Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fender Southern Cross 1993/1995

5 participantes

Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Dennis Messa Qua Fev 21, 2024 11:07 am

Boas tardes.

Apesar dos constantes comentários negativos feitos pelo fórum, a respeito dos Southern Cross, eu acabei por adquirir um (julho/2023) e tirei minhas próprias conclusões.

Faz 7 meses que estou com ele, uso nos meus ensaios regulares e fiz algumas gigs. Toquei muitas vezes com ele nas minhas duas bandas. Embora eu não seja um músico profissional, costumo tocar em palcos underground com certa frequência, mas não pego a estrada. Costumo revezá-lo com um Ibanez TR Expressionist 1997 japonês, um Ledur 2016 com humbuckers Seymour e um Fender Precision Mexicano 2012 - todos instrumentos 4 cordas, com peças originais, sem upgrades, cordas Rotosound inox em todos. O Fender Southern Cross também está com captadores, elétrica e ferragens todas originais. Alterno esses instrumentos em função das afinações e sonoridades que eles oferecem para determinadas músicas/situações. Tenho uma banda de pop rock, outra de thrash metal, mas tenho o hábito de praticar diáriamente faixas R&B do Nathan East. Agora que temos um pouco de contexto, vamos às considerações:

APARÊNCIA:
No geral, a pintura do corpo, os trastes, o recorte da madeira e o acabamento parecem ok, mas o que me impressiona são os desalinhamentos do instrumento (só os Tonante e Jennifer parecem piores). 1) Não sei e esse baixo já veio sem abertura no corpo para regular o tensor, mas o buraco escalavrado que fica escondido abaixo do escudo é muito grosseiro. Ao menos eu não preciso desmontar o braço para regular, mas retirar os 10 parafusos do escudo para ajustar o tensor é algo inaceitável. 2) As bolinhas que ficam na lateral do braço, que servem para marcar as casas 3/5/7 são desalinhadas! Isso é bizarro! 3) A ponte parece bastante desalinhada, reparem, na foto, a posição das cordas e captadores, ao menos isso não parece afetar na sonoridade do instrumento. Mesmo assim, estou pensando encaminhar para um luthier fazer o reposicionamento. 4) A serigrafia do headstock todos já conhecem, o desenho da borda criada pelo relevo do recorte chega a ser pior que muita falsificação que a gente vê por aí. 5) O braço do instrumento tem várias marcas de uso e pelo visto os machucados se transformam em manchas. Acho que isso tem a ver com o tipo de pintura ou madeira, não sei, vi isso em todos os Southern Cross.

DESEMPENHO:
Os captadores empurram bastante som, se comparado com o meu Fender Precision e os demais no modo passivo, o modelo perde para os humbuckers mas não para os singles. Cheguei a medir os caps com um multímetro e o índice é igual ao meu Fender Mexicano. Porém, as cordas, quando envelhecidas, parecem soar piores nele - acredito que os captadores não entregam picos mais intensos de graves e agudos. A parte positiva: o instrumento entrega um som Jazz Bass muito fiel e equilibrado. Já tive um Jazz Bass SX e um Fender Jazz Americano 2013 e achei todos com um som bastante genérico, o Southern Cross parece fazer um som mais gostoso, bem roncadão. Apesar dos detalhes da aparência, me dá muito prazer tocar com ele. O intrumento é realmente muito confortável! Consigo ajustar o tensor a ponto de deixá-lo mais reto que o Fender MX, por exemplo. As cordas ficam super próximas do braço, mais que qualquer um baixo listado nesse relato - eu uso afinação standart. Não considero o instrumento pesado, mas ele realmente tem algumas gramas a mais que qualquer JB. As tarrachas seguram bem as notas, mas não tem aquela precisão imediata de um Gotoh. Ou seja, é um pouquinho mais chato na hora de afinar, mas não acho nada demais.

CONCLUSÃO:
Estou usando bastante o instrumento nas minhas duas bandas, principalmente para rock mais 60/70 e para metal pesado, no qual o captador single cerâmico funciona super bem com distorção e dá conta da pressão. Se você quer conforto e som clássivo de Jazz Bass, esse intrumento te entrega isso de verdade (ao menos, o meu Southern Cross, talvez nem todos sejam assim). A minha maior ressalva, se você tem algum tipo de Transtorno Obsessivo Compulsivo, não tenha um Southern Cross - ele é realmente feio nos detalhes. Paguei R$ 2.650,00 nele e acho que valeu muito a pena, ao menos pra minha diversão.

Fender Southern Cross 1993/1995 Captad10
Fender Southern Cross 1993/1995 Headst10
Fender Southern Cross 1993/1995 Headst11


Dennis Messa
Dennis Messa
Membro

Mensagens : 151
Localização : Novo Hamburgo, RS

AdaoRosa e andreluizgomes gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Dennis Messa Qua Fev 21, 2024 11:09 am

Fender Southern Cross 1993/1995 Captad12


Última edição por Dennis Messa em Qua Fev 21, 2024 11:13 am, editado 1 vez(es)
Dennis Messa
Dennis Messa
Membro

Mensagens : 151
Localização : Novo Hamburgo, RS

andreluizgomes gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Dennis Messa Qua Fev 21, 2024 11:12 am

Fender Southern Cross 1993/1995 Corpo-11
Dennis Messa
Dennis Messa
Membro

Mensagens : 151
Localização : Novo Hamburgo, RS

andreluizgomes gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Breno_Barnabe Qua Fev 21, 2024 5:14 pm

Valeu pelo relato.

Será que não rolaria fazer uma cavidade no escudo pra ter melhor acesso ao tensor?
Breno_Barnabe
Breno_Barnabe
Membro

Mensagens : 5317
Localização : São Paulo

DieMarin e Dennis Messa gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Jazzmaster78 Sáb Mar 09, 2024 12:15 pm

Esses baixos Southern Cross têm um custo-benefício incrível. Basta pensar que um baixo Fender mexicano não aparece por menos de 5 ou 6k, e as linhas mais elaboradas (mexicanas) vão custar ainda bem mais.

Essa questão de acesso ao tensor não é uma novidade. Os instrumentos da Fender antigos, os mais caros aliás, dos anos 50 e 60, todos são assim, é preciso retirar o braço pra conseguir regular o tensor. Está longe de ser um 'absurdo'. Uma solução extremamente simples é fazer uma cavidade no escudo.

De resto, acho que as observações têm mais de estética (alinhamento de dots) do que de funcionalidade do instrumento né.

Jazzmaster78
Membro

Mensagens : 2
Localização : Rio de Janeiro

Dennis Messa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Dennis Messa Sáb Mar 09, 2024 12:27 pm

Exatamente. As observações negativas dizem mais respeito aos detalhes da estética, mas não tenho coragem de abrir uma cavidade no escudo, que pra muitos, descaracteriza o objeto original.

O maior detalhe, pra quem quer um Southern Cross, sempre tocar antes de adquirir. A Giannini não seguiu um padrão de hardware e já vi tensor que não funciona.
Dennis Messa
Dennis Messa
Membro

Mensagens : 151
Localização : Novo Hamburgo, RS

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Jazzmaster78 Sáb Mar 09, 2024 1:45 pm

Verdade, as coisas da Giannini nunca tiveram um padrão confiável. Isso não significa que os instrumentos - especialmente os mais antigos - não sejam excepcionais. Eu tenho uma guitarra e um baixo Gemini dos anos 60, por exemplo, que estão exatamente no mesmo nível das minhas Fenders antigas. A grande questão das guitarras e baixos antigos da Giannini é levar para um luthier resolver esses eventuais problemas de alinhamento, afinação e etc, porque via de regra o madeiramento e o hardware são muito bons.

A série Southern Cross, por outro lado, ainda conseguiu ter um padrão melhor do que as coisas comuns da Giannini, tanto que foram fabricadas do começo de 1993 até o final de 1995, praticamente 3 anos inteiros de produção, com supervisão total da Fender. Se você pegar vários baixos SC e comprar, provavelmente terão um padrão excelente. Para mim o maior problema dessa série de instrumentos são os captadores, tanto das guitarras quanto dos baixos. Usaram coisas de baixo padrão, caps cerâmicos asiáticos com um som feio. Esses baixos e guitarras com bons captadores em alnico, são instrumentos de excelente padrão.

Jazzmaster78
Membro

Mensagens : 2
Localização : Rio de Janeiro

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Maurício_Expressão Seg Mar 11, 2024 10:40 am

Ao meu ver, as principais limitações dos baixos Fender Southern Cross são 2: peso do instrumento e qualidade da captação.

Para o primeiro problema não tem solução. Só paliativos, no meu caso uso correia bem larga e confortável para baixos pesados.

Para o segundo caso, uso pick-up Fender Custom Shop 60.

O acabamento é sim um pouco inferior que um Fender American Standart, mas nada tão crítico assim e as ferragens, que também não são de mesmo nivel, mas também cumprem sua função numa boa.

____________________________
Regras do Fórum - CUMPRIMENTO OBRIGATÓRIO - Regras de Netiqueta - TODOS LEIAM POR FAVOR
https://www.youtube.com/user/ForumContrabaixoBR
Maurício_Expressão
Maurício_Expressão
Moderador

Mensagens : 7456
Localização : São José dos Campos - SP (Brazil)

http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/expressao

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Zubrycky Sáb Mar 16, 2024 10:00 am

Maurício_Expressão escreveu:Ao meu ver, as principais limitações dos baixos Fender Southern Cross são 2: peso do instrumento e qualidade da captação.

Para o primeiro problema não tem solução. Só paliativos, no meu caso uso correia bem larga e confortável para baixos pesados.

Para o segundo caso, uso pick-up Fender Custom Shop 60.

O acabamento é sim um pouco inferior que um Fender American Standart, mas nada tão crítico assim e as ferragens, que também não são de mesmo nivel, mas também cumprem sua função numa boa.

Sobre o peso, não me surpreendo, porque além da concepção da época de que um instrumento bom tinha que ser um instrumento pesado, alguns Fenders também são verdadeiras âncoras.

Uma coisa que me surpreendeu, dado ao marketing da época desses instrumentos serem feitos "com a autorização da Fender", foi descobrir aqui a má qualidade dos captadores (sobre as ferragens genéricas, nenhuma surpresa, dado que isso me era esperado devido à questão de custos).
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 18960
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Maurício_Expressão gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Fender Southern Cross 1993/1995 Empty Re: Fender Southern Cross 1993/1995

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos semelhantes

 
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos