São Paulo; um ano de bacharelado em guitarra, na FAAM; mais um ano de bacharelado e outro de licenciatura em música, na FASM, antes de decidir abandonar de vez a academia. Hoje, abro a possibilidade de uma hora dessas voltar, por questões formais e burocráticas, mas o fato é que pouco aprendi na época, ou aprendi muito pouco além da bagagem que já trazia dos estudos com o Beto.
Em paralelo à formação, fui exercitando a prática, tocando na noite paulistana, em grupos, principalmente duos e trios, em eventos, bares, restaurantes e tal. Hoje, ainda mantenho um trabalho de violão e guitarra, tocando chord melody (melodias em bloco, onde executo harmonia e melodia simultaneamente), cujo repertório passa pela bossa nova, jazz e pop, além dos trabalhos freelancers participando de grupos e acompanhando cantores.
Ah, o contrabaixo. Sempre tivemos em casa um contrabaixo Snake, do meu pai, mas eu, moleque, nunca nem liguei pra ele. Mas há uns cinco anos, quando montei meu espaço para dar aulas, conversando com um amigo contrabaixista, ele me sugeriu comprar um contrabaixo para ter na escola, indicando logo um Jazz Bass SX, por seu excelente custo-benefício. Beleza. (Um parênteses: há coisas que acontecem que só dá pra entender depois...) Em paralelo a comprar o baixo e a escola começar a funcionar a todo o vapor, começou uma obra grande na avenida onde está localizada a escola. Pra dar uma idéia da situação, muita gente ligava para pegar informações e, quando sabia que estávamos bem no meio da obra, diziam que iriam nos procurar quando a obra acabasse... Rsss.
Bom, uns poucos dias após comprar o SX, estava lá na sala sem muito ânimo pra estudar, quando olhei para o baixo. Deviam ser umas duas da tarde. Comecei a brincar com ele, timidamente. Achei bacana e interessante todo aquele grave e me lembrei o quanto sempre curti grooves. Resolvi brincar um pouco mais e ver uns vídeos no youtube, pra ter uma noção se estava pelo menos parecido com o que deveria ser o som de um baixista. E nessa de ver, ouvir e tocar, quando me liguei no horário já eram quase oito da noite. E a verdade é que eu tinha passado um dia super agradável.
Não preciso dizer que aquilo se repetiu por alguns dias e quando vi tinha sido conquistado pelo contrabaixo. Foi muito curioso que, de repente, um universo ao qual eu não dava muita importância se abriu e a música como um todo adquiriu outro sabor. Alguns amigos, e minha esposa também, falam que é nitida a diferença em meu astral, pra melhor, entre quando toco guitarra e quando toco contrabaixo... Não que ao tocar guitarra eu me sinta mal, ou não seja legal. Mas a energia é diferente; me sinto mais em casa com o baixo...
Pouco tempo depois, um ou dois amigos de um fórum de guitarra, o Guitarcorner, me convidaram para este fórum, e ai já viu né? Cá estou até hoje. Posso dizer que me reencontrei musicalmente através do contrabaixo. Ao passar algumas das minhas experiências nessa praia há também a tentativa de retribuir tudo o que aprendi sobre o baixo aqui com todos.
Então, sejam bem-vindos - e muitos grooves para todos nós!!
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 11515

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por leandrosf89 em Qui Jan 10, 2013 2:09 pm

Que história bacana Zadá! E parabéns pela ousadia de sair de uma zona de conforto na guitarra pra percorrer novamente um caminho no Baixo. Por esse vídeo aqui podemos ver que você fez bem em mudar de time rs...
<iframe width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/pz5MxU_KT9g" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Abraço!
leandrosf89
leandrosf89
Membro

Mensagens : 3699
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por dibass em Qui Jan 10, 2013 2:15 pm

legal acho que o forum tava precisando de um topico assim
dibass
dibass
Membro

Mensagens : 1469
Localização : uberlandia- MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por Fernando Zadá em Qui Jan 10, 2013 4:06 pm

Valeu gente!
Aos poucos vou mesclando aqui reviews e post mais técnicos com causos bacanas que rolam até hoje nessa aventura pelos graves.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 11515

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por fheliojr em Qua Fev 06, 2013 5:24 pm

zada, qnd vc tiver um tempo livre, poste mais material p/ a gente. hyper up
fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 10351
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por Cantão em Qua Fev 06, 2013 6:53 pm

Manda ver Zadá... claps
Cantão
Cantão
Moderador

Mensagens : 19261
Localização : Bauru

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação. Empty Re: Apresentação.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum