Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Página 7 de 20 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 13 ... 20  Seguinte

Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Dom Ago 18, 2019 6:12 pm

^Ih rapá!! O Andrade chorando!! Me lembrou um bozofilho, mas não sei se o do micropênis, o gay, ou o do Laranjal... Vou procurar...



Achei. Só continuo sem saber qual é!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Dom Ago 18, 2019 6:41 pm

A cadeira tá vazia. Tem uma família de corruptos que se apossou do poder iludindo parte da população.


Como Bolsonaro pressiona órgãos que combatem a corrupção Conrado Corsalette 17 Ago 2019 (atualizado 18/Ago 16h01) Presidente interfere em nomeação na Polícia Federal e pressiona Receita Federal e Coaf, também envolvidos em apurações sobre sua família FOTO: RICARDO MORAES/REUTERS O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO E O SENADOR FLÁVIO BOLSONARO EM EVENTO NO RIO

A ação direta de Jair Bolsonaro em nomeações da Polícia Federal deflagraram uma crise no órgão. Ela vem se somar a outras pressões do presidente direcionadas a estruturas como a Receita Federal e o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que têm papel importante no combate à corrupção no país. Os episódios ocorrem no oitavo mês de mandato de um político eleito com um forte discurso moralizante, mas que desde antes do seu governo enfrenta suspeitas no seu entorno. As consequentes apurações passam justamente pelos órgãos que agora enfrentam ingerências presidenciais. O caso da Polícia Federal Na quinta-feira (15), Bolsonaro anunciou a saída do cargo do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi. O presidente atribuiu a decisão a problemas de “gestão” e “produtividade”. O anúncio chamou a atenção porque o delegado já estava de saída. No mesmo dia, a Polícia Federal fez questão de divulgar uma nota pública sobre o tema. “A troca da autoridade máxima do órgão no estado [do Rio] já estava sendo planejada há alguns meses, e o motivo da providência é o desejo manifestado, pelo próprio policial, de vir trabalhar em Brasília, não guardando qualquer relação com o desempenho do atual ocupante do cargo” Nota divulgada na quinta-feira (15) pelo Ministério da Justiça, a quem a Polícia Federal é subordinada na estrutura do governo Na prática, a declaração de Bolsonaro, dada à imprensa naquele dia, antecipou a saída de Saadi da Superintendência do Rio em quatro meses. A substituição se daria apenas no fim de 2019. O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, havia escolhido o delegado Carlos Henrique Oliveira, que está hoje na Superintendência de Pernambuco, para ocupar o posto de Saadi. Bolsonaro, no entanto, disse que queria colocar no cargo Alexandre Saraiva, um delegado de quem é próximo e hoje está no comando da Superintendência do órgão no Amazonas. Na manhã de sexta-feira (16), o presidente foi questionado por repórteres sobre o descompasso de suas declarações e as decisões da direção da Polícia Federal, que está subordinada ao Ministério da Justiça, de Sergio Moro. “Quem manda sou eu, vou deixar bem claro. Eu dou liberdade para os ministros todos, mas quem manda sou eu. Pelo que está pré-acertado, seria lá o [superintendente] de Manaus (...) Eu tenho poder de veto, ou vou ser um presidente banana agora?”

Jair Bolsonaro presidente da República, em declaração na manhã de sexta-feira (16)

As ações e declarações de Bolsonaro, naquele momento, já tinham aberto uma crise. Ao presidente cabe, de fato, a escolha de nomes-chave de um governo. Mas, no caso da Polícia Federal, essa escolha se dá, principalmente, na nomeação do diretor-geral do órgão. Já os postos inferiores são ocupados a partir de iniciativa do próprio órgão, como forma de garantir a independência da instituição e aplacar pressões políticas em investigações. O papel da Polícia Federal Cabe à Polícia Federal, entre outras funções, apurar infrações que envolvam danos ao patrimônio e aos interesses da União, contra a ordem política e social, incluindo irregularidades envolvendo as polícias estaduais, ou que tenham repercussão em mais de um estado. Apesar de estar subordinada ao governo, a Polícia Federal tem autonomia investigativa, ou seja, o governo não pode dizer que casos devem ser apurados e quais, não. Durante uma investigação, quem coloca limites à Polícia Federal é o Judiciário, que acompanha os inquéritos e autoriza medidas como busca e apreensão, quebra de sigilos ou prisões provisórias, e o Ministério Público, que realiza o controle externo da polícia. O que há nos bastidores No Rio, a família Bolsonaro enfrenta investigações. Uma delas, que não envolve diretamente a Polícia Federal, é a suspeita de um esquema de funcionários fantasmas e desvio de salários na Assembleia Legislativa, na qual o hoje senador e primogênito do presidente, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), atuava como deputado estadual. Trata-se de uma apuração realizada no âmbito do Ministério Público do Rio. Outra envolve a atuação de milícias no estado. As milícias são forças ilegais de segurança, formadas por agentes ou ex-agentes de segurança, incluindo policiais ou ex-policiais civis ou militares do estado, daí a entrada da Polícia Federal nas apurações. Segundo informações de bastidores obtidas pelo jornal Folha de S.Paulo, “a investigação sobre a natureza dos supostos elos entre milícias do Rio e a família do presidente Jair Bolsonaro (...) teve papel de destaque no surpreendente anúncio de demissão do superintendente da Polícia Federal no estado, delegado Ricardo Saadi”.

Bolsonaro acredita que essas investigações, assim como aquelas que envolvem Flávio e seu ex-assessor Fabrício Queiroz, têm como objetivo atingir sua imagem como presidente. Razão pela qual, segundo o jornal, ele decidiu interferir na substituição no cargo de comando da Polícia Federal no Rio. O papel de Moro e o possível recuo presidencial Todo imbróglio na Polícia Federal causou atritos diretos entre o presidente e o ministro da Justiça, Sergio Moro. Ex-juiz da Lava Jato, operação que virou símbolo de combate à corrupção no país, Moro vem sofrendo seguidas derrotas tanto nas disputas diretas com o presidente quanto em outros espaços de poder, como no Congresso e no Judiciário. O ministro também sofre desgaste público em razão dos vazamentos de mensagens via Telegram trocadas por ele e procuradores da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, quando ainda era juiz da operação. Os diálogos, revelados pelo site The Intercept Brasil, algo que ele não reconhece como autêntico, apontam uma ação coordenada com a acusação, além de movimentos políticos premeditados contrários ao PT, quando ele ainda era juiz, antes mesmo que viesse a ocupar um cargo importante num governo eleito como grande adversário do partido. Segundo informações de bastidores obtidas pelo jornal O Globo, diante da ingerência de Bolsonaro, o diretor-geral da Polícia Federal “fez chegar a Moro que, se ele [Maurício Valeixo] não pode indicar superintendentes, não teria condições de permanecer no cargo”. Essa posição teria feito o presidente recuar. “Está na mão do Moro. Está entre o de Manaus [Alexandre Silva Saraiva, atual superintendente no Amazonas] e Recife [Carlos Henrique Oliveira Sousa, superintendente regional em Pernambuco], um dos dois” Jair Bolsonaro presidente da República, em declaração a jornalistas na noite de sexta-feira (16) O caso da Receita Federal Órgão responsável por administrar os tributos da União, nas áreas de arrecadação e fiscalização, a Receita Federal tem papel relevante no combate à corrupção no Brasil. Seus auditores levantaram dados importantes para a Lava Jato, deflagrada em 2014, e para outros escândalos envolvendo dinheiro público no Brasil. Na quarta-feira (15), um dia antes de interferir em nomeações da Polícia Federal, Bolsonaro afirmou publicamente que a Receita fez uma “devassa” em sua vida financeira, além de ter investigado seus familiares. O presidente se referia à atuação da Receita no caso de um de seus irmãos, Renato Bolsonaro, que tem uma loja de móveis no Vale do Ribeira, região do estado de São Paulo. A crise na Receita, porém, também está relacionada à indicação de cargos, assim como ocorreu com a Polícia Federal. Conforme revelou o jornal O Estado de S, Paulo, Bolsonaro determinou a substituição do superintendente do órgão no Rio, Mário Dehon, e do delegado da Receita no Porto de Itaguaí, José Alex Nobrega de Oliveira. Ao lado da Polícia Federal, o órgão investiga a atuação de milícias na operação do porto. Neste sábado (17), o jornal informou que Oliveira enviou uma mensagem de WhatsApp a colegas da Receita dizendo que está sofrendo pressão de “forças externas que não coadunam com os objetivos de fiscalização”. Ainda segundo o Estado de S. Paulo, auditores fiscais da Receita Federal ameaçam entregar os cargos caso sejam efetivadas indicações políticas na superintendência do Rio. O governo já anunciou que estuda mudar a estrutura da Receita, num momento em que a pressão sobre o órgão vai além do Executivo. No início de agosto, conforme também revelou O Estado de S. Paulo, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou o afastamento de servidores e a suspensão de investigações envolvendo contribuintes, entre os quais as esposas dos ministro do STF Dias Toffoli e Gilmar Mendes. O caso do Coaf O governo Bolsonaro estuda mudanças, ainda, no Coaf, órgão de controle financeiro que revelou movimentações atípicas tanto nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, assim como do próprio senador. O conselho, submetido ao Ministério da Economia, teve atuação destacada em escândalos como o mensalão petista e a Lava Jato. Bolsonaro tentou colocá-lo sob a guarda de Moro, na Justiça, mas a mudança foi barrada pelo Congresso. As críticas de Bolsonaro ao Coaf vêm desde quando o caso de Flávio se tornou público, no fim de 2018. O então presidente eleito dizia que o órgão tinha, na prática, quebrado sigilos bancários. O atual presidente do órgão, Roberto Leonel, foi indicado por Moro. Mas Bolsonaro tem dado anuência para sua demissão, depois que o Coaf criticou a decisão do presidente do Supremo, Dias Toffoli, de suspender investigações criminais que usem dados detalhados de órgãos de controle sem autorização judicial. Essa decisão foi tomada em julho de 2019 e suspendeu as investigações sobre Flávio. Integrantes do conselho dizem que a decisão de Toffoli prejudica o combate à lavagem de dinheiro no Brasil. No início de agosto, Bolsonaro anunciou a intenção de enviar o conselho de controle para o Banco Central, para tirá-lo do “jogo político”. Integrantes do Coaf criticam a possível mudança e veem a intenção de aparelhar o órgão.

Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/08/17/Como-Bolsonaro-pressiona-%C3%B3rg%C3%A3os-que-combatem-a-corrup%C3%A7%C3%A3o

© 2019 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Dom Ago 18, 2019 10:08 pm

Rico escreveu:^Ih rapá!! O Andrade chorando!! Me lembrou um bozofilho, mas não sei se o do micropênis, o gay, ou o do Laranjal... Vou procurar...



Achei. Só continuo sem saber qual é!
Se vc que respira os caras não sabe, imagina eu.
Nem sabia que tinha um gay e um laranja. Só sabia do microp....pq vc deu evidência pra ele, não sei o que rolou que te deixou tão magoado. Mas isso é problema de vcs, não nos interessa. Shocked
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 2:08 am

JAZZigo escreveu:https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/08/estudos-indicam-o-colapso-de-investimentos-no-brasil.shtml

A impressão que eu tive foi que Folha, meio """sem querer""(Wink Wink) quis jogar nas costas do governo atual as consequências da desaceleração global....

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,desaceleracao-global-atinge-industria-e-investimento-piorando-cenario-para-o-brasil-diz-economista,70002969068

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,economia-global-deve-crescer-abaixo-de-3,70002968059

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 6:53 am

NeyBass escreveu:
Rico escreveu:^Ih rapá!! O Andrade chorando!! Me lembrou um bozofilho, mas não sei se o do micropênis, o gay, ou o do Laranjal... Vou procurar...



Achei. Só continuo sem saber qual é!
Se vc que respira os caras não sabe, imagina eu.
Nem sabia que tinha um gay e um laranja. Só sabia do microp....pq vc deu evidência pra ele, não sei o que rolou que te deixou tão magoado. Mas isso é problema de vcs, não nos interessa. Shocked  

Uai. Cê sabe tudo desse lance de indignação seletiva mesmo, né? Até porque o Laranjal foi discutido muito aqui. Lembra não??

Só lembra do pintinho.. rsrsrs...
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 7:03 am

O jogo de risco de Bolsonaro com a Argentina

Presidente diz que argentinos buscarão refúgio no país caso "esquerdalha" volte ao poder. "É um conflito com um mercado fundamental para nossas exportações”, diz analista
 
eleições na argentina
Bolsonaro recebe Macri em Brasília, em janeiro deste ano. ALAN SANTOSPR
FELIPE BETIM
São Paulo  13 AGO 2019 - 17:16 CEST
MAIS INFORMAÇÕES


O jogo de risco de Bolsonaro com a Argentina

Em campanha, Cristina Kirchner promete recuperar passado corrigido e melhorado para conquistar argentinos

A contundente vitória do peronista Alberto Fernández, que tem a ex-presidenta Cristina Kirchner como vice em sua chapa, nas eleições primárias argentinas de domingo ecoou na polarizada política brasileira. O assunto foi um dos mais comentados no Twitter, com a esquerda comemorando a vitória como se fosse sua, enquanto liberais e conservadores lamentavam. Apesar de Fernández ser considerado mais moderado que Cristina, a política intervencionista na economia que marcou o kichnerismo no poder e a promessa da chapa de renegociar o acordo do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI) trouxe pânico aos investidores. No Brasil, que tem no vizinho o terceiro maior mercado comprador, a Bolsa seguiu a tendência internacional: o dólar subiu 1% e chegou a 3,98 reais, o maior patamar desde maio, enquanto que ações negociadas na Bovespa caíram 2%. A reação mais explosiva e extrema foi, como era previsível, do presidente Jair Bolsonaro, que sempre apoiou publicamente a reeleição de Mauricio Macri. Nesta segunda-feira ele dobrou sua aposta.

Não esqueçam o que, mais ao Sul, na Argentina, aconteceu nas eleições de ontem. A turma da Cristina Kirchner, que é a mesma da Dilma Rousseff, que é a mesma de [Nicolás] Maduro e [Hugo] Chávez, e Fidel Castro, deram sinal de vida aqui”, discursou o chefe de Estado durante um evento em Pelotas, no Rio Grande do Sul, na fronteira com a Argentina. “Povo gaúcho, se essa esquerdalha voltar na Argentina, nosso Rio Grande do Sul poderá se tornar um novo estado de Roraima”, acrescentou, referindo-se ao Estado do norte do Brasil que faz divisa com a Venezuela e recebeu centenas de milhares de refugiados nos últimos anos.

O presidente da extrema direita também pediu a seus assessores uma avaliação da derrota de Macri para definir como o Brasil vai se posicionar, segundo o jornal O Globo. Os membros mais radicais de seu gabinete defendem, ainda segundo O Globo, que o país repense sua participação no Mercosul, com o qual a União Europeia acaba de assinar um acordo comercial, ainda pendente de aprovação nos parlamentos. Os assessores lembraram que Bolsonaro sempre foi contrário ao bloco sul-americano, mas que reviu sua opinião depois que se aproximou do Governo Macri.


Outros auxiliares mais cautelosos defendem, no entanto, que se espere o resultado final das eleições de outubro e que o Governo não se posicione de maneira precipitada. A China é o principal parceiro comercial do Brasil, mas a Argentina está em terceiro lugar, pois é o principal comprador de produtos manufaturados brasileiros. O secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz, diz publicamente que a reeleição de Macri é vista como algo positivo pelo Ministério da Economia e que facilitará a reforma do Mercosul e sua abertura comercial. Se Fernández-Cristina finalmente vencerem as eleições de outubro, o Brasil poderá se abrir unilateralmente aos mercados internacionais, afirmou o secretário. “O que estaria em discussão seria a flexibilização das regras do bloco, o que permitira ao Brasil seguir sozinho e acabaria com a TEC [Tarifa Externa Comum]. Mas isso não significaria o fim da área de livre comércio”, afirmou.

Para o cientista político Fernando Luiz Abrucio, Bolsonaro está criando problemas mesmo caso seu favorito Macri vença, algo que parece improvável à luz dos resultados de domingo. “O Brasil terá comprado uma briga com metade da Argentina. É um conflito com um mercado fundamental para nossas exportações”, explica. “Isso pode significar, por exemplo, uma campanha de boicote por parte do país aos nossos produtos. Os empregos da indústria automobilística dependem muito de que continuem comprando de nós”, segue Abrucio. Na América Latina, a Argentina segue como principal parceiro comercial do Brasil. As exportações somaram um total de 14,9 bilhões de dólares no ano passado. O Ministério da Economia salienta, no entanto, que as exportações para o país vizinho caíram 15,5% na comparação com 2017, por causa da redução de produtos automotivos.


A fala de Bolsonaro também representa um erro político por não separar a política interna da diplomacia, argumenta Abrucio. “Os partidos podem dizer o que quiserem, mas o presidente não pode intervir nas eleições de outros países”, explica. Ele lembra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cometeu o mesmo erro quando se intrometeu em eleições como as de El Salvador ou da Venezuela, inclusive sugerindo o marqueteiro João Santana para as campanhas. “Mas Lula sempre se deu bem com a Colômbia de Uribe, os EUA de George Bush ou o Chile de Sebastián Piñera. Bolsonaro se equivoca à enésima potência. Alguém tem de dizer a ele que a Argentina funciona ao ritmo da rivalidade entre o River e o Boca e que o seu belicismo pode dar mais votos a Alberto Fernández”, opina. A defesa aberta de Bolsonaro do regime ditatorial brasileiro (1964-1985) pode também provocar rechaço inclusive entre eleitores à direita na Argentina, onde os torturadores da ditadura foram e seguem sendo julgados.

O discurso belicista de Bolsonaro representa também uma profunda mudança na própria diplomacia, afirma Abrucio. O Brasil aumentou seu poder na América Latina nos últimos 30 anos, desde José Sarney, o primeiro civil a ocupar a presidência depois da ditadura militar, até Michel Temer. E o fez “respeitando os outros países” e conquistando “uma liderança” na região, explica. “Bolsonaro está rompendo com essa política externa parcimoniosa, uma tradição nossa”.

A esquerda comemora, a direita lamenta
Diante do tom extremado de Bolsonaro, políticos e militantes progressistas comemoraram entusiasticamente a vitória da chapa Fernández-Cristina, vista por muitos também como uma vitória contra “o fascismo e as fake news” ou o início de um retorno da esquerda latino-americana. “A vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner nas primárias presidenciais é uma luz no fim do túnel para o povo argentino e para a América Latina, e um enorme alento para todos que lutamos pela democracia. Triunfo animador das forças progressistas sobre o neoliberalismo”, tuitou a ex-presidenta Dilma Rousseff. O perfil oficial de Lula também divulgou uma mensagem de felicitações aos vencedores. “É preciso dar esperança ao povo, trazer dias melhores e cuidar de quem mais precisa. Um forte abraço do amigo Lula”. Alberto Fernández respondeu: “Eu te mando um forte abraço que espero poder te dar em breve”, disse o candidato, que também contribuiu para a mistura de aliança regional e campanha ao visitar o petista em Curitiba.

Cada um buscou sua própria narrativa do resultado das primárias. Muitos liberais interpretaram a derrota de Macri como o retorno ao populismo kirchnerista e reclamaram que ficou faltando mais ajuste fiscal e mais políticas mais liberalizantes na economia para que o país deslanchasse. Já alguns partidários do ex-candidato Ciro Gomes afirmaram que a vitória se deve ao fato de que Cristina Kirchner se contentou com a vice-presidência e cedeu sua candidatura a uma pessoa mais moderada e com menos rejeição — algo que, segundo defendem, Lula deveria ter feito em favor de Ciro em 2018. Já a extrema direita vê, assim como Bolsonaro, o retorno do socialismo no país vizinho. Afinal, a política argentina invadiu a polarizada política brasileira e serviu para que Bolsonaro continuasse sua escalada retórica que também usa para manter sua fiel base de apoiadores unida.

Para Abrucio, “as pessoas não estão compreendendo o que está acontecendo na Argentina” e estão tentando interpretá-lo de acordo com a realidade brasileira. No entanto, adverte que Alberto Fernández tem um perfil mais de centro e é um político da velha guarda, com um perfil muito diferente do kirchnerismo. “Tom Jobim sempre disse que o Brasil não é para amadores, mas a Argentina é menos ainda. É um país polarizado há 80 anos”.

ARQUIVADO EM:
Acordo Mercosul-UE Alberto Fernández Cristina Fernández de Kirchner Argentina Jair Bolsonaro Mercosul Eleições Argentina Tratados Livre Comércio Comércio livre Comércio internacional Brasil Relações internacionais Eleições América do Sul América Latina União Europeia América Organizações internacionais Relações exteriores Política
MAIS INFORMAÇÕES:
O jogo de risco de Bolsonaro com a Argentina


https://www.google.com/amp/s/brasil.elpais.com/brasil/2019/08/13/politica/1565648174_394924.amp.html
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 9:48 am

Max Payne escreveu:
JAZZigo escreveu:https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/08/estudos-indicam-o-colapso-de-investimentos-no-brasil.shtml

A impressão que eu tive foi que Folha, meio """sem querer""(Wink Wink) quis jogar nas costas do governo atual as consequências da desaceleração global....

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,desaceleracao-global-atinge-industria-e-investimento-piorando-cenario-para-o-brasil-diz-economista,70002969068

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,economia-global-deve-crescer-abaixo-de-3,70002968059

Vc falou em folha, pensei que "foice" essa, porque essa não mente.
Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Folha_13

Laughing Laughing Arrow Arrow Sad Sad Sad
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 10:16 am

^É porque não se previa que o uso criminoso de fake news seria capaz de virar o jogo.

Bozonaro perdia pra quase qualquer um no começo da campanha, e dada a baixa em sua popularidade agora, apenas 8 meses após o início de seu mandato, te digo que ele não seria eleito.

Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 10:19 am

Ó aí...

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/09/26/politica/1537997311_859341.html
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 10:30 am

Rico escreveu:^É porque não se previa que o uso criminoso de fake news seria capaz de virar o jogo.

Bozonaro perdia pra quase qualquer um no começo da campanha, e dada a baixa em sua popularidade agora, apenas 8 meses após o início de seu mandato, te digo que ele não seria eleito.


"Na corrida de jumentos pela presidência, venceu o jumento menos jumento" kkk.

Aí vem o Cid Gomes tentar abrir os olhos da tropa de jumento que cantava vitória, mas já era tarde.

Fake news existiu dos dois lados, esse choro vai durar muito tempo.

Bozonaro perdia pra quase qualquer um no começo da campanha
Com todo seu conhecimento político, foi a primeira vez que viu isso, um candidato começar a campanha perdendo e virar o jogo??
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 11:13 am

Fake news existiu dos dois lados, esse choro vai durar muito tempo
NeyBass, parece que você está desinformado nesse caso. O uso indiscriminado de "fake news" e de mensagens robóticas nas mídias digitais (todas elas) por esse campo político que chamamos "direita", está devidamente comprovado, e é alvo de investigações nos EUA, Europa.
É claro que a "esquerda" também usou esse recurso, mas em um patamar MUITO MENOR, e à posteriori, muitas vezes como reação à prática "antiga", maciça e indiscriminada por parte da "direita".
Esse recurso manipulativo foi usado maciçamente na eleição do Sr. Trump nos EUA e no plebiscito do BREXIT, e óbviamente na eleição brasileira de 2018.
Isso está PROVADO.
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 11:31 am

^Sei Bertola.

Então, existe fake newzinha e fake newzona.

Roubinho e roubão...

Mentirinha e mentirona

Sei como é...mais uma vez atribuindo a incompetência aos outros.

Cid é meio louco igual ao irmão Ciro, mas até que falou verdade:

"Muito bem! Eles [o PT] vão, vão, vão e vão... vão perder feio, porque fizeram muitas besteiras, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país e o Brasil não aceita ter dono. O Brasil é um país democrático. Quem criou o Bolsonaro foram essas figuras, que acham que são donos da verdade, que acham que podem fazer tudo, que o fim justifica os meios".

Analisem a parte negritada...quem criou o jumento no governo foram vcs que agora choram, choram e choram.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 11:51 am

^Você está errado, e de verdade, não tá nem aí pra forma como esse animal foi eleito, muito menos se ele é ou não corrupto.

E não. O Bozo (apesar de todos os erros e merrdas do petê) foi um efeito colateral causado pelos empresários e mídia. Foi um dano que não se esperava, porque o Aécio caiu em desgraça.

A população só comprou a idéia. A maioria foi enganada, e isso eu afirmo baseado nos papos com muitos amigos que foram eleitores desse corno.

O restante que não se arrependeu se sente representado mesmo, mas aí é outro papo...
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 12:07 pm

NeyBass escreveu:

Então, existe fake newzinha e fake newzona.

Roubinho e roubão...

Mentirinha e mentirona

Não. O que existe é um louco ocupando a cadeira presidencial, conseguida por meios ilegais e criminosos, sendo apoiado por gente que se diz defensora da moralidade, ética, transparência, e lisura.

A corrupção já acabou, né???

O que existe é gente de "bem", cristãos defensores da família, moral e bons costumes, que se sentem representados por um corrupto miserável que representa o oposto de tudo aquilo que é cristão.

O Brasil é uma piada.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 12:09 pm

NeyBass escreveu:^Sei Bertola.

Então, existe fake newzinha e fake newzona.

Roubinho e roubão...

Mentirinha e mentirona

Sei como é...mais uma vez atribuindo a incompetência aos outros.

Cid é meio louco igual ao irmão Ciro, mas até que falou verdade:

"Muito bem! Eles [o PT] vão, vão, vão e vão... vão perder feio, porque fizeram muitas besteiras, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país e o Brasil não aceita ter dono. O Brasil é um país democrático. Quem criou o Bolsonaro foram essas figuras, que acham que são donos da verdade, que acham que podem fazer tudo, que o fim justifica os meios".

Analisem a parte negritada...quem criou o jumento no governo foram vcs que agora choram, choram e choram.

Não Ney, existem manipulações em massa, orquestradas por poderes, empresas e etc... E ela não começou aqui no Brasil - embora sejamos o maior "laboratório" para essas técnicas...
Esse tipo de "Fake News" fez e está fazendo um estrago ENORME. Seu argumento (que entendo perfeitamente), não se encaixa aqui...
Não há atribuição de incompetência, mas sim um FATO INQUESTIONÁVEL.
Outra coisa, o que o Cid Gomes falou refere-se à uma luta política dele(s) com o PT, que lhes "toma" votos. Enquanto o Lula for candidato à Presidência ninguém ganha - muito menos o Ciro... Por isso a manipulação da mídia e do Judiciário para prendê-lo (e não estou dizendo que o Lula é santo, porque está bem longe disso!!! Tampouco o PT...).
Quem criou o Bolsonaro não foi o PT, isso é mentira... Os desmando e equívocos do PT (que não é diferente de partido nenhum desses "de direita"), é que propiciaram que o processo manipulatório tivesse eficácia - e quem estava lá foi esse elemento.
Bolsonaro é uma criatura da mentalidade autoritária, fascista mesmo, presente em certos setores da Classe Média brasileira (o que vem desde os tempos da UDN), de certos meios militares, que não se conformam com a Democracia e querem perpetuar o papel de "Poder Moderador" na República, que existe desde o Golpe de Estado de 1889, e do recente "apagão" da racionalidade brasileira (o que tem à ver - à longo prazo com o fracasso do sistema educacional, e com a curto prazo com a manipulação descrita acima).
A "gênese" do "bolsonarismo", não é de "hoje", o Bolsonaro está aí a 30 anos, nada fez, era eleito por um nicho de votantes aqui do RJ principalmente, e é alçado ao estágio atual por manipulação.
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 1:50 pm

Mauricio Luiz Bertola

Não, Bertola. Eu vi inúmeras fake news de esquerda circularem por todas as redes sociais e sites. Whats, Facebook, Youtube e até mesmo em veículos de informação que deveriam ser insentos, como Folha de SP e mais alguns jornais de esquerda (covardemente não assumidos).

No Whats mesmo, vi perfis divulgando inúmeras fake news sobre Bolsonaro e também distorcendo completamente suas propostas.

Como se não bastasse, O poste Andrade foi "verme" o suficiente para dizer em rede nacional (ao SBT) que Bolsonaro é favorável ao estupro, sendo que o mesmo nunca deu nenhuma declaração desse tipo - inclusive há anos atrás o próprio Bolsonaro elaborou um PL de Castração Química para estupradores, e isso já diz muita coisa.

Ficou muito claro o jogo sujo do poste: pegar uma parte de um bate boca em que um homem é xingado de estuprador sem nenhum motivo, pegar a resposta compreensivamente "mal-educada" dele à Maria do Rosário, relativizar o significado da frase ao seu bel prazer e criar uma factoide.

Não para por aí. Diversas coisas desse nível foram divulgadas NA CAMPANHA ELEITORAL OFICIAL DO PT NA TELEVISÃO. Na campanha oficial, na televisão. Se não entendeu ainda : divulgar fake news gravíssimas na TV aberta, que não só mente sobre um fato ou outro, mas comete crime de calunia e difamação.

Ou seja, por mais defeitos que Bolsonaro tenha, ele teria que se esforçar muito pra chegar aos pés da sujeira moral de "Andrade".

Por isso que eu acho hipocrita ao extremo, todo esse choro com fake news, se o PT de Andrade e Manuela foi MESTRE nisso, e quebrou todas as estribeiras possíveis em torno desse ato, elevando-o à TV aberta, campanha eleitoral, etc, etc.


Última edição por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 1:58 pm, editado 1 vez(es)

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por WHead em Seg Ago 19, 2019 1:51 pm

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Captur26
Tom Phillips Latin America correspondent - 19-08-2019
https://www.theguardian.com/world/2019/aug/19/bolsonaro-offensive-rhetoric-brazil

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/nelsondesa/2019/08/e-hora-de-sancoes-contra-o-brasil-cobram-alemaes.shtml
Dois dos principais veículos alemães, a revista Der Spiegel e o jornal semanal Die Zeit, publicaram que "É hora de sanções contra o Brasil". "A Europa não deve ficar de braços cruzados enquanto um preconceituoso cético da ciência, movido pelo ódio, sacrifica vastas áreas de floresta para pecuaristas e plantações de soja", diz a revista.


Última edição por WHead em Seg Ago 19, 2019 2:01 pm, editado 3 vez(es)
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1386
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 1:53 pm

^Inclusive, vi relatos de algumas pessoas dizendo que após assistir à entrevista de Roberto Cabrini, no SBT, à Bolsonaro e Haddad, da qual Haddad disparou graves afirmações a respeito de Bolsonaro, sentiram que Haddad só quis desmoralizar e "falar mal", enquanto que Bolsonaro discutia os problemas do país.

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 2:29 pm

O negócio é sempre achar uma justificativa para justificar o injustificável.

Incompetências esquerdistas elegeram Bolsonaro. Os caras não entendem que o povo cansou dessa sujeira toda.

O governo Bolsonaro não é perfeito e está muito longe disso, mas ele soube trabalhar sua campanha em cima de algo que a população queria que mudasse, aceitem ou não.

Se ele não fosse eleito, teria sido o Ciro, Alckimim ou até a Marina.
A galera não entende que a maioria dos brasileiros queriam mudanças e sendo ruim ou bom, apoiaram o que mais tinha chance de vencer e deu nisso tudo.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 3:26 pm

^Sua afirmativa não se fundamenta em nada, visto que sequer existia  programa de governo para que alguém pudesse pressupor mudança do que quer que fosse.

Bozonaro apresentou uma cartinha de intenções, se muito...

Além do mais, foi sobre os ombros de um candidato assumidamente sonegador, que admitiu usar dinheiro público pra pagamento de favores sexuais, que se depositou a esperança da tal "mudança"???? Um cara sem história, um inútil anão politico???

Não.. Esse animal foi eleito por quem se sente representado por ele. Por quem compartilha o tipo de ideologia suja dele, e finalmente por quem não queria mudança nenhuma.
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Raul S. em Seg Ago 19, 2019 3:29 pm

Meus 50 centavos sobre essa rinha política entre 'esquerda' e 'direita' na América Latina:

"Os principais destinos de exportação do Brasil são a China ($48 Bilhão), o Estados Unidos ($25,1 Bilhão), a Argentina ($17,8 Bilhão), a Holanda ($7,57 Bilhão) e a Alemanha ($6,18 Bilhão). As origens de importação de topo são a China ($27 Bilhão), o Estados Unidos ($20,4 Bilhão), a Argentina ($9,3 Bilhão), a Alemanha ($9,3 Bilhão) e a Coreia do Sul ($5,39 Bilhão)."
Fonte: https://oec.world/pt/profile/country/bra/

Brasil está dando as costas pra Argentina, seu 3º maior parceiro comercial, e estreitando laços com os EUA. Os EUA estão em guerra comercial com a China, e andam exigindo que seus parceiros comerciais respeitem e sigam suas sanções e embargos. Brasil é apenas o 10º maior parceiro comercial da China, e as exportações brasileiras (principalmente com relação à da soja, que tiveram um aumento significativo este ano) criam ainda mais tensão na relação comercial entre EUA e China, e uma hora essa conta vai chegar.

Apesar da promessa de 'livre mercado' com os norte-americanos, muitas tarifas de importação de matérias-primas e produtos brasileiros seguem com a sobretaxa (a exemplo do aço, oficializada em meados de 2018, e levemente flexibilizada no fim do mesmo ano); seguindo o princípio de que quem tem 'bala' dita os termos, o resto baixa a cabeça. E com a falta de cuidado e respeito às reprsentações e relações internacionais, principalmente entre nosso país e os EUA, espero que não baixemos a cabeça demais e desnecessariamente.

O Mercosul está longe de ser prioridade para o novo governo, mas a União Europeia está interessada em levar à diante o acordo de livre comércio com o bloco em meio à guerra comercial entre os EUA e China e as incertezas do pós-Brexit. Hoje, apenas 24% das exportações do Brasil entram na UE livres de tributos, e o acordo prevê um aumento de isenção para mais de 90% dessas exportações em até 10 anos.
Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/06/28/economia/1561756402_540219.html

Com tudo isso, fico bastante apreensivo com essa nova 'relação' entre nosso país e os EUA e a falta de cuidado com o Mercosul. Parece que estão tratando o país como uma grande Governador Valadares, em que vale tudo para seguir o sonho americano, o sonho do gramado mais verde do vizinho. Chefes de estado que fazem muito barulho, que são muito agressivos, não são bem vistos pelo mercado, e o jogo mundial está mais favorável para a China; só espero que não tenhamos que escolher um lado nessa história.
Raul S.
Raul S.
Membro

Mensagens : 1653
Localização : -

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 3:57 pm

Rico escreveu:que admitiu usar dinheiro público pra pagamento de favores sexuais

Pow Rico, é isso que eu não entendo. Se você sabe que o cara tava sendo irônico na frase "foi pra comer gente", por que dissimular os fatos? Tipo, você sabe que você ta mentindo na cara dura, por que isso cara? Só pra reafirmar a sua cosmovisão?

Porque sinceramente eu acredito que você é inteligente o suficiente o bastante pra ter absorvido a ironia. Porque seria muita burrice levar isso ao pé da letra.

Então, por que, cara?

É isso que me pira na esquerda. Ela fica cultuando a desonestidade e dissimulação.

NeyBass escreveu:O negócio é sempre achar uma justificativa para justificar o injustificável.

Incompetências esquerdistas elegeram Bolsonaro. Os caras não entendem que o povo cansou dessa sujeira toda.

O governo Bolsonaro não é perfeito e está muito longe disso, mas ele soube trabalhar sua campanha em cima de algo que a população queria que mudasse, aceitem ou não.

Se ele não fosse eleito, teria sido o Ciro, Alckimim ou até a Marina.
A galera não entende que a maioria dos brasileiros queriam mudanças e sendo ruim ou bom, apoiaram o que mais tinha chance de vencer e deu nisso tudo.

É irretocavelmente isso mesmo. Mas a esquerda não aceita a derrota, não faz uma auto-crítica, insiste que os erros da dela são por culpa de terceiros e como se não bastasse, moraliza bandidos (hackers). Torce por eles, aliás.

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 4:23 pm

Rico escreveu:^Sua afirmativa não se fundamenta em nada, visto que sequer existia  programa de governo para que alguém pudesse pressupor mudança do que quer que fosse.

Bozonaro apresentou uma cartinha de intenções, se muito...

Além do mais, foi sobre os ombros de um candidato assumidamente sonegador, que admitiu usar dinheiro público pra pagamento de favores sexuais, que se depositou a esperança da tal "mudança"???? Um cara sem história, um inútil anão politico???

Não.. Esse animal foi eleito por quem se sente representado por ele. Por quem compartilha o tipo de ideologia suja dele, e finalmente por quem não queria mudança nenhuma.

Cara, o que estou falando é outra coisa, não adianta vc me falar de um trilhão de defeitos, de sujeira dele, se tem experiência ou não. Você está entrando em detalhes que muita gente pouco se importa, quem sabe disso é quem acompanha política e a maioria da população não tem esse hábito.

Estou falando no olho geral do povão...passaram-se anos e anos e o país afundando em roubos e roubos, corrupção, um monte de porcaria.

O coitado do sitiante que não consegue comprar milho pra galinha ou tem que vender a vaquinha para pagar a ração que ela comeu, não quer saber se o cara pagou p#$%, tem um filho gay, miliciano, laranja, sei lá.
O cidadão pede por mudança mais do que por chuva, quer ver fora esse bando de ladrão que apossou do poder e acabaram com tudo.

Se, ser mal caráter, bandido, fosse motivo para não ser eleito, os presidentes anteriores não teriam sido também.

Se houve até o momento alguma mudança, ou se haverá, aí já são outros quinhentos, mas a ânsia do momento era não insistir no erro, se a população errou mais uma vez, isso não é novidade, não temos opções há anos.

É nesse ponto citado acima que o Bozo soube trabalhar. "Ain mais as fake news"...Não precisava de fake news para o povo ver a m...que o Brasil já estava atolado.

Essa conversa de, o cara é isso ou aquilo, fica por conta de quem mais acompanha política e essas pessoas não elegem um vereador, muito menos um presidente.
O povo não queria mais do mesmo, quem vai investigar se o cara pagou favores sexuais? "o que é um piolho em cima de um elefante"?

Como eu disse: Se o Bozo não fosse candidato, seria eleito, Ciro, Alckmim ou Marina, mas PT, o povo tá correndo disso e quem tinha maior chance de derrotar a raça vermelha era o Bozo.

Vocês falam que a população errou em votar no Bozo para não eleger o Haddad, mas o contrário existiu também. Vcs votaram no Haddad para não eleger o Bozo.

Acho que o que falta é humildade e aceitar a derrota. Vocês tem a auto-estima e o ego muito alto, pega leve aí galera, sempre fizeram m$%& e agora reclamam de que?

Tenta ver a política e a situação do Brasil sem as paixões e sem o conhecimento que vcs (principalmente vc que aparenta ser um cara bem informado) possui, veja como uma pessoa normal que não se envolve em política, mas sabe da dificuldade que é viver no Brasil.


Última edição por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 4:28 pm, editado 1 vez(es)
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 4:27 pm

Não, Bertola. Eu vi inúmeras fake news de esquerda circularem por todas as redes sociais e sites. Whats, Facebook, Youtube e até mesmo em veículos de informação que deveriam ser insentos, como Folha de SP e mais alguns jornais de esquerda (covardemente não assumidos).
Eu também ví...
Mas não foram elas que DE FATO influenciaram a eleição. Negar isso é absurdo, negar que houver uma orquestração também.
Outra coisa: Dizer que a Folha de São Paulo é "de esquerda" é absurdo!

É irretocavelmente isso mesmo. Mas a esquerda não aceita a derrota, não faz uma auto-crítica, insiste que os erros da dela são por culpa de terceiros e como se não bastasse, moraliza bandidos (hackers). Torce por eles, aliás.
Isso não corresponde à verdade: Ou você vai dizer que Collor e FHC são "de esquerda"? Houve contestação sérias à essas vitórias eleitorais?
Mais um absurdo!
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 4:29 pm

Acho que o que falta é humildade e aceitar a derrota.
Não se trata de aceitar derrota ou não.
Trata-se de uma eleição viciada, que elegeu um energúmeno (como você mesmo admite)!
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 4:36 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Acho que o que falta é humildade e aceitar a derrota.
Não se trata de aceitar derrota ou não.
Trata-se de uma eleição viciada, que elegeu um energúmeno (como você mesmo admite)!

Até que enfim alguém enxergou que não sou Bozonarista e tento enxergar como a maioria das pessoas enxergam cheers cheers cheers

É isso que digo Bertola, de eleger energúmeno, não podemos reclamar pois "brasília" nos últimos tempos tem sido refúgio para essa raça toda.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 4:46 pm

NeyBass escreveu:
Mauricio Luiz Bertola escreveu:Acho que o que falta é humildade e aceitar a derrota.
Não se trata de aceitar derrota ou não.
Trata-se de uma eleição viciada, que elegeu um energúmeno (como você mesmo admite)!

Até que enfim alguém enxergou que não sou Bozonarista e tento enxergar como a maioria das pessoas enxergam cheers cheers cheers

É isso que digo Bertola, de eleger energúmeno, não podemos reclamar pois "brasília" nos últimos tempos tem sido refúgio para essa raça toda.

Ney, ao contrário de alguns aqui, você me parece pessoa sensata.
Discordar e debater urbanamente é normal e o correto à ser feito.
Jamais contestei eleições limpas - aliás, quando o Collor foi eleito, eu estava saindo da graduação da UFF, e passei um "pito" nos petistas que estavam lá se lamentando...
Brasília é um "refúgio" mesmo para muita coisa - até mesmo para gente muito boa...
P.S: Nunca o "enxerguei" como "bozonarista".... Para mim isso seria um demérito que você não merece.
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Seg Ago 19, 2019 5:03 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:
NeyBass escreveu:
Mauricio Luiz Bertola escreveu:Acho que o que falta é humildade e aceitar a derrota.
Não se trata de aceitar derrota ou não.
Trata-se de uma eleição viciada, que elegeu um energúmeno (como você mesmo admite)!

Até que enfim alguém enxergou que não sou Bozonarista e tento enxergar como a maioria das pessoas enxergam cheers cheers cheers

É isso que digo Bertola, de eleger energúmeno, não podemos reclamar pois "brasília" nos últimos tempos tem sido refúgio para essa raça toda.

Ney, ao contrário de alguns aqui, você me parece pessoa sensata.
Discordar e debater urbanamente é normal e o correto à ser feito.
Jamais contestei eleições limpas - aliás, quando o Collor foi eleito, eu estava saindo da graduação da UFF, e passei um "pito" nos petistas que estavam lá se lamentando...
Brasília é um "refúgio" mesmo para muita coisa - até mesmo para gente muito boa...
P.S: Nunca o "enxerguei" como "bozonarista".... Para mim isso seria um demérito que você não merece.

Bacana Bertola, é bom que tenhamos visões diferentes em algumas coisas, mas respeito mútuo.

Creio que vc até votou no Haddad (parece que li aqui em algum lugar que vc votou nele, se estiver equivocado me perdoe) pelo mesmo motivo que votei no Bozo...hehe.

"Brasília é um "refúgio" mesmo para muita coisa - até mesmo para gente muito boa..."
Sobre essa frase, concordo contigo, terra boa e de gente boa, me referi a "brasília" como o local dos malandros que decidem o rumo do Brasil, até escrevi com o "b" minúsculo, para não me referir a cidade e a população em sim.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 5:14 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Mas não foram elas que DE FATO influenciaram a eleição.
E a propaganda eleitoral do PT pela TV que citava uma fake news atrás da outra? Que você não mencionou? O que tem mais PESO , somando isso às fake news do PT pela internet?

A campanha de Bolsonaro nem precisava de fake news pra derrotar o PT. Ele já tava derrotado por si só. Aposto que nem pro segundo turno iria, se não fosse pela região Nordeste, que sofreu uma lavagem cerebral petista maior, que o PT se aproveitou de zonas muito pobres e precárias para alienar o povo dessa região, carente de tudo, saneamento básico, educação, saúde. O fato de Lula ser nordestino também contribuiu.

Você não percebeu que o povo já tava já de saco cheio do PT? É necessário ficar repetindo todos os erros do PT ao longo dos anos?

Isso soa como inconformismo, de quem perdeu e não soube aceitar.

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Isso não corresponde à verdade: Ou você vai dizer que Collor e FHC são "de esquerda"? Houve contestação sérias à essas vitórias eleitorais?
Mais um absurdo!

Mas o próprio Lula já admitiu que o PSDB é de esquerda. O próprio FHC também já admitiu. Há vídeos sobre isso. Entre esses dois , PSDB e PT, não havia uma briga de esquerda e direita, na realidade. Tomar uma medida de direita ou outra, não faz alguém ser de direita.

Há até quem fale de "estratégia das tesouras", fazendo uma alusão a uma suposta falsa rivalidade entre os dois partidos. Mas sobre isso, não vou me aprofundar....

Mas eu diria que era uma luta de esquerda x centro.

E pelos motivos que citei acima, não concordo nem um pouco com isso, de que a eleição de Bolsonaro foi "viciada". Houve motivos de sobra de rejeição ao Partido dos Trabalhadores.

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 5:51 pm

Mas o próprio Lula já admitiu que o PSDB é de esquerda
É sério isso cara!?
Ambos são partidos de centro, e olhe lá! Quando muito, de centro-esquerda...
Até porque, quem estuda um pouquinho de História do Brasil e Ciência Política SABE muito bem que NÃO EXISTEM Partidos Políticos no sentido estrito nesse país. O que existem são frentes políticas, ajuntamentos ligados à líderes políticos como FHC e Lula.
A própria História de ambos os partidos demonstra isso, seu processo de formação e etc... (leia o livro "História dos Partidos Políticos no Brasil" - Geraldo de Mello Mourão. Vale à pena estudar também a obra "Os Donos do Poder", clássico do jurista Raymundo Faoro sobre as Elites no Brasil).
Que havia rejeição ao PT, todo mundo sabe (aliás, eu sou um que, na não voto nele...).
Agora, que a eleição foi viciada... Não há duvida alguma quanto à isso...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 6:07 pm

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Mas o próprio Lula já admitiu que o PSDB é de esquerda
É sério isso cara!?
Ambos são partidos de centro, e olhe lá! Quando muito, de centro-esquerda...

A gente sabe.

Mas pra que estragar a ilusão alheia?? A galera questiona o uso do termo fascismo, mas não sabe direito o que é direita e esquerda.

Aliás, tem uma turma que acha mesmo que está travando uma espécie de guerra santa. No geral, essa rapaziada tem medo da Rússia comunista, rsrsrsrs...
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por allexcosta em Seg Ago 19, 2019 6:33 pm

O governo do PT não era de esquerda, quanto mais o PSDB...
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 48538
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 7:38 pm

Eu to dizendo mesmo... E olha que eu tava até exagerando intencionalmente na minha ironia de que daqui a pouco vão dizer que Lula é de direita.

E não é que ta quase lá?? kkkkkkkkkkkkkk....

Já começaram dizendo que é de centro.... Poxa, com todo respeito, mas não tem como não rir disso lol! lol! lol!

Desculpa, Bertola, Alex e Rico kkkkkkkkkkkkkkkkkkk....

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Seg Ago 19, 2019 7:47 pm

^Tá desculpado. Mas tá errado também...

Engraçado é que a gente fala coisas assim aqui há muito, mas muito tempo... Como vc disse que acompanhava os posts, mas propositalmente não postava, me admiro da sua surpresa.

Tomei uma decisão. Daqui pra frente vou EVITAR responder diretamente a alguém, a não ser que eu seja citado. Não quero a inimizade de ninguém.

Em todo caso, isso não é uma promessa, rsrsrsrs...

Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Seg Ago 19, 2019 9:18 pm

""""Quase sempre a discussão sobre privatizações no Brasil é dominada por emoções e o dogmatismo de cada um. Trazer alguns dados para a discussão nunca faz mal e é isso que eu gostaria de fazer. O Brasil tem 418 estatais. A Suíça tem quatro. A Austrália e Japão, oito. A Áustria tem dez. A Bélgica, 12. Estados Unidos e Reino Unido têm 16. A Dinamarca, 21; e o Chile, 25. Será que faz sentido, de fato, e o Brasil precisa ter um número tão grande de empresas estatais? "
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/ricardo-amorim/o-brasil-tem-418-empresas-estatais-pra-que/
Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.
""

""HONG KONG/SANTIAGO - Mais uma vez, Hong Kong lidera a lista das economias mais livres do mundo, enquanto que o Brasil ocupa o 70º lugar do "Index of Economic Freedom" (Índice de Liberdade Econômica) elaborado pelo jornal "The Wall Street Journal" e Heritage Foundation. O Chile, por sua vez, é o primeiro dos países latino-americanos, na 11ª colocação em nível global.""
*2007 (governo Lula)

""Brasil é o 7° maior cobrador de imposto no ranking mundial; Argentina ...

https://www.infomoney.com.br/.../impostos/.../brasil-maior-cobrador-impo...
29 de set de 2016 - Fórum Econômico Mundial divulgou seu Relatório de Competitividade Global das economias mundiais esta semana InfoMoney.
""

""Burocracia e alto número de leis tributárias dificultam o empreendedorismo no Brasil
Doing Business 2018: somente em 14 países há mais dificuldades em abrir negócios; estudo analisa 190 nações


https://contadores.cnt.br/noticias/empresariais/2018/06/29/burocracia-e-alto-numero-de-leis-tributarias-dificultam-o-empreendedorismo-no-brasil.html
"""

Aí estão alguns dados do legado do PT e do PSDB durante o tempo que governaram.

Isso aí é coisa de governo de centro? Como????

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por JAZZigo em Seg Ago 19, 2019 10:52 pm

Max Payne escreveu:
JAZZigo escreveu:https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/08/estudos-indicam-o-colapso-de-investimentos-no-brasil.shtml

A impressão que eu tive foi que Folha, meio """sem querer""(Wink Wink) quis jogar nas costas do governo atual as consequências da desaceleração global....

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,desaceleracao-global-atinge-industria-e-investimento-piorando-cenario-para-o-brasil-diz-economista,70002969068

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,economia-global-deve-crescer-abaixo-de-3,70002968059
Se tivesse lido o artigo, saberia que os estudos não são da Folha e foram baseados em dados fornecidos pelo IPEA, IBGE etc..
JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 13604
Localização : Asa Norte, Brasília-DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por JAZZigo em Seg Ago 19, 2019 10:53 pm

JAZZigo
JAZZigo
Membro

Mensagens : 13604
Localização : Asa Norte, Brasília-DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Seg Ago 19, 2019 11:18 pm

Max Payne escreveu:""""Quase sempre a discussão sobre privatizações no Brasil é dominada por emoções e o dogmatismo de cada um. Trazer alguns dados para a discussão nunca faz mal e é isso que eu gostaria de fazer. O Brasil tem 418 estatais. A Suíça tem quatro. A Austrália e Japão, oito. A Áustria tem dez. A Bélgica, 12. Estados Unidos e Reino Unido têm 16. A Dinamarca, 21; e o Chile, 25. Será que faz sentido, de fato, e o Brasil precisa ter um número tão grande de empresas estatais? "
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/ricardo-amorim/o-brasil-tem-418-empresas-estatais-pra-que/
Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.
""

""HONG KONG/SANTIAGO - Mais uma vez, Hong Kong lidera a lista das economias mais livres do mundo, enquanto que o Brasil ocupa o 70º lugar do "Index of Economic Freedom" (Índice de Liberdade Econômica) elaborado pelo jornal "The Wall Street Journal" e Heritage Foundation. O Chile, por sua vez, é o primeiro dos países latino-americanos, na 11ª colocação em nível global.""
*2007 (governo Lula)

""Brasil é o 7° maior cobrador de imposto no ranking mundial; Argentina ...

https://www.infomoney.com.br/.../impostos/.../brasil-maior-cobrador-impo...
29 de set de 2016 - Fórum Econômico Mundial divulgou seu Relatório de Competitividade Global das economias mundiais esta semana InfoMoney.
""

""Burocracia e alto número de leis tributárias dificultam o empreendedorismo no Brasil
Doing Business 2018: somente em 14 países há mais dificuldades em abrir negócios; estudo analisa 190 nações


https://contadores.cnt.br/noticias/empresariais/2018/06/29/burocracia-e-alto-numero-de-leis-tributarias-dificultam-o-empreendedorismo-no-brasil.html
"""

Aí estão alguns dados do legado do PT e do PSDB durante o tempo que governaram.

Isso aí é coisa de governo de centro? Como????

Parece que você não sabe nada de como se desenvolveu a Economia brasileira no pós 1930, não é mesmo... Isso nada tem à ver com o PT meu rapaz...
E desde quando o fato de ter empresas estatais torna um governo de centro ou esquerda, ou direita?
Sabe o que é isso: Você anda lendo sites de doutrinação ideológica neo-liberal... Fica ouvindo zap zap, ao invés de estudar à sério o tema...
Jovem, o fato de haverem empresas estatais no Brasil com o fato dos governos serem, até hoje de direita ou de centro, não explica nada (exceto para quem fica lendo esse tipo de pregação ideológica...).
Um dos governos que empreendeu a maior abertura de empresas estatais no Brasil, e que foi o mesmo que implantou um vasto plano desenvolvimentista nacional (completando quase todos os setores da Indústria), que foi o 2º PND, foi o governo do General Geisel (1974/1978), em plena ditadura civil-militar... Para você esse então seria um governo "de esquerda"!!!???
Veja como NADA do que você escreve aqui ou acredita se sustenta...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Ter Ago 20, 2019 12:01 am

JAZZigo escreveu:Se tivesse lido o artigo, saberia que os estudos não são da Folha e foram baseados em dados fornecidos pelo IPEA, IBGE etc..
Mas eu li rs.. Justamente porque li, que fui procurar ver o que tava ocorrendo. Quem forneceu os números foi o IBGE, mas quem utilizou os números foi a Folha. Eu não disse que a Folha ta fazendo uma espécie de fake news, mas omitindo a real causa dos números.

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Isso nada tem à ver com o PT meu rapaz...
Olha, desse governo atual, eu aguardo por mudanças. Coisas que governo passados não fizeram. E tudo indica, que apesar dos apesares, como vemos a MP da Liberdade Econômica, Reforma da Previdência, Pacote Anticrime, que a intenção desse governo é promover certas mudanças.

O PT teve 13 anos para mudar algo, e não o fez. Nem o PSDB, exceto o Plano Real (de relevante).
Mauricio Luiz Bertola escreveu:E desde quando o fato de ter empresas estatais torna um governo de centro ou esquerda, ou direita?
Discordo que não tenha nada a ver. Isso varia, mas países com viés socialista sempre têm muitas estatais, contrapondo os países com maior liberdade econômica, que são mais liberais economicamente, que possuem pouquíssimas estatais.
E possuir muitas estatais traz mais malefícios do que benefícios.

Mauricio Luiz Bertola escreveu:Um dos governos que empreendeu a maior abertura de empresas estatais no Brasil, e que foi o mesmo que implantou um vasto plano desenvolvimentista nacional (completando quase todos os setores da Indústria), que foi o 2º PND, foi o governo do General Geisel (1974/1978), em plena ditadura civil-militar... Para você esse então seria um governo "de esquerda"!!!???
Veja como NADA do que você escreve aqui ou acredita se sustenta...
Mas o periodo militar, de "direita", só teve mesmo o anti-comunismo/anti-progressismo e mais nada. Não foram gestões liberais economicamente. Tava muito mais pra estatista.

Ainda assim, em 21 anos o regime/ditadura militar criou 47 estatais. O PT em 13, criou 43.


Última edição por Max Payne em Ter Ago 20, 2019 12:27 am, editado 1 vez(es) (Razão : 21 anos de regime, não 25 anos)

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Ter Ago 20, 2019 6:06 am

Concessões: a privatização nos dez anos de governo do PT
Por Zé Maria Em 11 abr, 2013 - 13:20 Última Atualização 12 abr, 2013 - 0:06
ColunasEleições

Durante a campanha eleitoral à Presidência da República, o PT relembrou à exaustão as privatizações do governo FHC, a fim de se diferenciar do então candidato do PSDB, José Serra. Agora, mais recentemente, o partido vem fazendo uma campanha de comemoração dos dez anos de governo petista em que reafirma essa suposta diferença, já com vistas às eleições de 2014.

Por esse discurso, o período FHC foi de neoliberalismo e de diminuição do papel do Estado, coisa que o atual governo estaria invertendo. A primeira parte da afirmação está certa, o PSDB fez isso mesmo. Mas e a segunda? Infelizmente, o governo Lula e agora o governo Dilma se embrenharam pelo mesmo caminho que um dia tanto criticaram, avançando em uma política de concessão que, na verdade, significa a privatização dos serviços públicos. O resultado é o mesmo dos anos FHC: serviços públicos essenciais ficam nas mãos da iniciativa privada, cuja lógica, como já sabemos muito bem, não é a de prestar o melhor serviço possível, mas de lucrar o máximo, custe o que custar.


Estradas nas mãos das concessionárias privadas


7 ago, 2019

Quem mora no estado de São Paulo sabe o transtorno que é viajar pelas rodovias e enfrentar os intermináveis pedágios e seus preços extorsivos. Resultado da política do PSDB. Pois bem, esse é exatamente o modelo que o governo Dilma aposta para resolver o grave problema do transporte rodoviário e ferroviário do país. Concessões privadas que consumirão R$ 133 bilhões em investimentos e que serão entregues depois para o capital privado gerir. As empresas vencedoras poderão explorar o serviço durante 30 anos, contarão com financiamento público a juros baixíssimos com prazo de até 25 anos e uma taxa de retorno garantido pelo governo de "pelo menos 9%", segundo o próprio ministro da Fazenda, Guido Mantega. Um lucro difícil de conseguir em qualquer outro setor, verdadeiro presente de pai para filho.

Aliás, o governo Lula inovou na arte de privatizar. A lei que criou as Parcerias Público Privadas, as PPP's, de 2004, além de garantir financiamento público para serviços que seriam tocados pelo setor privado, instituiu uma espécie de seguro para esses investimentos, no caso deles não terem o retorno esperado. Ou seja, é o mundo perfeito dos capitalistas, o capitalismo sem risco, onde o único “perigo” é ganhar pouco. Todas as grandes obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) estão sendo tocadas através das PPP's, inclusive a construção dos grandes estágios da Copa.

No setor dos transportes, o modelo de parcerias com o capital privado e concessões não se restringe às rodovias. As ferrovias também serão entregues de vez ao capital privado. Depois de ter sido sucateado e passado por um forte processo de privatização, esta será a pá de cal num meio que poderia ser uma grande alternativa de transporte, barata e ecológica, em contraposição ao caro e poluente modelo rodoviário. No caso das concessões das ferrovias, as empresas terão carta branca para definir todos os rumos do projeto, do desenho à construção e operação do setor. Todas as obras de infraestrutura e logística planejadas pelo governo seguem o mesmo sentido: a entrega do setor às empresas sob o eufemismo da “concessão”.

Nesse mesmo caminho seguem os portos e aeroportos, todos oferecidos à iniciativa privada junto com pacotes de bondade que inclui financiamento do BNDES. Estuda-se, inclusive, a possibilidade de grandes grupos financeiros internacionais se associarem a bancos como Caixa Econômica e Banco do Brasil para participarem desse processo. Algo que já acontece na privatização dos aeroportos. Cumbica (Guarulhos), JK (Brasília) e Viracopos (Campinas) foram entregues a consórcios formados por grandes empreiteiras brasileiras associadas a grupos estrangeiros. Estamos diante da privatização de áreas essenciais ao país com a possibilidade de desnacionalização.

Eletrobras estatal?

Essa política de privatização levada a cabo pelo governo do PT vai mostrar o que já demonstraram os anos FHC: não é possível garantir serviços públicos a preços acessíveis e de qualidade seguindo a lógica de mercado. Aliás, isso já está sendo mais do que provado com o recente impasse criado em torno do setor elétrico.

Aprovado pelo Congresso no final de 2012 e anunciada com pompa pela presidente Dilma em cadeia de rádio e televisão em janeiro, a redução da tarifa da energia elétrica seria uma medida progressiva, representando um pequeno alívio para milhões de famílias que deixariam de pagar alguns reais a mais na conta de luz ao final do mês, Sabemos que se trata ainda de uma medida limitada, que beneficiou principalmente as grandes empresas, as que mais consomem energia e que, sim, tiveram uma grande redução no preço da energia.

O problema é que mesmo essa política extremamente limitada esbarra no caráter privado do funcionamento da Eletrobras. Assim como a Petrobrás, a estatal responsável por coordenar as empresas do setor elétrico no país já não é inteiramente pública, mas uma empresa de capital aberto, com ações negociadas na Bolsa. Tão logo foi anunciada a redução da tarifa, o valor das ações caiu diante da expectativa de lucros menores e a empresa registrou, de outubro a dezembro de 2012, um “prejuízo” de R$ 10 bilhões, divulgado como “o maior prejuízo de uma empresa no Brasil”. Na verdade, o que foi amplamente noticiado como prejuízo foi a queda do valor de mercado da empresa, já que a redução mesmo da tarifa ainda nem havia entrado em vigor.

Pois bem, como qualquer empresa privada, a Eletrobras vai agora compensar por outros meios o que vai deixar de arrecadar com as tarifas. Está contratando uma empresa estrangeira de auditoria para “maximizar” os resultados, mas algumas medidas já estão na agulha. Ela prevê, entre outras coisas, o avanço da privatização da empresa via emissão de ações, a venda de empresas de distribuição de energia e um corte de 30% nas verbas de custeio, que inclui um plano de demissão em massa. Para manter o retorno dos investidores, a empresa pretende mandar para a rua até 20% dos atuais 30 mil funcionários.

Não é preciso se apoiar em nenhuma grande firma de auditoria para prever os resultados desse arrocho que está sendo preparado pela empresa. Precarização do serviço, problemas de segurança, apagão etc. Exatamente o que estamos vendo acontecer com a Petrobrás e seus cada vez mais frequentes acidentes e suas plataformas interditadas. O barato, que é a redução das tarifas, vai acabar saindo caro com o avanço da privatização e da precarização do setor, que vai se traduzir em maiores gastos e tarifas mais caras em um futuro não tão distante.

Serviços públicos têm que ser garantidos por empresas públicas

Não é à toa que, durante as últimas campanhas eleitorais, o PT bateu na tecla das privatizações, embora coloque em prática a mesma política com outro nome. O governo sabe que a população, por sua própria experiência, tem ojeriza à privatização. Isso porque a prática dos últimos anos mais do que provou o antagonismo entre serviços públicos de qualidade e a lógica do mercado, que pressupõe o lucro acima de tudo. A ideia de que a tal “racionalidade” da lógica privada iria conferir maior qualidade e eficiência ao setor público mostrou não ser mais do que uma falácia. E quando a sede por lucros está junto a alianças espúrias com setores do Estado, o resultado tende a ser ainda mais trágico.

O Brasil não vai ter uma infra-estrutura decente de rodovia sem pedágios escorchantes enquanto as estradas estiverem nas mãos dos consórcios privados. Não vai ter ferrovias funcionando de norte a sul, transportando cargas e passageiros a preços justos, enquanto a malha ferroviária estiver nas mãos daqueles mesmos que destruíram o setor nos últimos anos. E não vai ter produção e distribuição de energia elétrica, barata à população, enquanto todo o setor elétrico não for novamente 100% estatal e estiver funcionando a serviço dos interesses da população e não de meia dúzia de acionistas.

Zé Maria
Presidente nacional do PSTU, é diretor da Federação Democrática dos Metalúrgicos de Minas Gerais e integra a Coordenação Nacional da CSP-Conlutas. Twitter: https://twitter.com/zemaria_pstu. Facebook: https://www.facebook.com/zemariapstu



Anuncie Revista Congresso em Foco Fale conosco Política de Privacidade
© 2019 - Congresso em Foco. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização por escrito da direção deste site. SIG Qd. 01 - Ed. Platinum Office - Lote 385 sala 207 - Brasília-DF - CEP 70.610-410 Tel: (61) 3226-2433 Desenvolvido por:
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 20, 2019 9:50 am

Max Payne escreveu:""""Quase sempre a discussão sobre privatizações no Brasil é dominada por emoções e o dogmatismo de cada um. Trazer alguns dados para a discussão nunca faz mal e é isso que eu gostaria de fazer. O Brasil tem 418 estatais. A Suíça tem quatro. A Austrália e Japão, oito. A Áustria tem dez. A Bélgica, 12. Estados Unidos e Reino Unido têm 16. A Dinamarca, 21; e o Chile, 25. Será que faz sentido, de fato, e o Brasil precisa ter um número tão grande de empresas estatais? "
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/ricardo-amorim/o-brasil-tem-418-empresas-estatais-pra-que/
Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.
""

""HONG KONG/SANTIAGO - Mais uma vez, Hong Kong lidera a lista das economias mais livres do mundo, enquanto que o Brasil ocupa o 70º lugar do "Index of Economic Freedom" (Índice de Liberdade Econômica) elaborado pelo jornal "The Wall Street Journal" e Heritage Foundation. O Chile, por sua vez, é o primeiro dos países latino-americanos, na 11ª colocação em nível global.""
*2007 (governo Lula)

""Brasil é o 7° maior cobrador de imposto no ranking mundial; Argentina ...

https://www.infomoney.com.br/.../impostos/.../brasil-maior-cobrador-impo...
29 de set de 2016 - Fórum Econômico Mundial divulgou seu Relatório de Competitividade Global das economias mundiais esta semana InfoMoney.
""

""Burocracia e alto número de leis tributárias dificultam o empreendedorismo no Brasil
Doing Business 2018: somente em 14 países há mais dificuldades em abrir negócios; estudo analisa 190 nações


https://contadores.cnt.br/noticias/empresariais/2018/06/29/burocracia-e-alto-numero-de-leis-tributarias-dificultam-o-empreendedorismo-no-brasil.html
"""

Aí estão alguns dados do legado do PT e do PSDB durante o tempo que governaram.

Isso aí é coisa de governo de centro? Como????

Cara, isso tudo é muito mais antigo que PSDB e PT.

Governo militar não é o exemplo de direita? Pois bem, durante a ditadura tudo isso era assim ou pior.

Essas coisas inerentes ao Brasil não existem por serem fruto de esquerda ou direita. Existem porque somos fruto de administrações burras e governantes com níveis de cognição duvidosos.

É uma combinação entre povos de QI muito baixo e tradição de corrupção e burocracia.

Vá em Portugal hoje, em 2019, e você verá que pra resolver qualquer coisa você precisa de 8 carimbos, cada um fornecido por um órgão da cidade em um bairro diferente.

Então uma situação corriqueira, que num país normal você resolve em meia hora, lá você resolve em uma semana. E é um país do tamanho de Pernambuco. Alie a isso a dimensão do Brasil e o problema de meia hora vira um mês.

A gente pode argumentar que tudo é problema do governo monarca, do conchavo SP-MG, dos militares, do kit PMDB/PSDB ou do PT. Mas não é...

O problema é o Brasileiro.

Se Bolsonaro e sua trupe ficar no poder 16 anos eu vou voltar aqui e dizer a mesma coisa. E o Brasil vai continuar sendo o absurdo de desperdício e burocracia que sempre foi.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 48538
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Max Payne em Ter Ago 20, 2019 2:21 pm

Rico escreveu:Não é à toa que, durante as últimas campanhas eleitorais, o PT bateu na tecla das privatizações, embora coloque em prática a mesma política com outro nome. O governo sabe que a população, por sua própria experiência, tem ojeriza à privatização. Isso porque a prática dos últimos anos mais do que provou o antagonismo entre serviços públicos de qualidade e a lógica do mercado, que pressupõe o lucro acima de tudo.

O texto todo eu achei um absurdo, mas essa parte foi a cereja do bolo. Imagina que uma pessoa ta numa empresa recebendo um salário satisfatório, e sabendo que tem um longo contrato de trabalho garantido pelo Estado, governo estadual ou prefeitura. Que não existe praticamente o risco de demissão. Essa é a pessoa que vai se empenhar em realizar um bom serviço para o consumidor ou para o povo? Será???

A parte em que ele diz que o povo tem ojeriza à privatização, só podia mesmo vir de um cara do PSTU rsrs...

allexcosta escreveu:Cara, isso tudo é muito mais antigo que PSDB e PT.

Governo militar não é o exemplo de direita? Pois bem, durante a ditadura tudo isso era assim ou pior.

Não, não é um exemplo de direita. Estatista do jeito que era? Não.Tinha mais características nacionalistas e militaristas mesmo. Também pelas circunstâncias da época (terrorismo de grupos comunistas no Brasil, vandalismo no seu mais alto estágio, guerrilhas...). Era só um governo que não simpatizava (nem um pouco) com o comunismo. Mas era estatista.

allexcosta escreveu:A gente pode argumentar que tudo é problema do governo monarca, do conchavo SP-MG, dos militares, do kit PMDB/PSDB ou do PT. Mas não é...

O problema é o Brasileiro.

Quantos brasileiros, principalmente os de classes sociais baixa até a classe média você conhece, que realmente acha que o FGTS é um "direito" e não uma imposição do Estado? Quantos acham que todos os """direitos""" que a CLT defende é a "salvação" do trabalhador, como uma espécie de "braço direito"? Que não existiria uma outra opção? Quantos pensam que o Estado deve fornecer TUDO à eles? Quantos defendem o Bolsa-Família com unhas e dentes? Quantos sequer sabem o conceito de Liberalismo Econômico??

Poxa, eu tinha um livro, UM LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA, que dizia que o Socialismo era uma espécie de paraíso na Terra, e que o capitalismo era o satã em forma de sistema político, mano. UM LIVRO dizendo isso. Você tem ideia do que é?

Não posso culpar o brasileiro. Houve uma idiotização de esquerda em massa aqui no país em décadas (somado à uma qualidade de ensino pífia proposital, pois quanto menos o povo sabe, mais pobre e manipulável ele é) um dos culpados disso foi justamente  o período militar, que deu munição para o pensamento socialista aqui.

Max Payne
Membro

Mensagens : 979
Localização : Truculentos City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Rico em Ter Ago 20, 2019 3:27 pm

Max Payne escreveu:
Rico escreveu:Não é à toa que, durante as últimas campanhas eleitorais, o PT bateu na tecla das privatizações, embora coloque em prática a mesma política com outro nome. O governo sabe que a população, por sua própria experiência, tem ojeriza à privatização. Isso porque a prática dos últimos anos mais do que provou o antagonismo entre serviços públicos de qualidade e a lógica do mercado, que pressupõe o lucro acima de tudo.

O texto todo eu achei um absurdo, mas essa parte foi a cereja do bolo. Imagina que uma pessoa ta numa empresa recebendo um salário satisfatório, e sabendo que tem um longo contrato de trabalho garantido pelo Estado, governo estadual ou prefeitura. Que não existe praticamente o risco de demissão. Essa é a pessoa que vai se empenhar em realizar um bom serviço para o consumidor ou para o povo? Será???

A parte em que ele diz que o povo tem ojeriza à privatização, só podia mesmo vir de um cara do PSTU rsrs...

Acho que você não entendeu nada... O ponto eram as políticas de privatização e o quão ao centro PT e PSDB estavam

allexcosta escreveu:Cara, isso tudo é muito mais antigo que PSDB e PT.

Governo militar não é o exemplo de direita? Pois bem, durante a ditadura tudo isso era assim ou pior.

Não, não é um exemplo de direita. Estatista do jeito que era? Não.Tinha mais características nacionalistas e militaristas mesmo. Também pelas circunstâncias da época (terrorismo de grupos comunistas no Brasil, vandalismo no seu mais alto estágio, guerrilhas...). Era só um governo que não simpatizava (nem um pouco) com o comunismo. Mas era estatista.

allexcosta escreveu:A gente pode argumentar que tudo é problema do governo monarca, do conchavo SP-MG, dos militares, do kit PMDB/PSDB ou do PT. Mas não é...

O problema é o Brasileiro.

Quantos brasileiros, principalmente os de classes sociais baixa até a classe média você conhece, que realmente acha que o FGTS é um "direito" e não uma imposição do Estado? Quantos acham que todos os """direitos""" que a CLT defende é a "salvação" do trabalhador, como uma espécie de "braço direito"? Que não existiria uma outra opção? Quantos pensam que o Estado deve fornecer TUDO à eles? Quantos defendem o Bolsa-Família com unhas e dentes? Quantos sequer sabem o conceito de Liberalismo Econômico??

Poxa, eu tinha um livro, UM LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA, que dizia que o Socialismo era uma espécie de paraíso na Terra, e que o capitalismo era o satã em forma de sistema político, mano. UM LIVRO dizendo isso. Você tem ideia do que é?

Não posso culpar o brasileiro. Houve uma idiotização de esquerda em massa aqui no país em décadas (somado à uma qualidade de ensino pífia proposital, pois quanto menos o povo sabe, mais pobre e manipulável ele é) um dos culpados disso foi justamente  o período militar, que deu munição para o pensamento socialista aqui.

Desculpa, mas você não tem a menor idéia do que tá falando. Tá repetindo teoria de zap zap. Para com isso...

Terrorismo de grupos comunistas??? Doutrinação esquerdista??? Ahahahahaha!!! Me tira o tubooooo!!!!
Rico
Rico
Membro

Mensagens : 4398
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por WHead em Ter Ago 20, 2019 3:30 pm

allexcosta escreveu:
(...)
É uma combinação entre povos de QI muito baixo e tradição de corrupção e burocracia.
(...)

Desculpe-me por perguntar mas isso é uma impressão sua ou existe algum estudo a respeito? Pergunto isso porque tendo a crer que corrupção (utilização do poder ou autoridade para conseguir obter vantagens) e burocracia (estrutura organizativa composta por regras e procedimentos determinados) são soluções tipicamente humanas (generalizadas), tomadas frente à situações muito específicas, sem correlação evidente com as diferenças no quociente de inteligência. Acredito, ainda, que nem sequer os desdobramentos desses temas dependam tanto do QI popular (pura e simples) quanto de reorganização administrativa e igualdade social (o que parte, necessariamente, da mobilização popular, e passa pela vontade política – esses sim, a meu ver, responsáveis por muitas das nossas mazelas). Enfim, mesmo em meio a revisionistas, terraplanistas e anarcocapitalistas, ainda acredito que nossa condição político-social está mais atrelada à desmobilização social e falta de comprometimento político do que ao quociente de inteligência nacional médio. Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1386
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por allexcosta em Ter Ago 20, 2019 4:50 pm

WHead escreveu:Desculpe-me por perguntar mas isso é uma impressão sua ou existe algum estudo a respeito? Pergunto isso porque tendo a crer que corrupção (utilização do poder ou autoridade para conseguir obter vantagens) e burocracia (estrutura organizativa composta por regras e procedimentos determinados) são soluções tipicamente humanas (generalizadas), tomadas frente à situações muito específicas, sem correlação evidente com as diferenças no quociente de inteligência. Acredito, ainda, que nem sequer os desdobramentos desses temas dependam tanto do QI popular (pura e simples) quanto de reorganização administrativa e igualdade social (o que parte, necessariamente, da mobilização popular, e passa pela vontade política – esses sim, a meu ver, responsáveis por muitas das nossas mazelas).  Enfim, mesmo em meio a revisionistas, terraplanistas e anarcocapitalistas, ainda acredito que nossa condição político-social está mais atrelada à desmobilização social e falta de comprometimento político do que ao quociente de inteligência nacional médio. Abraço.

A imensa maioria das coisas que escrevo aqui sobre esses assuntos são fruto das minhas observações de mundo e não de estudos ou teorias de especialistas, razão até porque sempre bato de frente com nosso amigo Bertola e outros que conhecem muito melhor as teorias clássicas e tal...

Mas enfim... Sociedades formadas por pessoas mais inteligentes são menos corruptas e menos burocráticas... Isso pelo menos é o que eu acho. E sinta-se livre para discordar.

Todo mundo que conheço com boa cognição enxerga os eventos do dia a dia como um jogo de xadrez, onde uma jogada levará a uma situação, que levará a outra, etc...

Corrupção é destruir a peça do adversário sacrificando algumas das suas... Porque corrupção gera desigualdade social, que gera violência, etc... Quanto à burocracia, não é à toa que muitos chamamos de "burrocracia". É um meio mais burro de fazer algo. Qualquer pessoa inteligente tenta fazer as coisas da maneira mais rápida e com menos quantidade de etapas possível.

Os processos no Brasil são burros e redundantes... Você chega numa loja qualquer no Brasil, pega fila pra falar com o vendedor, fila pra pagar, fila pra pegar o produto... Um gringo normal (não Português) vai achar que é uma pegadinha...

Me desculpe dizer assim com todas as letras, mas o Brasileiro médio é pouco inteligente...

Me diga qual povo do mundo tranca corredor de supermercado? Absolutamente nenhum, só brasileiro... Precisa de cognição mínima pra perceber que ali é uma passagem...

São esses conceitos simples que o brasileiro não consegue entender e que se exacerbam em Brasília... O deputado fulaninho do raio que o parta fecha corredor de supermercado. Quando jovem, ia à Disney e ficava cantando alto em Português... Nenhum povo do mundo faz isso, nenhum... Isso é coisa de gente burra... Infelizmente é o que somos...

Pergunte a alguém que já morou em Portugal... Funcionário público molha planta na chuva. Por incrível que pareça, é verdade. Não é piada de Português.

Cara, conhecido meu que é Português mora no sul da Flórida, perto de Fort Lauderdale. Família dele foi visitar e comprou passagem pra Orlando... Meu conhecido ficou 5 horas procurando a família no aeroporto de Ft. Lauderdale, enquanto a família dele ficou 5 horas procurando por ele em Orlando. Os caras levaram 5 horas pra se tocar que estavam em lugares diferentes

Foi ele que me contou isso... Juro pelo que há de mais sagrado.

Nossos índios pescam com veneno de cipó e plantam mandioca, enquanto os outros índios desviavam rios, conheciam astronomia, matemática, etc...

Nego de qualquer lugar do mundo muda pra outro país e tá falando a língua direitinho em 6 meses. No Brasil mesmo você vê Europeu falando Português razoável e nunca nem morou aqui. Nos EUA tem Brasileiro que mora há 25 anos e não sabe pedir pra colocar gasolina ou pra tirar o pickles do sanduíche. E olha que é Inglês, que é a língua padrão mundial... Já pensou se fosse Japonês ou Russo?

Somos descendentes de pessoas burras. O povo brasileiro é um povo burro... Desculpe escrever assim com todas as letras, mas é assim que eu penso.

Burrice causa corrupção exacerbada, causa burocracia, violência e tantas outras mazelas...

Quem venham as pedras... Laughing
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 48538
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por NeyBass em Ter Ago 20, 2019 5:05 pm

Sempre me pergunto, o que adianta tantas teorias, estudos e o escambal sendo que a realidade da vida principalmente dos brasileiros é bem diferente do que aponta os estudos.

Gostaria de ver no Brasil, alguém colocar um livro de normas e direitos embaixo do braço e tentar sobreviver a risca.

Parabéns para a galera que tem uma visão mais intelectual baseada em estudos e tal, até admiro, mas a realidade é outra, as porradas da vida nos mostra que o buraco é bem mais embaixo.

Exemplo básico:
"Ah, agora não posso nem chegar perto da minha mulher, ela tem um documento que me proíbe"
"Não chega perto de mim, olha aqui o documento que tenho que vc não pode chegar perto de mim"

e assim continuam morrendo mulheres com a medida protetiva dentro da bolsa.

O cotidiano está bem as avessas dos livros.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4313
Localização : MT

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por AndréBurger em Ter Ago 20, 2019 5:07 pm

Não conheço o resto do mundo, mas acho brasileiro acomodado e religioso - com todas as intersecções que esses dois adjetivos tenham...
Estava eu na Unidade Básica de Saúde hoje quando ouvi o diálogo entre duas tiazinhas sobre remarcar consulta


- n dá pra remarcar pois n consigo vir
- n tem ninguém pra te acompanhar?
- Deus.
- Ah, se tem Deus n precisa de mais nada...
- é verdade



Bom, religião não se discute, né... mas como no outro tópico (do último biscoito do pacote), a gente vê que ela tem absorvido diversas características de gente acomodada.

AndréBurger
Membro

Mensagens : 907
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Ter Ago 20, 2019 5:09 pm

Somos descendentes de pessoas burras. O povo brasileiro é um povo burro... Desculpe escrever assim com todas as letras, mas é assim que eu penso.
Eheheheheheh....
Burrice causa corrupção exacerbada, causa burocracia, violência e tantas outras mazelas...
Os nazistas adorariam isso... Eles eram corruptos, adoravam burocracia e eram extremamente violentos... E eram (na maior parte) alemães...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Mauricio Luiz Bertola em Ter Ago 20, 2019 5:13 pm

NeyBass escreveu:Sempre me pergunto, o que adianta tantas teorias, estudos e o escambal sendo que a realidade da vida principalmente dos brasileiros é bem diferente do que aponta os estudos.

Gostaria de ver no Brasil, alguém colocar um livro de normas e direitos embaixo do braço e tentar sobreviver a risca.

Parabéns para a galera que tem uma visão mais intelectual baseada em estudos e tal, até admiro, mas a realidade é outra, as porradas da vida nos mostra que o buraco é bem mais embaixo.

Exemplo básico:
"Ah, agora não posso nem chegar perto da minha mulher, ela tem um documento que me proíbe"
"Não chega perto de mim, olha aqui o documento que tenho que vc não pode chegar perto de mim"

e assim continuam morrendo mulheres com a medida protetiva dentro da bolsa.

O cotidiano está bem as avessas dos livros.

NeyBass, parece que você jamais leu qualquer estudo histórico, sociológico, antropológico e etc...
Mauricio Luiz Bertola
Mauricio Luiz Bertola
FCBR-CT
FCBR-CT

Mensagens : 15660
Localização : Niterói, RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por WHead em Ter Ago 20, 2019 9:11 pm

allexcosta escreveu:
(...)

Entendi, Allex. Uma percepção às vezes pode ser tão ou mais real do que a própria realidade. Concordo em tudo o que você descreveu sobre a corrupção (ela aumenta as desigualdades, o que intensifica a violência etc), exceto mesmo pela correlação entre QI e corrupção (quando eu tiver um tempo vou procurar estudos sobre isso). Sobre a burocracia, apesar da conotação negativa que o termo assumiu em nossos dias, ela existiu em todas as formas de Estado, desde o antigo até o moderno (inclusive novos modelos de estruturas burocráticas têm surgido, tanto na esfera privada quanto na administração pública - Weber parece estar certo mesmo!). Enfim, o que podemos fazer é aperfeiçoá-la para que ela seja nossa aliada no melhor funcionamento do Estado e na gestão dos serviços públicos e privados. O caso do corredor do supermercado creio ser mais o "brasileiro folgado" do que o "brasileiro burro" - também fico indignado com isso! O brasileiro na Disney é um caso à parte que envolve não apenas a sociologia mas também a psicologia - e talvez até a psiquiatria! Só não consigo entender a cisma com portugueses (não me parecem menos inteligentes que seus vizinhos e contemporâneos - também vou pesquisar mais sobre isso) e indígenas (são notáveis e reconhecidos os conhecimentos destes acerca de plantas medicinais, agricultura, classificação e uso do solo, sistema de reciclagem de nutrientes, métodos de reflorestamento, pesticidas e fertilizantes naturais, comportamento animal, melhoramento genético de plantas cultivadas e semi-domesticadas, manejo da pesca e da vida selvagem e astronomia, o que lhes garantiu a sobrevivência por milhares de anos na Amazônia. Tem também a literatura nativa que é muito pouco conhecida porque as línguas indígenas não possuíam escrita mas é igualmente impressionante). Enfim, se tiver interesse, visite www.kaninde.org.br/cinco-ideias-equivocadas-sobre-indios/, do etnohistoriador e professor José Ribamar Bessa Freire. É a transcrição de uma palestra muito interessante sobre esse tema. No mais, perdoe-me por extender-me demais mas é que discutir e trocar experiências, em alto nível e entre amigos, sempre me deixa empolgado. Um abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1386
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)  - Página 7 Empty Re: Já Somos um País Fascista - por Dodô Azevedo (Parte III)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 20 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 13 ... 20  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum