Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por WHead em Dom Jan 05, 2020 1:45 am

Atenção: este tópico não tem a intenção de ser uma resenha, nem um tratado sobre o fuzz. Não tenho experiência suficiente para tal em nenhuma situação - e há diversos tópicos nesse sentido aqui no Fórum, todos muito elucidativos. Apenas quis registrar e compartilhar com os amigos algumas das principais histórias e sons que acompanharam pontualmente o desenvolvimento do fuzz, desde a sua origem até o Big Muff.

Acho que gosto das histórias tanto quanto dos equipamentos.

E por quê o Big Muff?
Porque foi até aqui que eu cheguei - e porque é o pedal que eu uso e foi o gatilho da minha curiosidade. Fiquem à vontade para completar ou corrigir qualquer informação daqui, assim como incluir um fuzz e sua história, se sentir vontade. Abraço.

Diz a lenda que em 1961 um circuito danificado de pré-amplificador criou um “barulho” no solo de guitarra de Grady Martin, na música country 'Don´t Worry', de Marty Robbins. Don Lei, o produtor, sentiu que havia algo novo ali e, mesmo que inconscientemente, deu origem ao fuzz.



Em 1962, Noel Floyd “Nokie” Edwards, guitarrista da banda The Ventures, e Orville “Red” Rhodes, um amigo da banda, músico e técnico em eletrônica, impressionados com o country barulhento de Robbins, decidiram unir forças para reproduzir aquele efeito. Desenvolveram e apresentaram, então, o primeiro pedal fuzz, feita à mão, na faixa '2000 Pound Bee'.



Naquele mesmo ano a Gibson lançou o Maestro Fuzz-Tone FZ-1, o primeiro pedal fuzz produzido em escala comercial. O produto não vendeu como o esperado (talvez por causa da propaganda que prometia fazer a guitarra soar como um saxofone), mas abriu uma nova perspectiva de som que as futuras gerações agradeceriam eternamente.



Em 64 o sucesso do Kinks e seus amplificadores deliberadamente rasgados, e dos Sonics e sua produção low-profile, deram a partida no Garage Rock - mas foi só em 1965, com Keith Richards e os Rolling Stones que o fuzz se popularizou. Richards usou um Maestro Fuzz-Tone FZ-1 para gravar o mega sucesso dos Rolling Stones '(I Can´t Get No) Satisfaction', o que impulsionou as vendas do pedal e popularizou o efeito.



No mesmo ano, no Reino Unido, Gary Hurst lançou o Tone Bender para competir com o Maestro, da Gibson - baseado no mesmo circuito,mas com algumas modificações.



Ainda em 65 o Tone Bender foi um dos destaques do álbum Rubber Soul, dos Beatles.



O Fuzz Face (1965), da Arbiter Electronics, talvez seja o mais famoso dessa geração porque ficou muito associado à Jimi Hendrix.



Nos EUA a Mosrite tinha o seu próprio fuzz chamado 'Fuzz Rite' (1966).



Quando a Guild comprou os direitos sobre o 'Fuzz Rite' o pedal foi renomeado para 'Foxey Lady' (1967) - o  primeiro dos pedais  signature - e superou o original em popularidade e vendas.



Em 1968 Mike Matthews, um dos responsáveis pelo sucesso do Guild Foxey Lady, decide deixar a parceria e criar a sua própria empresa, a Electro-Harmonix, que lançou no mesmo ano o Axis Fuzztone (1968) - o pai do Big Muff. O pedal era o mesmo da Guild - até a estratégia de associá-lo ao Hendrix era a mesma  ('Axis' vem de 'Axis: Bold As Love', álbum de Hendrix de 67) e ainda assim atraiu a atenção e vingou, comercialmente falando.



Em 69 finalmente nasceu o popular Big Muff, da Electro-Harmonix. A primeira edição veio com uma chave liga-desliga associada ao botão volume.

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Treian10

A partir da segunda edição o liga-desliga foi separado do volume.



Com a popularidade veio a demanda por fuzzes dedicados ao baixo e, desde então, uma infinidade deles surgiram.



E que essa história continue.

https://www.theatlantic.com/technology/archive/2011/03/50-years-of-making-fuzz-the-sound-that-defines-rock-n-roll/71959/
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1515
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Marcio Azzarini em Qui Jan 09, 2020 1:14 pm

Excelente tópico! Obrigado por compartilhar e ilustrar essa história!

Abração!
Marcio Azzarini
Marcio Azzarini
Membro

Mensagens : 342
Localização : Sorocaba

http://www.marciobasspage.cjb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Stormbringer em Qui Jan 09, 2020 4:13 pm

Muito legal!

NA primeira musica, se não estivesse nesse tópico e me perguntassem que "barulho" era aquele, eu ia falar que era algum metal mais grave, como uma Tuba ou trombone baixo...
Stormbringer
Stormbringer
Membro

Mensagens : 4446
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Igor Canavarro em Qui Jan 09, 2020 4:48 pm

Stormbringer escreveu:Muito legal!

NA primeira musica, se não estivesse nesse tópico e me perguntassem que "barulho" era aquele, eu ia falar que era algum metal mais grave, como uma Tuba ou trombone baixo...

Um sax tenor tem um som parecido.
Igor Canavarro
Igor Canavarro
Membro

Mensagens : 472
Localização : Recife-PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Igor Canavarro em Qui Jan 09, 2020 4:55 pm

Ainda em 65 o Tone Bender foi um dos destaques do álbum Rubber Soul, dos Beatles. escreveu:

A primeira vez que ouvi Think For Yourself foi em 2013. Me perguntei: "Essa guitarra deve estar com os circuitos ruins não?" Aí eu pesquisei sobre a faixa e descobri que era o tal do Fuzz Pedal que dava o som metálico ao instrumento. Foi a partir dessa descoberta que passei a gostar do efeito e a saber que existia o produto pra baixo também.
Igor Canavarro
Igor Canavarro
Membro

Mensagens : 472
Localização : Recife-PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por WHead em Qui Jan 09, 2020 7:32 pm

Marcio Azzarini escreveu:Excelente tópico! Obrigado por compartilhar e ilustrar essa história
Abração!

Muito obrigado, Marcio.
Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1515
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Igor Canavarro em Qui Jan 09, 2020 8:29 pm

OPS! Ainda não me habituei a usar o multiquote. Acabei floodando o tópico. Foi mal gente.
Igor Canavarro
Igor Canavarro
Membro

Mensagens : 472
Localização : Recife-PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69). Empty Re: Fuzz: do barulho ao Big Muff (61-69).

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum