Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 4:16 pm

Uma amiga minha ta afim de comprar uma guitarra para começar a tocar (na verdade continuar a aprender,mas com uma guitarra nova).Eu,prontamente,como uma pessoa prestativa,estou ajudando ela a escolher.

Me perdi no meio de tantas boas (e baratas) alternativas que ficou até complicado indicar duas ou três guitarras pra ela.

Tem Giannini Strato com timbre de responsa,Memphis,Tagima... Tanto Strato quanto Tele.

Guitarras de 300 à R$ 400 (novas)!E as Tagimas,Special e made in Brazil,com um som superior,a partir de R$ 600 (também novas)!

Fora as Squier,que usadas se acha por 700, R$800...

Pois bem... Me viro novamente para o mercado de contrabaixo aqui no Brasil e percebo o abismo que há entre um mercado e outro.Baixos iniciantes geralmente possuem um espaçamento pequeno,de 16mm,salvo raras exceções (se um aluno iniciante adulto e com mão grande for aprender,ele que se lasque com o espaçamento pequeno?).

Mas quando (muito raramente) eles possuem 18mm,o captador do braço ta colado na escala,que por sua vez parece que quer fazer parte do corpo (vide Tagima Millenium,Memphis TB 540...).

Os timbres? Nem os vintage se salvam! Não é algo como comparar uma guita Giannini com uma Squier! Um Tagima TJB 5 (olha que não é Memphis by Tagima...) ta custando na faixa de 1.200 à R$ 1.500! E compara-lo com um Squier JB Deluxe Active é algo até covarde!

O Tagima TJB 535,que é um dos baixos de entrada da Tagima,ta quase no mesmo preço! E é um baixo "unicórnio".Procura um pra vê se acha...

Já o Tagima TMB 5,que é o de entrada para os 5 cordas da marca,tem até um som decente,mas não se compara com o custo benefício das guitarras baratas...

Se partirmos para os modernos,aí a coisa fica mais horrenda.Além da questão da tocabilidade,tem a questão dos timbres.Parece que fazer um baixo de baixo com um timbre decente é algo impossível! O Memphis Tb 540 que o diga.Mas que baixozinho triste...

Por que essas marcas têm tanto desdém com contrabaixo? por que essas marcas fabricam 6 modelos de guitarra para apenas 3 de contrabaixo?

Por que tanta negligência com a tocabilidade e timbres?

Por que a Giannini,por exemplo,só possui UM baixo elétrico no mercado atualmente,e possui várias guitarras?

Por que uma guitarra barata tem um timbre agradável,decente,enquanto os baixos baratos parecem castigos aos ouvidos e são quase "intocáveis"?

Por que uma Memphis de R$ 400 é uma guitarra com um ótimo custo benefício e um baixo Memphis de R$ 700 tem um som digno de uma cloaca?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por edumoraes em Seg Set 08, 2014 4:25 pm

Também percebi isso viu, que guitarras com bom acabamento e sonoridade custam bem mais baratas do que os baixos de seus respectivos modelos e marcas, seria alguma dificuldade á mais que a confecção de baixos tem para se obter um resultado melhor e por isso preços maiores ou é questão de mercado mesmo?
edumoraes
edumoraes
Membro

Mensagens : 4057
Localização : Província de Campinas-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CaQuinhO em Seg Set 08, 2014 4:27 pm

Será que um guitarrista apaixonado vai achar o timbre dessas guitarras de R$400,00 "honesto" também?

Quero dizer, não é por conhecer mais instrumento X que você passa a ser mais criterioso?
CaQuinhO
CaQuinhO
Membro

Mensagens : 2012
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por joseluiz.avilajr em Seg Set 08, 2014 4:35 pm

CaQuinhO escreveu:Será que um guitarrista apaixonado vai achar o timbre dessas guitarras de R$400,00 "honesto" também?

Quero dizer, não é por conhecer mais instrumento X que você passa a ser mais criterioso?

pensei a mesma coisa.

eu como construtor acho eles bem equivalentes, guitarras e baixos baratos, com alguma sorte tu pega um instrumento decente nessa faixa de preço.

agora quanto ao numero de modelos, talvez porque tenhamais guitarristas, e a procura sendo maior.....
joseluiz.avilajr
joseluiz.avilajr
Membro

Mensagens : 336
Localização : Porto Alegre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 4:35 pm

CaQuinhO escreveu:Será que um guitarrista apaixonado vai achar o timbre dessas guitarras de R$400,00 "honesto" também?

Quero dizer, não é por conhecer mais instrumento X que você passa a ser mais criterioso?

Meu irmão é guitarrista,possui uma Fender MIM,já tocou em várias guitas TOPS,inclusive Fender americana,Music Man de R$4.000, PRS e mais uma cacetada de guitarras caras e com timbres maravilhosos, e gostou da Giannini,das Memphis by Tagima e das Tagima Special.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 4:36 pm

edumoraes escreveu:Também percebi isso viu, que guitarras com bom acabamento e sonoridade custam bem mais baratas do que os baixos de seus respectivos modelos e marcas, seria alguma dificuldade á mais que a confecção de baixos tem para se obter um resultado melhor e por isso preços maiores ou é questão de mercado mesmo?

Me faço a mesma pergunta Neutral

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por dideivox em Seg Set 08, 2014 4:36 pm

Desculpe, não quero menosprezar o conhecimento e experiência de ninguém. Mas gostaria de levantar uma questão:
Caro Max Payne, o seu conhecimento e perícia sobre guitarras é o mesmo que sobre os baixos?
Por que, com relação à sonoridade, talvez as coisas sejam mais abrangentes do que a multi-variedades de instrumentos (modestamente) bons.

Entende?
Quanto às quantidades, tu tens plena razão.

Agora um ponto importantíssimo a avaliar:
A vendagem de guitarras é MUITO superior à quantidade de baixos vendidos. Logo, não gera lucro produzir baixos. Embora, por necessidade do mercado, as empresas tenham a disposição.
E tenho a impressão de que baixistas (mesmo iniciantes) são muito mais ortodoxos na hora de escolher um baixo. O que dificulta para as marcas produzirem algo ao nível crítico destes.

O que é o caso dos baixos com espaçamento menor. Estes são direcionados para iniciantes (em geral crianças/adolescentes) adultos, que em sua maioria não são tão iniciantes assim, não optariam por um instrumento de saída como estes.

Na prática, é o mesmo que criticar a globo por só transmitir jogos do Corinthians e do Flamengo. Se investe mais no que dá maior retorno.

abraço!
dideivox
dideivox
Membro

Mensagens : 71
Localização : Cascavel, PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CaQuinhO em Seg Set 08, 2014 4:38 pm

Eu não sou músico profissional nem especialista em coisa alguma. Mas já possuí e toquei em muitos baixos tops, e já toquei e curti em SX, Condor e Tagima também.

Não estou tentando invalidar o que você disse. Só estou repassando a minha impressão.

Abraços.
CaQuinhO
CaQuinhO
Membro

Mensagens : 2012
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por dideivox em Seg Set 08, 2014 4:39 pm

Também percebi isso viu, que guitarras com bom acabamento e sonoridade custam bem mais baratas do que os baixos de seus respectivos modelos e marcas, seria alguma dificuldade á mais que a confecção de baixos tem para se obter um resultado melhor e por isso preços maiores ou é questão de mercado mesmo?

Isso é muito simples, já falei alí..

Sai mais barato fazer 50 guitarras do que fazer 5 baixos. Proporcionalmente falando. Obviamente sai mais barato cada guitarra do que cada baixo. Esta é a explicação para a disparidade de preços.
dideivox
dideivox
Membro

Mensagens : 71
Localização : Cascavel, PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 4:51 pm

dideivox escreveu:Caro Max Payne, o seu conhecimento e perícia sobre guitarras é o mesmo que sobre os baixos?
Por que, com relação à sonoridade, talvez as coisas sejam mais abrangentes do que a multi-variedades de instrumentos (modestamente) bons.
Cara,eu ouço som de guitarra o dia inteiro rs...

Pelo menos de Strato eu entendo bem,apesar de não ser nenhum expert.

Conviver com guitarrista te leva a conhecer timbres de guitarra quase obrigatoriamente.

dideivox escreveu:Quanto às quantidades, tu tens plena razão.

Agora um ponto importantíssimo a avaliar:
A vendagem de guitarras é MUITO superior à quantidade de baixos vendidos. Logo, não gera lucro produzir baixos. Embora, por necessidade do mercado, as empresas tenham a disposição.
E tenho a impressão de que baixistas (mesmo iniciantes) são muito mais ortodoxos na hora de escolher um baixo. O que dificulta para as marcas produzirem algo ao nível crítico destes.
Sim,concordo.Mas sobre qualidade,acho que nosso papel,como contrabaixistas,é de boicotar... Não sei como.Mas se ficarmos de braços cruzados,vai continuar a mesma m... que está aí... Neutral

CaQuinho escreveu:Eu não sou músico profissional nem especialista em coisa alguma. Mas já possuí e toquei em muitos baixos tops, e já toquei e curti em SX, Condor e Tagima também.

Não estou tentando invalidar o que você disse. Só estou repassando a minha impressão.

Abraços.
Claro,cara Smile

Só me referi ao meu irmão pra não dizer que apenas eu,que sou apenas contrabaixista,que to achando essas guitas boas,saca?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 4:58 pm

E tenho a impressão de que baixistas (mesmo iniciantes) são muito mais ortodoxos na hora de escolher um baixo. O que dificulta para as marcas produzirem algo ao nível crítico destes.
Nessa parte eu discordo.Acho que iniciante é iniciante,seja baixista,guitarrista,tecladista...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por dideivox em Seg Set 08, 2014 5:21 pm

Max Payne escreveu:Nessa parte eu discordo.Acho que iniciante é iniciante,seja baixista,guitarrista,tecladista..
Certo, mas iniciante pede ajuda de quem pra comprar um instrumento? Ninguém compra na loucura, sem ajuda ou conselho. Nesta linha, segue a minha lógica.

Abç
dideivox
dideivox
Membro

Mensagens : 71
Localização : Cascavel, PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Seg Set 08, 2014 5:25 pm

Discordo de você.

Ruins eram os instrumentos que eu usava quando começei a tocar.

Entrar em uma loja e ver giannins supersonics, tonantes, jenifers e afins era triste.

Hoje você encontra baixos tocáveis, que se bem regulados podem surpreender sim. Não vejo esse timbre horrivel que você diz. Os Tagimas TJB são honestos, assim como os Strimbergs.

O timbre depende muito de quem toca, já vi ótimos baixistas tirando belo som de baixos simples.

Todo equipamento de baixo geralmente é mais caro que guitarra. isso é normal inclusive lá fora.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Djabass em Seg Set 08, 2014 6:02 pm

^
Esses dias atras estava numa igreja e o som do baixo tava lindo demais, estava na frente.
Na hora que acabou a missa, fui conversar com o baixista pra ver que baixo que era.
Ele nem sabia dizer que marca, modelo era o baixo, soh disse que pagou 400,00.
To contigo CG, depende muito de quem toca.
Djabass
Djabass
Membro

Mensagens : 826
Localização : Piracicaba - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 6:06 pm

CG escreveu:Ruins eram os instrumentos que eu usava quando começei a tocar.

Entrar em uma loja e ver giannins supersonics, tonantes, jenifers e afins era triste.
Mas nessa época, tudo em relação à instrumentos deveria ser mais difícil,não só os baixos...

CG escreveu:Hoje você encontra baixos tocáveis, que se bem regulados podem surpreender sim. Não vejo esse timbre horrivel que você diz. Os Tagimas TJB são honestos, assim como os Strimbergs.
Eu vejo timbres horríveis sim... Se comparados às guitarras baratas...

Os Tagimas que vc falou podem ser honestos,mas não são realmente bons.

Os Strinbergs,tem um com um timbre muito bom,(o CLB 35a) mas com uma tocabilidade horrível!

Será que dá pra fazer slap nisso?
Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Clb35a_1
Só de olhar pra esse captador colado na escala,e a escala invadindo o corpo me dá agonia...

E olha quanto custa!

Não é barato... Se comparado à uma guitarra Giannini...

Quanto aos mais baratos da Strinberg,desculpa mas apenas o Clb 26a se salva.

CG escreveu:Todo equipamento de baixo geralmente é mais caro que guitarra. isso é normal inclusive lá fora.
Mas a discrepância de custo-benefício entre guitarras e baixos aqui no Brasil é gigantesca.Tirar um som realmente bom de uma Strato da Memphis e penar com um baixo Memphis,sendo que uma custa R$ 400 e o outro R$700, isso pra mim é um abismo de custo-benefício colossal!

dideivox escreveu:Certo, mas iniciante pede ajuda de quem pra comprar um instrumento? Ninguém compra na loucura, sem ajuda ou conselho. Nesta linha, segue a minha lógica.

Abç
Entendo cara.Mas o que a pessoa que indica vai fazer se só tem gatos pingados no mercado?

Eu indico apenas baixos usados...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CaQuinhO em Seg Set 08, 2014 6:11 pm

Max Payne,

Temos como colega aqui do fórum o Nando, baixista do Roupa Nova, que faz seus shows com Strinbergs, hoje em dia. Tem um tópico em que ele fala muita coisa bacana sobre esse tema, de baixos caros x baixos mais populares. Dá uma procurada por aqui. Pode enriquecer o debate.
CaQuinhO
CaQuinhO
Membro

Mensagens : 2012
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 6:17 pm

Djabass escreveu:Esses dias atras estava numa igreja e o som do baixo tava lindo demais, estava na frente.
Na hora que acabou a missa, fui conversar com o baixista pra ver que baixo que era.
Ele nem sabia dizer que marca, modelo era o baixo, soh disse que pagou 400,00.
To contigo CG, depende muito de quem toca.
CG escreveu:O timbre depende muito de quem toca, já vi ótimos baixistas tirando belo som de baixos simples.
Acho que vocês não entenderam o que eu quis dizer...

CaQuinho escreveu:Temos como colega aqui do fórum o Nando, baixista do Roupa Nova, que faz seus shows com Strinbergs, hoje em dia. Tem um tópico em que ele fala muita coisa bacana sobre esse tema, de baixos caros x baixos mais populares. Dá uma procurada por aqui. Pode enriquecer o debate.

Vou procurar sim cara Smile

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CaQuinhO em Seg Set 08, 2014 6:24 pm

Max Payne escreveu:Será que dá pra fazer slap nisso?

E nesse Jenifer, com amp Meteoro, dá pra fazer slap?

CaQuinhO
CaQuinhO
Membro

Mensagens : 2012
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 6:54 pm

CaQuinho escreveu:E nesse Jenifer, com amp Meteoro, dá pra fazer slap?
Sim,pois aparentemente ele tem uma tocabilidade muito boa Wink

Repare dois fatos: a distância entre o captador do braço e a escala e a distância da escala em relação ao corpo.

Mas e se eu quisesse um desses? É facil de achar? Estará em bom estado de conservação?

E se eu quiser um de 5 cordas? Será que têm uma antiguidade dessas em abundância no mercado,em com estado de conservação na versão de 5 cordas? Wink




Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Seg Set 08, 2014 8:49 pm

Por isso que eu sempre insisto, com um baixo de entrada bem regulado e com cordas novas é possível tirar um bom som.

Todo baixo deve ser levado a um luthier para se fazer a primeira regulagem. não há nenhum segredo nisso.

Realmente eu não entendi o que você quis dizer, dá pra ser mais específico?

Condor bx200:
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 9:09 pm

CG escreveu:Por isso que eu sempre insisto, com um baixo de entrada bem regulado e com cordas novas é possível tirar um bom som.

Todo baixo deve ser levado a um luthier para se fazer a primeira regulagem. não há nenhum segredo nisso.

Realmente eu não entendi o que você quis dizer, dá pra ser mais específico?

Condor bx200:

Que sim,depende do músico que esta tocando.Depende da mão do músico sim.

Mas... A diferença de qualidade entre uma guitarra de entrada e um baixo de entrada existe,e não pode ser negligenciada.

Acho que dois vídeos valem mais que mil palavras.

Aqui estão dois instrumentos de entrada da Memphis By Tagima

Edu além de falar do instrumento,toca na guitarra e tira um som muito legal.


O cara  nem sequer toca no baixo! E ao som de fundo,um som bem meeiro.Pra não dizer ruim mesmo...


Sendo que no review do Tagima Millenium (que custa mais caro,mas ainda assim tem uma tocabilidade ruim),ele toca bastante no instrumento,e rasga elogios ao baixo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Seg Set 08, 2014 9:22 pm

Porque o tagima tem uma tocabilidade ruim?
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 9:38 pm

CG escreveu:Porque o tagima tem uma tocabilidade ruim?
O Millenium?

Porque o captador do braço é muito próximo à escala.E a escala chega a invadir um pouco o corpo.

Certa vez fui testar esse contrabaixo e na hora e praticar slap meu dedo raspava na escala toda hora.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por edumoraes em Seg Set 08, 2014 9:39 pm

CaQuinhO escreveu:
Max Payne escreveu:Será que dá pra fazer slap nisso?

E nesse Jenifer, com amp Meteoro, dá pra fazer slap?

[youtube]E9Od-i8acY4[youtube]

Slap dá pra fazer até em berimbau, mas o timbrezinho feioso desse Jenifer hein...


CG escreveu:
Condor bx200:
[youtube]gqFr2uLTLy8[youtube]

Se a intenção era mostrar que o som do bx200 é legal, pelo menos ao meu gosto esse vídeo não foi o ideal.
edumoraes
edumoraes
Membro

Mensagens : 4057
Localização : Província de Campinas-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Seg Set 08, 2014 10:02 pm

Max Payne escreveu:
CG escreveu:Porque o tagima tem uma tocabilidade ruim?
O Millenium?

Porque o captador do braço é muito próximo à escala.E a escala chega a invadir um pouco o corpo.

Certa vez fui testar esse contrabaixo e na hora e praticar slap meu dedo raspava na escala toda hora.

Vale lembrar que isso é o seu ponto de vista, outro forista pode pensar totalmente diferente. Tem gente aqui que adora esse baixo.

edumoraes escreveu:

Se a intenção era mostrar que o som do bx200 é legal, pelo menos ao meu gosto esse vídeo não foi o ideal.

O som até que não está ruim levando em consideração as condições de gravação.

CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Seg Set 08, 2014 10:28 pm

CG escreveu:Vale lembrar que isso é o seu ponto de vista, outro forista pode pensar totalmente diferente. Tem gente aqui que adora esse baixo.
Podem até adorar,mas duvido que não achariam certos baixos mais confortáveis de tocar.Bem mais...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por malka_aff em Seg Set 08, 2014 10:30 pm

Max Payne escreveu:
CG escreveu:Porque o tagima tem uma tocabilidade ruim?
O Millenium?

Porque o captador do braço é muito próximo à escala.E a escala chega a invadir um pouco o corpo.

Certa vez fui testar esse contrabaixo e na hora e praticar slap meu dedo raspava na escala toda hora.

se tu não conseguiu fazer slap num baixo, logo o baixo é o errado né? Faz todo o sentido.


Ja pensou que sua técnica não ta boa (AH, mas eu consigo fazer slap no meu jazz bass/precision)

O que você chama de captador colado na escala e escala "invadindo" o corpo (parece que ta estuprando Laughing ) é na verdade a diferença entre tocar um baixo com 20 ou 21 casas e tocar num baixo com 24 casas. Com certeza rola um tempo de adaptação. Mas a falta dessa adaptação você está pondo a culpa no instrumento.


Sinceramente. O mercado de baixos ditos de iniciantes/entrada nunca esteve tão bom. Você junta 600 reais e leva um baixo bom que com regulagem e cordas novas tá pronto pra gravar um CD.


Agora, sendo chato e sem paciência: Pratique mais, Max Payne, e quem sabe você comece a achar bons, baixos que você considerava ruins.
malka_aff
malka_aff
Membro

Mensagens : 6156
Localização : -29.923239,-51.141623

http://www.nikolasgomes.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Normando Neto em Seg Set 08, 2014 11:51 pm

Este forum tem um problema com críticas. Só é bem visto aqui criticar o colega forista... Criticar equipamento é correr o risco de ser atacado no nível pessoal... Por que? Qual o problema de o cara achar o que acha? É só uma opinião, quem pensa o contrário já falou, precisa questionar a técnica do cara? Aliás, seria até válido o questionamento, mas em outros termos, se você mesmo consegue um bom slap nos baixos criticados poderia dizer "em minha experiência isso não acontece, etc...)...

Nos forums americanos eles dizem IMO, IME, YMMV. A experiência de cada um é diferente por motivos vários...
Normando Neto
Normando Neto
Membro

Mensagens : 1093
Localização : Jacobina - Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 12:30 am

malka_aff escreveu:O que você chama de captador colado na escala e escala "invadindo" o corpo (parece que ta estuprando Laughing ) é na verdade a diferença entre tocar um baixo com 20 ou 21 casas e tocar num baixo com 24 casas. Com certeza rola um tempo de adaptação. Mas a falta dessa adaptação você está pondo a culpa no instrumento.
Cara não sou mais iniciante.Sei as diferenças entre um baixo com 21,22 e 24 trastes.

Mas, o meu Bass Collection SB 315 (que tem 24 trastes) tem um espaço entre o captador do braço e a escala,além de uma cavidade na própria escala,que facilita a tocabilidade no slap,impedindo que seu dedo raspe na escala.
Modelo quase idêntico à esse:
Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil -bass-collection-usado-contra-baixo-bass-colection-com-captacao-seymour-duncan-1315832411_13402_ad1_g

Acho que pra alguém que falou com tanta propriedade e convicção sobre os baixos de 24 trastes,você anda muito desinformado,não?

malka_aff escreveu:Sinceramente. O mercado de baixos ditos de iniciantes/entrada nunca esteve tão bom. Você junta 600 reais e leva um baixo bom que com regulagem e cordas novas tá pronto pra gravar um CD.
Mas nem f...

malka_aff escreveu:Agora, sendo chato e sem paciência: Pratique mais, Max Payne, e quem sabe você comece a achar bons, baixos que você considerava ruins.
Quando foi que você me viu tocando?

Cara eu ainda to longe de chegar onde quero,sei dos meus limites,mas sei também das minhas capacidades...

Mas não é por uma frase dita que você define o nível musical e/ou técnico de alguém.

Muito prepotência e arrogância mandar alguém que você nunca viu tocar praticar mais,não? Por acaso você tem algum vídeo seu tocando pra me mostrar o quanto sou "noob"?

Se eu fosse você eu pisava de mansinho,cara.Vai que você fala algo assim pra um cara que toca o triplo de você e ele resolve te provar isso? Como fica sua situação?

complicado não?



Normando Neto escreveu:Este forum tem um problema com críticas. Só é bem visto aqui criticar o colega forista... Criticar equipamento é correr o risco de ser atacado no nível pessoal... Por que? Qual o problema de o cara achar o que acha? É só uma opinião, quem pensa o contrário já falou, precisa questionar a técnica do cara? Aliás, seria até válido o questionamento, mas em outros termos, se você mesmo consegue um bom slap nos baixos criticados poderia dizer "em minha experiência isso não acontece, etc...)...

Nos forums americanos eles dizem IMO, IME, YMMV. A experiência de cada um é diferente por motivos vários..
Pois é...

O que eu ia dizer é que alguns baixistas se acostumaram a tocar de forma desconfortável.Isso pra mim é um fato.

Encaram como "normal" o dedo raspar na escala,e ele que tem que se acostumar com isso.

Pra mim,não.Tudo pode ser melhorado,aperfeiçoado.

Continua com baixo desconfortável quem quer,ou se acostumou...

Mas é só minha opinião mesmo.


Última edição por Max Payne em Ter Set 09, 2014 12:59 am, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Ter Set 09, 2014 1:02 am

Seu baixo possui captação soapbar, é diferente do strimberg que você postou que possui captação MM. Para cada modelo existe um Sweet point diferente para se conseguir determinada sonoridade. Os soapbars são mais distantes da escala.

Não vejo depreciação nenhuma no que o Malka escreveu, simplismente ele disse que para tocar em um baixo com 24 trastes com captação próxima a escala é necessário uma técnica diferente. Requer adaptação e estudo.

Como eu disse acima, isso varia de baixista para baixista, tem gente que não considera isso um problema.

Um exemplo: eu não curto baixos 5 cordas, me causa muito desconforto muito ter uma corda a mais, porém eu não afirmo que todo baixo 5 cordas tem uma tocabilidade horrível. Simplismente eu não estou adaptado e isso não é demérito nenhum.
Se eu começar a praticar com um 5 cordas, provavelmente eu me sentirei mais confortável, simples assim.

Outro exemplo, tem gente aqui que se sente a vontade com ação de cordas baixissímas, eu prefiro ação média, eu acho desconfortável ação baixa ( Pra você ter uma idéia, eu nem consigo tocar um baixo assim). Eu afirmar que ação baixa é desconfortável é minha opinião.

As vezes o pessoal se melindra aqui por erro de interpretação. vamos pensar fora da caixinha.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 1:11 am

CG escreveu:Seu baixo possui captação soapbar, é diferente do strimberg que você postou que possui captação MM. Para cada modelo existe um Sweet point diferente para se conseguir determinada sonoridade. Os soapbars são mais distantes da escala.
Meu BC tem captação JJ na verdade.Esse modelo ta com uma captação mudada.

Cara,eu acho assim: se for pra prejudicar a tocabilidade,simplesmente não pões dois MM e pronto!

Se perde? Sim e não... Se ganha também? Sim!

CG escreveu:Não vejo depreciação nenhuma no que o Malka escreveu, simplismente ele disse que para tocar em um baixo com 24 trastes com captação próxima a escala é necessário uma técnica diferente.
Não foi isso que ele falou cara... Releia o que ele disse.

Pra mim foi depreciação sim.Ele afirmou que eu não sei, ao invés de me questionar algo sobre o que eu sei ou que eu não sei.

E mandar alguém praticar,só pela net mesmo né? frente a frente isso é difícil de acontecer...

CG escreveu:Como eu disse acima, isso varia de baixista para baixista, tem gente que não considera isso um problema.

Um exemplo: eu não curto baixos 5 cordas, me causa muito desconforto muito ter uma corda a mais, porém eu não afirmo que todo baixo 5 cordas tem uma tocabilidade horrível. Simplismente eu não estou adaptado e isso não é demérito nenhum.
Se eu começar a praticar com um 5 cordas, provavelmente eu me sentirei mais confortável, simples assim.
Cara,a questão da quantidade de cordas,eu acho um coisa diferente já.Pra mim não é "conforto" a palavra certa.Não acho que tem a ver com o que eu disse.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Normando Neto em Ter Set 09, 2014 1:22 am

CG escreveu:Seu baixo possui captação soapbar, é diferente do strimberg que você postou que possui captação MM. Para cada modelo existe um Sweet point diferente para se conseguir determinada sonoridade. Os soapbars são mais distantes da escala.

Não vejo depreciação nenhuma no que o Malka escreveu, simplismente ele disse que para tocar em um baixo com 24 trastes com captação próxima a escala é necessário uma técnica diferente. Requer adaptação e estudo.

Como eu disse acima, isso varia de baixista para baixista, tem gente que não considera isso um problema.

Um exemplo: eu não curto baixos 5 cordas, me causa muito desconforto muito ter uma corda a mais, porém eu não afirmo que todo baixo 5 cordas tem uma tocabilidade horrível. Simplismente eu não estou adaptado e isso não é demérito nenhum.
Se eu começar a praticar com um 5 cordas, provavelmente eu me sentirei mais confortável, simples assim.

Outro exemplo, tem gente aqui que se sente a vontade com ação de cordas baixissímas, eu prefiro ação média, eu acho desconfortável ação baixa ( Pra você ter uma idéia, eu nem consigo tocar um baixo assim). Eu afirmar que ação baixa é desconfortável é minha opinião.

As vezes o pessoal se melindra aqui por erro de interpretação. vamos pensar fora da caixinha.


Erro de interpretação? Ok, pode ser...  Confesso que respondi de supetão e depois, relendo, achei menos ruim o post do Malka, mas mandar o cara estudar continuo achando meio estranho, sei lá, desnecessário...  Às vezes a galera aqui vai com muita sede ao pote...  Em discussões que deveriam ser técnicas parece que rola um tom pessoal...  Mas talvez seja um erro do leitor mesmo, só que acontece com uma certa frequência, não?  De qualquer modo vou passar a ler os tópicos/posts duas vezes antes de dar reply, quem sabe resolve...
Normando Neto
Normando Neto
Membro

Mensagens : 1093
Localização : Jacobina - Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Ter Set 09, 2014 1:23 am

Max Payne escreveu:

Cara,eu acho assim: se for pra prejudicar a tocabilidade,simplesmente não pões dois MM e pronto!

Se perde? Sim e não... Se ganha também? Sim!

Isso é relativo, pega um Ernie Ball Bongo, que é um baixo caríssimo, você terá a mesma dificuldade de fazer um slap, o mesmo ocorre com MMs HH.

Max Payne escreveu:
Não foi isso que ele falou cara... Releia o que ele disse.

Pra mim foi depreciação sim.Ele afirmou que eu não sei, ao invés de me questionar algo sobre o que eu sei ou que eu não sei.

E mandar alguém praticar,só pela net mesmo né? frente a frente isso é difícil de acontecer...
Mantenho a minha interpretação, não vejo como ofensa, mas como um conselho. Porém só o malka pode explicar literalmente o que ele quis dizer.

Max Payne escreveu:
Cara,a questão da quantidade de cordas,eu acho um coisa diferente já.Pra mim não é "conforto" a palavra certa.Não acho que tem a ver com o que eu disse.
O exemplo que eu dei foi exagerado e real, mas tem tudo a ver com o que você disse, é uma situação bem semelhante.

Normando Neto escreveu:
Erro de interpretação? Ok, pode ser...  Confesso que respondi de supetão e depois, relendo, achei menos ruim o post do Malka, mas mandar o cara estudar continuo achando meio estranho, sei lá, desnecessário...  Às vezes a galera aqui vai com muita sede ao pote...  Em discussões que deveriam ser técnicas parece que rola um tom pessoal...  Mas talvez seja um erro do leitor mesmo, só que acontece com uma certa frequência, não?  De qualquer modo vou passar a ler os tópicos/posts duas vezes antes de dar reply, quem sabe resolve...

As vezes a forma com que se escreve nos passa uma sensação de frieza, não é possivel usar entonações ou demontrar sentimento como usamos quando estamos conversando.

Aí entra a interpretação, releia o texto do malka como se ele estivesse dando um toque pro Max ao invés de recriminar. Você vai ver que o sentido do texto muda. Em uma conversa de bar, cara a cara essa opinião renderia um bom debate.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 1:55 am

CG escreveu:Isso é relativo, pega um Ernie Ball Bongo, que é um baixo caríssimo, você terá a mesma dificuldade de fazer um slap, o mesmo ocorre com MMs HH.
Sabia que alguém ia citar esse baixo rs...

Mas pois é : um baixo com um sonzaço,caro e de marca renomada que pra mim tem uma má tocabilidade.Acontece nesses casos também...

CG escreveu:O exemplo que eu dei foi exagerado e real, mas tem tudo a ver com o que você disse, é uma situação bem semelhante.
Mas o número de cordas você escolhe Wink

Assim também como você escolhe um baixo com mais espaço na area em que você executa slap entende?

Mas eu ainda vejo assim,dessa forma,cara.Acho que tem baixistas que tornaram aidéia do desconforto como algo natural.Não consigo tocar um Tagima Millenium e pensar o contrário.

Sei que existe a questão da busca por um determinado timbre,e isso acaba as vezes comprometendo a tocabilidade.Mas eu acho que as luthierias deveriam se empenhar mais nesse aspecto.Pois pelo visto,não são todas que têm essa preocupação.

CG escreveu:As vezes a forma com que se escreve nos passa uma sensação de frieza, não é possivel usar entonações ou demontrar sentimento como usamos quando estamos conversando.

Aí entra a interpretação, releia o texto do malka como se ele estivesse dando um toque pro Max ao invés de recriminar. Você vai ver que o sentido do texto muda. Em uma conversa de bar, cara a cara essa opinião renderia um bom debate.

Se foi isso foi de uma tamanha ingenuidade.Pois se pergunta antes.Não se afirma algo

Tipo : "sua técnica é que esta ruim! Você esta pondo a culpa nos instrumentos! Pratique mais e você vai acha-los bons!"

Isso aí é uma afirmação.Já toquei em vários baixos e em alguns senti conforto,outros um conforto médio,e outros quase intocáveis pra mim.

Simplesmente não vou escolher o intocável e dizer que na verdade eu é que estou errado.Eu que não me acostumei com aquele baixo.Não! Vou escolher o que eu toquei e me senti como se o tocasse ha anos!

Foi o que aconteceu com meu BC,com meu Squier...

Agora,seeu fosse algum iniciante,ele até poderia falar de forma parecida,mas não indicando ou afirmando nada.

Mas eu,que já fiz vários tópicos,sobre vários assuntos aqui,inclusive o dos estilos musicais brasileiros,e ele vem falar dessa forma comigo?

Não sou nenhum p... conhecedor de nada,mas pelos tópicos que faço,modéstia a parte,não tem nenhum teor de iniciante...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Ter Set 09, 2014 2:10 am

Max Payne escreveu:
Mas pois é : um baixo com um sonzaço,caro e de marca renomada que pra mim tem uma má tocabilidade.Acontece nesses casos também...
Max Payne escreveu:
Mas eu ainda vejo assim,dessa forma,cara.Acho que tem baixistas que tornaram aidéia do desconforto como algo natural.Não consigo tocar um Tagima Millenium e pensar o contrário.

Sei que existe a questão da busca por um determinado timbre,e isso acaba as vezes comprometendo a tocabilidade.Mas eu acho que as luthierias deveriam se empenhar mais nesse aspecto.Pois pelo visto,não são todas que têm essa preocupação.


Max Payne escreveu:
Isso aí é uma afirmação.Já toquei em vários baixos e em alguns senti conforto,outros um conforto médio,e outros quase intocáveis pra mim.

Simplesmente não vou escolher o intocável e dizer que na verdade eu é que estou errado.Eu que não me acostumei com aquele baixo.Não! Vou escolher o que eu toquei e me senti como se o tocasse ha anos!

Note os pontos que eu grifei. Isso reflete a sua opinião, a sua experiência. Outras pessoas tem outras experiências e outras opiniões.

Como citei acima, tem gente que acha o tagima milenium "o baixo" para inciantes, tem gente que gosta de espaçamento pequeno. Você acha que o mercado de baixos está ruim, eu acho que não. Não existe verdade absoluta.

Curiosidade, você testou por exemplo aquele strimberg que você postou a foto?

CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 2:25 am

Mas só salientando uma coisa importante,pessoal:

Não estamos discutindo apenas tocabilidade.O assunto aqui é qualidade dos baixos de entrada como um todo: tocabilidade,timbre,acabamento e o custo-benefício :curti:

CG Troque o "eu" por "o baixista".Era isso que eu queria dizer.Tava falando "eu",mas me referia a todos os baixistas.Releia o que escrevi substituindo essas palavras

Não,não testei o Strinberg.Mas não há a mínima possibilidade de eu me sentir confortável ao toca-lo.Só de olhar já tenho uma idéia do que vou encarar.É gritante os captadores e a escala quase se unindo.Só de olhar é quase um teste rs...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por CG em Ter Set 09, 2014 11:41 am

O X da quastão é esse, ao trocar o "eu" por "todos os baixistas" Você está afirmando que a sua opinião é igual a de todos os baixistas, o que não é verdade. Tem muita gente que gosta de baixos com características diferentes do que você gosta, generalizar é perigoso.

Com relação ao strimberg, o correto seria você pegar o baixo e passar um tempo com ele, se adaptar com suas característica, entender suas qualidades e defeitos. Como eu disse acima, pensar fora da caixinha.

Você não verá aqui eu criticando um baixo sem que eu ao menos tenha feito um teste em loja, mesmo assim tocar um baixo por 15 minutos não é um parâmetro muito confiável, no máximo você terá algumas impressões. Já errei muito aqui no fórum por emitir opiniões baseadas em poucos testes e me arrependi mais tarde, não faço mais isso.
CG
CG
Moderador

Mensagens : 12297
Localização : San Rock - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por carimbass em Ter Set 09, 2014 12:24 pm

CG escreveu:

Condor bx200:

Som tosco, péssima execução... Antes que venham com aquela história de "na minha época" tonante, gianinni e etc. Não estamos mais nessa época e ao meu ver ela não serve como parâmetro de comparação. Não posso achar normal um Gol ( carro ) pelado e caríssimo porque na época do meu pai ele só tinha corcel, brasílias e chavetes à disposição. Os tempos são outros... up

carimbass
Membro

Mensagens : 1423
Localização : Ananindeua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 12:46 pm

CG escreveu:O X da quastão é esse, ao trocar o "eu" por "todos os baixistas" Você está afirmando que a sua opinião é igual a de todos os baixistas, o que não é verdade. Tem muita gente que gosta de baixos com características diferentes do que você gosta, generalizar é perigoso.
Mas acontece que é justamente nesse ponto que quero chegar.Na minha opinião,os baixistas se acostumaram com baixos não necessariamente ruins,mas desconfortáveis.Se acostumaram porque começaram a achar que contrabaixo deve ser dessa maneira mesmo e acabou.

Entende agora?

Quando eu disse para trocar o "eu" por "o baixista",minha intenção foi dizer que todos deveriam se preocupar primeiramente com o conforto,com a tocabilidade.É entrar numa loja e escolher aquele baixo que te proporciona um nível de conforto que os outros não te proporcionam,e não ir atrás de timbre.

Do que adianta um baixo ter um bom timbre e não te proporcionar conforto ao tocar?

É o caso desse Strinberg CLB 35a
CG escreveu:Com relação ao strimberg, o correto seria você pegar o baixo e passar um tempo com ele, se adaptar com suas característica, entender suas qualidades e defeitos. Como eu disse acima, pensar fora da caixinha.

Você não verá aqui eu criticando um baixo sem que eu ao menos tenha feito um teste em loja, mesmo assim tocar um baixo por 15 minutos não é um parâmetro muito confiável, no máximo você terá algumas impressões. Já errei muito aqui no fórum por emitir opiniões baseadas em poucos testes e me arrependi mais tarde, não faço mais isso.
Em parte concordo com você.Talvez a minha impressão sobre ele não seja tão ruim quanto eu penava quando eu testa-lo... Mas cara,boa,em termo de tocabilidade,não tem como.Só de olhar,não tem pra onde correr,ele tem uma tocabilidade ruim.

carimbass escreveu:Som tosco, péssima execução... Antes que venham com aquela história de "na minha época" tonante, gianinni e etc. Não estamos mais nessa época e ao meu ver ela não serve como parâmetro de comparação. Não posso achar normal um Gol ( carro ) pelado e caríssimo porque na época do meu pai ele só tinha corcel, brasílias e chavetes à disposição. Os tempos são outros... up
É,também sou contra esse argumento.Se é pra comparar mercados,que sejam com os de hoje em dia,não com os de antigamente.Os de antigamente,são de antigamente.

E o mercado das guitarras aqui,ainda que respeitando a diferença de valores entre baixo e guitarra,ta dando um banho de custo-benefício e variedade no de contrabaixo!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por malka_aff em Ter Set 09, 2014 12:56 pm

só pra me "defender": Não faço ideia da sua técnica, mas se você acha ruim fazer slap em 24 trastes, logo precisa treinar. Eu acho ruim fazer tapping em 24 trastes, por que perco meu referencial. O que eu preciso? preciso treinar.
Tu pode até falar que não gosta de fazer slap em 24 trastes, ou que só toca baixo de 21 entao nao precisa treinar, mas sua técnica de slap em 24 trastes continuará sendo ruim. Como o pessoal se ofende quando dizemos pra treinar né?

Pessoal ta sempre falando de equipamento mas nunca de estudos ou técnica, acho que tem alguma relaçã ai.

No mais, eras só isso, quem se sente ofendido é por que tem a consciência pesada.

Amigos
malka_aff
malka_aff
Membro

Mensagens : 6156
Localização : -29.923239,-51.141623

http://www.nikolasgomes.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 1:15 pm

malka_aff escreveu:só pra me "defender": Não faço ideia da sua técnica, mas se você acha ruim fazer slap em 24 trastes, logo precisa treinar. Eu acho ruim fazer tapping em 24 trastes, por que perco meu referencial. O que eu preciso? preciso treinar.
É cara,mas não se pode afirmar nada sem ter ciência.Uma coisa é questionar,outra é
afirmar.

Se você tivesse me perguntado : "Max,será que não é a sua técnica de slap com baixos de 24 trastes que anda ruim?"

Eu em seguida responderia: "Não Malka,tenho um baixo com 24 trastes e não tenho nenhum problema pra executar slap nele,pelo contrário!"

malka_aff escreveu:No mais, eras só isso, quem se sente ofendido é por que tem a consciência pesada.
Cara,não vi fundamento nisso kkk...

Mas enfim... Não foi por causa disso.Não tenho nenhum problema com o slap,gosto da técnica,mas também não sou obcecado por ela.

Executo o double thumb mais "básico" (polegar pra baixo,polegar pra cima,indicador),pois o mais avançado eu não tenho receio nenhum em dizer que tenho preguiça de estudar,e prefiro estudar outras técnicas e o lado teórico/musical do que perder horas do meu dia tentando aprimorar meu double thumb.

Acho que meu slap pode evoluir,mas pra mim ta de bom tamanho,pois tenho outras prioridades.

Só que eu acho que hoje essa técnica é quase unânime entre os baixistas.As luthierias deveriam prestar mais atenção na região em que o baixista pratica essa técnica.Só isso.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Normando Neto em Ter Set 09, 2014 1:23 pm

Com certeza a diferença entre fazer slap nos dois instrumentos abaixo é que quem usa o último treina mais...

Deve ser por isso que a Yamaha lançou o TRB slap cut, para baixistas preguiçosos...

Ah, Edit: E quem discorda é porque tem a consciência pesada...

lol!

Spoiler:


Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil -bass-collection-usado-contra-baixo-bass-colection-com-captacao-seymour-duncan-1315832411_13402_ad1_g

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Clb35a_1

Normando Neto
Normando Neto
Membro

Mensagens : 1093
Localização : Jacobina - Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 1:38 pm

Normando Neto escreveu:Com certeza a diferença entre fazer slap nos dois instrumentos abaixo é que quem usa o último treina mais...

Deve ser por isso que a Yamaha lançou o TRB slap cut, para baixistas preguiçosos...

Ah, Edit: E quem discorda é porque tem a consciência pesada...

lol!
kkkk... Cara,quando uma pessoa enraíza uma idéia na cabeça e não quer mais tirar é f...

Chegam a esse ponto absurdo de não perceber que um instrumento é claramente mais confortavel que o outro.

Sinceramente acho isso um nível de cegueira absurda.Ser contrabaixista e não ter noção do quanto você se sente confortável ou desconfortável ao tocar baixo "Y" ou "X".

Acho melhor eu até parar por aqui.Enfiar uma idéia na cabeça de ninguém é que não vou...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Boss2K em Ter Set 09, 2014 1:41 pm

Jornal

Boss2K
Membro

Mensagens : 7918
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Henri-Q em Ter Set 09, 2014 1:51 pm

Tem tópico que começa com cavalo sem carroça e vai acabar em carroça sem roda :curti: #SqÑ
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2133
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 3:24 pm

O Tópico começou com a idéia de discutir a qualidade dos baixos de entrada do mercado brasileiro em todo os sentidos.Acabamento,timbre e também tocabilidade.

Mas quando cismaram com a idéia de que eu acho que o Tagima Millenium não tem uma boa tocabilidade,surgiu uma outra discussão...

Eu postei dois vídeos.Um sobre uma guitarra Memphis e outro com um baixo Memphis,ambos instrumentos de entrada,pra comparar o nível de qualidade dos dois,se comparados às guitarras mais caras e baixos mais caros.

Quem não pôde sentir a diferença gritante de qualidade entre os dois,eu sinto muito.O que posso fazer?

No caso foi um baixo memphis contra a guitarra memphis.Mas pode ser um baixo Strinberg contra uma guitarra strinberg,uma Tagima contra um Tagima e daí por diante.

Mas se ninguém percebeu a diferença absurda de qualidade entre as guitarras e os contrabaixos,acho que esse fórum não tem serventia nenhuma aqui.

Quem quiser trancar,pode trancar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Henri-Q em Ter Set 09, 2014 3:43 pm

Max Payne escreveu:

Mas se ninguém percebeu a diferença absurda de qualidade entre as guitarras e os contrabaixos,acho que esse fórum não tem serventia nenhuma aqui.

Cara... não seja tão truculento.

O problema não está no forum, mas em você. Seja amistoso, aprenda a respeitar a opinião alheia. Se as suas convicções a si mesmo bastam, não tem serventia você aqui, pois um fórum é local para dividir opiniões e não socar nossas opiniões goela abaixo dos demais. Veja que eu estava apenas observando a discussão e me senti ofendido pelos colegas a quem você subjuga dada a sua "superioridade".

Te recomendo um pouco mais de prudência na tratativa com terceiros.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2133
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 3:59 pm

Henri-Q escreveu:Cara... não seja tão truculento.

O problema não está no forum, mas em você. Seja amistoso, aprenda a respeitar a opinião alheia. Se as suas convicções a si mesmo bastam, não tem serventia você aqui, pois um fórum é local para dividir opiniões e não socar nossas opiniões goela abaixo dos demais. Veja que eu estava apenas observando a discussão e me senti ofendido pelos colegas a quem você subjuga dada a sua "superioridade".

Te recomendo um pouco mais de prudência na tratativa com terceiros.
Aí tenho que discordar totalmente de você e pedir pra que você leia o debate que eu tava tendo com CG.Depois veja a maneira que malka_aff se dirigiu a mim e veja quem foi truculento...

Se to sendo truculento,estou sim.So que agora.Eu tava debatendo numa boa.

Em nenhum momento ostentei "superioridade" aqui.

Se utilizei de ironia no meu último post,sim,e usei superioridade pra usa-la.Mas antes disso eu tava sendo humilde nas minhas opiniões.

Prudência na tratativa a terceiros é uma coisa que não me falta.Trato todos com respeito.Mas tenho um problema: se me atiram uma pedra,repondo com um fuzil.

Esse é meu defeito.

Mas me acusar de imprudência no tratamento com as pessoas,aí tenho que discordar vorazmente.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Boss2K em Ter Set 09, 2014 4:02 pm

Estudando

Boss2K
Membro

Mensagens : 7918
Localização : Brasília, DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Convidado em Ter Set 09, 2014 4:22 pm

Henri-Q escreveu:
Max Payne escreveu:

Mas se ninguém percebeu a diferença absurda de qualidade entre as guitarras e os contrabaixos,acho que esse fórum não tem serventia nenhuma aqui.

Cara... não seja tão truculento.

O problema não está no forum, mas em você. Seja amistoso, aprenda a respeitar a opinião alheia. Se as suas convicções a si mesmo bastam, não tem serventia você aqui, pois um fórum é local para dividir opiniões e não socar nossas opiniões goela abaixo dos demais. Veja que eu estava apenas observando a discussão e me senti ofendido pelos colegas a quem você subjuga dada a sua "superioridade".

Te recomendo um pouco mais de prudência na tratativa com terceiros.

Só uma correção,onde eu disse fórum,quis dizer tópico.As vezes troco essas palavras sem querer.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil Empty Re: Algumas ponderações e questões pertinentes sobre o mercado de baixos no Brasil

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum