Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Short Scale bass - algumas considerações

+11
BLZENI
fheliojr
Jãozeiro
Zubrycky
bodhan
Passos_Gigantes
Juninho Sampaio
allexcosta
CSergio
NeyBass
Fernando Zadá
15 participantes

Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Seg Dez 13, 2021 10:55 am

Trazendo um artigo que achei bem pertinente.
Muita gente fala sobre sem ter tocado em um porque acha feio, acha esquisito e etc..
Puro preconceito bobo.

O que importa não é o tamanho da escala mas sim o prazer auditivo que ela proporciona.



https://www.sweetwater.com/insync/long-short-scale-bass-differences-explained/



What’s the difference between a short-scale bass and a long-scale bass?


In the context of guitars, bass guitars, and other string instruments, scale length refers to the distance between the bridge and the nut, not the length of the neck. What we call “long-scale” basses have become more or less the standard scale length for basses, thanks to Leo Fender and the Precision Bass he introduced in 1951. While the 34″ scale is now considered the standard, it wasn’t always so. 

In the early days of electric basses some of Fender’s competitors like Gibson and Höfner — along with a slew of lesser-known builders such as Framus, Eko, and numerous Japanese manufacturers — sold basses with shorter, more finger-friendly scale lengths. Referred to as “short-scale” basses, these instruments generally had scale lengths of less than 31″. 

The most recognizable short-scale bass from the late-1950s and early 1960s was undoubtedly the Höfner 500/1 Violin Bass. Designed by Walter Höfner in 1955, the 30″ Höfner Violin Bass was given its signature violin shape so that Höfner’s craftsmen, who had been constructing classically styled orchestral instruments for decades, could easily adapt their processes to a new type of instrument. The Violin Bass was cemented in rock and roll history when a young Paul McCartney showed up on Ed Sullivan’s stage on February 6, 1964, with his 1961 Höfner “Cavern” bass in hand. Since then, it has remained a staple in the world of short-scale basses.

In 1966 Fender entered the short-scale game with the Mustang Bass, which attained a level of cult status after it went out of production in 1981. It reentered the market in 2002, but it really caught on again after Fender included a version in its Squier line in 2011. Since then it has remained in Fender’s permanent line-up with several configurations. Fender’s Bronco Bass, released in 1967, was another short-scale option, but it never quite achieved the same reputation as the Mustang Bass, and was also discontinued in 1981. However, the Bronco Bass has recently found its way back as a Squier-branded reissue.

So, why didn’t short-scale basses catch on like their 34″ cousins? It’s difficult to determine exactly why, but two factors may have contributed. First, the short-scale bass had its boom in the 1960s, and the market saw a wave of cheap instruments hit the market. These instruments were shoddily built, contained poor electronics, and produced a flubby, hollow sound. Second, but related to the first, many of these basses were aimed at the student market, so the short-scale bass earned a reputation as an instrument for children. That certainly dropped the short-scale bass’s cool factor, turning more serious players away from them and toward long-scale basses. 

However, the short-scale bass has fought that stigma. It is now regarded as a viable option, with its own idiosyncratic and desirable tone that’s great as primary bass or as part of a collection.

Why choose a short-scale bass?


The first and most obvious reason to use a short-scale bass is its physical size. With their shorter necks, less distance between frets, and more compact general dimensions, short-scale basses are an excellent choice for players with smaller hands. They’re also ideal for guitarists who want to explore the bass, since they feel more like a standard electric guitar than a long-scale bass does, thus making the transition easier. But, short-scale basses aren’t chosen simply for their convenient size. Serious players and studio pros have long known a secret about short-scale basses: despite their more diminutive footprint, they have a massive sound with a fat low end unique from long-scale basses, and it can excel at filling in a mix.

Here’s why: each note played on bass (or any instrument, for that matter) includes a series of harmonics that are predictable ratios of that note. The volumes of these harmonics give an instrument its unique tone, or timbre. When the string length changes, the character of those harmonics (and their volumes) change. 

This is easily demonstrated on any stringed instrument. For instance, play an E on the 12th fret of the low E string. Then, play the same note on the 7th fret of the A string. While the pitches are the same, the timbre is different. The E played on the 12th fret of the low E string is darker than the E played on the A string, which is due to the shorter length of string resonating in that position. So, because of their reduced scale length, short-scale basses are inherently darker and, arguably, richer in tone than long-scale basses.

Another reason to opt for a short-scale bass over a long-scale bass is its distinctive feel. Historically, short-scale basses were strung with the same string sets as long-scale basses. On a short-scale bass the strings are under less tension, so they have a looser, slightly “floppy” feel, which also impacts the instrument’s attack, sustain, and dynamics. However, for players looking for a tighter feel, many string manufacturers offer short-scale bass strings that respond more like standard strings on a long-scale instrument. But, even with those strings, a short-scale bass retains its dark tone but with a more focused low-end thump.

Additionally, short-scale basses let you employ techniques that are difficult to pull off on long-scale basses. Long stretches between notes are far more manageable. The compact fingerboard is great for speedy, note-filled bass lines. Playing full chords is no problem and sounds incredible — and you can bend the strings on a short-scale bass without crippling your fingers. All of this adds up to a flexible and fun playing experience! 

What famous musicians play short-scale bass?


As mentioned above, Sir Paul is perhaps the musician most identified for sporting a short-scale bass. But countless legendary bass players representing numerous genres are in the short-scale club. Classic short-scale bass players from the 1960s and 1970s include Jack Casady (Jefferson Airplane), Phil Lesh (Grateful Dead), Bill Wyman (The Rolling Stones), and Jack Bruce (Cream). 

Of these players, Jack Bruce was one of the most emphatic short-scale enthusiasts. One of his first short-scale basses was the Fender Bass VI, an oddball of an instrument with six strings tuned down an octave lower than a guitar with an added tremolo arm, which produced some truly diverse bass sounds. Bruce was also known for playing a Gibson EB-3, which was his constant touring companion for much of Cream’s early years.

In the late-1970s and early 1980s, Tina Weymouth of Talking Heads brought short-scales back into the limelight. Like McCartney, she favored a Höfner — a single-cutaway, two-pickup Club Bass. But she experimented with many short-scale basses over the years. Weymouth has said in interviews that short-scale basses helped her to get her confidence up before folding long-scale basses into her repertoire. Another notable short-scale player from that period is Mike Watt from Minutemen, Dos, and Firehose. Watt is notorious for his moving, geometric bass lines and aggressive post-punk style — for which short-scale basses are particularly well-suited.

Today, a newer generation of musicians are keeping the short-scale legacy alive. Two notable short-scale bass players are Owen Biddle, formerly of The Roots, who plays a CallowHill OBS, and Justin Meldal-Johnsen (Beck, Drake, NIN, M83), who prefers a Mustang Bass. In fact, Johnsen has partnered with Fender to create the Fender Justin Meldal-Johnsen Road Worn version of his vintage 1967 Mustang Bass, a vibey, tone-packed short-scale that perfectly complements his indie-rock aesthetic.  

Are there medium-scale basses? 


The short answer (pun definitely intended), is yes. Medium-scale basses are generally considered to occupy the range between 31″ and 33″. The Squier Classic Vibe Jaguar Bass falls under this category, as does the Ibanez Mezzo, and the Strandberg Boden Bass. Medium-scale basses boast the playability and blooming lows of short-scale basses but have a top-end punch more similar to long-scale basses. So, they fill a distinctive tonal space and are a super choice for players on the fence between choosing a short-scale or long-scale option.   

The Short of It


Short-scale basses possess a super-fat sound, are incredibly comfortable to play, and can inject a matchless character and energy into your playing. And, as mentioned, many companies continue to make short-scale basses, with reissues of classic models and brand-new designs that are expanding the format. Talk to any bass player at Sweetwater and they’ll happily chat your ear off about the awesomeness of short-scale basses!

Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por NeyBass Seg Dez 13, 2021 11:38 am

Fernando Zadá escreveu:Trazendo um artigo que achei bem pertinente.
Muita gente fala sobre sem ter tocado em um porque acha feio, acha esquisito e etc..
Puro preconceito bobo.

O que importa não é o tamanho da escala mas sim o prazer auditivo que ela proporciona.

Ow Zadá me desculpe discordar, mas achar feio, esquisito não é preconceito, é opinião e gosto pessoal;
Dizer que não presta, sem ter tocado, aí é preconceito.

EEEUU, nunca toquei em um short scale, também não tenho interesse nem curiosidade alguma neles, quem sabe se um dia testar eu goste, mas para mim, < 34' >35', não chama atenção em nada, até acho os short scale aparentemente mais uma guitarra que um baixo. Mas como disse, é opinião de quem só viu e nunca pegou em mãos.

Sobre o artigo, é interessante.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4940
Localização : MT

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por CSergio Seg Dez 13, 2021 11:52 am

Fernando Zadá escreveu:

O que importa ... é ... o prazer auditivo que o instrumento proporciona.

Peguei o gancho Wink up
CSergio
CSergio
Membro

Mensagens : 2771
Localização : 2°59"S, 44°25"W

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por NeyBass Seg Dez 13, 2021 11:56 am

"They’re also ideal for guitarists who want to explore the bass, since they feel more like a standard electric guitar than a long-scale bass does, thus making the transition easier".  lol!  lol!
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4940
Localização : MT

Fernando Zadá e Davz gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por allexcosta Seg Dez 13, 2021 12:03 pm

Que o Juninho aprenda de uma vez por todas...

Affff... facepalm

____________________________
A essa altura do campeonato não é mais questão de opinião, mas sim, de caráter...
Rico
allexcosta
allexcosta
Administrador

Mensagens : 52536
Localização : Terra

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Seg Dez 13, 2021 1:09 pm

NeyBass escreveu:"They’re also ideal for guitarists who want to explore the bass, since they feel more like a standard electric guitar than a long-scale bass does, thus making the transition easier".  lol!  lol!
 
Entre outras vantagens ergonômicas é bom para quem viaja muito, é baixinho ou tem mãos mais miúdas.

Não me encaixo em nenhumas dessas necessidades mas acho que só o lance da ergonomia já vale testar um....

E olha que eu fui de um extremo a outro de Dingwalls de 37 (!!!! onde eu estava com a cabeça!!???) para os de 30 e 32 e digo que hoje só teria um de 34 ou 35 se pegasse uma gig que pagasse bem e exigisse isso.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

NeyBass gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Juninho Sampaio Seg Dez 13, 2021 2:30 pm

allexcosta escreveu:Que o Juninho aprenda de uma vez por todas...

Affff...   facepalm

Crendeuspadi! Nem vou falar nada aqui.
Affff
Juninho Sampaio
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 11612
Localização : Salvador-Ba

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por CSergio Seg Dez 13, 2021 3:01 pm

Fernando Zadá escreveu:Só para constar todo baixo short scale tem mais grave que um padrão 34.
Vale dar uma pesquisada básica.

Trazendo de outro tópico.
Até ver um Jaguar eu não tinha muita curiosidade em escala curta; mas depois desse quote fiquei com vontade de tocar um pra saber qual a vibe.

Mês passado tinha um Squier Jaguar no OLX, até perguntei pro cidadão se era short scale.
Não era, mas fui no ap dele; o cara era bem "armado" eheh

Spoiler:
CSergio
CSergio
Membro

Mensagens : 2771
Localização : 2°59"S, 44°25"W

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Passos_Gigantes Seg Dez 13, 2021 7:55 pm

Não tenho muita experiência com escalas mais reduzidas, mas estou vendo com Samuel para iniciarmos um projeto de um 5C (E-C) de 30”. Estou bem curioso para a questão de som X ergonomia.

Ao meu ver, o único argumento contra realmente lógico seriam questões sonoras. Para afinação padrão, acredito que os baixos de escalas reduzidas tem boa definição. Algo que ouvi uma vez, eles tendem a ter um som mais uniforme entre notas agudas e graves.

O grande pró é ergonomia e até possibilidade de algumas digitações difíceis em baixos de escala 34-35”. Eu sei que uma boa ergonomia pode ser até um motivo para estudar/ tocar mais. Vejo bastante gente indo para o mundo da escala reduzida, no Brasil o Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.

A Fodera tem o Mini MG que, pra mim, não fica devendo nada em som:

https://youtu.be/rVrucp6wwNw

Acho que faz muito sentido para um baixo que faz bastante solos, fraseados mais rápidos e chords melody. Não muito pra um baixo mais de base, aí um 5C com B bem definida faria mais sentido (na minha humilde opinião).
Passos_Gigantes
Passos_Gigantes
Membro

Mensagens : 151
Localização : Joinville

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Juninho Sampaio Seg Dez 13, 2021 8:07 pm

Mais um que vem para os classificados em breve!

dancetroll
Juninho Sampaio
Juninho Sampaio
Membro

Mensagens : 11612
Localização : Salvador-Ba

fheliojr e vcrz gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por bodhan Seg Dez 13, 2021 8:39 pm

Short scale tem maior presença das fundamentais e menos harmônicos, portanto tem menor clareza, é mais embolado, o que não é ruim. Baixos com 34 ou 35 polegadas tem maior riqueza de timbre, o que pode ajudar nos solos. my $ 0.02.
bodhan
bodhan
Membro

Mensagens : 1904
Localização : sp-sp

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por NeyBass Seg Dez 13, 2021 8:58 pm

Passos_Gigantes escreveu: ...Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.
Braguinha, faz o mesmo e melhor, com um de 34,25', 5 cordas afinação padrão e espaçamento de 19mm.

Desculpem-me, mas vejo mais como moda do que necessidade. Exceto o caso do transporte, que é bem mais fácil transportar um short scale.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4940
Localização : MT

fheliojr gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Zubrycky Seg Dez 13, 2021 9:17 pm

Coleciono baixos e, entre eles, tenho alguns short scale com os quais costumo tocar e gravar com frequência.

Quanto à solos, em termos sonoros e biomecânicos, todo e qualquer tamanho de escala terá os seus prós e contras, ressaltando que tal conceituação está sujeita à (pre)conceitos musicais do.executante e também à anatomia das mãos dele.

Dito isso, independentemente do tamanho da escala do baixo escolhido, o resultado final será tão bom quanto o tempo e o estudo que o caboclo devotou previamente àquele instrumento.

Em outras palavras, sem estudo, nem a escala de Nosso Senhor Jesus Cristo feita com madeira da Santa Criz salva o caboclo.

Não se colhe alguma coisa quando nada foi plantado antes. Ex nihilo nihil fit.
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 16912
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

NeyBass gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Seg Dez 13, 2021 9:33 pm

Passos_Gigantes escreveu: Não tenho muita experiência com escalas mais reduzidas, mas estou vendo com Samuel para iniciarmos um projeto de um 5C (E-C) de 30”. Estou bem curioso para a questão de som X ergonomia.

Ao meu ver,  o único argumento contra realmente lógico seriam questões sonoras. Para afinação padrão, acredito que os baixos de escalas reduzidas tem boa definição. Algo que ouvi uma vez, eles tendem a ter um som mais uniforme entre notas agudas e graves.

O grande pró é ergonomia e até possibilidade de algumas digitações difíceis em baixos de escala 34-35”. Eu sei que uma boa ergonomia pode ser até um motivo para estudar/ tocar mais. Vejo bastante gente indo para o mundo da escala reduzida, no Brasil o Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.

A Fodera tem o Mini MG que, pra mim, não fica devendo nada em som:

https://youtu.be/rVrucp6wwNw

Acho que faz muito sentido para um baixo que faz bastante solos, fraseados mais rápidos e chords melody. Não muito pra um baixo mais de base, aí um 5C com B bem definida faria mais sentido (na minha humilde opinião).


Matt Garrison é um absurdo e meu Blaze vai ser nessa pegada com esse espaçamento e tamanho.
Janek é outro absurdo nessa configuração mas acho que o dele tem 32 ou 33.

O Robson eu mostrei N videos do meu 30 pra ele ANTES dele fazer o dele! Rssss Quando ele decepou o Ibanez dele eu comentei do Samuel e mandei link do instagram do Samuel falando pra ele espiar lá! Rssss
E ele radicalizou o RAS série 2 é 28 polegadas.

O meu que vendi era 30 EADGC e só foi embora para poder pegar dinheiro para ajudar a pagar meu Blaze novo se não não ia embora não!

Mas 32 pra mim se mostrou bem equilibrado esse 30 vem para outro tipo de gig e execução.

bodhan escreveu:Short scale tem maior presença das fundamentais e menos harmônicos, portanto tem menor clareza, é mais embolado, o que não é ruim. Baixos com 34 ou 35 polegadas tem maior riqueza de timbre, o que pode ajudar nos solos. my $ 0.02.


Sim meu JB fanned que foi pra BH tinha um aspecto de timbres e opções bem maior que meu 30 mas não sei se posso dizer o mesmo em relação ao Blaze que é muito versátil.

NeyBass escreveu:
Passos_Gigantes escreveu: ...Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.
Braguinha, faz o mesmo e melhor, com um de 34,25', 5 cordas afinação padrão e espaçamento de 19mm.

Desculpem-me, mas vejo mais como moda do que necessidade. Exceto o caso do transporte, que é bem mais fácil transportar um short scale.

Vários outros e o Hadrien então. 
Tiago do Espirito Santo então nem falo nada tem coisas que ele faz que me fazem acreditar que ele é um ET.
Absurdo eles dois tocando e é tamanho normal mas um fato curioso é que a maioria dos que baixistas que usam baixo escala padrão quando vão sentar o dedo em frase e afins jogam o baixo pra perna esquerda ou inclinam mais ele! 

Deve ser moda mesmo que nem os fanneds que é baita moda mas quase todas as marcas resolveram aderir! Rssssss

Eu diria tendência para facilitar a vida em viagens, transporte e porque usar um troço gigante quando consegue som SIMILAR num equipo muito mais portátil.


Devem ter dito o mesmo sobre piano digital quando eles apareceram! Rsssss

Me lembra inclusive o caso do Edson José Alves da Mantiqueira que era um músico bem tradicional e achou graça quando viu o Little escala 28 e não botou uma fé até que veio almoçar comigo e testou o baixo no mesmo dia encomendou um com o Samuel.
Ele viajava bastante com o Antonio Nobrega e  a trupe do Brincante e levava violão e baixo ele amou levar o Little e comentou que N técnicos nas viagens ficavam bobos com o som e alguns até pediam o contato do Samuel! Rssss
Fizeram um show com o Ivan Lins logo em seguida e disse que o técnico dele ficou besta com o som do Little.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Zubrycky Seg Dez 13, 2021 9:50 pm

Eu fiquei besta com o som do Little.
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 16912
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Zubrycky Seg Dez 13, 2021 10:02 pm

Falando sobre short scales, me lembrei de um certo short scale que soa como contrabaixos que, em comparação aos baixos elétricos considerados como o padrão, têm escala muito maior (42", neste caso)....



notme


Última edição por Zubrycky em Ter Dez 14, 2021 6:42 am, editado 1 vez(es)
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 16912
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Jãozeiro Seg Dez 13, 2021 11:31 pm

Gibson Eb3 e Hofners...short scales clássicos, acho lindões. Acho que eu estranharia um JB ou PB short scale.
Jãozeiro
Jãozeiro
Membro

Mensagens : 2664
Localização : São Paulo

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Jãozeiro Seg Dez 13, 2021 11:33 pm

E tem os UBasses também. Nem sei de quanto é a escala deles, hehe. Aquilo plugado soa gordo e gigantesco. Sou doido por um.
Jãozeiro
Jãozeiro
Membro

Mensagens : 2664
Localização : São Paulo

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por fheliojr Seg Dez 13, 2021 11:35 pm

Zubrycky escreveu:...Dito isso, independentemente do tamanho da escala do baixo escolhido, o resultado final será tão bom quanto o tempo e o estudo que o caboclo devotou previamente àquele instrumento.

Em outras palavras, sem estudo, nem a escala de Nosso Senhor Jesus Cristo feita com madeira da Santa Criz salva o caboclo.

Não se colhe alguma coisa quando nada foi plantado antes. Ex nihilo nihil fit.

[2]

Muita gente costuma culpar a ergonomia de um instrumento, sem se dedicar a estudá-lo, corretamente.

No youtube, várias crianças tocam muito bem baixos com escalas de tamanho mais comum, como 34" e 35".

____________________________
BBB 22 - Bring Bertola Back in 2022
fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 11742
Localização : Fortaleza-CE

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Zubrycky Ter Dez 14, 2021 6:51 am

O saudoso e lendário Bob Cranshaw, um dos primeiros contrabaixistas de jazz a usar o baixo elétrico em grupos deste estilo (ele começou a tocar este instrumento após um acidente que o impossibilitou de tocar o acústico por algum tempo)  costumava dizer a seguinte frase quando perguntado sobre a diferença entre os dois instrumentos e os primeiros anos dele com o baixo elétrico: "A bass is a bass".

O que importa, e nisso esteve um dos segredos da longeva carreira deste grande músico e também algo que fez o contrabaixo elétrico ser aceito pelos companheiros de banda dele (especialmente naqueles primeiros anos), não é o instrumento você toca mas sim como você o toca. Wink
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 16912
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Fernando Zadá, Tarcísio Caetano e gdias09 gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por NeyBass Ter Dez 14, 2021 7:47 am

Fernando Zadá escreveu:
NeyBass escreveu:
Passos_Gigantes escreveu: ...Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.
Braguinha, faz o mesmo e melhor, com um de 34,25', 5 cordas afinação padrão e espaçamento de 19mm.

Desculpem-me, mas vejo mais como moda do que necessidade. Exceto o caso do transporte, que é bem mais fácil transportar um short scale.

Deve ser moda mesmo que nem os fanneds que é baita moda mas quase todas as marcas resolveram aderir! Rssssss
Essa é a definição de moda.
Fernando Zadá escreveu:Devem ter dito o mesmo sobre piano digital quando eles apareceram! Rsssss
Piano digital está para o acústico assim como o baixo elétrico está para o baixo acústico

Jãozeiro escreveu:E tem os UBasses também. Nem sei de quanto é a escala deles, hehe. Aquilo plugado soa gordo e gigantesco. Sou doido por um.
Tenho um, que inclusive semana que vem vai de mudança para casa de um amigo forista. O grave é forte mesmo, recomendo tocar com grave, médio e agudos, fechados. Se quiser abrir o grave é melhor que não passe de 20%.
Mas o vejo também como um baixo diferente, proposta diferente, pegada e maneira de tocar diferente, técnica diferente.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4940
Localização : MT

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por BLZENI Ter Dez 14, 2021 8:00 am

Eu gosto de baixos short scale. Tenho um Gibson SG e ja tive um Mustang e um Fender Coronado.
pra mim, os prós são:
-conforto ao tocar;
-digitação mais faceis em linhas complicadas;
-facilidade em carregar;

os contras são:
-menor definição das notas;
-mizão não soa igual a de um baixo de 34" (todos os short scale que eu ja toquei tem essa característica negativa)
-afinação 1 tom abaixo fica praticamente impossivel de tocar
BLZENI
BLZENI
Membro

Mensagens : 911
Localização : Curitiba-PR

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Ter Dez 14, 2021 9:16 am

fheliojr escreveu:

[2]

Muita gente costuma culpar a ergonomia de um instrumento, sem se dedicar a estudá-lo, corretamente.

No youtube, várias crianças tocam muito bem baixos com escalas de tamanho mais comum, como 34" e 35".

Isso não quer dizer que é confortável ou natural.....
Sim o 34 para a maioria das pessoas é grande mas tocável, 35 idem, 36 e 37 já rola um esforço extra.

Eu realmente não entendo porque algumas crianças dessas não tocam um mais adequado ao seu tamanho. 
Alguém aqui já viu uma criança tocar acústico já começando por um 3/4? Violino, cello todos tem opções menores ....

O problema é que ninguém ensina ergonomia e nos tempos atuais quase ninguém conhece a mecânica motora do seu próprio corpo com exceção dos atletas. E na música tem a técnica de Alexander que fora é ensinado em várias universidades mas aqui o povo mal sabe o que é.
É bom cuidar minimamente do corpo pois a tendência é vivermos mais e eu quero viver esse a mais com alguma qualidade de vida.

Não confunda ter alguém fazendo com ser correto ou indicado.



BLZENI escreveu:
-mizão não soa igual a de um baixo de 34" (todos os short scale que eu ja toquei tem essa característica negativa)
-afinação 1 tom abaixo fica praticamente impossivel de tocar

Mas ai você já quer milagre. 1 tom abaixo a maioria não vai ficar legal nem o 34.....
Eu já tive 30 e tenho 32 por aqui Ezão de boa não tenho que reclamar mas eu não toco rock mais....
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por siodoni Ter Dez 14, 2021 11:50 am

Short scale com corda 050 é sucesso na certa.
Eu acostumei tanto com a escala de 30" que quando pego o baixo de 34" parece que estou correndo de calça jeans.
siodoni
siodoni
Membro

Mensagens : 6184
Localização : Serrana - SP

http://www.siodoni.com.br

Fernando Zadá e gdias09 gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Ter Dez 14, 2021 11:58 am

Já o meu 30 e o 32 uso 0.40! Rssss
Sem stress nenhum.

Pra quem toca show de 3 entradas de 1h o que eu não quero é tocar fazendo fitness.

Guitarra gorda (hollow) já usei corda 0.13 hoje estacionei na 0.11 e estou bem mais feliz.

O lance é tocar fácil e não brigar com o instrumento.

Para quem toca meia hora por dia duas vezes por semana ou faz show a cada mês entendo que talvez não faça diferença mas pra quem toca direto eu optei por conforto.
Já tive fase pedreiro hoje estou velho já to na fase dedos de fada mesmo.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Zubrycky Ter Dez 14, 2021 12:00 pm

Eu só uso 0.40. notme

O Almendra (o SX spb62 que comprei do Zadá) tem 0.45 e alguns baixos que tenho ainda estão com as cordas originais (cujo calibre desconheço completamente), mas esses são acidentes do Destino...
Zubrycky
Zubrycky
Membro

Mensagens : 16912
Localização : São Paulo

https://www.youtube.com/zubrycky

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por NeyBass Ter Dez 14, 2021 12:09 pm

Short scale é um baixo que sei que posso até testar e gostar, mas é quase certeza que nunca terei, porque a Bzona é fundamental para mim.

Ah, se alguém quiser um e não aguentar a espera, acabaram de anunciar um Blaze no face agorinha.
NeyBass
NeyBass
Membro

Mensagens : 4940
Localização : MT

gdias09 gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Jãozeiro Ter Dez 14, 2021 12:18 pm

Quando é necessário usar um baixolão? Ok, nunca, mas achei bonito esse lançamento da Seizi. Escala de 23" (menor que a de um violão standard). Poderia ser tampo maciço, mas com esses preamps genéricos com provável captador piezzo com aquele som "lindo"...provavelmente não faria diferença plugado.

R$ 1.500,00 a R$ 1.900,00.
Certamente há de valer menos, mas tá na onda de preços altos de qualquer coisa à venda no momento.

Mas que tem um visual simpático que chama pra ser levado junto na viagem, isso tem.

Short Scale bass - algumas considerações 10360269-01-1000x564

Short Scale bass - algumas considerações Screenshot-20211214-120608
Jãozeiro
Jãozeiro
Membro

Mensagens : 2664
Localização : São Paulo

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Ter Dez 14, 2021 12:25 pm

Um desses com cordas nylon deve ficar delicia.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Ter Dez 14, 2021 12:28 pm

NeyBass escreveu:Short scale é um baixo que sei que posso até testar e gostar, mas é quase certeza que nunca terei, porque a Bzona é fundamental para mim.

Ah, se alguém quiser um e não aguentar a espera, acabaram de anunciar um Blaze no face agorinha.

Curiosamente o amigo que comprou meu 30 só toca rock e groove e como é muito brother deixei uns dias pra ele colocar a B e testar sem pressa e o cara apaixonou no baixo com a B.

Músico profissional irmão de músico e não viu problema nenhum e não comprou na empolgação porque teve tempo de testar tranquilo.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por siodoni Ter Dez 14, 2021 3:25 pm

Fernando Zadá escreveu:Já o meu 30 e o 32 uso 0.40! Rssss
Sem stress nenhum.

Pra quem toca show de 3 entradas de 1h o que eu não quero é tocar fazendo fitness.

Guitarra gorda (hollow) já usei corda 0.13 hoje estacionei na 0.11 e estou bem mais feliz.

O lance é tocar fácil e não brigar com o instrumento.

Para quem toca meia hora por dia duas vezes por semana ou faz show a cada mês entendo que talvez não faça diferença mas pra quem toca direto eu optei por conforto.
Já tive fase pedreiro hoje estou velho já to na fase dedos de fada mesmo.

No meu escala curta to usando 045.
Experimentei 040 mas não curti.
Nos 34" tbem só uso 040.

Mas 050 em 30" não fica pesado não
siodoni
siodoni
Membro

Mensagens : 6184
Localização : Serrana - SP

http://www.siodoni.com.br

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por siodoni Ter Dez 14, 2021 3:27 pm

Jãozeiro escreveu:...mas achei bonito esse lançamento da Seizi. Escala de 23" (menor que a de um violão standard)...
Ano que vem devo finalizar um projeto que eu comecei aqui.
Baixo com escala em 22"
Não sei se vai ficar legal... mas vou testar.
Assim que finalizar eu coloco por aqui.
siodoni
siodoni
Membro

Mensagens : 6184
Localização : Serrana - SP

http://www.siodoni.com.br

Fernando Zadá e gdias09 gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Passos_Gigantes Ter Dez 14, 2021 6:15 pm

Fernando Zadá escreveu:
Passos_Gigantes escreveu: Não tenho muita experiência com escalas mais reduzidas, mas estou vendo com Samuel para iniciarmos um projeto de um 5C (E-C) de 30”. Estou bem curioso para a questão de som X ergonomia.

Ao meu ver,  o único argumento contra realmente lógico seriam questões sonoras. Para afinação padrão, acredito que os baixos de escalas reduzidas tem boa definição. Algo que ouvi uma vez, eles tendem a ter um som mais uniforme entre notas agudas e graves.

O grande pró é ergonomia e até possibilidade de algumas digitações difíceis em baixos de escala 34-35”. Eu sei que uma boa ergonomia pode ser até um motivo para estudar/ tocar mais. Vejo bastante gente indo para o mundo da escala reduzida, no Brasil o Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.

A Fodera tem o Mini MG que, pra mim, não fica devendo nada em som:

https://youtu.be/rVrucp6wwNw

Acho que faz muito sentido para um baixo que faz bastante solos, fraseados mais rápidos e chords melody. Não muito pra um baixo mais de base, aí um 5C com B bem definida faria mais sentido (na minha humilde opinião).


Matt Garrison é um absurdo e meu Blaze vai ser nessa pegada com esse espaçamento e tamanho.
Janek é outro absurdo nessa configuração mas acho que o dele tem 32 ou 33.

O Robson eu mostrei N videos do meu 30 pra ele ANTES dele fazer o dele! Rssss Quando ele decepou o Ibanez dele eu comentei do Samuel e mandei link do instagram do Samuel falando pra ele espiar lá! Rssss
E ele radicalizou o RAS série 2 é 28 polegadas.

O meu que vendi era 30 EADGC e só foi embora para poder pegar dinheiro para ajudar a pagar meu Blaze novo se não não ia embora não!

Mas 32 pra mim se mostrou bem equilibrado esse 30 vem para outro tipo de gig e execução.

bodhan escreveu:Short scale tem maior presença das fundamentais e menos harmônicos, portanto tem menor clareza, é mais embolado, o que não é ruim. Baixos com 34 ou 35 polegadas tem maior riqueza de timbre, o que pode ajudar nos solos. my $ 0.02.


Sim meu JB fanned que foi pra BH tinha um aspecto de timbres e opções bem maior que meu 30 mas não sei se posso dizer o mesmo em relação ao Blaze que é muito versátil.

NeyBass escreveu:
Passos_Gigantes escreveu: ...Robson Albuquerque com S. Martyn dele faz umas coisas que seriam muito mais difíceis numa escala de 35-36”.
Braguinha, faz o mesmo e melhor, com um de 34,25', 5 cordas afinação padrão e espaçamento de 19mm.

Desculpem-me, mas vejo mais como moda do que necessidade. Exceto o caso do transporte, que é bem mais fácil transportar um short scale.

Vários outros e o Hadrien então. 
Tiago do Espirito Santo então nem falo nada tem coisas que ele faz que me fazem acreditar que ele é um ET.
Absurdo eles dois tocando e é tamanho normal mas um fato curioso é que a maioria dos que baixistas que usam baixo escala padrão quando vão sentar o dedo em frase e afins jogam o baixo pra perna esquerda ou inclinam mais ele! 

Deve ser moda mesmo que nem os fanneds que é baita moda mas quase todas as marcas resolveram aderir! Rssssss

Eu diria tendência para facilitar a vida em viagens, transporte e porque usar um troço gigante quando consegue som SIMILAR num equipo muito mais portátil.


Devem ter dito o mesmo sobre piano digital quando eles apareceram! Rsssss

Me lembra inclusive o caso do Edson José Alves da Mantiqueira que era um músico bem tradicional e achou graça quando viu o Little escala 28 e não botou uma fé até que veio almoçar comigo e testou o baixo no mesmo dia encomendou um com o Samuel.
Ele viajava bastante com o Antonio Nobrega e  a trupe do Brincante e levava violão e baixo ele amou levar o Little e comentou que N técnicos nas viagens ficavam bobos com o som e alguns até pediam o contato do Samuel! Rssss
Fizeram um show com o Ivan Lins logo em seguida e disse que o técnico dele ficou besta com o som do Little.

Como falei, ainda não tenho experiência prática com as escalas reduzidas, mas vejo como uma busca por melhoria/inovação. Jaco tocava no nível que tocava com um JB Fender 4C, nem por isso devemos parar por aí. Hoje já temos vários luthiers e marcas fazendo baixos superiores aos Fenders, em 5/6 e até mais cordas. Ao meu ver, escala reduzida com boa definição de som é algo que há bastante trabalho sendo feito hoje. Se eu fosse luthier, certamente ia trabalhar em cima dessa necessidade de mercado. Os fanned também tentam resolver o mesmo problema de Som X Ergonomia por outro ângulo.

A Fodera consegue fazer baixos de escala reduzidas com uma B surpreendente (e cobra beeeeeeem caro por isso), mas prova que é possível fazer. Esse Tony Grey 6 cordas tem 30.75". Tem uma B de respeito. Eu já vi baixos de 33" deles com B melhor que baixos de 34'' e 35''. O que atesta que tem mais coisa que só tamanho da escala para isso, normalmente são baixos single cutaway com mais área de contato com o braço (já tô teorizando aqui).



O lance de tocar com o baixo no meio da perna, realmente já é um argumento para questões ergonômicas. Fica muito bom para tocar nas casas 12 para frente, mas terrível para tocar a região da casa 1 a 5 (no meu, caso pelo menos) com baixos de 34''. Na posição mais clássica sentado, sem côrrea, tem algumas coisas que ficam mais complicadas de fazer nas últimas casas.

Acredito que a pergunta é: se as questões sonoras não forem muito comprometidas, por que não usar uma escala reduzida? Ou melhor, até que ponto perder um pouco de som vale pelo ganho de conforto (digamos, perder 5% de som para ganhar 50% de conforto).

Eu adoro meu Precision com 0.45, mas é um baixo que não acho uma maravilha para estudar ou tocar horas e horas. Ele é muito bom para algumas coisas e não tanto para outras. Comparando a um baixo com espaçamento menor, ação mais baixa e cordas de calibre mais leve, há um esforço físico bem maior para tocar linhas rápidas, fazer falsas pestanas em algumas digitações, acordes mais exóticos ou saltos grandes (que só vai fazer, se você tiver interesse por esse tipo de coisa). A gente tende a tocar de uma certa forma de acordo com o instrumento que temos em mão.
Passos_Gigantes
Passos_Gigantes
Membro

Mensagens : 151
Localização : Joinville

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Davi Motta Ter Dez 14, 2021 6:24 pm

siodoni escreveu:
Baixo com escala em 22"

Dedo 1 na casa 5 e dedo 4 na casa 12. kkkkk poke

____________________________
https://www.youtube.com/davimotta
Davi Motta
Davi Motta
Membro

Mensagens : 3177
Localização : Rio de Janeiro

https://www.youtube.com/davimotta

fheliojr gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Ter Dez 14, 2021 6:34 pm

Passos_Gigantes escreveu:

Como falei, ainda não tenho experiência prática com as escalas reduzidas, mas vejo como uma busca por melhoria/inovação. Jaco tocava no nível que tocava com um JB Fender 4C, nem por isso devemos parar por aí. Hoje já temos vários luthiers e marcas fazendo baixos superiores aos Fenders, em 5/6 e até mais cordas. Ao meu ver, escala reduzida com boa definição de som é algo que há bastante trabalho sendo feito hoje. Se eu fosse luthier, certamente ia trabalhar em cima dessa necessidade de mercado. Os fanned também tentam resolver o mesmo problema de Som X Ergonomia por outro ângulo.

A Fodera consegue fazer baixos de escala reduzidas com uma B surpreendente (e cobra beeeeeeem caro por isso), mas prova que é possível fazer. Esse Tony Grey 6 cordas tem 30.75". Tem uma B de respeito. Eu já vi baixos de 33" deles com B melhor que baixos de 34'' e 35''. O que atesta que tem mais coisa que só tamanho da escala para isso, normalmente são baixos single cutaway com mais área de contato com o braço (já tô teorizando aqui).


O lance de tocar com o baixo no meio da perna, realmente já é um argumento para questões ergonômicas. Fica muito bom para tocar nas casas 12 para frente, mas terrível para tocar a região da casa 1 a 5 (no meu, caso pelo menos) com baixos de 34''. Na posição mais clássica sentado, sem côrrea, tem algumas coisas que ficam mais complicadas de fazer nas últimas casas.

Acredito que a pergunta é: se as questões sonoras não forem muito comprometidas, por que não usar uma escala reduzida? Ou melhor, até que ponto perder um pouco de som vale pelo ganho de conforto (digamos, perder 5% de som para ganhar 50% de conforto).

Eu adoro meu Precision com 0.45, mas é um baixo que não acho uma maravilha para estudar ou tocar horas e horas. Ele é muito bom para algumas coisas e não tanto para outras. Comparando a um baixo com espaçamento menor, ação mais baixa e cordas de calibre mais leve, há um esforço físico bem maior para tocar linhas rápidas, fazer falsas pestanas em algumas digitações, acordes mais exóticos ou saltos grandes (que só vai fazer, se você tiver interesse por esse tipo de coisa). A gente tende a tocar de uma certa forma de acordo com o instrumento que temos em mão.



Exatamente.


é bem por ai que enxergo mesmo!
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Davi Motta Ter Dez 14, 2021 6:39 pm

siodoni escreveu:Short scale com corda 050 é sucesso na certa.
Meu Little 26" com 050 é a perfeição.

____________________________
https://www.youtube.com/davimotta
Davi Motta
Davi Motta
Membro

Mensagens : 3177
Localização : Rio de Janeiro

https://www.youtube.com/davimotta

gdias09 gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por fheliojr Ter Dez 14, 2021 11:48 pm

Fernando Zadá escreveu:Isso não quer dizer que é confortável ou natural

[...]

O problema é que ninguém ensina ergonomia e nos tempos atuais quase ninguém conhece a mecânica motora do seu próprio corpo com exceção dos atletas. E na música tem a técnica de Alexander que fora é ensinado em várias universidades mas aqui o povo mal sabe o que é.
É bom cuidar minimamente do corpo pois a tendência é vivermos mais e eu quero viver esse a mais com alguma qualidade de vida.

Não confunda ter alguém fazendo com ser correto ou indicado...

Ótima colocação, Zadá!!

claps claps

Como é a técnica de Alexander?
fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 11742
Localização : Fortaleza-CE

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Qua Dez 15, 2021 10:39 am

Vale dar uma googlada eu tive um professor de violão que era adepto e incentivava a boa postura mas vão aqui uns links e vídeos.

e segue link com site sobre

https://www.tecnicadealexander.com/tecnica.php




Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

dibass e Gabriel_cwb gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Cantão Qua Dez 15, 2021 11:12 am

^^^Esse tema é importante , postura incorreta acaba com o músico com o passar do tempo... up

____________________________
Bem-vindo ao Fórum ContrabaixoBR - Favor ler as regras clicando aqui

“Nenhuma quantidade de evidência irá persuadir um idiota”
(Mark Twain)
Cantão
Cantão
Moderador

Mensagens : 20990
Localização : Bauru

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por siodoni Qua Dez 15, 2021 5:24 pm



Pra acrescentar ao tópico, tempos atrás fiz esse vídeo.
Fender P-Bass x Siodoni Musicmaster

Ambos gravados no mesmo ampli e tocado pelo mesmo baixista Very Happy
siodoni
siodoni
Membro

Mensagens : 6184
Localização : Serrana - SP

http://www.siodoni.com.br

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Qua Dez 15, 2021 6:16 pm

Muito bem lembrado!
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Cantão Qua Dez 15, 2021 6:17 pm

Sonzeira esse Musicmaster Siodoni , timbraço brother... claps

____________________________
Bem-vindo ao Fórum ContrabaixoBR - Favor ler as regras clicando aqui

“Nenhuma quantidade de evidência irá persuadir um idiota”
(Mark Twain)
Cantão
Cantão
Moderador

Mensagens : 20990
Localização : Bauru

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por CSergio Qua Dez 15, 2021 8:56 pm

Lindos os 2.
CSergio
CSergio
Membro

Mensagens : 2771
Localização : 2°59"S, 44°25"W

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por fheliojr Qua Dez 15, 2021 11:29 pm

Fernando Zadá escreveu:Vale dar uma googlada eu tive um professor de violão que era adepto e incentivava a boa postura mas vão aqui uns links e vídeos.

e segue link com site sobre...

Obrigado pelas dicas, Zadá.

up up Colegas Colegas Amigos Amigos

Procurei no Google, mas como eu não fazia nem ideia do que se tratava, não tinha como identificar o que seria um material confiável sobre este assunto (na internet, qualquer um escreve sobre tudo), por isso prefir esperar por suas indicações, já q vc é um músico e professor sério.
fheliojr
fheliojr
Membro

Mensagens : 11742
Localização : Fortaleza-CE

Fernando Zadá gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Fernando Zadá Qua Dez 15, 2021 11:36 pm

Vale espiar eu tive aulas com o Gloeden e ele me passou ideias bem básicas mas me impactou e tive conhecido pianista com dores severas que despareceram usando a técnica.
Eutonia também é uma area da consciência corporal que vale espiar.
Fernando Zadá
Fernando Zadá
Moderador

Mensagens : 14106

dibass, fheliojr e gdias09 gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Dpaulo Qui Dez 16, 2021 6:01 am

Pergunta técnica de quem nunca tocou.
Em violões de escala menor há um problema de afinação ao longo da escala, é um saco, acaba precisando de cordas de calibre maior para atenuar (nunca se resolve essa questão).
Nos baixos há algum problema semelhante? Nota-se essa diferença de afinação comparando com baixos de escala maior?
Dpaulo
Dpaulo
Membro

Mensagens : 1838
Localização : Brasília

gdias09 gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Short Scale bass - algumas considerações Empty Re: Short Scale bass - algumas considerações

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos semelhantes

 
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos