Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Saindo de baixo iniciante para intermediário

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Flaming Red em Seg Jan 06, 2020 10:21 am

Olá pessoal! Tenho 28 anos e já tenho uma boa experiência ao longo de 10 anos aproximadamente com contrabaixo.
Já tive até agora estes modelos:
1º - Passivo de 5 cordas (não lembro o modelo ao certo), porém tinha um problema no braço. Comprei usado as cegas.
2º - Passivo Strinberg 4 cordas PJB. Inventei de trocar os captadores e nunca mais foi o mesmo.
3º - Passivo Giannini 4 cordas JB SX series.
4º e atual - Passivo Ibanez Mikro GSRM20 Mikro. Segunda vez que deu problema nos potenciômetros e não consigo achar os originais para repor por serem de um tamanho menor e de difícil demanda. Fora que tem certos detalhes limitantes nele que acabei detestando com o passar do tempo.

Na real até hoje só comprei baixo por impulso, tanto por grana curta quanto a não ter muitas referências ou oportunidades de testar outros modelos.
Agora já tenho condições de investir em um modelo não tão de entrada e que sirva por muito tempo.
Desta vez quero optar por um de 5 cordas e 24 trastes, mas fico na dúvida sobre circuito ativo ou passivo. Se for passivo novamente, certamente vou pegar um pedal de pré decente. Eu sofro muito com o ganho pequeno dos passivos, principalmente quando os cubos dos shows são ruins ou sistema de som é precário (principalmente ligado na mesa).
Eu tenho uma pedaleira Zoom B1on e o atual Ibanez gera um som bem baixo se comparado ao loop de bateria (já mexi em tudo, mas nada melhora), então nem sei se teoricamente um pedal de pre ajudaria (apesar da pedaleira já ter e não surtir muito efeito). Estou sem cubo e pretendo estudar apenas com os fones na pedaleira (até já fiz um tópico antigo sobre, e o problema parece estar mesmo no ganho do contrabaixo).

Pretendo investir até uns R$2000, então queria saber alguns modelos de baixo mais em conta. Eu gosto de um som definido e um pouco de brilho, tenho influências de Heavy Metal, Glam e similares ao headbanger. Quanto a captação, se possível Precision. Um último detalhe é que questão do peso do baixo, já que sofro um pouco com a coluna e então quanto mais leve for, melhor.
O que posso fazer também é pegar um modelo mais barato e fazer algumas modificações com um luthier a meu gosto com o tempo.
Flaming Red
Flaming Red
Membro

Mensagens : 29
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Seg Jan 06, 2020 11:04 am

Saudações Flaming, lendo teu relato sugiro um Ibanez melhor. Como você falou em cap precision, cogite ler e e ouvir um pouco do TMB 100.

boa sorte!
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Seg Jan 06, 2020 11:11 am

Flaming Red escreveu:O que posso fazer também é pegar um modelo mais barato e fazer algumas modificações com um luthier a meu gosto com o tempo.
Pelo que tu descreveu, essa estratégia não vem dando muito certo até aqui.

Flaming Red escreveu:Eu gosto de um som definido e um pouco de brilho(...)
Isso eu creio ter mais a ver com as cordas escolhidas. (Dado que seja um captador descente, claro)

Há algumas coisas que eu creio que tu vá precisar abrir mão com esse orçamento:
- Precision de 5 cordas não é muito comum. Os que vi estavam com o preço muito acima do teu limite;
- Leveza também tem seu preço;

Olha. Se hoje eu fosse pegar um 5 cordas, eu olharia com carinho para os Yamaha.

O Yamaha TRBX 305 está só um pouco acima do teu limite. Creio que valha à pena um esforço extra.

Tem um tópico aqui mesmo a respeito desse baixo:
https://www.contrabaixobr.com/t32270-yamaha-trbx305
rafael.buzzi.andrade
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1614
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

https://nacodecachola.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Seg Jan 06, 2020 11:20 am

Se você não tiver problemas com baixos usados, com esse valor é possível encontrar opções interessantes. Sendo cinco cordas, iria em algum Yamaha. Se você não tiver algum problema com baixos de menos de 24 casas, a série BB da Yamaha é muito legal. Acho que casaria bem contigo.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 7361
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Seg Jan 06, 2020 11:23 am

^
Vendo o comentário do Buzzi percebi que comi bola. TMB 100 não é 5 cordas. Desconsidere.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por vinibassplayer em Seg Jan 06, 2020 2:59 pm

yamaha BB ou TRBX, cordas novas e bem regulado
vinibassplayer
vinibassplayer
Membro

Mensagens : 1183
Localização : Corinto - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Osmar1245 em Seg Jan 06, 2020 10:21 pm

vinibassplayer escreveu:yamaha BB ou TRBX, cordas novas e bem regulado

TRBX 5 cordas é consideravelmente mais caro que 2 mil reais, à vista sem frete deve tá uns 2400, parcelado uns 2600; mais ou menos isso. Há lojas vendendo ele por 3k. Mas se o cara conseguir, vale muito a pena, tenho um, delicia demais.

Agora dentro do que o amigo disse, um baixo de até 2k 5 cordas: https://www.musitechinstrumentos.com.br/Produto_16777,109/Cordas/Contrabaixo/5-Cordas/Contrabaixo-Ibanez-GSR-205B-WNF-5-Cordas-Ativo-Walnut-Fosco.html
Osmar1245
Osmar1245
Membro

Mensagens : 47
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Jãozeiro em Seg Jan 06, 2020 10:59 pm

Flaming Red escreveu:

Agora já tenho condições de investir em um modelo não tão de entrada e que sirva por muito tempo.

Cara, pior que hoje, até 2 mil reais a gente não compra nada que não seja de entrada. Pelo menos nada novo na loja.

Flaming Red escreveu:
...fico na dúvida sobre circuito ativo ou passivo. Se for passivo novamente, certamente vou pegar um pedal de pré decente. Eu sofro muito com o ganho pequeno dos passivos, principalmente quando os cubos dos shows são ruins ou sistema de som é precário (principalmente ligado na mesa).

Na minha opinião instrumento bom não salva sonorização ruim...acho bem mais fácil acontecer o contrário (e realmente acontece), ou seja, instrumentos de entrada ficarem ótimos em bons amplificadores e bons P.A.s
Jãozeiro
Jãozeiro
Membro

Mensagens : 1586
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Davi Motta em Ter Jan 07, 2020 6:27 am

Henri-Q escreveu:Saudações Flaming, lendo teu relato sugiro um Ibanez melhor.
SRX505 e SR505 sempre aparece alguém vendendo abaixo dos 2k. O SR505 é bem leve.

Além dos Yamahas já citados aqui.

Um instrumento zero, com esses preços absurdos, será difícil achar algo bom por 2k.
Davi Motta
Davi Motta
Membro

Mensagens : 2625
Localização : Rio de Janeiro

https://www.youtube.com/davimotta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Christian em Ter Jan 07, 2020 6:28 am

compra usado, Yamaha será um dos melhores na faixa de preço, ele bem regulado bate de frente com muito instrumento top de marca, sobre volume é porque você so tem experiencia com baixo ruim, se você tem 2000 tenta pegar na faixa de 1500 usado e usar o restante para um Staner bs 120 ou 150 porque colocar um baixo bom em um amp ruim é o fim da picada meu brother

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1391671804-contra-baixo-yamaha-bb615-_JM?searchVariation=48140768521&quantity=1&variation=48140768521#position=8&type=item&tracking_id=d343e154-dc01-4267-ad40-7544276ff54f

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1396204887-baixo-yamaha-bb-415-_JM?searchVariation=48481288076&quantity=1&variation=48481288076#position=3&type=item&tracking_id=d343e154-dc01-4267-ad40-7544276ff54f

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1396244670-baixo-yamaha-bb415-_JM?searchVariation=48500438476&quantity=1&variation=48500438476#position=29&type=item&tracking_id=d343e154-dc01-4267-ad40-7544276ff54f
Christian
Christian
Membro

Mensagens : 3372
Localização : Brasilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Christian em Ter Jan 07, 2020 6:33 am

perto de você
https://rs.olx.com.br/regioes-de-porto-alegre-torres-e-santa-cruz-do-sul/instrumentos-musicais/baixo-ibanez-sr375-m-ativo-5-cordas-699489777?xtmc=baixo+5+cordas&xtnp=1&xtcr=15

https://rs.olx.com.br/regioes-de-porto-alegre-torres-e-santa-cruz-do-sul/instrumentos-musicais/baixo-yamaha-bb425-5-cordas-passivo-whatts-699473566?xtmc=baixo+5+cordas&xtnp=1&xtcr=18

https://rs.olx.com.br/regioes-de-porto-alegre-torres-e-santa-cruz-do-sul/instrumentos-musicais/ibanez-sr405-5-cordas-nao-e-gio-698810827?xtmc=baixo+5+cordas&xtnp=1&xtcr=22

https://rs.olx.com.br/regioes-de-santa-maria-uruguaiana-e-cruz-alta/instrumentos-musicais/baixo-yamaha-bb615-693584911?xtmc=baixo+5+cordas&xtnp=1&xtcr=43
Christian
Christian
Membro

Mensagens : 3372
Localização : Brasilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Flaming Red em Ter Jan 07, 2020 10:54 am

Antes de tudo, gostaria de agradecer a todos pelas respostas.
Até consigo pagar uns R$2500, mais que isto já não consigo ver um bom custo/benefício devido ao péssimo retorno financeiro da música em minha região. Como sempre comprei "qualquer" baixo, desta vez quero ter certeza que não vou comprar algo que eu me arrependa depois. Pretendo pegar lá por Março ou no mais tardar em Maio.

Quanto aos modelos citados, o Yamaha TRBX 305 achei bem legal e os Ibanez ficarei de olho.

Mudando um pouco o foco, o motivo de eu querer um modelo de 5 cordas seria mais por questão de não precisar alterar afinação (os drops da 4ª corda) para músicas específicas no meio de shows, e que fora isto, não faz falta.
Nesta questão, no fundo tenho a ideia de seguir com um modelo passivo (pegar um pré amp) de 4 cordas e 24 trastes, desde que ele tenha um ganho aceitável ao menos para estudar tranquilo usando os fones na pedaleira Zoom B1on.
Se bobear vou levar a pedaleira nas lojas e fazer uns testes. Smile

Muita gente fala bem dos TRBX 174 da Yamaha, mas é considerado um modelo iniciante. Na pior das hipóteses e eu não puder investir tanto, comparado aos que citei no início, este 174 já teria uma diferença grande ou nem compensaria?
Flaming Red
Flaming Red
Membro

Mensagens : 29
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por campos em Ter Jan 07, 2020 12:21 pm

Não sei qual a diferença entre um baixo iniciante e um intermediário.
Um Tagima Woodstock toca tudo e custa uns 900 reais.
E se colocar Malagoli ainda dá pau em fender.

campos
Membro

Mensagens : 664
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por vinibassplayer em Ter Jan 07, 2020 12:31 pm

campos escreveu:Não sei qual a diferença entre um baixo iniciante e um intermediário.
Um Tagima Woodstock toca tudo e custa uns 900 reais.
E se colocar Malagoli ainda dá pau em fender.

entao, eu ate pensei nisso, mas nao falei pra nao desviar das perguntas dele...
mas tbm é bem valido um wodstock, que regulam bem e sao uma boa ferramenta, e trocar a captação caso ele sinta falta de algo.. ate pq os baixos que ele ja teve sao inferiores aos novos tagima..
vinibassplayer
vinibassplayer
Membro

Mensagens : 1183
Localização : Corinto - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por rafael.buzzi.andrade em Ter Jan 07, 2020 1:04 pm

Flaming Red escreveu:(...)o motivo de eu querer um modelo de 5 cordas seria mais por questão de não precisar alterar afinação (os drops da 4ª corda) para músicas específicas(...)

Drop o que? Ré? Se for: https://hipshotproducts.com/collections/bass-xtenders
rafael.buzzi.andrade
rafael.buzzi.andrade
Membro

Mensagens : 1614
Localização : Joinville, SC - Brasil, Terra... no cantinho mais brega do universo

https://nacodecachola.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Ter Jan 07, 2020 1:45 pm

campos escreveu:Não sei qual a diferença entre um baixo iniciante e um intermediário.
Um Tagima Woodstock toca tudo e custa uns 900 reais.
E se colocar Malagoli ainda dá pau em fender.
Concordo parcialmente, isso com base na minha experiência. Tive um TJB5 e de fato (i) é um baixo muito bom e com ele você toca tudo sem ressalvas. (ii) No entanto, peguei baixos melhores (SR 506, SR 1200 Premium e Fender JB Deluxe 4) e acho que o salto é grande. Posso usar o Fender MIM que é comparativamente o mais próximo e o resultado é um timbre muito melhor, melhor ação, tocabilidade, baixo mais leve. Não tenho nem saudade do Tagimão rsrs. Se a comparação for com os Ibanez então aí é até desleal...
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Guga Ramone em Ter Jan 07, 2020 2:46 pm

^ Saí dum Fender JB MIM e fui prum Tagima Woodstock TW73 e não sinto a mínima saudade. Com o tempo de uso, senti a necessidade de trocar a captação do Tagima, fiz a modificação, mandei blindar o baixo e ainda tenho bastante grana guardada da venda do Fender. Tô muito feliz com o som do baixo e não me arrependo da troca.
Guga Ramone
Guga Ramone
Membro

Mensagens : 873
Localização : Curitiba / PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Ter Jan 07, 2020 2:53 pm

^
Legal man... da série TW já toquei no 66. Baixo bacana demais. A Tagima manda bem... Nunca toquei em um baixo da marca que decepcionasse.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Osmar1245 em Ter Jan 07, 2020 3:04 pm

A galera citou o TJB5, eu gosto demais desse baixo, inclusive vou comprar mais pra frente, gosto de ter muitos instrumentos. Mas eu não recomendo ele para quem faz muitos shows, eu acho ele muito pesado. Eu não to ligando tanto porque já tenho 4 baixos, então hoje não tem problema ter um pesado, já que tenho vários leves. E também nem show faço, meu negócio é gravar vídeos.

Osmar1245
Osmar1245
Membro

Mensagens : 47
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por AndréBurger em Ter Jan 07, 2020 4:59 pm

^
Também há a opção de tocar sentado, distribuindo o peso do instrumento nas pernas. Aí a festa vai longe hehehe

AndréBurger
Membro

Mensagens : 923
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por pedrohenrique.astronauta em Ter Jan 07, 2020 5:21 pm

E u nunca trocaria meus Fenders por Tagimas. Palavras de quem teve um daqueles feitos pelo Seizi nos anos 90 e 2000, suportou um Woodstock por menos de três dias e já teve um TJB5. Desses só faço menção positiva ao TJB5 e com ressalvas pelo peso excessivo.
pedrohenrique.astronauta
pedrohenrique.astronauta
Membro

Mensagens : 7361
Localização : Volta Redonda-RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Jãozeiro em Ter Jan 07, 2020 6:15 pm

Um Fender tem umas quatrocentas milhões de obrigações de ser melhor do que um Tagima de 800 reais.
Um Fender Standard, seja de qual nacionalidade for, não faz absolutamente NADA demais (de novo, NADA demais) em ser melhor do que um instrumento de 800 reais fabricado em um canto qualquer da China.


Em tempo, olha que coisa:

No meu Tagima Woodstock, se eu quiser que as cordas fiquem com ação bem baixa sem problemas, é necessário alterar o ângulo do braço com calço.
Pois bem, a própria StewMac tem vídeo mostrando instrumentos Fender precisando desse ajuste.

Meu Tagima Woodstock não precisou de retífica de trastes. Em alguns pode ser que seja necessário, assim como é sabido que alguns Fender saem da loja também precisando desse serviço.

As tarraxas do meu seguram muito bem. As dos Fenders também.

Um Woodstock carece de blindagem. Um Fender também.

Tá vendo algumas coisas que com um instrumento barato dá quase ou exatamente na mesma do que num instrumento caro?


Vou dizer que um instrumento de 800 reais é melhor do que um de 8 mil? Não, não vou ser bobo, não existe mágica. Claro que este é melhor do que aquele. Mas, mano...qual é o ponto? Qual é a dimensão disso? Um custa 800 reais na loja, e o outro custa 7 ou 8 mil reais USADO. Viu em quantas coisas os dois concordam pra uma diferença de 10x o preço (10x o preço, considerando um Fender USADO)?

Para incautos futuros: ler novamente minha frase em negrito.


Última edição por Jãozeiro em Ter Jan 07, 2020 7:57 pm, editado 1 vez(es)
Jãozeiro
Jãozeiro
Membro

Mensagens : 1586
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Igor Canavarro em Ter Jan 07, 2020 7:00 pm

Jãozeiro escreveu:Um Fender tem umas quatrocentas milhões de obrigações de ser melhor do que um Tagima de 800 reais.
Um Fender Standard, seja de qual nacionalidade for, não faz absolutamente NADA demais (de novo, NADA demais) em ser melhor do que um instrumento de 800 reais fabricado em um canto qualquer da China.


Em tempo, olha que coisa:

No meu Tagima Woodstock, se eu quiser que as cordas fiquem com ação bem baixa sem problemas, é necessário alterar o ângulo do braço com calço.
Pois bem, a própria StewMac tem vídeo mostrando instrumentos Fender precisando desse ajuste.

Meu Tagima Woodstock não precisou de retífica. Em alguns Fender é sabido que precisam (assim como alguns Woodstocks e afins precisariam também).

As tarraxas do meu seguram muito bem. As dos Fenders também.

Um Woodstock carece de blindagem. Um Fender também.

Tá vendo algumas coisas que com um instrumento barato dá quase ou exatamente na mesma do que num instrumento caro?


Vou dizer que um instrumento de 800 reais é melhor do que um de 8 mil? Não, não vou ser bobo, não existe mágica. Claro que este é melhor do que aquele. Mas, mano...qual é o ponto? Qual é a dimensão disso? Um custa 800 reais na loja, e o outro custa 7 ou 8 mil reais USADO. Viu em quantas coisas os dois concordam pra uma diferença de 10x o preço (10x o preço, considerando um Fender USADO)?

Para incautos futuros: ler novamente minha frase em negrito.

Num dos primeiros tópicos que respondi, citei uma série de problemas que tive com o meu baixo Strinberg. O imediatismo deste então marinheiro de primeira viagem que vos fala levou ao prejuízo. Agora, pesquisando muito bem (coisa que eu deveria ter feito em 2016) constatei que os baixos da Tagima são bem quistos pela comunidade de amantes do instrumento. A maioria dos que aqui postam são músicos profissionais, logo, não iriam falar bem se os instrumentos da marca fossem ruins ou péssimos né?
Igor Canavarro
Igor Canavarro
Membro

Mensagens : 472
Localização : Recife-PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Ter Jan 07, 2020 7:17 pm

Normalmente em relação a Tagima a turma é 8 ou 80. Eu acho um dos melhores baixos de entrada que existe, pois são bons e baratos. Por exemplo gosto muito de Ibanez... Para ter um Ibanez razoável é preciso pelo menos uns 1,5 a 2k. Baixos da série mais barata de Ibanez (GIO) são horríveis e costumam ter aquele som de tubo.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Flaming Red em Qua Jan 08, 2020 10:39 am

Depois de analisar melhor as coisas, cheguei na conclusão que eu não sei ao certo o que quero. Laughing
Vou dizer os motivos de eu ter me desfeito dos meus antigos baixos:

1º 5 cordas passivo que não lembro o modelo: Já era um baixo surrado quando comprei ele, os knobs tinham o esquema alterado e o braço com o tensor estragado. Como foi o primeiro baixo, acabei vendendo.

2º 4 cordas passivo Strinberg PJB: Apesar de tudo, era um baixo legal (pelo menos eu achava na época). Como era muito novato e não havia nenhuma referência confiável sobre os detalhes, comprei novos captadores pensando em aumentar o ganho. Como na minha cidade não tinha um luthier, mandei para uma eletrônica. Resultado, os caras lá praticamente detonaram o baixo todo, conseguiram perder a mola para a altura dos captadores, começou a dar bastante ruído... Ou seja, saí no prejuízo e me desfiz dele.

3º 4 cordas passivo Giannini JB Sonic X series: Comprei ele pelo preço e por necessidade do momento. Com o passar do tempo percebi que o som dele faltava um certo peso, o que me fez sentir saudades do precision. Tentei insistir com ele, levei para um luthier em outra cidade, mas não deu bons resultados. Não fiquei satisfeito com ele.

4º e atual 4 cordas passivo Ibanez Mikro: Nesta época fiquei um bom tempo sem baixo por ter parado os trabalhos e então deu aquela vontade de voltar aos estudos. Achei ele na internet e me chamou a atenção o fato dele ser escala curta, leve e tal. Fora ter dado problema no potenciômetro, a 4ª corda não oferece uma sonoridade boa em relação as demais, ficando bem mais grave do que o normal, parecendo que eu estou usando a corda Si, e nem consigo sentir uma definição ao certo das notas.
Pelo que entendi, escala curta proporciona cordas mais frouxas, o que não me adapto bem.

Agora na cidade onde moro tem um luthier experiente e muito gente boa, então fica mais fácil futuras modificações.
Originalmente o que eu pretendia:
Ativo: Nesta questão é mais pelo ganho, não tanto pelo timbre em si. Se for um passivo que faz barulho, está valendo. Tem a questão da bateria e possível azar de dar problema no meio do show.
Quantidade de trastes: Gostaria de 24 trastes devido a ter maior possibilidade de notas, porém peca em alguns pontos em outras questões. Seria apenas um opcional.
4 ou 5 cordas: Este talvez seja o ponto central da escolha. Assim como a questão de trastes, ter possibilidade de notas mais graves talvez seja muito útil, principalmente no estudo, então 5 cordas pode ser mais indicado. Se bem que não descarto um de 4 cordas se ele tiver um som bem definido.

Para finalizar, queria um modelo com qualidade de madeira, escala, etc que não precise trocar com o passar do tempo (claro, contando com as manutenções) e fazer modificações sem problemas.
Pelo que li nos comentários, o Tagima TW-66 parece ser um excelente custo/benefício. O que mais me impressiona no mercado é os preços que são 8 ou 80. Um baixo 4c passivo de qualidade se encontra por cerca de R$1000, enquanto qualquer um fora deste padrão já ultrapassa R$2000 fácil.
Flaming Red
Flaming Red
Membro

Mensagens : 29
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Qua Jan 08, 2020 10:51 am

^
O TW-66 de fato é um excelente custo/benefício, mas no seu caso é(seria) andar pro lado.

Se você tem 2k disponíveis e a pretensão de adquirir um baixo mais parrudo, vá em frente! Cogite os usados nessa faixa de preços.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por WHead em Qua Jan 08, 2020 11:16 am

Eu acho que existe muita confusão nesse sentido. Instrumentos tem valores e, considerando suas configurações dentro desses valores (máximo e mínimo ou entre X reais e XX reais, por exemplo) eles podem ser considerados bons ou maus negócios. Agora, o uso que você fará dele é que determina a sua necessidade. Se você pensa em estudar ou mantê-lo como lazer, sua necessidade é uma. Se você precisa usá-lo todos os dias, 6 horas por dia ou ainda se precisa de uma determinada resposta muito específica, sua necessidade é outra. Sempre aprendo alguma coisa com essas discussões mas em geral elas podem se perder comparando faixas de valores e de especificidades muito distintas. Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1519
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Qua Jan 08, 2020 11:22 am

WHead escreveu:Eu acho que existe muita confusão nesse sentido. Instrumentos tem valores e, considerando suas configurações dentro desses valores (máximo e mínimo ou entre X reais e XX reais, por exemplo) eles podem ser considerados bons ou maus negócios. Agora, o uso que você fará dele é que determina a sua necessidade. Se você pensa em estudar ou mantê-lo como lazer, sua necessidade é uma. Se você precisa usá-lo todos os dias, 6 horas por dia ou ainda se precisa de uma determinada resposta muito específica, sua necessidade é outra. Sempre aprendo alguma coisa com essas discussões mas em geral elas podem ser perder comparando faixas de valores e de especificidades muito distintas. Abraço.
Whead, compreendo sua colocação. No entanto, tem elementos que considero menos subjetivos dentro dessa análise. Pra mim é bem claro que um TW66 vai disponibilizar um timbre bacana de precision para o cara a um custo baixo. Mas se ele pega um Ibanez SR, Yamaha BB, um Cort, entre outros, terá mais possibilidades de timbres, um baixo melhor construído e de maior valor agregado (o que é bem util em negócios futuros).
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por allexcosta em Qua Jan 08, 2020 11:30 am

Flaming Red escreveu:4 ou 5 cordas: Este talvez seja o ponto central da escolha. Assim como a questão de trastes, ter possibilidade de notas mais graves talvez seja muito útil, principalmente no estudo, então 5 cordas pode ser mais indicado. Se bem que não descarto um de 4 cordas se ele tiver um som bem definido.

Defina isso e pegue um Yamaha do seu gosto e dentro do seu orçamento.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 49031
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por WHead em Qua Jan 08, 2020 11:41 am

^Mas os Tagimas, usualmente, são comparáveis com SX. Esses que você citou, pelo que eu percebo, entram numa outra categoria - tanto de preço quanto de especificações. E comprar um instrumento já pensando em "negócios futuros" é algo que eu não entendo.. Enfim, assino embaixo de tudo o que você descreveu: um TW66 é uma boa recomendação, na sua faixa, assim como os Ibanez SR, Yamaha BB e Cort são excelentes pedidas, se estiver dentro do que estiver procurando. Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1519
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por deixados em Qua Jan 08, 2020 11:45 am

Flaming Red escreveu:

[...]

Muita gente fala bem dos TRBX 174 da Yamaha, mas é considerado um modelo iniciante. Na pior das hipóteses e eu não puder investir tanto, comparado aos que citei no início, este 174 já teria uma diferença grande ou nem compensaria?

Eu tenho um que coloquei pickups EMG e cordas DR Black Beauties 45-105 e estranhamente estou preferindo o timbre dele do que um Fender japonês anos 80 que eu tenho.
deixados
deixados
Membro

Mensagens : 287
Localização : Sao Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Qua Jan 08, 2020 11:47 am

WHead escreveu:^Mas os Tagimas, usualmente, são comparáveis com SX. Esses que você citou, pelo que eu percebo, entram numa outra categoria - tanto de preço quanto de especificações.

Vero. Estou usando o orçamento do colega para parametrizar as indicações (até 2k)

WHead escreveu:
E comprar um instrumento já pensando em "negócios futuros" é algo que eu não entendo..
Isso tem muito a ver com a maneira como as coisas ocorreram comigo. Tive instrumentos muito ruins, que troquei por ruins, depois por razoáveis, depois por instrumentos bons... SEMPRE utilizando permuta + dinheiro. É um critério que eu sempre levo em conta. Tipo... dificilmente compraria um baixo muito difícil de passar pra frente, por exemplo.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por allexcosta em Qua Jan 08, 2020 12:00 pm

deixados escreveu:Eu tenho um que coloquei pickups EMG e cordas DR Black Beauties 45-105 e estranhamente estou preferindo o timbre dele do que um Fender japonês anos 80 que eu tenho.

O que há de estranho nisso? scratch
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 49031
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por deixados em Qua Jan 08, 2020 12:32 pm

Acho que era para ser ao contrário ahahahah...
deixados
deixados
Membro

Mensagens : 287
Localização : Sao Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Flaming Red em Qua Jan 08, 2020 2:11 pm

WHead escreveu:Instrumentos tem valores e, considerando suas configurações dentro desses valores (máximo e mínimo ou entre X reais e XX reais, por exemplo) eles podem ser considerados bons ou maus negócios. Agora, o uso que você fará dele é que determina a sua necessidade. Se você pensa em estudar ou mantê-lo como lazer, sua necessidade é uma. Se você precisa usá-lo todos os dias, 6 horas por dia ou ainda se precisa de uma determinada resposta muito específica, sua necessidade é outra. Sempre aprendo alguma coisa com essas discussões mas em geral elas podem se perder comparando faixas de valores e de especificidades muito distintas. Abraço.
É uma questão essencial, talvez para qualquer compra. Digamos, se eu deixar de comprar um baixo de R$4000 topo de linha e investir em um de R$1500, cujo ambos são muito bons em suas faixas de preço, estaria eu fazendo um mal negócio e jogando dinheiro fora? Acredito que neste critério, não existe compra ruim se o produto for bom e com preço justo. O que pode ser levado em consideração é o nível de satisfação.
Meu uso seria mais para estudo, 1 ou 2 ensaios por mês com a banda atual, sendo que nem haverá retorno financeiro decente por enquanto (nem sei se algum dia terá).

Henri-Q escreveu:Estou usando o orçamento do colega para parametrizar as indicações (até 2k)
Meu teto de compra com baixos sempre foi por volta de R$600 (fora o Ibanez Mikro que paguei R$1000). Mesmo que eu tenha este valor, no fundo não gostaria de torrar tudo, apesar de ser complicado. Razz

Ainda tenho um bom tempo até Março para me decidir. Até agora os candidatos são:
Yamaha TRBX 305 (R$2500)
Ibanez GSR205 (R$1900)
Tagima TW-66 (R$900)

Considerando eles em suas respectivas faixas de preço, caso eu compre qualquer um, seria uma escolha ruim?
Flaming Red
Flaming Red
Membro

Mensagens : 29
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Qua Jan 08, 2020 2:17 pm

Flaming Red escreveu:
Ainda tenho um bom tempo até Março para me decidir. Até agora os candidatos são:
Yamaha TRBX 305 (R$2500)
Ibanez GSR205 (R$1900)
Tagima TW-66 (R$900)

Considerando eles em suas respectivas faixas de preço, caso eu compre qualquer um, seria uma escolha ruim?

De forma alguma... mas seriam escolhas bem diferentes. Digamos que entre o Yamaha e o Ibanez até exista algum grau de parentesco, já o Tagima te leva para outro universo. Isso me faz crer que é melhor você não se precipitar. Ouça mais, leia mais, teste tantos baixos quanto conseguir e boa sorte amigo.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por WHead em Qua Jan 08, 2020 3:11 pm

Flaming Red, acho que me expressei mal. Na análise que eu estou fazendo estou considerando o instrumento tal como um carro, por exemplo. A aquisição de um BMW pode me parecer um bom negócio, dentro de uma promoção, por exemplo. Seu conforto, design e segurança são excelentes para todos mas seu custo de manutenção, impostos e seguro é alto pra mim. Sou fascinado por Rk's mas mesmo que eles atinjam um preço que eu possa pagar devo levar em conta seu custo de manutenção diferenciado (uma peça original, é cara, por exemplo). Por outro lado um carro menos sofisticado pode me levar pra onde eu quiser (em tese). Não tem as exclusividades do modelo alemão mas, dentro do que se espera dele, me atende sem comprometer meu orçamento caso de manutenção, impostos e seguro, por exemplo. Hoje eu tenho instrumentos que me atendem perfeitamente (aliás, superam minhas expectativas) e me deixam tranquilo caso eu tenha que repará-los, por exemplo. Nesse sentido, adquirir um instrumento, mesmo que pelo melhor preço para aquisição possível, pode não ser um bom negócio no fim das contas.
Obs.: seus "candidatos" são todos muito bons, diante do que cada um tem pra oferecer. Os Yamahas são quase unanimidades por aqui. Os Tagimas oferecem um bom desempenho e valem um updgrade, se necessário. Quanto aos Ibanez, a maioria recomenda atenção com as séries ativas de entrada - no mais, são excelentes instrumentos. Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1519
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por tfk em Qua Jan 08, 2020 5:26 pm

Respondendo a pergunta central do tópico, se o Flaming já decidiu que prefere um baixo de 5 cordas e ativo, não vejo muito o porque sugerir um de 4 cordas passivo. Entendo que se uma coisa que incomoda é a saída baixa, existem outras formas de solucionar isso sem ser a opção por um baixo ativo. No entanto, ao considerar um pré externo procure algo de qualidade pois do contrário pode acabar atrapalhando. Nesse cenário, um bom pré externo pode custar caro e ser uma boa fração do valor do instrumento.

De qualquer modo, baseado na minha experiência, prefiro alguns Ibanez e até mesmo os Corts aos Yamaha (tive um BB235, o acabamento era ok, tocabilidade idem, mas não me encontrei no som). Tive um Ibanez Srt905 (com captação EMG) que deixou saudade. Assim como os Cort Gb95 (Gb5-Custom), gostava do som, da tocabilidade e do hardware.

Agora com relação ao valor de revenda e tudo mais é tudo muito relativo. Eu considero importante ter um baixo que tenha uma boa aceitação de mercado. No entanto, de todos os baixos que passaram por aqui, eu gostei mais daqueles que não tinham tanto mercado.

Com relação a custo/benefício é muito complicado pensar sobre isso na realidade brasileira. Realmente os Fenders Std não tem nada demais e o valor no Brasil se torna muitas vezes proibitivo. No entanto, como já foi explicado aqui no fórum algumas vezes, em outros países (principalmente aonde os fabricantes têm maior interesse), um Fender mexicano é um instrumento quase que de entrada. A grande diferença que vejo em comparação com linhas mais baratas é que o controle de qualidade parece ser maior e, em alguns casos, o hardware também é superior.

Na gringa, um Squier CV ou Vintage Modified são instrumentos "baratos" que o cabra compra no shopping quando vai dar um rolê com a patroa e compra no impulso porque ficou com vontade de aprender a tocar ou porque achou o baixo bonito e depois deixa largado na garagem de casa porque perdeu o interesse...
tfk
tfk
Membro

Mensagens : 1000
Localização : Prudente - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por BHBuscarons em Qua Jan 08, 2020 6:01 pm

Sei lá, esse negócio de baixo iniciante, intermediário acho que meio nada a ver, é só ver aí alguns músicos profissionais usando marcas que alguns julgariam ser de iniciante. Claro que esses instrumentos são todos tunados para o artista.

Eu penso que primeiro tem que ver quanto vc está disposto a investir, a tirar do bolso.

E é sempre bom lembrar que um fusca tunado será sempre um fusca, assim como uma BMW tunada sempre será uma BMW.

Sei que não vou ajudar em nada na escolha, mas eu precisava falar... HAHAHAHAHAHA
BHBuscarons
BHBuscarons
Membro

Mensagens : 73
Localização : Apiai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por WHead em Qua Jan 08, 2020 6:20 pm

^Tanto o Fusca tunado quanto a BMW tunada têm público bem específico (e restrito).. Mas o fato é que ele está em dúvida entre 4 ou 5 cordas, ativo ou passivo, enfim, está em dúvida. Tendo consciência de que não se julga cavalo pela habilidade de subir em árvore, todas as opções apresentadas parecem boas - dependendo do que ele pretende fazer e do quanto ele pretende gastar. Só alertei para o "dia seguinte" da compra, com os custos de manutenção (um jogo de 5 cordas custa mais que um jogo de 4 cordas, por exemplo), coisas que eu demorei a considerar. A propósito: não sei se é pela minha limitação mas eu sempre penso que iniciante, intermediário e profissional tem mais a ver com o baixista do que com o baixo (apesar de reconhecer as diferentes qualidades de construção). Abraço.
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1519
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Flaming Red em Qui Jan 09, 2020 11:09 am

WHead escreveu: A propósito: não sei se é pela minha limitação mas eu sempre penso que iniciante, intermediário e profissional tem mais a ver com o baixista do que com o baixo (apesar de reconhecer as diferentes qualidades de construção)
Existe um bom fundo de verdade nisto. Coloque o mesmo instrumento nas mãos de um amador e um profissional que o som tirado vai ser completamente diferente.
Em um evento específico, lembro que todos os baixistas tiveram que usar uma caixa PA (o cubo de baixo havia queimado) e não sei se foi meu baixo a diferença, mas todos depois começaram a perguntar como conseguia fazer aquele som, se eu tinha alterado algo, pois parecia mais limpo.

Sinceramente também não faço ideia do que faz um baixo ser iniciante, intermediário ou profissional. Já que só tive oportunidade de usar modelos baratos por mais do que somente alguns minutos, acabei me baseando ao preço, não na qualidade geral do produto. Isto me criou a ideia de que quanto mais caro, melhor seria o instrumento. Mas pelos comentários, parece que até mesmo um modelo simples pode ser um grande amigo.
O que me falta é ter aquele instrumento que me faça não querer trocar e que eu diga para mim mesmo "deu, não compro mais nenhum outro, é este e pronto", até devido a que me empolgo por pouco tempo e dependendo da situação deixo o baixo parado pegando pó. Deve fazer uns 3 anos que fiquei parado e comecei uma banda ao estilo que parcialmente sempre quis.
Um ativo de 5 cordas me parece um produto quase que completo em termos de versatilidade, porém o preço é um tanto salgado, ainda com mais 1 corda e o sistema elétrico adicional para realizar manutenções.
Seria fácil pensar "tenho 1 milhão de reais para comprar um baixo, só pegar o melhor e pronto", porém é tanto detalhes que esqueço de levar em conta que fico confuso se vale ou não investir tudo ou o mínimo possível.

Seja como for, mais uma vez agradeço pelas respostas!
Flaming Red
Flaming Red
Membro

Mensagens : 29
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Henri-Q em Qui Jan 09, 2020 11:57 am

^

Sem querer ser o dono da verdade, mas acho que essa discussão não é tão nebulosa assim...
Um baixo de entrada (normalmente utilizado por quem está iniciando os estudos) hoje em dia apresenta boas condições de uso, mas por ser instrumento mais barato, tudo é bem básico (caps, hardware, acabamento, etc.).

Chega uma hora em que o baixista começa a perceber que falta algo e busca opções melhores (o que podemos considerar intermediário), que já tem uma qualidade superior, um resultado final mais satisfatório e óbvio, por isso é um pouco mais caro.

Não acredito que alguém aqui seja tão ingênuo a ponto de achar que um TBM5 (que embora seja um baixo funcional) apresente um timbre que um baixista iniciante nos estudos continue curtindo depois de certo tempo de estudo e evolução... ou seja para mim isso é muito natural. Não consigo ver essa incógnita toda.
Henri-Q
Henri-Q
Membro

Mensagens : 2141
Localização : Sampa City

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Bananoise em Qui Jan 09, 2020 12:54 pm

WHead escreveu:A propósito: não sei se é pela minha limitação mas eu sempre penso que iniciante, intermediário e profissional tem mais a ver com o baixista do que com o baixo (apesar de reconhecer as diferentes qualidades de construção). Abraço.

Wow up
Bananoise
Bananoise
Membro

Mensagens : 269
Localização : birigui-sp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Bananoise em Qui Jan 09, 2020 1:15 pm

Flaming Red escreveu:Em um evento específico, lembro que todos os baixistas tiveram que usar uma caixa PA (o cubo de baixo havia queimado) e não sei se foi meu baixo a diferença, mas todos depois começaram a perguntar como conseguia fazer aquele som, se eu tinha alterado algo, pois parecia mais limpo.

Lembro uma vez que fui tocar no festival Santo Rock do MPB bar de Maringá e passei o som por último né, a minha banda ia ser a primeira a tocar, o técnico de som trincou no som do meu baixo, um condor Pbass na época equipado com um spb-3, acabou a passagem ele foi trocar uma ideia comigo hahaha
Bananoise
Bananoise
Membro

Mensagens : 269
Localização : birigui-sp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Ivanov_br em Qui Jan 09, 2020 5:11 pm

Como o Cristian mencionou, tem vários perto aqui no RS.

Tem dois vendedores de baixo que sao conhecidos aqui e fora do Estado, vc os acha no Facebook como Rodrigo Baixista e Antônio Bassman. Sao de confiança, e se não for muito longe, vc pode ir pessoalmente testar tudo o que eles têm e escolher o que ficar melhor pra vc.
Ivanov_br
Ivanov_br
Moderador

Mensagens : 6287
Localização : Rio Grande do Sul

http://www.myspace.com/bustamanteivan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por allexcosta em Qui Jan 09, 2020 8:41 pm

WHead escreveu:A propósito: não sei se é pela minha limitação mas eu sempre penso que iniciante, intermediário e profissional tem mais a ver com o baixista do que com o baixo

Acho que depende um pouco.

Muita gente começa a sentir necessidade de tocabilidade melhor à medida evolui como músico, especialmente aqueles dados a solos e fraseados rápidos.

E tocabilidade é o que influencia mais na "lei dos rendimentos decrescentes" quando falamos de baixos.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 49031
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por WHead em Qui Jan 09, 2020 10:57 pm

^Entendi o que você quis dizer. Acredito que realmente faz sentido essa necessidade que você apontou - especialmente nos casos que você citou. O que eu escrevi tem mais a ver comigo, na verdade (talvez).
Obs.: o que é "lei dos rendimentos decrescentes"?
WHead
WHead
Membro

Mensagens : 1519
Localização : Jacareí-SP

https://whiskyheads.bandcamp.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por eduardoalvim1979 em Sex Jan 10, 2020 8:47 am

Flaming Red escreveu:(...) Eu sofro muito com o ganho pequeno dos passivos(...)

Engraçado você falar isso, nunca tive problema de ganho com baixo passivo.
eduardoalvim1979
eduardoalvim1979
Membro

Mensagens : 98
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Psycho Killer em Sex Jan 10, 2020 10:20 am

Acho que o ideal nesse caso seria testar um baixo passivo de 4 cordas qualquer e um ativo 5 cordas no mesmo amplificador, mas de preferência um amplificador de qualidade.
Aí acho que já é possível entender as diferenças entre o som de um passivo e um ativo e também a pegada do braço de 4 e 5 cordas.
Depois disso, acho que vale a pena dar uma olhada nos reviews de Youtube dos instrumentos que a galera sugeriu para identificar qual o timbre que seja mais sua praia (desde que não seja possível testar os modelos desejados).
Psycho Killer
Psycho Killer
Membro

Mensagens : 356
Localização : Curitiba

http://josma.bandcamp.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por allexcosta em Sex Jan 10, 2020 10:25 am

eduardoalvim1979 escreveu:Engraçado você falar isso, nunca tive problema de ganho com baixo passivo.

Também não...

Assim, se você toca numa gig onde é um amp só e você pluga seu passivo depois de um cara que usou um ativo mega blaster TRB'ish, é óbvio que haverá diferença de volume e ganho. Por isso existem esses ajustes nos amps e nas mesas.

Quando lidamos com sinais de áudio de qualquer tipo, ajuste razoável de ganho é necessário. Isso é beabá do bagulho. Uma vez feito esse ajuste, não há razão para que apareçam problemas.
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 49031
Localização : Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saindo de baixo iniciante para intermediário Empty Re: Saindo de baixo iniciante para intermediário

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum